Skip to main content
 -
Gustavo Fonseca é Cofundador do Doutor Multas. Criado há 9 anos com o objetivo de ajudar os motoristas, já evitou que + de 5.200 clientes perdessem a CNH com consultoria administrativa personalizada. É dedicado a disseminar conteúdo relevante para conscientizar as pessoas sobre as Leis de Trânsito.

Você conhece os tipos de multas e sabe quais as consequências de cada uma?

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Desde que somos crianças, ouvimos que para cada ação que cometemos há uma consequência. Ainda na infância, percebemos que atitudes erradas geram punições que nos fazem pagar pelo erro cometido. Essa analogia com a infância pode, tranquilamente, ser utilizada para falarmos de trânsito.

O CTB (Código de Trânsito Brasileiro) postula que, para cada desobediência às regras estabelecidas para o funcionamento do trânsito, o condutor receberá algum tipo de punição. O principal método educativo utilizado pelos agentes de trânsito é a aplicação de multas. Mas você sabe quais são os tipos multas e quais as consequências que cada um causa ao condutor?

A seguir, apresentarei cada tipo de multa, de acordo com sua gravidade. Acompanhe este artigo até o final para tirar suas dúvidas!

Multas leves

Dentro do grupo de infrações previstas no CTB, são consideradas leves as que, teoricamente, representam menores possibilidades de riscos no trânsito. Obviamente, isso não significa dizer que infrações leves possam ser cometidas sem preocupação, pois, se é infração, então é uma desobediência às leis.

De qualquer modo, para infrações desse tipo, são aplicadas multas leves, cujo valor atual é de R$ 88,38. Esse valor vem acompanhado de pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do condutor autuado. Nesse caso, a pontuação registrada por uma multa leve é de 3 pontos.

Quer um exemplo de infração que gera multa leve?  Vou mencionar uma atitude que, talvez, você até já tenha cometido e nem percebeu que estava desrespeitando a Lei. Sabia que estacionar afastado da calçada a uma distância entre 50 centímetros e 1 metro é uma infração? Neste caso, a multa aplicada é de caráter leve e o condutor estará sujeito à aplicação da devida penalidade.

Multas médias

Como você já deve ter percebido, o tipo de multa representa a infração cometida. Sendo assim, multas médias são aplicadas quando a infração cometida for considerada média. Esse tipo de multa custa, ao condutor, o valor de R$ 130,16 e, ainda, a soma de 4 pontos à CNH.

Um exemplo de infração que pode fazer com que o condutor receba uma multa média é, de acordo com o artigo 230 do CTB, circular com veículo cujo sistema de iluminação esteja com defeito, como em casos de lâmpadas queimadas.

Sistema de iluminação que não funciona gera multas médias

Multas graves

A partir de agora, entramos em um território onde as infrações são mais delicadas, pois as graves já configuram atitudes de grande periculosidade contra a segurança das pessoas no trânsito. Um exemplo que pode ser mencionado é conduzir o veículo entre 20% e 50% acima do limite máximo permitido na via.

Infrações consideradas graves geram, portanto, multas graves aos condutores que as praticam. Esse tipo de multa garante, ao motorista, 5 pontos na CNH e dívida no valor de R$ 195,23.

Multas gravíssimas

Dirigir alcoolizado pode gerar multa gravíssima

Como o próprio nome já explicita, multas gravíssimas são aquelas aplicadas em casos de infrações cujo grau de periculosidade é muito alto. Esse tipo de multa, então, é aplicado quando o condutor, por exemplo, dirige após consumir bebida alcóolica. No caso de motociclistas, pilotar sem usar capacete, ato muito comum pelas ruas, também é uma infração gravíssima.

Atualmente, o valor inicial de uma multa dessa natureza é de R$ 293,47. No entanto, é preciso estar atento ao fato de que, dependendo da infração cometida, o CTB prevê aumento de até 20 vezes esse valor. Além disso, infrações gravíssimas podem gerar a soma de 7 pontos na CNH e, na pior das hipóteses, levar à suspensão da carteira de habilitação do condutor.

Portanto, vimos que existem 4 tipos de multas e que, na medida em que a gravidade aumenta, as consequências ao condutor são mais pesadas. Dessa forma, se você não quer ser multado e, com isso, ter qualquer tipo de problemas com sua CNH, informe-se sobre as leis e seja um condutor consciente.

Ficou alguma dúvida em relação aos tipos de multas? Deixe seu comentário e eu responderei sua pergunta.

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

4 comentários em “Você conhece os tipos de multas e sabe quais as consequências de cada uma?

  1. Bom dia. Tenho uma notificação de processo recebido em 04/2017 de uma multa grave cometida em 04/2012(velocidade 50% superior ao permitido), até hoje não recebí mais nenhuma notificação deste processo que está em andamento.
    Em 30/11/2018 cometi uma infração por transitar em velocidade superior a máxima permitida em de 20 até 50%. – COD 746-30.
    Acontece que estava em um carro de terceiro, tenho que me identificar como condutor naquela ocasião. – Pelo meu histórico o que poderá acontecer comigo?

    Tem alguma defesa para mim?

    1. Boa tarde, Ivan. No caso a notificação de 2017 a que você se refere seria a de instauração do processo de suspensão da sua CNH? No caso, a nova infração não vai influenciar diretamente no processo já existente, esse vai seguir em andamento. Você pode recorrer da multa mais recente caso ainda haja prazo, para evitar a pontuação. Para podermos lhe auxiliar melhor, solicito-lhe que nos envie por e-mail (doutormultas@doutormultas.com.br) a sua notificação para que nossos consultores possam fazer uma análise gratuita da mesma, e assim, passar as orientações de como você pode proceder no seu caso. Para retorno urgente pode nos contatar pelo número 0800 602 1543.

  2. Dr Multa,deveria dizer que os agentes não aplicam multas e sim autuações que é a comunicação do cometimento de uma infração e como penalidade poderá gerar multa que é cobrado o valor correspondente à infração e pontos serão adicionados ao prontuário do infrator,também deveria dizer que não é só condutor de veículo que comete infração.

    1. Oi, Geovany!
      Sei que não é apenas o condutor que comete infrações, mas infelizmente não seria possível me alongar ainda mais no texto.
      Peço perdão por qualquer tipo de erro que houve no artigo, vou dar uma conferida e consertar o quanto antes.
      Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.