Skip to main content
 -
Gustavo Fonseca é Cofundador do Doutor Multas. Criado há 9 anos com o objetivo de ajudar os motoristas, já evitou que + de 5.200 clientes perdessem a CNH com consultoria administrativa personalizada. É dedicado a disseminar conteúdo relevante para conscientizar as pessoas sobre as Leis de Trânsito.

Veja como economizar ao trocar de imóvel

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Está querendo trocar de imóvel economizando? Neste artigo, listamos algumas dicas simples, mas bem eficazes de adotar.

Você vai precisar, por exemplo, ter parte do valor de compra do imóvel já em mãos. Assim, será mais simples adquirir o bem.

Outra dica é pesquisar bem pelas opções de crédito do mercado. É algo que vai ajudar a encontrar as melhores opções possíveis. Continue lendo para saber mais.

Qual o momento ideal de trocar de casa?

Você pode trocar de imóvel quando achar melhor. Mas existem dois momentos principais em que essa troca é bastante indicada.

Primeiro, quando a família vai aumentar. Neste caso, você vai precisar, muito provavelmente, de novos cômodos e decoração, não é mesmo? Logo, a troca de imóvel será bem vantajosa.

Você também pode procurar por um novo espaço se já tem um imóvel e precisa de dinheiro. Vender seu bem e comprar um mais barato vai permitir que você consiga os valores de forma simples.

Fora esses momentos chave, é indicado mudar de casa quando sua residência fica muito longe do trabalho, e também quando você já se vê cansado do espaço.

Se mudar também é uma opção para buscar um local mais seguro e com maior infraestrutura.

Economizando para o novo imóvel

Na hora de comprar um imóvel, vale a pena tomar alguns cuidados simples. Assim, a compra da casa vai se tornar mais simples e com menos dores de cabeça. Veja abaixo.

Tenha 20% do valor do imóvel

Ter pelo menos 20% do valor do imóvel para pagar por ele é algo que vai facilitar muito sua vida. Primeiro porque, no caso de um financiamento, você terá que oferecer esse valor como entrada.

Afinal, os bancos não vão querer pagar por completo pelo imóvel que você está comprando. O objetivo deles é financiar apenas uma parte do valor.

Ao mesmo tempo, ter a quantia em mãos vai diminuir os gastos que você terá no futuro. Porque pagando uma parte do imóvel já de início, as parcelas que você vai quitar vão se tornar menores.

Reduza os gastos fixos

Para comprar um imóvel ou qualquer outro bem de alto custo, é importante ter atenção às suas contas atuais.

Isso porque, a compra do imóvel vai se tornar uma nova despesa. Logo, é um gasto que vai ser acrescido ao que você já paga hoje em contas de água, luz, telefone e outros.

Assim, vale a pena tentar reduzir os gastos fixos, com os quais você já está acostumado. Tanto economizando energia e água, quanto cancelando serviços que você não usa realmente. 

Por exemplo: é mesmo necessário ter a assinatura de vários serviços de streaming? Se você só tem tempo de assistir um, o resto é gasto à toa.

Com a economia, você vai ter mais organização nas finanças e evitar que o orçamento aperte. Deixar qualquer débito aberto depois pode se tornar uma grande dor de cabeça.

Faça trocas inteligentes

Na hora de trocar um imóvel, vale a pena tentar economizar dinheiro. Se você já tem um imóvel hoje, pode vender o seu por um valor mais alto e buscar comprar um mais barato, por exemplo.

Outra troca que você pode fazer é no seu dia a dia de consumo. Prefira outra marca de itens do supermercado, por exemplo. Mesmo que você não conheça algumas, elas podem ser de ótima qualidade. 

Experimentando essas novas opções, você pode passar a economizar alguns valores no dia a dia. Então, terá mais facilidade em manter todas as contas em dia, inclusive o pagamento do imóvel.

Se livre das dívidas

Para assumir a compra de um imóvel, o ideal é que seu orçamento esteja o mais organizado possível. Neste caso, é uma boa estratégia negociar as dívidas que você tem hoje. 

Na hora de pagar suas dívidas em aberto, existem duas opções básicas. Primeiro, você pode reorganizar as finanças, economizar e conseguir o dinheiro para colocar fim aos débitos.

Outra opção é solicitar um empréstimo online e pagar os valores. Então, você vai unificar suas dívidas: pagando todas que estão em aberto e ficando apenas com o empréstimo. 

Essa é uma opção interessante principalmente quando são vários débitos em aberto, e também quando eles têm juros altos. Com o crédito de juros baixos, fica mais fácil administrar as contas.

Se você decidir por um empréstimo, uma dica é usar um simulador de crédito. Com a ferramenta, fica mais simples visualizar várias ofertas e escolher o empréstimo com as melhores condições.

Outras alternativas financeiras

Com os cuidados acima tomados, você vai poder trocar de casa com mais segurança. Mas, além do financiamento que citamos, existem outras opções. Confira a seguir.

Empréstimo com garantia de imóvel

Se você já tem um imóvel em seu nome, poderá usá-lo para ter parte do valor da nova casa. Isso porque, esse tipo de empréstimo vai usar seu atual imóvel como garantia.

“Em troca”, o banco vai lhe oferecer crédito. E aí, você poderá manter os dois imóveis: o usado como garantia, e o que vai adquirir com o dinheiro.

Financiamento

Um financiamento é muito simples. O banco vai pagar pelo imóvel à vista ao vendedor, e então você vai pagar ao banco posteriormente, em parcelas.

Para contar com esse crédito, uma dica é avaliar bem o CET da transação. Ou seja, seu Custo Efetivo Total. Assim, você terá maior clareza do quanto o crédito vai custar no final das contas.

Considerações finais

Na hora de trocar de imóvel, tenha a certeza de se planejar. Planeje seu orçamento, o quanto você vai precisar investir e qual tipo de crédito vai precisar.

Afinal, existem várias formas de conseguir dinheiro para a compra. Tanto com um empréstimo, quanto com valores que você já tem guardados.

No caso do parcelamento do imóvel, é ainda mais importante planejar a longo prazo. As parcelas precisarão ser pagas ao longo  do tempo, não é mesmo? Então, tenha o cuidado de conseguir pagá-las.

Do contrário, a dívida pode crescer e trazer vários problemas financeiros. Mas com planejamento e cuidado, tudo isso será evitado, fazendo da sua troca de imóvel um sucesso.

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.