Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Vitória sofrida e injusta

O batimento cardíaco de muitos Atleticanos, durante o jogo com o Coritiba, atingiu níveis próximos de uma situação de colapso irreversível. Em que pese a vitória, os três pontos e a chegada à oitava colocação, alcançando 23 depois de 15 rodadas (os outros dois mineiros, somados, têm o mesmo número de pontos e o dobro de partidas), definitivamente o resultado foi “um achado” pelo péssimo futebol apresentado pelo Galo durante todo o jogo.

Alguns preferem atribuir o fato à torcida adversária de Minas Gerais, que sistematicamente liga o secador contra o Galo, mas ontem o time deles precisava  da vitória Atleticana para não perder outra posição na tabela e cair para a penúltima colocação. É procedente essa desconfiança. Se o Coritiba pontuasse, ainda que com um simples empate, empurrava as duas últimas colocações do brasileiro para clubes mineiros. Se for ou não, o fato é que o Galo ganhou, sem merecer a vitória.

Ronaldo - 18-07-16 - jogo com coritiba

Os paranaenses, na penúltima posição da tabela – com um time fraquíssimo –, envolveram o Galo e mereceram melhor resultado. O primeiro gol Atleticano, achado ao final do primeiro tempo, deu um pouco de tranquilidade ao Torcedor que, mesmo percebendo a dificuldade, incentivava o time. Veio o segundo tempo e, para desespero, foi visível que o empate era questão de tempo, como acabou acontecendo. Depois de perder gols feitos, outra vez – com Robinho – asseguramos o resultado. Sem merecer, reitero, vencemos. Já fomos derrotados muitas vezes quando merecíamos vencer, portanto é irrelevante a justa choradeira do coxa branca.

Agora é esperar o Palmeiras, naquela sacanagem de jogo às 11h horas da manhã de domingo, sabendo que será uma partida muita sofrida. Primeiro, porque o time está mal arrumado em campo. Depois de outra semana completa, o futebol apresentado não empolga o mais otimista Atleticano. O Torcedor quer e espera muito mais da equipe sob o comando de Marcelo Oliveira. No jogo de ontem, uma das cenas que mais chamou a atenção foi a Torcida – em peso – comemorar contusão de um jogador. Isso mesmo, quando Carlos caiu, o Atleticano fez festa, aguardando o retorno de Lucas Pratto.

Não foi só Carlos que deixou o Torcedor em aflição. Além dele, Carlos César, Eduardo e Ronaldo deixaram a desejar. O lateral, com todo respeito, não deveria ser a opção para a vaga de Marcos Rocha e sim Patric, que, para a quase totalidade da Torcida é reserva imediato para o setor. Eduardo da mesma forma, escolhido pelo treinador nesta situação é preterido na opinião do Torcedor, que prefere Lucas Cândido. Já Ronaldo, pelo que apresentou ontem, iludiu a quem o viu entrar nos minutos finais do jogo com o Botafogo. Falhou muito e numa delas, duas vezes no mesmo lance. Gabriel teve seu nome lembrado.

Robinho - 18-07-16 jogo com coritiba
Fotos: Bruno Cantini/Atlético

Robinho, apesar de errar sistematicamente passes de curta distância, além de marcar os dois gols, é um jogador que preocupa a defesa adversária. Sua simples presença em campo já deixa em pânico os adversários. Nos dois momentos que levou a massa ao delírio, foi perfeito. Sem a afobação, que o atacante Carlos vem demonstrando, fez o Atleticano comemorar e festejar a subida na tabela.

Para domingo esperamos que o futebol seja bem melhor. Só assim vamos vislumbrar bater o líder. Lembrando que o Palmeiras, na rodada do final de semana, foi beneficiado pela arbitragem. Sabedores somos de que o apito sempre erra para beneficiar paulistas e cariocas, e com o Galo – historicamente – é cruel. Na partida com o Coritiba, sem entrar no mérito, o apitador e os bandeirinhas, especialmente o catarinense Carlos Berkenbrock, foram desastrosos.

Além de uma penalidade não marcada, houve laterais invertidos, faltas com critérios diferentes, escanteio que não aconteceu e impedimentos inexistentes. O juiz Leandro Vuaden, do Rio Grande do Sul, foi o mesmo que apitou a final do Campeonato Mineiro de 2013. Na minha memória, o pênalti que definiria o título e não foi marcado.

39 thoughts to “Vitória sofrida e injusta”

  1. Buraco no meio de campo! Galo de Marcelo Oliveira joga no 4-2 espaço 4 ! Fred já percebeu e chamou atenção. Qualquer timinho que joga com o galo congestionado o meio de campo leva dificuldades. Abre o olho Marcelo! Viva o Galo!

