Skip to main content
 -
Vicente Ribeiro
Jornalista, formado em comunicação social na UNI-BH e entusiasta do lifestyle saudável, com foco no mundo esportivo, casual e também na body art. Siga seus instintos, corra atrás dos objetivos e invista no seu look: personalidade acima de tudo! Just be yourself...

 - Giuliana Maia
Por profissão estilista, mas antes, amante da transformação da matéria prima em produtos. Formada em moda e em marketing, com 14 anos de atuação no mercado, reuniu seus conhecimentos e aspirações para fundar a Caráter e nela traduzir o melhor do universo streetwear.

‘Cascas-grossas’ bons de briga: mineiros se destacam nas artes marciais pelo mundo

Juliana Lima, a Ju Thai, em pesagem no UFC: do turismo para o octógono do MMA

Mineiro é bom de briga? Coragem, pelo menos, não falta….Além do futebol e do vôlei, Minas Gerais tem bons representantes nas artes marciais. Seja no jiu-jitsu ou no MMA, atletas do estado estão em evidência e vão conquistando resultados importantes em torneios pelo mundo. E o melhor de tudo é que não é só no caso dos homens. As mulheres também têm mostrado mãos pesadas e muita técnica no octógono. O blog Caráter listou alguns destaques dos tatames  e do octógono…Confiram aí:

No jiu-jitsu, dois mineiros estarão em ação no Campeonato Mundial, entre os dias 1 e 3 de junho, na Califórnia (EUA). E com boas chances de trazer o ouro! Na categoria peso pesado (até 93,4kg), Felipe Carsadale, mais conhecido como Felipe ‘Preguiça’, sobe ao tatame em busca do título que lhe falta na faixa preta. Bicampeão mundial, Bruno Arges também competirá nos EUA e só pensa em faturar o tri na divisão dos médios (até 82,3kg). Os dois são de BH e ganharam diversos torneios importantes da chamada ‘arte suave’.

Felipe Preguiça em ação no jiu-jitsu: de BH para brilhar no tatame pelo mundo

Nas artes marciais mistas, como é conhecido o MMA, os mineiros também vão conquistando espaço. Entre as mulheres, uma das apostas é Poliana Botelho, de 29 anos, natural de Muriaé e que hoje treina em uma das principais academias do país, a Nova União, no Rio de Janeiro. Há cinco anos no esporte, ela começou a trajetória no peso palha (até 52kg) do UFC e ganhou as duas lutas que disputou até agora na organização.

Outra fera do interior mineiro é Amanda Ribas, que ainda não estreou no UFC, mas vem se preparando para pisar no octógono ainda em 2018. Aos 23 anos, natural de Varginha, a candidata à futura musa do MMA treina em uma academia de ponta nos EUA, a American Top Team, e depois de superar lesões, não vê a hora de mostrar a força feminina de Minas no peso palha (até 52kg)

A mais experiente representante mineira no UFC é de BH, Juliana Lima, mais conhecida como Ju Thai. Aos 36 anos, ela largou uma carreira estável na área do turismo, deixou de lado a cadeira e a mesa da agência em que trabalhava na capital mineira, para se dedicar ao MMA. A belo-horizontina começou no jiu-jitsu, trabalhou muito o muay thai (de onde vem o apelido) e está na divisão peso palha do UFC desde 2014. A lutadora treina e mora em Houston, no Texas, orientada pelo mestre Vinícius Draculino, seu grande mentor.

Natural de Muriaé, Poliana Botelho começou muito bem a trajetória no UFC

No peso mosca (até 57kg) masculino do UFC, a bola da vez é Matheus Nicolau. Natural de BH, o mineiro de 25 anos chegou ao UFC em 2015, depois de se destacar em eventos nacionais, e venceu as três lutas que disputou até agora. Mais um atleta de Minas que começou no jiu-jitsu e foi tentar a sorte nos EUA – treina em uma academia conceituada, a Jackson’s MMA, em Albuquerque.

Natural de Governador Valadares, Warlley Alves, de 27 anos, ganhou o mundo com o MMA. Revelação no peso médio (até 84kg), ele foi campeão do reality show do UFC no Brasil, o The Ultimate Fighter Brasil III, em 2014, assinou contrato com a companhia e vem se firmando nos meio-médios (até 77kg), depois de conquistar duas vitórias seguidas. Mais um mineiro que merece atenção especial nas artes marciais mistas.

E você, curte artes marciais? Conhece as modalidades? Prefere tatame, ringue ou octógono? Já experimentou treinar algum esporte de contato?  Minas se transformou em celeiro de ‘cascas-grossas’ (como são chamados os lutadores no Brasil) no esporte e com certeza, mais atletas ganharão o mundo representando as bandeiras do estado!

Matheus Nicolau, 25 anos, e muita técnica no MMA: aposta mineira no UFC

Temos outros mineiros em destaque, como Wilson Reis, peso mosca do UFC, natural de Januária, e ainda a galera que permanece firme ensinando arte marcial em BH e Região Metropolitana. Joaquim Mamute, peso pesado que já disputou vários torneios de MMA importantes por aqui e também em nível nacional, tem a sua própria academia, a Mamute Team, em Contagem. E Thiago Michel, consagrado no kickboxing e que já lutou no Bellator, segundo evento mais importante de MMA nos EUA, treinado pelo pai, o mestre Ely Perez, da equipe Ely Team, também em Contagem. Nosso estado não é moleza, não..

Seja sempre um guerreiro….com Caráter!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.