Skip to main content
 -
Gustavo Fonseca é Cofundador do Doutor Multas. Criado há 9 anos com o objetivo de ajudar os motoristas, já evitou que + de 5.200 clientes perdessem a CNH com consultoria administrativa personalizada. É dedicado a disseminar conteúdo relevante para conscientizar as pessoas sobre as Leis de Trânsito.

Segurança no trânsito: responsabilidade de todos

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

O trânsito brasileiro tem se destacado pelos altos índices negativos que apresenta. Atualmente, o país encontra-se em 5º lugar no ranking de países com mais mortes no trânsito, segundo estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os números de acidentes só tendem a subir, pois a mudança dessa realidade depende de cada um assumir sua responsabilidade para um trânsito mais seguro. Neste artigo, traremos algumas recomendações de atitudes indispensáveis para um comportamento mais responsável nas vias.

Segurança de motoristas e de motociclistas

Segurança sempre deve ser a prioridade

Não são raras as ocorrências envolvendo motoristas e motociclistas. Muitas vezes, acidentes envolvendo esses condutores terminam de modo trágico, por mais que seja possível evitar o incidente na maioria dos casos. Algumas condutas simples permitem que ambos transitem em segurança e, principalmente, não deem fim a sua vida ou a de outra pessoa.

Ao tomar certas atitudes que colaborem com o trânsito, o condutor estará colocando em prática recomendações muitas vezes já feitas, visto que as campanhas para prevenção de acidentes se fazem cada vez mais necessárias e constantes. Assim, contribuir para um trânsito seguro não significa ter de fazer esforços extremos, mas sim realizar ações que devem ser comuns a todos os motoristas.

Tanto em vias urbanas, quanto em rodoviárias, fazer uso dos equipamentos básicos de segurança é crucial. Enquanto os motoristas e as demais pessoas no veículo devem usar o cinto de segurança e garantir que crianças estarão usando equipamentos necessários, como o assento de elevação, por exemplo, motociclistas não devem abrir mão do capacete e do vestuário adequado, como jaqueta, luvas e botas.

Em ambos os casos, é importante colocar atenção à sinalização das vias, pois todo o esquema de sinalização serve para avisar ao condutor sobre os limites e as condutas de circulação. Além disso, é fundamental, para evitar imprevistos, garantir que o veículo estará com a manutenção sempre em dia.

Outra atitude indispensável é tomar cuidado ao realizar qualquer ultrapassagem. É preciso que a pessoa esteja certificada de que é possível realiza-la, principalmente em rodovias, onde vemos muitos casos de acidentes fatais ocasionados por ultrapassagens perigosas. Uma atitude adequada a ser tomada por motociclistas, por exemplo, seria trafegar no meio da pista, sem realizar muitas passagens ou ultrapassagens, pois são eles os mais vulneráveis em casos de acidentes envolvendo veículos.

Segurança de ciclistas

Ciclistas também fazem parte do trânsito

Apesar de não estarem no controle de veículos motorizados, os ciclistas também fazem parte do trânsito e, dessa forma, possuem responsabilidades. Para eles, também é fundamental o uso de equipamentos de segurança, como o capacete. Manter-se sempre atento é importante, pois, mais do que os motociclistas, os ciclistas estão muito expostos no trânsito. Outra atitude importante é usar as ciclovias, quando existirem, pois pedalar entre veículos oferece riscos ao ciclista e pedalar nas calçadas oferece perigo aos pedestres.

Segurança de pedestres

Os pedestres, assim como todas as outras pessoas que participam do trânsito, são importantes para a manutenção da segurança nas ruas. Todas as pessoas, em algum momento, são pedestres, visto que, ao sair de seu veículo, passam a utilizar as vias a pé. Sendo assim, é necessário que respeitem as regras e sigam algumas orientações.

Uma das recomendações mais importantes é o uso da faixa de segurança. Atravessar a rua sempre na faixa reduz, consideravelmente, os riscos de atropelamento, visto que, por lei, os condutores devem respeitar a faixa de pedestres. Além disso, não é adequado atravessar as vias na diagonal, mas sim em linha reta.

Outra indicação de segurança aos pedestres é olhar para os lados antes de cruzar a via. Por mais que o sinal esteja fechado para os veículos, é útil certificar-se de que realmente é possível atravessar a rua.

Conclusão

Nesse texto, apresentamos algumas recomendações de atitudes simples, mas que podem ajudar a reduzir o número de acidentes de trânsito. Não se pode esquecer que direção defensiva serve para preservar muito mais que veículos, a prática preserva vidas. O respeito mútuo entre todos é indispensável, porque, segundo a famosa frase, gentileza gera gentileza. Assim, reduzir a insegurança no trânsito fará dele um lugar, inclusive, mais agradável para os cidadãos.

A Doutor Multas se preocupa e tem como um de seus objetivos ajudar na conscientização de todos para um trânsito mais seguro.

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.