  2. O time do Galo é muito lento. Falta dinamismo e velocidade. Erra muitos passes e é dependente da ligação direta. Luan já! Dá velocidade ao time e ajuda na marcação. Pratto e Fred podem, sim, atuar juntos, mas é preciso ter mais movimentação e amplitude. Batem cabeça toda hora e não trocam passes. Robinho foi decisivo ontem, mas, apesar de ser o Robinho, não vem jogando bem. Rafael Carioca realmente precisa de jogar pra frente acertar mais passes. Marcos Rocha, Cazares e Leandro donizete fazem muita falta. O galo precisa de um articulador para voltar pra tras, trablhar na saida de bola com o Carioca e armar o jogo com os laterais e os atacantes. Pode ser o Pratto (nao sou fa dessa idea), o Robinho (prefiro ele pelos lados) ou outro jogador (Carlos Eduardo, Dátolo). Eu, pessoalmene, sou a favor da recontratação do Guilherme. Jogou muito bem com o Levir Culpi na copa do Brasil de 2014 e no inicio do ano passado. Maicosuel, Hyuri, Eduardo e Carlos são jogadores pífios que devem ser negociado ou trocados (até para trazer o Guilherme). Clayton, Carlos Eduardo e Junior Urso são bons reservas. A defesa do Galo está desequlibrada. O galo precisa de um volante pegador, estilo Donizete, como tinha naquela gloriosa Libertadores de 2013 com Pierre e Donizete. Leo silva não é lançador e tem que parar de rifar a bola. Ronaldo é horroroso. Pior contratação do Galo desde Emerson Conceição. Patric e Carlos Cesar, pra mim, estao no mesmo nivel, Assim, minha escalação seria Victor, Patric ou Carlos Cesar ( até o Marcos Rocha voltar), Erazo, Leo Silva, Douglas Santos, Rafael Carioca (donizete, quando voltar, pode brigar por essa posicao) volante pegador (sugiro nilton que jogava no Cruzeiro), Robinho ou Pratto, Guilherme (pra brigar por posiçao quando o Cazares voltar), Luan e Fred ou Pratto

  3. Boa tarde Eduardo e demais colegas Atleticanos. Não me considero um torcedor pessimista, muito pelo contrário, acho que sou até otimista demais, mas, até esse momento, está difícil acreditar em uma melhora do time e em uma consequente busca pelo título até o fim do campeonato.

    Na minha concepção são vários os erros cometidos por diretoria, comissão técnica, e demais departamentos do clube desde o começo deste ano. Se olharmos lá atrás, o erro já começou com a contratação do tão questionado Aguirre. Mas, enfim, isso já é passado. O que realmente está me incomodando é o nosso presente e futuro.

    Nosso elenco é excessivamente caro, talvez o mais oneroso do país, em contrapartida tais “reforços” não correspondem na prática, alternam de departamentos médicos e banco de reservas, se tornando verdadeiros pesos para o clube. Jogadores caros que não jogam e não contribuem em nada com o time, que não estão comprometidos com a torcida e clube, e continuam ali, inúteis, mamando nas tetas de um clube de ponta, que paga bem e em dia. Por hora, talvez não sentiremos falta desse dinheiro que está sendo rasgado, mas, não vai demorar muito para isso ser lamentado por todos. É aqui que eu sinto falta de um posicionamento da diretoria. Não existe transparência ou justificativas do nosso presidente para a contratação de certos jogadores. Aqui gostaria de apontar apenas um: Carlos Eduardo. Me digam, qual a necessidade de se contratar um “jogador” desses que não jogou em lugar algum, e o pior, que provavelmente deve ser caro. Tem quantos meses que esse cara está no nosso Galo e nunca jogou, demonstrou vontade ou comprometimento. Qual o motivo de ainda estar no elenco? O futebol não é um ambiente “limpo”, eu sei, e essa contratação, na minha opinião é uma dessas “sujeiras” do futebol, que visam apenas os lucros de empresários amigos de dirigentes e presidentes de clubes. Se eu estiver errado, que o nosso presidente dê as caras e informe o salário desse Carlos Eduardo, quanto ele custou ao clube e o motivo pelo qual ainda não foi mandado embora.

    Eu havia dito algumas semanas atrás que, a partir do jogo contra o Flamengo nós iríamos ter noção se o nosso time teria ou não condições de brigar pelo título. E desde então o desempenho do time conseguiu piorar. Não tem padrão de jogo, é desorganizado, não finaliza e defende muito mal. Não temos jogada ensaiada e nossa bola parada já não é mais um ponto forte.

