Skip to main content
 -
Gustavo Fonseca é Cofundador do Doutor Multas. Criado há 9 anos com o objetivo de ajudar os motoristas, já evitou que + de 5.200 clientes perdessem a CNH com consultoria administrativa personalizada. É dedicado a disseminar conteúdo relevante para conscientizar as pessoas sobre as Leis de Trânsito.

CNH no Brasil: veja 5 mudanças na habilitação

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

 A partir deste ano, a Carteira Nacional de Habilitação traz algumas novidades para os condutores.

Mudanças no Código de Trânsito Brasileiro e no processo para tirar a carteira ocorrem com frequência e, por isso, podem causar confusão para o condutor.

Trouxemos algumas informações que podem ajudar você a ficar mais antenado. Descubra 5 importantes mudanças na habilitação e não tenha problemas na hora de tirar sua carteira ou renovar seu documento.

 Mudanças passam a ocorrer a partir dos próximos meses

 Atualmente, as mudanças que poderão ocorrer no processo para tirar a Carteira Nacional de Habilitação e no próprio documento são muito discutidas. Com tanto burburinho, é comum que o condutor e quem está pensando em tirar sua carteira de habilitação fiquem um pouco perdidos.

As mudanças propostas pelo Conselho Nacional de Trânsito, CONTRAN, passam a valer a partir dos próximos meses. São mudanças que abrangem desde a digitalização da CNH até o processo para obter o documento. Essas mudanças, segundo o CONTRAN, têm o objetivo de tornar o trânsito mais seguro para o motorista e aprimorar a formação dos condutores.

 É importante que o condutor entenda como funcionam as mudanças e como elas podem afetar sua vida no trânsito.

Decisão que tornava obrigatório curso e prova para renovação da carteira é revogada

 Uma das principais mudanças na carteira de habilitação, e uma das mais polêmicas, prevista para ocorrer a partir do dia 5 de junho deste ano, era a necessidade do curso de aperfeiçoamento e prova teórica para a renovação da CNH.

Em nota, o ministério afirmou que “Por determinação do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Maurício Alves, revoga a resolução 726/2018 que torna obrigatória a realização e aprovação em Curso de Aperfeiçoamento para renovação da Carteira Nacional de Habilitação”.

Segundo o ministério, o objetivo da revogação é não alterar a vida de quem precisa renovar a carteira, além de “reduzir custos e facilitar a vida do brasileiro”.

Veja 5 das principais mudanças na CNH

Para que você possa estar atento às mudanças na CNH e, principalmente, bem informado em relação ao trânsito e aos processos burocráticos para a obtenção da carteira, selecionamos 5 mudanças que ocorrem a partir deste ano.

1- Baliza exigirá mais manobras

A baliza é um dos passos mais importantes na prova prática para obtenção da CNH.  A partir deste ano, o teste poderá ficar ainda mais difícil para o novo condutor. Atualmente, apenas uma manobra é exigida durante a baliza.  A partir de 2018, o candidato terá que realizar duas manobras corretamente para ser aprovado na prova.

2- Aula e obtenção da CNH tipo A

Outra mudança que ocorre a partir de 2018 no processo de retirada da carteira é referente às aulas e à prova para obtenção da CNH tipo A.  Até este ano, o interessado fazia as aulas e as provas em circuito fechado. A partir de junho, o condutor deverá realizar aulas e exames na rua.  Isxo também vale para quem pretende obter a permissão para dirigir ciclomotores, nesse caso, a carteira ACC.

3- CNH pode vir com chip

O documento também será mais moderno a partir do ano que vem. A CNH pode se tornar um cartão inteligente com chip. Essa mudança está prevista para ocorrer até 1º de janeiro de 2019.

4- CNH digital

A partir de julho, os motoristas terão a opção de utilizar a CNH digital.  Ela começará a ser emitida em todos os estados a partir de 1 º de julho de 2018.  Alguns estados já dão essa opção para o motorista.  No entanto, é importante lembrar que a CNH física continuará valendo.

Isso ocorre a partir da Resolução 684, de 2017, do Contran. Essa resolução fala sobre a expedição da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). Conforme o ato, a CNH continuará sendo emitida em modelo único e poderá também ser expedida em meio eletrônico, a partir de 1º de fevereiro de 2018.

Isso significa que a CNH-e, a CNH eletrônica, terá o mesmo valor jurídico da expedida em meio impresso e terá sua expedição regulamentada em portaria do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

5- Extensão do processo de habilitação

Uma das principais mudanças na nova CNH é que o prazo para obtenção do documento aumentou. Os candidatos terão 24 meses para concluir o processo de habilitação. Até então, o prazo era de 1 ano. Essa norma passa a valer a partir do dia 1º de junho.

Para saber mais sobre as mudanças no trânsito, consulte o blog do Doutor Multas https://doutormultas.com.br.

Para mais informações, contate:

– E-mail: doutormultas@doutormultas.com.br

– Telefone: 0800 6021 543

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.