Skip to main content
 -
Gustavo Fonseca é Cofundador do Doutor Multas. Criado há 9 anos com o objetivo de ajudar os motoristas, já evitou que + de 5.200 clientes perdessem a CNH com consultoria administrativa personalizada. É dedicado a disseminar conteúdo relevante para conscientizar as pessoas sobre as Leis de Trânsito.

GNV: vale a pena instalar no seu carro?

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Nos últimos meses, com a instabilidade econômica e política, um dos assuntos que mais tem preocupado os brasileiros é o combustível. Muitos condutores estão percebendo que precisam buscar formas alternativas e mais econômicas de abastecer seus carros. A greve dos caminhoneiros, que ocorreu no final de maio deste ano, fez com que muitos condutores optassem por buscar outros combustíveis que não o álcool e a gasolina.

 

O Gás Natural Veicular (GNV) é um desses combustíveis alternativos que já vem sendo usado por muitos motoristas brasileiros. Assim como todos os combustíveis, o GNV tem suas vantagens e desvantagens com relação a outras formas de abastecimento de automóveis. Como ele pode ser uma boa saída para economizar e evitar problemas na hora de abastecer, é importante que o motorista o conheça e determine se ele é o ideal para o seu carro.

 

Na hora de dirigir e cuidar do seu automóvel, é preciso sempre fazer o melhor. Pesquise, avalie os custos e as vantagens desse combustível. Talvez essa seja a saída não só para economizar, mas para manter seu carro rodando com toda a eficiência e segurança.

 

Combustível é considerado um dos mais econômicos do mercado

 

O Gás Natural Veicular é considerado um dos combustíveis mais ecológicos disponíveis no mercado. O GNV utilizado nos veículos é formado por hidrocarbonetos leves, principalmente de metano e etano. Por sua composição peculiar, ele é menos poluente do que a gasolina e o álcool. Esse tipo de combustível pode ajudar a reduzir em 65% a emissão de gases poluentes (sobretudo o dióxido de carbono) responsáveis pela intensificação do efeito estufa.

 

Ele ainda é uma boa escolha para o motorista por ser bem mais econômico e barato. Com um metro cúbico de GNV, por exemplo, um condutor pode realizar 13 quilômetros contra os 7 percorridos com um litro de álcool. Em relação à gasolina, esse combustível também pode ser mais econômico e vantajoso. O preço da gasolina vem crescendo muito com as crises econômicas e políticas que se instalaram no país. Atualmente, quem utiliza o GNV pode economizar até 65% quando comparado àqueles que utilizam a gasolina. No entanto, a instalação do gás pode ser cara e esse investimento pode não compensar para todos os motoristas por conta do custo da instalação.

 

Para saber se o GNV é o combustível certo para você, é necessário fazer um pequeno cálculo. Esse cálculo leva em consideração o preço da gasolina e do álcool, o preço do gás, o rendimento por quilômetro rodado de cada uma dessas opções, além do preço da instalação.

 

Conheça as vantagens e desvantagens do GNV antes de trocar de combustível

 

Antes de instalar o GNV, existem algumas coisas que você deve ter em mente. O motorista deve estar ciente de que esse não é um processo barato. O custo da instalação desse equipamento atualmente pode sair por até 6 mil reais. Esse combustível poderá valer a pena somente para os carros que rodam bastante, já que quanto mais o carro rodar, mais fácil será verificar a economia com o GNV.

 

Saber se o modelo do seu carro está preparado para receber a conversão também é importante. Isso porque o consumidor também deve assumir que, apesar de ser barato e ecologicamente mais correto, o GNV também pode ter algumas desvantagens. Nem todo carro pode utilizar este combustível, já que também há uma perda de potência. Além disso, o automóvel deve ter mais de mil cilindradas.