    Se antes defendia a permanência do Marcelo, agora já não o faço mais. Não pedirei sua saída, mas também não terá mais meu voto de confiança. Teve tempo de trabalho, teve reforços, teve volta de jogadores, enfim, teve o que precisava, porém, não demonstrou nenhuma evolução, ao contrário, o time piorou. Não sei se falta trabalho, comprometimento ou competência, mais uma coisa é certa: nosso time não está jogando nada!

    O jogo de ontem foi terrível, time desorganizado, errando passes e mais passeis, sem chute a gol. Defesa mal posicionada e sem combate. Bola parada ineficiente. Enfim, conseguimos tomar pressão do péssimo time do Coritiba, que dominou o jogo durante a maior parte do primeiro tempo. Isso é inaceitável, ainda mais dentro da nossa casa.

    Quanto as atuações dos jogadores, se me permite, ouso discordar. Carlos César, na minha opinião foi bem e é muito melhor lateral que Patric. Ele recuperou algumas bolas e deu assistência para o gol de Robinho. Gostei da recomposição do Maicosuel, que ao menos mostrou esforço e comprometimento. Robinho foi efetivo, fez os gols que garantiram a vitória. Não achei que Eduardo comprometeu tanto, realmente ele foi mal ontem, mas confio no seu futebol. Contra o São Paulo ele jogou muito bem, não sentiu a pressão. Acredito que vale a paciência da torcida, afinal é prata da casa. Já esse Ronaldo não negou o seu sobrenome, ruim e displicente. Qual a necessidade de contratar um jogador desses?

    É… tá difícil. Agradeço a oportunidade para desabafar e comentar sobre o nosso GALO, isso ajuda a deixar a semana mais leve. Que ao menos o nosso GALO tenha a mesma sorte de ontem nos próximos jogos.

  4. Como bom atleticano fico muito preocupado vendo nossos galo jogando esta bolinha que esta jogando,para mim time sem nenhum esquema tatico,temos uma ferrari com um motorista sem habilitaçao esto que me passa e nao vem me dizer que nao tem tempo para treinar outras bobagem que sempre escutamos,ganhamos pelo talento individual e de pura sorte ,precisa tem jogadas pelo meio de campo neste jogo contra o curitiba nada desto aconteceu foi chutao para frente e seja o que deus quizer assim fica dificil,vou estar no jogo contra o palmeiras ai sim vamos ver a diferença de tecnico com esquema definido e muito dem definido,time organizado

  5. Jr gente jogar bem e relativo ja vi muitos times serem campeoes jogando mal o galo e forte contusoes atrapalham mais o time tem liga e bom e equilibrado vamos parar de cobrar do treinador o cara e bom e atleticano tenho 50 anos estamos reclamando de barriga cheia o galo vai chegar como diz o grande kalliu nao ganharemos todas mais srmpre estaremos na disputa um abraco galo da massa

  6. Aqui é só GALOOOO, P####. Não entendo estes torcedores que postam msgs. Muito pensamento negativo não é bom para nada, vamos descarregar os espíritos, isto faz bem para todos nós, e também ao time.
    O nosso problema é o departamento físico e médico que não conseguem preparar e antever contusões.
    VAMOS LÁ GALOOOO…..

    1. E exatamente isso Magno! Todo esses críticos fingem não saber que Pratto está voltando depois de 2 meses parado. Que essa é a segunda partida de Maicosuel após a sua volta. Que esta foi a primeira partida de Ronaldo jogando o tempo todo. Que estamos, mais uma vez, sem Marcos Rocha, sem Erazo, sem Dátolo, sem Cazares, sem Donizete. Que jogamos com um time todo recuado, com 3 volantes que batiam e interrompiam o jogo o tempo todo. Mas, tudo bem. O que importa são os 3 pontos que conquistamos, bem como que estamos a 3 pontos do G-4. Que continuem falando mal do Marcelo Oliveira, do time e do diabo a quatro, mas que o Galo continue ganhando e subindo na tabela. Se tem gente que quer time de exibição, eu quero time de competição, que culmine com a conquista de títulos ou classificação para a Libertadores este ano. E Marcelo Oliveira é sim um grande treinador. Quando ele colocar esse time para voar, os críticos de agora se calarão, como costumam fazer guardarão as suas baterias para, em momento futuro, com base em sua antipatia pessoal e não racional em relação ao nosso treinador, tentar voltar a fritá-lo.
      PS 1: Sensacional a participação da massa atleticana ontem, no Horto. Compreendeu as dificuldades da partida e incentivou o tempo todo, mesmo após o empate do Coritiba. Essa, sim, é a massa atleticana que eu conheço e da qual faço parte.
      PS 2: Gostei muito da atuação da defesa atleticana no quesito bolas cruzadas para a área. Não passou um, exceto uma cabeçada não aproveitada por um jogador do Coritiba no último minuto do jogo. Isso é sinal do trabalho que o Marcelo Oliveira está fazendo a respeito.

  7. Discordo um pouco sobre o não merecimento da vitória. Apesar do “domínio” do coxa branca, as oportunidades clara de gol foram do galo, o Vitor só fez defesa simples, praticamente bolas recuadas. Portanto, pra mim, a vitória foi justa apesar do futebol apresentado. Também acho que o MO não é ruim, tem que tempo para trabalhar, assim como todos os treinadores. No galo cada dia um jogador machuca e fica 1, 2 ou 3 meses parado, não é fácil montar um TIME com tantas contusões. Com o time completo, não tenho dúvida que o galo vai brigar por todos os títulos que disputar. Vamos parar de cornetar, querer demitir técnico (que não vai adiantar nada, até porque não tem disponível no mercado) e apoiar, como sempre fizemos.

  8. Não merecemos vencer. As péssimas atuações se sucedem. Ganhou pela força da Massa. Foram 2 semanas inteiras e não houve evolução. Duvido que isso aconteça até domingo. Com este futebol perderemos feio para o Palmeiras. Marcelo finalmente entendeu que Patrick e Clayton não podem ser titulares, ALELUIA! Carlos também não pode. O que dizer do Eduardo? Simples, erra passes primários e não protege a defesa. É fraco! Ronaldo foi mal, mas foi apenas o primeiro jogo, não podemos queimá-lo por isto. Já o Carlos César, apesar de ler e ouvir muito o contrário, gostei de sua atuação. Claro, ainda comete erros, mas é melhor que o Patrick.

  9. Volto a dizer: 2016 é o maior orçamento financeiro da história do Galo … e esta sendo usado para esse “rascunho” de time … Olha, olha! O futuro que esta sendo escrito pode cobrar muito caro. Em termos financeiros a conta não fecha se mantermos essa apatia e resignação do time e dos mandatários. O Clube não pode ser refém de jogadores apaticos ou de “panelas” … o tal de “vestiário” ganha jogo e deve ser considerado, quando o rendimento é visto e reconhecido pela torcida. No caso desse elenco, mostra trata-se de uma “panela” que tem discurso mas não tem atitude.
    Ou o Marcelo Oliveira enfrenta isso de frente, barrando quem tenha que ser barrado ou seja engolido.

  10. … mais do mesmo … jogadores não acompanham jogadas, passes absurdos errados. Olha, “bola gosta de grama (porque é feita de couro) “, como qualquer bom treinador sabe. Colocar em campo jogadores com histórico de baixo rendimento em passes e finalizações é pedir para passar sufoco. Nesse elenco atual ninguém tem bom rendimento nos fundamentos. É muita falta visão contratar peças que sejam “atletas” e que pelo jeito, nunca foram ou serão “boleiros”. Falta qualidade no dominio de bola, nas finalizações, na leitura das jogadas. Lentidão abusurda para “pensar” o passe, mesmo que o colega esteja a dois passos de distância. Quantidade de jogadas forçadas em que praticamente, não se leva vantagem física. Marcadores perdem sucessivamente disputas de bola na intermediaria de defesa, gerando contra-ataques. Segunda bola de nossa defesa, ninguém aproveita … ou pela lentidão ou simplesmente porque ningém briga por ela. Contra-ataque do Galo, 90% é no chutão. e no “se vira”. Parte tática e de fundamentos é péssima desses jogadores. Creio que ensinar para essa galera, já se tarde … melhor planejar 2017 com “boleiros” e não com “atletas”, pelo amor de Deus.

  11. Análise muito bem feita do jogo. Sei que o MO é amigo de muitos cronistas em BH, mas não se deve esperar do mesmo nenhum trabalho tático e técnico relevante. Está claro para mim, que quem carrega esse time é a união dos jogadores, a entrega dos mesmo e o apoio da torcida. Quando falta tática ( e não técnica, pois temos jogadores muito técnicos), vai na raça. Quando essa não é suficiente e fora de casa, vem a derrota ou resultado ruim. O que alcançarmos esse ano será mérito dos jogadores e não do treinador que está mais pra Joel Santana! Quanto aos jogadores citados, apesar da falha bizonha no Segundo tempo, não achei tão ruim a estréia do Ronaldo. Não vou esperar que seja um Beckenbauer, mas melhor que Tiago e Edcarlos me pareceu. Com o Kleber, que é um jogador chatíssimo de marcar, caindo 100% do tempo em cima dele, se virou bem. Limitado técnicamente, mas ciente de suas limitações. Bom reserva. Eduardo foi o autor do cruzamento para o 1o gol. Jogador técnico, apesar de menos combativo. Prefiro ele a Junior Urso. Prefiro ele a Lucas Candido. Acho receoso escalar Patric na Direita com tantos homens de frente em campo. Bom no apoio, mas fraco na recomposição/ marcação na lateral. Carlos Cesar é fraco no apoio, mas se vira bem na marcação.

  12. Caro rabino: Em primeira mão, passo a você e aos demais companheiros do blog a principal manchete dos jornais do mundo, hoje:

    ESTADO ISLÂMICO REIVINDICA A LANTERNA DEFINITIVA DO AMÉRICA E O REBAIXAMENTO A CAMINHO DO TIME PERRELA NO BRASILEIRÃO>>>>

  13. Eduardo: Gostaria de parabenizá-lo por atrair a atenção dos seus leitores que provam por suas opiniões, um elevado nível de entendimento e coerência.Apenas um exemplo o Guilherme Simões quando sugere a substituição de Vitor sem nenhuma agressão à moral do atleta.

  14. Olá, Eduardo! É a primeira vez que escrevo neste blog, por isto, antes de tudo, parabéns pela riqueza das informações prestadas e pela clareza nas opiniões. Sobre o jogo de ontem, perfeito o título deste post, pois a vitória, também na minha opinião, foi sofrida (demais) e injusta. Mas eu só acho que você insiste demais na tese de que erros da arbitragem motivadamente e reiteradamente prejudicam o Galo. Embora não haja como discordar que somos a torcida mais prejudicada pelas óbvias maracutaias do apito tupiniquim, acho que esta tese de que somos sistematicamente prejudicados esconde, e muito, a incompetência de nossa comissão técnica, de nossos jogadores e, porque não dizer, também da diretoria. Abraço de um leitor assíduo!

  15. É bom o time jogar diferente no domingo. …fechadinho lá atrás explorando os contra-ataques e acima de tudo com muita raça ! porq o time deles tá voando ! e o nosso todos sabem como está !

  16. Gostaria de parabenizar o Clayton que serviu muito bem e na hora certa o companheiro (Robinho). Dessa forma ele terá sucesso no Galo. Se quiser ser goleador vai se dar mal. Ele tem futebol para ajudar e servir muito bem ao Fred e Pratto.

  17. Estou muito preocupado com o Galo e com Marcelo. Não vejo nenhuma condição na permanência de Carlos Cesar, Leonardo Silva muito lento e até Vitor que não tem dado segurança nas suas atuações.Marcelo tem cometido os mesmos erros do Aguirre.Insistir com valores como Carlos, Carlos Cesar e não ver a lentidão do Leonardo Silva é prova de incompetência. Ainda temos tempo, mas, necessário urgentemente concordar com o clamor da torcida que não deixa de apontar os pontos falhos da equipe.

  18. Acho que a imprensa,principalmente a de fora esta cobrando do elenco do galo um futebol como se fosse o Barcelona, o campeonato é longo e não dá para jogar bem todas as partidas, o Palmeiras tão elogiado somente empatou com o time que o Galo ganhou ontem.

  19. Vitória sofrida sim, injusta não, não houve nenhuma irregularidade nos gols do Galo ou erro do arbitro que tenha prejudicado o coxa. Justiça no futebol é bola na rede sem interferência do apitador.

    1. Concordo meu caro, resultado de uma partida só não é justa se houver interferência da arbitragem e ontem no nosso primeiro gol o Robinho estava impedido. Muito pouco, é verdade, mas estava. SAN

  20. Dudu vimos o mesmo jogo e vossa letra confirma isto .Foi-se a época – recente, diga-se – em que íamos para o jogo com a confiança de que os três pontos eram garantidos .Não se vê evolução no nosso time, 2 meses (?) tá bom ! mas o que realmente salta aos olhos é a desorganização , a inconstância e a falta de alternativas neste time treinado pelo fraco Marcelo Oliveira .Vivemos hoje dos valores individuais de nossos jogadores, já que o time coletivamente continua o mais do mesmo . Coritiba com toda sua “ruindade” é bem mais encaixado que o GALO e isto é preocupante . Domingo p.v. fazem três anos de nossa maior conquista ,espero que nossos valores individuais estejam bem e novamente façam a diferença ,porque se depender de nosso entregador de camisas será o mais do mesmo .Não sou pessimista ,ontem apoiei o GALO como todos os presentes e como diz o Barros, na roda de amigos e aqui, expresso minhas ponderações ao modo que estão conduzindo meu CAM .Para conquistas maiores, até o momento nosso treinador não mostrou a que veio e não dá mostras de que é capacitado para comandar um plantel que muitos treinadores queriam ter em mãos e não tem ! SAN

  21. isto mesmo Eduardo. Concordo com sua análise. Perfeita.
    Ontem parecia que o time visitante era o Galo, principalmente no 1ª tempo. Troca de passes irritante entre nossos zagueiros como se esperassem o tempo passar e depois tome chutão para a frente quando o Coritiba avançava sua marcação. Vale um registro: a defesa do Coxa é uma das mais vazadas.
    A 1ª vez que o Glorioso atacou foi aos 20 minutos de jogo em pleno Independência… Isso não pode acontecer. É imperdoável para um time que aspira a 5ª disputa seguida da Libertadores. Quanta saudade daqueles tempos em que o time sufocava o adversário desde o 1º minuto e já criava inúmeras chances, com trocas de posições, alternância entre lançamentos e tabelas, deixando os marcadores do adversário atordoados, o que fez com até hoje o CAM ainda seja respeitado no Horto, apesar das recentes derrotas vexatórias. Aquilo era estratégia, plano de jogo, explorar pontos fracos do adversário, enfim saber o que vai fazer dentro da partida.
    Hoje, a impressão é que os jogadores do Galo estão perdidos em campo. Parece ser um time conformado, previsível por mostrar que tem uma ou duas jogadas na saída da defesa para o ataque. Se o adversário marcá-las, a bola fica na intermediária com a nossa zaga trocando passes lateralmente até rifar a bola.
    O Galo tem de melhorar muito. Os jogadores são bons o suficiente para nos treinamentos e junto com o técnico se entenderem em campo, combinarem jogadas. Não podem ficar esperando o tempo passar durante a partida e achar que irão ganhar em qualquer momento, como aconteceu ontem. Aliás, não se ajudaram na marcação do Coritiba quando o time levou o gol de empate. Eduardo não acompanhou o Carlinhos (que fez o gol). Carlos César não sabia a quem marcar, o ponta ou conter o avanço do Carlinhos e o Ronaldo deixou o Kléber escorar, esperar o Carlinhos passar e ainda passar a bola de calcanhar. Assustado ou desesperado, com o gol de empate, os jogadores resolveram correr mais, disputando as bolas divididas e se lançaram mais ao ataque com mais gente, ou como dizem na atualidade “com mais intensidade”.
    Por fim Marcelo será 3ª semana que poderá dar um padrão de jogo conversando e treinando com os jogadores para tirar lições e treinar o que do pouco de bom foi feito ontem.

  22. Eduardo, acho que agora todos os Atleticanos perceberam que o problema do time chama-se Marcelo Oliveira. O Coritiba, com um treinador provisório deu o maior aperto no Galo, e como vc disse merecia sorte melhor. Uma pena que a Diretoria não vê o que os torcedores veem. O time do MO erra muitos passes e dá muito chutão pra frente, simplesmente transferindo a bola para o adversário. Assim não dá. E viva o Galo!!!

  23. Realmente, em uma análise fria sobre o jogo de ontem, um empate estaria de bom tamanho. Os dois times erraram muito e todo esse “jogo envolvente” do Coritiba, comentado por vários jornalistas, se resumiu a falta de objetividade devido a baixa qualidade do lado de lá. Já do lado do Galo, acho que o Marcelo tem que rever os jogadores que escala para iniciar a partida, pois vários jogadores do elenco não passam de peças sobressalentes de qualidade duvidosa. Um grande exemplo disso é o menino dodói Carlos, que ao levar qualquer tranco dentro de campo logo leva a mão ao tornozelo e se contorce em “dores”, independente de onde o adversário tenha o atingido. Eduardo demonstrou mais uma vez que não tem jogo de cintura para ser volante. Ronaldo precisa de mais algumas chances. Lucas Pratto demonstrou estar totalmente sem tempo de bola e precisará de mais alguns jogos para engrenar. Agora, mais uma vez, queria chamar a atenção para as atuações do Victor!!! Ontem não comprometeu com falhas, porém prejudicou o time com a sua lentidão e baixíssima qualidade na reposição de bola. Já passou da hora do grande Victor esquentar um pouco o banco e dar lugar ao Giovanni….quem sabe não inventam uma contusão leve no Victor para maquiar sua ausência e dar lugar ao goleiro que precisamos agora??? Fica a dica!!

  24. Descordo do “injusta” sobre a vitória do Galo ontem no Independencia. Aproveitamos as oportunidades que tivemos, e se o outro clube não fez o mesmo, mereceu sair derrotado. O time não jogou bem. Donizette faz uma falta tremenda no meio de campo. Carlos César é fraco e o Eduardo apenas se esforça, mas não tem qualidade. O que ficou de bom, além dos 3 pontos, foi a volta do Pratto, que mudou o jogo e a esperança de que, com a volta de Luan, Donizette e Erazo o nosso time volte a ser competitivo. Abs.

