Sistema Urbano de Juiz de Fora estreia em agosto com melhorias; Valadarense ficou de fora

Publicado em Bilhetagem eletrônica, Bilhete único, Integração tarifária, Licitação, Transporte urbano
Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação Urbano dividirá Juiz de Fora em quatro áreas operacionais
Fotos: Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação Urbano dividirá Juiz de Fora em quatro áreas operacionais

Licitado pela primeira vez no início do ano, o transporte coletivo de Juiz de Fora, principal município da Zona da Mata mineira, terá novidades a partir de agosto, quando começa a operar o Urbano, marca que identificará o sistema de transporte da cidade. Entre as melhorias previstas para daqui a dois meses estão a ampliação do bilhete único em toda a frota, implantação de micro-ônibus em locais de difícil acesso começando pelos bairros Dom Bosco e Laranjeiras, internet gratuita nos coletivos, renovação e ampliação da frota, reduzindo a idade média dos ônibus para cinco anos. Atualmente 598 coletivos operam 270 linhas em Juiz de Fora. O valor da tarifa é de R$ 2,75 e, conforme o novo contrato, só poderá ser reajustado em abril do ano que vem (prazo de um ano).

Composto de dois consórcios operacionais – Manchester de Transporte Coletivo, formado pelas empresas de ônibus Goretti Irmãos Ltda e Transportes Urbanos São Miguel; e Via JF, constituído pela Transportes Urbanos São Miguel de Uberlândia, a Auto Nossa Senhora Aparecida e São Francisco – o Urbano distribuirá o município em quatro áreas operacionais, sendo duas exclusivas de cada consórcio. A área 3 e a Região Central terão operação compartilhada.

 

Frota de coletivos será identificada ainda por três novas cores: azul, vermelho e verde
Frota de coletivos será identificada ainda por três novas cores: azul, vermelho e verde

Outras melhorias previstas a médio e longo prazos pelo Urbano são a redução da sobreposição de linhas já existentes, aumento da oferta de horários, maior controle de cumprimento de viagens e horários, implantação de estações de embarque pré-pago em pontos de maior fluxo de passageiros, aumento da prioridade ao transporte coletivo nas vias, melhor comunicação, transparência e prestação de serviços ao cidadão.

Dois novos ônibus com a identidade visual do Urbano já foram entregues aos consórcios, mas a Prefeitura de Juiz de Fora ainda não realizou fotos dos novos veículos, sob a alegação de apenas um ônibus foi pintado a título de teste, para verificar a nova padronização estética. O contrato de licitação tem validade de 10 anos, podendo ser prorrogado.

 

Urbano_Juiz de Fora (3)

 

A licitação do transporte coletivo de Juiz de Fora foi retomada no primeiro semestre de 2013, quando a prefeitura conseguiu a liberação no Tribunal de Contas do Estado (TCE) do estudo que subsidiou o processo, e estava suspenso desde 2009. No mesmo ano a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Settra) contratou a consultoria Tecnotran para elaboração do estudo de reestruturação do sistema. Em 2014, foram elaborados diagnóstico e projeto básico e, em maio de 2015, após a realização de audiência pública, foi publicado o edital que deu início à concorrência pública para prestação do serviço, combinando a melhor técnica com o menor preço.

VALADARENSE Concorrente do processo licitatório, o Consórcio JF de Transportes Coletivos, formado pelas empresas Valadarense de Transporte Coletivo Ltda e Rodopass Transporte Coletivo de Passageiros Ltda, apresentou a menor pontuação do edital e por isso não foi habilitado a operar na cidade. Ambas as empresas pertencem ao empresário Roberto José de Carvalho, preso desde maio pela Operação Mar de Lama acusado de financiar um mensalinho a vereadores de Governador Valadares.

Vídeo divulgado ontem pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) também aponta o empresário pagando propina de R$ 400 mil ao presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sinttro-GV), Jorge Ferreira Lopes, para forjar acordos na Justiça do Trabalho que prejudicariam dezenas de companheiros.

Juiz de Fora foi a primeira cidade mineira a padronizar a identidade visual dos ônibus do transporte coletivo, em 1980. Desde então a mesma pintura era mantida na frota de coletivos da cidade.

4 comentários para “Sistema Urbano de Juiz de Fora estreia em agosto com melhorias; Valadarense ficou de fora

  1. é de extrema necessidade esse micro ônibus para minha família, estamos aguardando esse belo trabalho da prefeitura

  2. Solicito encarecidamente que seja estudada a rota do coletivo linha 620 (viação Norte) Fontesville /Bernardino. O mesmo possui somente 01 carro . Percurso em 90 min. Percorrendo 03 bairros que não deveria fazer parte da rota. ( por pedido da presidente do Bairro M ilho Branco quando se empossou vereadora. mudou o itinerário , fazendo o mesmo percorrer o Milho Branco.) Desde semana passada começou a percorrer a parte alta do bairro Jardim Natal.
    Faço o convite ao Sr. Presidente dessa empresa, que venha percorrer (no anonimato) todo o caminho dessa Rota 620.
    Espero que com a nova Fusão. Possamos contar com a compreensão e melhoria para os usuários.
    Atenciosamente.
    Sra. Ana Lucia

  3. RECLAMAÇÃO, LINHA 145, VEICULO Nº. 111 PLACA HIJ 9619, FAZ-SE SINAL, NÃO ESPERA O PASSAGEIRO EMBARCAR, FEZ O SINAL PARA O MOTORISTA, O MESMO FEZ SINAL COM AS MÃOS, NÃO ESTOU NEM AI, PEÇO PROVIDENCIAS.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *