Skip to main content
 -
Rosa Maria Miguel Fontes Jornalista e escritora. Contato rosamaria.fontes@hotmail.com

“Luna Moon e a guerra entre os reinos”

Fonte: www.contaumahistoria.com.br

Esse é um romance juvenil escrito por uma jovem de apenas 15 anos de idade, mas que conhece bem aquilo que o leitor dessa faixa gosta: tem rei, princesa, príncipe e plebeu; tem aventuras, castelos, mistérios, feiticeiras e principalmente um texto leve, bem feito e, por isso, muito bom de ler.

 

A autora mirim brasileira Nina Krivochein lança o seu quinto livro – Foto: Divulgação

Tem o selo da Bambolê Editora o quinto livro de Nina Krivochein: “Luna Moon e a guerra entre os reinos”. Ela é brasileira, de Goiás, mas mora em Portugal. Sua carreira como escritora começou cedo, aos 7 anos de idade. São de sua autoria “A Vaca que não gostava do pasto” (Editora Vermelho Marinho, 2011), “A menina que tinha cães invisíveis” (Faces Editora, 2013), “A Senhorita Redundância e o Sr. Pleonasmo” (Chiado Editora, 2015), e a antologia “Filhos de Peixe” (Editora Mar de Ideias, 2016).

O gosto pela leitura da jovem escritora vem desde a primeira infância e foi a maior influência para que começasse a escrever. Desde que iniciou sua carreira, Nina esteve à frente do Projeto Autores-Mirins de estímulo à leitura e à escrita. Em 2018, foi homenageada com o Prêmio Fundação Bunge que contempla jovens talentos de até 35 anos, na área de literatura infantil, categoria juventude. Além de escritora, Nina é resenhista, influenciadora digital e colunista, além de realizar palestras em escolas, bibliotecas e feiras literárias.

Conhecer uma autora jovem assim, na minha opinião, é a melhor parte deste lançamento. Nina escreveu uma trama madura e muito interessante a partir da rebeldia da sua protagonista Luna Moon, que não quer ser princesa e muito menos se casar com Berk, o príncipe do Inverno. Ela ama o plebeu Nigel, amigo desde a infância, com quem ela está habituada a conviver, namorar, confiar. Luna Moon e Nigel desobedeceram a uma regra fundamental que o rei estabeleceu para a região onde vivem: lá os humanos não podem entrar…

O mistério do romance começa no momento em que o casal ultrapassa o Rio Sétimo, que tem esse nome pelo fato de percorrer os outros seis reinos antes de desembocar no Reino da Lua. Assim eles chegam em Nova Iorque (por mais de uma vez) através de uma janela mágica, que se abre próximo o rio, e serve de passagem para os dois até a Estátua da Liberdade.

Luna Moon se identifica com Nova Iorque. Ela quer viver nessa cidade para se casar com Nigel. É onde ela curte beber café Capuccino, usar jeans, trabalhar, viver em hotel e até mesmo ouvir MP3. Esse gadget a princesa rebelde fez questão de comprar e levar com ela para o castelo. Além dela e Nigel se misturarem com outra raça também deram brechas para “humanos” entrarem no reino proibido mesmo que tenha sido involuntário. Pela mesma passagem que conduz o casal para Nova Iorque, um humano se escorrega e sem querer chega ao Reino da Lua.

… “Nigel se aproximou e olhou para cima também. Luna continuava olhando para o céu, sem piscar. Ele já estava entediado de olhar para cima, quando ela começou a flutuar baixo, assustando o amigo.

_ Luna…

Ela não parecia ouvir o que ele dizia. Aos poucos ela ia abrindo os olhos e uma luz branca passou a emanar de dentro deles. Nigel se afastou, assustado. Do nada, a Lua apareceu no céu e Luna voltou a pisar no chão. Seus olhos estavam verdes novamente e ela sorriu radiante.

_Isto é invocar uma Lua cheia, Ni – apontou para o céu. É isso que eu faço.

_ Como… a lua? _ ele olhou pela janela e a Lua brilhava bem em cima _ Como fez isso? É incrível.

_Esse é o verdadeiro poder da Lua, Nigel. O que acha que fazemos há cem gerações?

_ Como nunca pensei nisso? Passamos tanto tempo cuidando de nossos afazeres, que nunca pensamos nas responsabilidades do Rei e de seus filhos.

_ É o que nós fazemos. Solana levanta o Sol, eu levanto a Lua, Narciso traz a Primavera, Berki traz o Inverno, Verônica traz o Verão e Otto traz o Outono. Simples. E por mais que eu tenha saído do nosso reino, não posso parar de fazer o que é minha responsabilidade ou poderia causar um grande desequilíbrio em todos os mundos.

Aquele fenômeno despertou um sentimento estranho em Nigel, algo que era maior do que tudo o que já sentira. Uma energia estranha, mas ao mesmo tempo familiar e forte… muito forte.”

Engana-se, portanto, quem pensar que os mistérios do romance ficam por aqui. Aos poucos, os personagens vão chegando para movimentar a trama. Eu gostei muito dos nomes que Nina providenciou para cada um deles. Acredito que a autora foi coerente até mesmo ao batizar cada um deles de forma bastante sugestiva.

A guerra entre os reinos também vai surgindo, ganhando espaço e novos elementos, pois até os humanos resolvem lutar a favor do Reino da Lua. O final do romance é muito difícil de ser imaginado. Com muita criatividade, Nina surpreende o leitor nas 252 páginas que valem muito a leitura até concluir se houve ou não um final feliz.

O livro custa R$ 55,00 e pode ser comprado no site da editora: www.livrariabambole.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *