Skip to main content
 -
Gustavo Fonseca é Cofundador do Doutor Multas. Criado há 9 anos com o objetivo de ajudar os motoristas, já evitou que + de 5.200 clientes perdessem a CNH com consultoria administrativa personalizada. É dedicado a disseminar conteúdo relevante para conscientizar as pessoas sobre as Leis de Trânsito.

Cinto de Segurança

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

O Nosso maior aliado na luta contra as fatalidades em acidentes de carro mas que mesmo assim é deixado de lado por muitos, vocês sabem de quem estou falando.

Cancele as multas e pontos na CNH. Analisamos seu caso através de uma CONSULTA GRATUITA. Suspensão, Cassação, Multa por velocidade, Lei Seca e outras.

O Cinto de Segurança
O Cinto de 3 pontos, o usado hoje em dia foi inventando por Nils Bohlin, engenheiro da Volvo em 1959, antes desta invenção, já haviam outros tipos de cintos, como por exemplo o cinto de 2 pontos, porém a eficiência deles era bem menor, tanto que em 2020 foi determinado que todos os carros 0KM, devem ser fabricados somente com cinto de 3 pontos.
Estima-se que a invenção de Nils já tenha salvo mais de 1 milhão de vidas.
De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, quem viaja no banco da frente fica até 45% mais protegido se usar o cinto. Aumentado para 75% se o cinto estiver sendo usado no banco de trás.
Além disso, a multa por não usá-lo é de R$195,23 mais 5 pontos na carteira, sendo considerada infração grave.
Felizmente o uso dessa ferramenta tão importante vem crescendo, segundo a ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), de 2014 á 2019, o aumento foi de 5% entre os motoristas, de 7% entre os passageiros e de 27% entre as pessoas no banco traseiro.

Compartilhe nas redesShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.