Pastoral da Juventude realiza Seminário da Campanha Nacional contra a violência e extermínio de jovens

Publicado em

Atividade acontece em Taguatinga (DF) e reúne cerca de 200 jovens de todas as regiões do país.

A Pastoral da Juventude (PJ) realiza, de 03 a 05 de maio, no Colégio Marista Champagnat, em Taguatinga (DF), o Seminário da Campanha Nacional Contra a Violência e Extermínio de Jovens em todo o território brasileiro. A atividade reúne, aproximadamente, 200 jovens do Brasil e tem por objetivo criar espaço de conscientização e formação de agentes multiplicadores.

Os dias do seminário são dedicados ao aprofundamento e formação dos jovens em diversos temas acerca do extermínio e violência juvenil, dentre eles: redução da maioridade penal, segurança pública, educação, trabalho, violência e uso de drogas, aprisionamento e cárcere, tráfico humano: prostituição e trabalho escravo.

O secretário nacional da Pastoral da Juventude, Thiesco Crisóstomo, destaca o seminário como importante passo da PJ na construção da campanha e no enfrentamento da violência contra a juventude no Brasil. “Queremos dar força a temas específicos como a redução da maioridade penal, o tráfico humano e as medidas socioeducativas. Dialogar diretamente com os jovens que constroem o dia a dia da Campanha, nos municípios e estados, além dos parceiros firmados ao longo destes quatro anos”, afirmou Crisóstomo.

A atividade tem ainda como objetivos específicos o engajamento e fortalecimento dos grupos de base para a Campanha Nacional contra violência e o extermínio de jovens; o estabelecimento de diálogo entre os jovens da Pastoral da Juventude com outros atores envolvidos na temática da violência contra a juventude; o fomento da juventude e a comunidade, para que se tornem aptos em continuar os trabalhos para a realização dos objetivos do Seminário; a potencialização da ação realizada pelos jovens multiplicadores como agentes de mudança da realidade de violência em que estão inseridos; e a capacitação técnica e metodológica para um processo qualificado de construção de ações para vida plena da juventude.

O evento conta com a parceria da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Província Marista Brasil Centro-Norte (PMBCN), Coordenadoria de Juventude do Distrito Federal, Cáritas Brasileira e o apoio da Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude, Adveniat e DKA Áustria.

Programação

O seminário começa nesta sexta-feira (03/05), às 19h, com oração, seguida da mesa de abertura com as presenças de autoridades e parceiros, entre eles: ministro Gilberto Carvalho da Secretaria Geral da Presidência da República, deputado federal Nilmário Miranda, coordenador de Juventude do Distrito Federal Carlos Odas, Ir. José de Assis Brito, Conselheiro da PMBCN e o assessor da CRB Nacional Frei Rubens da Motta.

Após a mesa de abertura, inicia-se o painel de exposições “Desafios frente às Realidades de Violência e Mortes de Jovens no Brasil – Uma tarefa a ser encarada pelo Estado e pela Sociedade Civil Organizada”. Para o momento, foram convidados como assessores o representante da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, Bruno Monteiro, e Danilo Moraes, membro do CONJUVE representando a Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN).

Nos demais dias do seminário, serão desenvolvidas diversas ações e atividades. A programação contempla a construção de painel apresentando a realidade da violência contra a juventude brasileira, avaliação e planejamento da Campanha Nacional, rodas de conversas sobre temáticas acerca do extermínio e violência juvenil e celebrações.

A Campanha

A Pastoral da Juventude tem organização nacional e está presente em mais de 80% das dioceses da Igreja Católica no Brasil. Ela faz parte da articulação da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A organização possui algumas iniciativas que orientam os trabalhos de seus grupos e de suas instâncias. Para isso, atua por meio de seis projetos nacionais reafirmados na Ampliada Nacional de Imperatriz/MA, em janeiro de 2011, que são: Ajuri, Caminhos de Esperança, Mística e Construção, Teias de Comunicação, Tecendo Relações e A Juventude Quer Viver.

O projeto “A Juventude Quer Viver”, posiciona-se publicamente sobre alguns temas que afetam diretamente a vida da juventude, como também constrói estratégias de participação e intervenção política nos diversos setores sociais organizados (governamentais e não governamentais), buscando mobilizar a juventude pela garantia dos seus direitos.

A Campanha Nacional contra a violência e o extermínio de Jovens é uma ação articulada do Projeto A Juventude Quer Viver e de diversas organizações. Busca fomentar e provocar toda sociedade para o debate sobre as diversas formas de violência contra a juventude, especialmente, o extermínio de milhares de jovens que está acontecendo no Brasil. Com isso, a Campanha objetiva avançar na conscientização e desencadear ações que possam mudar essa realidade de morte juvenil.

A Campanha nasceu da reflexão da 15ª Assembleia Nacional das Pastorais da Juventude do Brasil, ocorrida em maio de 2008, fruto da indignação crescente presente naquela assembleia e da revolta ante ao crescente número de mortes de jovens no campo e na cidade, em todos os cantos do país.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *