Seleção de textos apresenta análises sobre e renúncia de Bento XVI

Publicado em

A mais completa seleção de textos e artigos opinativos sobre a renúncia do Papa Bento XVI encontra-se disponível, em língua portuguesa, no site do IHU.O Instituto Humanitas Unisinos – IHU é um órgão transdisciplinar da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos, em São Leopoldo, RS, que visa a apontar novas questões e buscar respostas para os grandes desafios de nossa época, a partir da visão do humanismo social cristão, participando, ativa e ousadamente, do debate cultural em que se configura a sociedade do futuro.Veja, abaixo, uma seleção de textos sobre o tema:Para um dos maiores teólogos da contemporaneidade, Hans Küng, ‘é ilusório querer reconduzir os cristãos para dentro do sistema eclesiástico atual’, diz. “A Cúria é o obstáculo principal da renovação da Igreja, do diálogo ecumênico e de uma abertura ao mundo moderno”, constata o teólogo, em entrevista concedida a Andrea Tarquini e publicada pelo jornal La Repubblica, hoje, 14 de fevereiro.Leia aqui: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/517606-e-ilusorio-querer-reconduzir-os-cristaos-para-dentro-do-sistema-eclesiastico-atual-diz-hans-kuengA decisão de Bento XVI de renunciar foi um gesto de “realpolitik”, pragmático. A avaliação é de um dos principais vaticanistas, o italiano Marco Politi, que acaba de publicar um livro sobre o pontificado de Bento XVI. Em entrevista, Politi apontou que, no fundo, a demissão de Bento XVI foi sua “única grande reforma” nos oito anos de seu pontificado. Mas uma iniciativa que ficará para a história e fará muitos pensarem sobre o futuro da Igreja.Leia aqui: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/517588-renuncia-irritou-ala-conservadora-da-igreja “A decisão mais moderna, tomada pelo papa menos moderno das últimas décadas”. Essa é a opinião de Carl Bernstein, protagonista do escândalo Watergate juntamente com Bob Woodward, e depois autor com Marco Politi do livro Sua Santidade, dedicado ao pontificado de João Paulo II. “Essa medida, no entanto, oferece à Igreja a grande oportunidade de finalmente se medir com o mundo que muda e custa a se reconhecer nos seus ensinamentos”.Leia aqui: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/517584-o-papa-menos-moderno-fez-a-escolha-mais-moderna-possivel-entrevista-com-carl-bernsteinPara Zygmunt Bauman, ”Bento XVI trouxe o papado a um nível humano”.  Um papa que joga a toalha, como ele mesmo diz, “pelo bem da Igreja”. É um gesto totalmente novo que assume o ambicioso objetivo de restituir dignidade moral a uma Igreja em crise. Assim pensa Zygmunt Bauman, sociólogo e filósofo polonês que, desde 1971, vive e leciona na Inglaterra. Bauman tornou-se célebre pela teoria da “sociedade líquida”, com a qual explica uma “pós-modernidade” que se tornou cada vez mais presa do consumismo e de uma vida frenética quase desprovida de valores que as instituições em crise já não sabem como manter vivas.Leia aqui: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/517586-bento-xvi-trouxe-o-papado-a-um-nivel-humano-entrevista-com-zygmunt-baumanFaustino Teixeira, professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião, da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF, comenta a renúncia de Bento XVI e as perspectivas para a Igreja.Leia aqui: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/517573-reflexoes-em-torno-da-renuncia-de-bento-xviPor fim, um texto interessantíssimo, em espanhol, de Juan Arias, jornalista e escritor, traduzido em mais de dez idiomas: “Así Ratzinger condenó Boff al silencio”, publicado no blog de Leonardo Boff. Nele, uma intrigante constatação: “Ahora estamos ante el tercer Ratzinger, el del papa que renuncia al poder para retirarse él esta vez voluntariamente “al silencio”, a aquel silencio al que años atrás había condenado al teólogo franciscano” (“agora estamos frente ao terceiro Ratzinger, o do papa que renuncia ao poder para ele se retirar – desta vez voluntariamente – ‘ao silêncio’, àquele silêncio que a anos atrás havia condenado o teólogo franciscano”).Leia aqui: http://leonardoboff.wordpress.com/2013/02/14/asi-ratzinger-condeno-boff-al-silencio-juan-arias/ 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *