A abertura da Copa e os dois brasis

Publicado em
Os pessimistas de plantão, que torcem contra o Brasil,  disseram que a festa de abertura da Copa seria um vexame: erraram;
– Disseram que o Brasil passaria vergonha frente a comunidade internacional: erraram;
– Falaram que faltaria energia elétrica: erraram;
– Que os estádios e aeroportos não estariam preparados para receber os visitantes: erraram;
– Propagandearam o medo, numa tentativa fascista de implantar o pânico (senha dos desesperados para se justificar guinadas à direita): não conseguiram;
– Com complexo de vira-latas, os branquinhos endinheirados das áreas vip do Itaquerão, mostrando que educação formal vale pouco, protagonizaram a mais vergonhosa cena de desespero: não aguentam um país para todos;
– A mídia venal (Globo, Folha e Estadão,entre outros veículos que representam os interesses da classe média conservadora) mancheteou a vaia: muitos querem, de qualquer modo, espalhar o ódio figadal que não tolera as mudanças irreversíveis na nossa sociedade.
– Essa Copa da Fifa, no Brasil, está escancarando para o mundo o que sempre houve de mais repugnante na nossa sociedade: o abismo entre os dois brasis.Um, dos que têm dinheiro e, apropriando-se do Estado, criaram mecanismos institucionais e legais que ratificam seus privilégios em detrimento do segundo brasil, aquele da maioria da população, tratados, historicamente, como cidadãos de segunda categoria. 
Acontece, que esse segundo brasil, o da maioria da população, acordou… Ele, sim, é o gigante que está deixando desesperado aquele grupinho que dormia em berço esplêndido e está percebendo que de agora em diante uma nova história está sendo construída…
Post scriptum
– Nas arquibancadas do Itaquerão, na abertura da Copa, quase não se viam negros;
– As vaias à presidenta partiram da ala Vip – segundo mostrou portal G1;
– Quem vaiou a Dilma era branco e classe média…
Resumo: uma parcela da classe média que não aguenta viver numa sociedade democrática (porque gostaria de continuar numa sociedade que só reconhecia, até poucos anos, direitos somente para 25% dos seus moradores), anda muito incomodada com o Brasil.
PARTE DA  ELITE BRASILEIRA,  BRANCA E CONSERVADORA, TEM DINHEIRO. O QUE NÃO TEM É EDUCAÇÃO E CIVILIDADE…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *