Ônibus de cidades próximas sairão do São Gabriel

Publicado em Sem categoria
Bruno Freitas/EM/D.A Press

 

Após a conclusão das obras, prevista para o primeiro semestre de 2017, as linhas de ônibus intermunicipais de curta distância de Belo Horizonte também sairão da nova rodoviária no bairro São Gabriel. O planejamento da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) é de que o atual Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip), inaugurado em 1971, opere totalmente dedicado às linhas convencionais e do sistema BRT/Move metropolitanos. Somente se houver espaço excedente no Tergip, os ônibus com destino à cidades num raio de até 100 quilômetros, como Itabirito, Conselheiro Lafaiete, Itaúna e Sete Lagoas – no que o órgão chama de colar metropolitano – serão mantidas no Centro da capital.

A transferência para o novo terminal na região norte de BH exigirá um novo plano de mobilidade, uma vez que cerca de 1.400 ônibus rodoviários circulam diariamente no Tergip – a grande maioria atendendo aos municípios do colar. Adiada desde 2013, a administração do Tergip voltou para as mãos do governo de Minas no início de janeiro, em meio a problemas como iluminação ruim, falta de segurança e goteiras. Convênio assinado em 2008 previu a transferência para a prefeitura.

A BHTrans sustenta que a nova rodoviária de Belo Horizonte começará a ser construída ainda em janeiro. Localizado às margens do Anel Rodoviário, principal eixo de entrada e saída de Belo Horizonte, o empreendimento tem como principal objetivo desafogar o trânsito no Hipercentro. Com capacidade para 40 mil passageiros/dia (números próximos ao do Tergip), funcionará integrado à estações do Move e do metrô. A operação nos 30 primeiros anos ficará a cargo da SPE Terminal Belo Horizonte S/A, concessionária que venceu a concorrência pública 006/2011 para a construção, implantação, gestão, manutenção e operação, por meio de parceria público-privada (PPP). Integra a concessão a Socicam, empresa que administra o Terminal Tietê, em São Paulo, o maior do país. As obras tem prazo estimado de 18 meses e o início de operação na sequência, de acordo com a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte.

 

Paulo Filgueiras/EM/D.A Press

Tergip opera hoje com capacidade para 45 mil passageiros/dia

 

Utilizada hoje como rodoviária de apoio para as linhas com destino ao Espírito Santo e nordeste do país, a Estação José Cândido voltará a operar exclusivamente o metrô e o sistema de ônibus urbano municipal.

 

NOVA RODOVIÁRIA

27.900
m² de área construída

41
plataformas (com expansão para 56, caso necessárias)

23
ônibus na área de estocagem

2
pavimentos

351
vagas de estacionamento

R$ 85
milhões de investimento para a construção do prédio e R$ 6,5 milhões para implantação do sistema viário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *