Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Volta ao trabalho e balanço financeiro

Enquanto nosso Galo não vem, seguimos sofrendo com as restrições impostas e necessárias para evitarmos contato com o coronavírus, além da vontade de ver o nosso time em campo. Às vezes, acontece em vários momentos e todos os dias, um grito de “Galo” sai de alguma janela na minha região e é seguido por muitos outros Atleticanos. Isso é um alento!

Já aconteceu, embora muito rara e timidamente, reação da minoria quando o Atleticano solta sua voz pra Belo Horizonte toda ouvir. É compreensível, além da pandemia, a situação de outros clubes mineiros não é muito confortável. Sempre dissemos: todos – em algum momento – irão experimentar essa tal de série B. Até o Galo já foi, tá achando o que?

Em meio a essa agonia dupla, ontem conversei um bocado com meus amiGalos do dia a dia virtual, sobre dois assuntos que estão na nossa pauta. Retorno às atividades e o tal balanço financeiro que não foi encaminhado e nem publicado pela diretoria executiva.

Ao primeiro. Pelo que entendi, existe uma corrente que quer o retorno dos jogadores na próxima segunda-feira, dia 11 de maio. Os que se opõe a isso defendem a protelação da reapresentação, como querem os próprios atletas.

Não sou profissional da área de saúde, portanto, completamente desqualificado para emitir opinião. Entretanto, sou curioso e procuro me inteirar da situação – tanto epidemiológica quanto do futebol (notadamente do Galo) – o que me permite dar pitaco. Longe, claro, de imaginar que minha percepção tenha o selo do caminho a ser seguido.

Pois bem, o Internacional está montando uma estratégia de pré-temporada – ao meu entender – interessante. Serão atividades ao ar livre e em grupos menores. Existem outras normas como o uso de máscara e chegar no centro uniformizado, visando treinamentos para readquirir o condicionamento físico.

Os goleiros teriam atividades paralelas e especiais. Acho, reafirmo sem conhecimento teórico, uma boa medida. Seja qual a escolhida, seguimos na expectativa da volta dos jogos e competições, com ou sem público.

Já o outro assunto, com todo o respeito que merece a diretoria – remunerada ou não – sinto que houve um vacilo na elaboração desse balancete financeiro. Vacilo, nem disse negligência, embora pudesse ser cabível no caso.

Existem prazos, todos os clubes fazem isso anualmente. Salvo melhor juízo, é a primeira vez que vejo o Galo nessa saia justa. Ora, defendem os responsáveis pelo atraso, a pandemia e a transação do Diamond ocasionaram uma dúvida para a elaboração do documento.

Ora, é inadmissível e inaceitável essa justificativa. Esses profissionais, remunerados, têm de andar à frente do tempo. Ou será que, displicentemente, deixaram o barco à deriva e ainda perderam o remo? Se alguma pena for imposta ao Galo, desde multa financeira ou até mesmo punição mais rigorosa, os responsáveis não poderão passar sem o rigor em ressarcir ao clube.

É total e absoluta falta de esmero com o clube e sua apaixonada Torcida. Sem perdão!

Em tempo: Muito raramente faço um registro como esse agora. Acho justo. O grupo “Trem dos onze”, composto por filhos e genro de pessoas amigas, fará uma live solidária. São ótimos. Será em benefício do Instituto Mano Down, instituição sem fins lucrativos que também sofre com a pandemia. Convido os amiGalos a assistirem e, quem puder, colaborar. Será hoje a partir de 21 horas pelo Youtube.

Para ver e colaborar, uma situação não está atrelada a outra, basta acessar:

https://doa.re/q5je

*fotos: Bruno Cantini/Atlético

3 thoughts to “Volta ao trabalho e balanço financeiro”

  1. Boa Tarde,

    Já emiti minha opinião sobre o assunto, então, serei sucinto, com as devidas cautelas e os devidos cuidados, não vejo problema deste retorno.
    Além do mais existe espaço suficiente para jogadores e comissão técnica ficarem em distanciamento seguro.
    A prefeitura de Vespasiano já deu o seu aval para esse retorno.
    Muito menos perigoso do que ficar atoa e ir jogar uma pelada com os amigos.
    Balanço atrasado, vergonhoso, como foi dito, são profissionais da área, então não há de ter dúvidas, talvez o que falta é competência.
    Punições seria no Profut e como as parcelas estão pagas até 2021, vejo eles então acomodados.
    Debaixo deste angu tem caroço, pode acreditar.
    Notícia do UOL, Sampaoli reconsiderá as dispensas devido ao Covid-19, e nós aqui pensando que essa pandemia já tinha feito todo estrago que pudesse, que sina a nossa de continuar vendo os mesmos vestindo nossa camisa. AFF…
    Agora é fato, a partir do retorno das competições, as mesmas terá 5 substituições de jogadores em 3 paradas, valendo para todos os campeonatos após quarentena, nas temporadas 19/20 e 20/21.
    Será uma nova realidade, treinador terá que aprender trabalhar com esta situação, que melhor utilizar terá vantagens.
    Para isto temos que ter um banco mais qualificado, então não sei se será bom para o Galo.