  25. A diretoria cometeu dois erros graves: a demissão do Levir no final do ano passado e a contratação do fraco Marcelo Oliveira.

  26. Prezado Eduardo, lendo seu texto hoje, sou obrigado a concordar com as palavras do do ex-presidente Alexandre Kalil: “como é chata a torcida Atleticana”. Perde culpa todo mundo, ganha não consegue se satisfazer. Olha tenho 56 anos de idade e não me lembro de nenhum, repito, nenhum jogo fácil para o Atlético e é exatamente aí que somos diferentes das demais, pois mesmo passando os perrengues naturais ou impostos pelos sopradores de latinha, continuamos a vibrar, chorar, cantar, esbravejar, xingar, mas jamais, repito, jamais deixamos de acreditar e demonstrar a tremenda paixão pela instituição Clube Atlético Mineiro…. Continuemos chatos sim, é isso que nos move e faz pulsar o coração… Eu já havia dito um dia e volto a afirmar, às vezes o time, repito, o time, não merece a torcida que tem, mas Galo é Galo p….
    Saudações Atleticanas.

  27. Bom dia! Não mereceu a vitória. Não mesmo. Mas como vc mesmo disse, houve outras que merecemos e fomos derrotados. Não me lembro de nenhuma esse ano, mas temos um estoque grande. O que me entristece é ver que o time teve zero de evolução. O MO reclamou do calendário, mas teve 3 semanas completas para treinar o time, 3 semanas!!!! E o que apresentou? Chutão. Um time totalmente desorganizado, desmotivado, sem vontade, sem criatividade, preguiçoso e a espera de um milagre. Igual o Palmeiras na sua época. Por falar em Palmeiras, se jogarmos domingo contra eles como jogamos ontem, o sacode vai ser grande. Incrível, mas a teimosia chega a ser irritante, ao ponto de levar o torcedor a comemorar a contusão do Carlos. Nessa hora fiquei apavorado, com medo do Patric entrar. Que deveria ter sido o lateral direito, mas que de acordo com as palavras do MO, ele desaprendeu a jogar nessa posição. Então manda embora, pq lá frente ele também não sabe jogar. Carioca, o que esse moço esta fazendo no time? Parece que esta em um colônia de férias, só na sombra. E pelo amor de DEUS, Ronaldo e LS nunca mais. A janela esta fechando, o time não tem um armador, sabe quando vamos classificar para a libertadores do jeito que está? Nunca. O título eu não conto mais, já era. E a libertadores depois do que vi ontem, tb. A verdade é que o MO é treinador de time médio para pequeno, não sabe comandar jogadores de nível de seleção. Deu certo no Curitiba, no outro que só tinha jogadores medianos, ou alguém considera ER24 e 4a Tem Mais, jogadores de elite? Sds ALVINEGRAS. PS.: Enviei um e-mail para a Ouvidoria do 9ALO, dias atrás. A resposta: nenhuma até agora, nem obrigado. É assim que essa diretoria esta escutando o grito da arquibancada. Vai cair Nepomuceno, Maluf, MO, Robinho, etc., e Patric vai assumir o comando.

  28. O Time do Galo parece um bando jogando pelada no fim de semana. A defesa é um desastre. Esse Ronaldo, convenhamos, foi indicado pelo Marcelo Oliveira. E a gente sabe que o Marcelo Oliveira não entende nada de futebol. O Léo Silva, grande Léo, já deu o que tinha que dar. Se acha, atualmente, o cara certo pra fazer lançamentos. É, ao lado de Victor, o maior isolador de bolas da história do futebol. Acho o Eduardo melhor que o Lucas Cândido. Mas, ambos só jogam bem se o time estiver acertado. E não está. Rafael Carioca joga de lado e pra trás. É um excelente jogador, mas precisa olhar pra frente. Douglas Santos, me perdoem, não fará falta alguma. Se o outro Santos, o Fábio, estiver bem vai bater um bolão. Fred só serve pra chutar de primeira e fazer gol. Que bom! Prato é peladeiro, sai sempre pro lado errado. Carlos César, me perdoem de novo, é melhor que o Patric. Pelo simples fato de que Patric sempre joga contra o Galo. E não a favor. Tenho esperança de ver o Carlos Eduardo em campo, num ou dois jogos inteiros. Ele só entra por alguns minutos, quando o time está na pior. E, aí, o Marcelo Oliveira queima o cara. Acompanhei ele no Grêmio e no Flamengo. É bom jogador. Tem lugar no lugar de Cazares. Acho que ele tem potencial pra organizar um pouco o meio campo. Vou sugerir uma escalação, com o que a gente tem no momento: Giovani, Carlos (M. Rocha quando puder voltar), Léo Silva, Gabriel, Fábio Santos, Eduardo (Donizete, quando puder voltar), Rafael Carioca e Carlos Eduardo, Robinho, Luan e Fred (ou Pratto). Urso e Patric precisam ir embora. Prato, vendido. Dátolo pode jogar no lugar do Carlos Eduardo. O argentino só joga bem quando está ao lado do Luan e ganha muito ritmo de jogo. Esse time pega o um G4. Com sorte, briga pelo título. Mesmo com a minha mãe no lugar do Marcelo Oliveira. Este, não tem jeito.