 

Uma das principais desvantagens do GNV é que não pode ser encontrado em todos os postos. Sendo assim, verifique se é possível abastecer com o GNV em sua cidade. Além disso, ele também desgasta mais rapidamente o sistema de ignição. Para quem precisa viajar muito e tem o carro pequeno, também é bom ficar de olho no espaço, já que ele reduz o do bagageiro.

 

Entenda o que diz a legislação sobre o GNV

 

A legislação de trânsito brasileira prevê algumas medidas as quais devem ser tomadas pelo condutor em relação ao GNV. Primeiramente, é importante que o motorista procure locais idôneos e capacitados para realizar a instalação desse sistema de abastecimento. A implantação do GNV deve ser realizada por locais e profissionais com certificação do INMETRO para que o condutor não corra riscos no futuro. Essa medida está prevista na Resolução 280 de 2008 do CONTRAN. Segundo essa Resolução:

 

“Art. 2º Os fabricantes e importadores de veículos automotores com sistema de

alimentação de combustível para uso do GNV, ao obterem do DENATRAN o código de

marca-modelo-versão, devem fornecer ao INMETRO as especificações técnicas referentes ao

sistema GNV instalado no veículo”

 

O condutor também deve estar ciente de que é necessária uma inspeção periódica em seu carro quando houver a instalação do sistema GNV. Essa inspeção obedece também à Resolução 280 de 2008 do CONTRAN. Conforme o artigo 2 dessa Resolução:

 

“Parágrafo único. É obrigatória a realização de inspeção dos veículos a cada 12

(doze) meses, contados a partir da data do primeiro registro e licenciamento do veículo.”

 

Para utilizar o carro com combustível GNV, o condutor também precisa prestar atenção em outro artigo do Código de Trânsito de Brasileiro. Segundo ele, é necessário ter autorização especial para realizar a modificação e dirigir carros. Conforme o CTB:

 

“Art. 140. A habilitação para conduzir veículo automotor e elétrico será apurada por meio de exames que deverão ser realizados junto ao órgão ou entidade executivos do Estado ou do Distrito Federal, do domicílio ou residência do candidato, ou na sede estadual ou distrital do próprio órgão, devendo o condutor preencher os seguintes requisitos:

I – ser penalmente imputável;

II – saber ler e escrever;

III – possuir Carteira de Identidade ou equivalente.

Parágrafo único. As informações do candidato à habilitação serão cadastradas no RENACH. ”

 

Verifique as vantagens e desvantagens desse tipo de combustível e investigue se ele é realmente o melhor para você.

 

Cuidado com os preços abusivos do GNV após a greve dos caminhoneiros!

 

Muitos consumidores, com a greve dos caminhoneiros no último mês de maio, resolveram trocar para o combustível a gás. Isso fez com que surgissem denúncias de muitas empresas que estavam cobrando o GNV e a própria instalação do sistema mais caros do que o preço de mercado comum. Fique atento! O preço para abastecer com GNV varia de acordo com o estado e com o município, mas segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a tarifa média é de 1,12 por m³. Lembre-se de que o preço da instalação varia de 4,5 mil a 6 mil reais.

 

Estudar qual o melhor combustível para seu carro pode auxiliar você a fazer uma boa economia e tratar melhor o seu carro. Avalie se o GNV é a melhor opção para você e se essa é uma alternativa segura e econômica para o veículo. Descubra o melhor combustível e dirija com mais confiança! Para mais informações, acesse https://doutormultas.com.br/.

 

Contatos:

 

– E-mail: doutormultas@doutormultas.com.br

– Telefone: 0800 6021 543

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

2 thoughts to “GNV: vale a pena instalar no seu carro?”

    1. Olá, muito obrigado pelo elogio! Sua satisfação é muito importante para nós, acreditamos que por meio da educação e da informação podemos ajudar a construir um trânsito mais seguro e é por isso que nos esforçamos para fazer sempre artigos construtivos e úteis. Qualquer dúvida, estamos sempre à disposição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.