    Boa sexta feita aos Amigalos.

  2. Caros,

    O cartola SETTE assumiu o clube ñ entendendo nada de nada no faz de conta… E ao q parece ele tá sempre fazendo um esforço prá comprovar sua competência. Nunca tivemos um time tão VAGABUNDO qnt todos montados por ele. E a cartilha da nova MENTALIDADE Pós ñ Sei o Q, ñ é Minha Praia, essa de ñ entender e ainda assim mesmo se meter no negócio, fazendo escola. Aí vem todo abnegado, ele e a turma SEMVERGONHA, a indecente CHAPA MARRON sempre fazendo o trabalho sujo: ô SETTE fala aí das contratações. Ah, a pergunta é pro Gallo, Rui, pro OO, pro japonês preguiçoso…ô SETTE , fala então do estádio, qnt, qnd? Âh? Q estádio? O estádio tá saindo do papelão, já entregamos a Jóia e no lugar dela colocamos as máquinas e as promessas. Calma lá!.. Outra…Quando SETTE? Ãh?…Ô SETTE, e a economia? Qnt? Cê tá de brincadeira, essa complicada aí é com cara lá do Posto Ypiranga. E o time?…time? Q time? Time em campo, O Galo, SETTE… Ah!, GALLO? Já mandei a tralha embora, patrick e Kalil Neto tb, comigo é assim. Negócio nosso é negociar com a monitoria. SOMOS TODOS MONITORES, PRA CIMA E PRÁ BAIXO. Tamo monitorando.. no mais, um jurídico da melhor qualidade, o melhor CT do Brasil, Kalil num vale nada, as diretoria anteriores só deixaram dívidas. Agora é AUSTERIDADE geral, “para os outros.” RG e Meninin táo comigo nessa, retaguarda forte. Esse ano, tudo parado, nosso time ñ caiu, eu SETTE e os abnegados, garantimos. E prá finalizar, nossas Taças da Conmebol e sei lá mais o q valem, nada? E cala a boca, VELHINHO, q a gripezinha é toda sua. O time vai voltar, sim, E DAÍ? ..blá. “Ô Domenaa? tira uns retratos lá do colombia com o venezuela praticando na pandemia e distribui no SUPER”…
    !!!
    Obs.: Leiam o esclarecedor texto, na coluna da boa Kelen Cristina:

    “COVID-19: o que o retorno do Campeonato Alemão vai nos mostrar”

    …ao invés de ficar com COVARDIA de q ñ entende do assunto, JORNALISTA q é na acepção da palavra, já abre o papo fazendo a pergunta q ñ quer calar. As pessoas sabem realmente o q tá acontecendo mundo afora, e agora dentro do Brasil descontrolado? Sabem q a pandemia é real? Sabem q já matou mais de 270 mil pessoas? Sabem q ñ tem vacinas, sabem q quem é infectado cura fica com sequelas?…tá lá, tudo sem alarmes, a título de esclarecimento, informação…SIMPLES.

    Obs.: o próprio JAECIR CARVALHO, q é muito ídolo aqui no nosso Cantim SóNosso!, e faz de campanha anti corrupção ….. (vv), o próprio tá com o sinal de alerta ligado e fazendo bom papel. FINALMENTE.

    Obs.: ñ comentam a insanidade…o pessoal do futebol tem o aparato, é rico, pode se prevenir, pode fazer os testes, pode comprar respiradouros…Ñ SEJA IRRESPONSÁVEL.

    Obs.: Ontem, na rubrica sugestiva CAZARES JÁ DEU!, o nosso nobre ALBERTO MTC2
    7 de Maio de 2020 às 08:37, q quem peço licença prá citar, faz uma série de sérias perguntas ENIGMÁTICAS sobre o nosso Galo.
    Todas pertinentes, uma:
    Ele: “a quem interessa disputa política interna no CAM?”
    Ao q, Ouve-se, por toda Minas Gerais, o Coro Forte da Patota do Portão7, a turma q chamo SEM VERGONHA:
    “Ah! Isso não! Devemos ter paz no Galo!”
    JULGAR SEMPRE SEM PERDER A CAPACIDADE DE DISTORCER!

    Abs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.