  29. O técnico em exercício pelo menos deve estar aprendendo alguma coisa com estes técnicos interinos que tem dado um baile nele. Cone agora tem listas verticais??? O técnico em exercício vai ter que ter moral: Pratto e “o cone” não tem espaço no mesmo time. Há contusões que vem para o bem. Por fim, banimento do futebol para o responsável pela contratação do Ronaldo.

  30. É meu caro Eduardo, as coisas não vão bem. Ontem valeu apenas pela vitória e pela volta do Pratto. Robinho mais uma vez bem, a bola que o ex pedalada joga é essa, não adianta esperar que ele vá partir pra cima, há tempos não faz mais isso. Mesmo assim é jogador importante, finaliza com maestria e chama o jogo o tempo todo. Marcelo mais uma vez péssimo. O time do GALO piora visivelmente a cada jogo. Passar sufoco e precisar de gol em impedimento (o primeiro, o tira teima mostrou), pra ganhar do péssimo time do coritiba é de doer! A falta de variação tática é claríssima e só não vê quem não quer ou não entende do assunto. O GALO do Marcelo é pior que o GALO do Aguirre. REcebi mensagem de amigo palmeirense ao fim do jogo de ontem e ele não entende como o GALO contratou esse péssimo treinador. Disse, e concordo com ele, que com Marcelo vamos passar aperto sempre. Outra coisa, horroroso o zagueiro Ronaldo (indicado pelo Marcelo). Péssimo mesmo, se a bola dele for essa é pior que o Edcarlos. Domingo é pedreira contra o Palmeiras. Eles tem um excelente técnico, que remontou o time deles, que havia sido destruído pelo nosso atual (e horroroso) treinador. Se jogarmos essa bolinha de ontem (e de todo o período marcelo oliveira), a chance de derrota é grande, muito grande. SAN

  31. – Um Pachequinho da vida ensinou como um time deve exercer a marcação no futebol moderno. Dois ou três em cima do adversário que está com a bola, acossando-o sem falta mas mordendo-lhe os calcanhares incessantemente. É a marcação apertada, sob pressão, durante toda a partida. Aliada à velocidade e toques rápidos, configura-se o estilo moderno. O líder do Brasileiro, próximo adversário do Galo, joga também assim, e preocupa porque tem qualidade.
    – Clayton, Clayton, Clayton! Nem só de gols vive um artilheiro, mas também de suas assistências. Seu passe definiu a partida. Que desencante de vez.
    – Preciso ver mais jogos do Ronaldo careca para emitir uma opinião. Quanto aos fracos Carlos César, Carlos e Eduardo, que sejam emprestados, trocados ou vendidos o quanto é tempo. Sem falar em mais uns três. O Galo precisa reformular o elenco imediatamente visando o segundo turno.

  32. O Vuaden é péssimo juiz, inverte faltas e inventa muito. Mas vamos isentá-lo de culpa em 2013. Ele marcou o penalty e o bandeira, equivocadamente, assinalou impedimento do Jô.

    1. Com o devido respeito, faço uma correção: a final “apitada” pelo Vuaden foi a de 2014.

  33. Prezado, suas palavras relatam exatamente o que temos visto nos últimos jogos. Só pra relembrar, quando vencemos 4 partidas seguidas dentro de casa, não merecíamos. Temos um plantel excelente, mas o futebol está muito abaixo do que esperamos. Só vejo duas explicações para esse time que parece ser mal treinado: Ou existe um boicote ao treinador (como no caso do Ameriquinha) ou os salários estão atrasados. Pra chegar no G4 e se manter lá, o time tem que merecer e nesse momento, não apresenta um futebol digno para isso. Um abraço,

  34. Não concordo com Patric substituto do Rocha, o Patric nao é e nunca foi lateral nem mesmo nos tempos de Sport ele jogou como lateral, por isso foi inventado como atacante no Galo. O substituto ainda que não ideal deve ser mesmo o Carlos Cesar. Com o Mito Patric em campo o Galo perde ou empata, deixa ele de fora que é melhor PraTodos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.