Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Vencer e seguir líder é o desafio do Galo

Chegamos à rodada número seis dos jogos de volta liderando o returno. Assim como fomos líderes do turno, consequentemente da competição, sob o olhar desconfiado de parte da Torcida. Não questiono esses ressabiados, até porque faço parte – parcialmente – dessa insegurança. Entretanto, com todo respeito aos que andam semeando pânico entre os Atleticanos, nossa condição no Brasileiro é invejável.

Tivesse o Flamengo, Palmeiras, o ascendente Corinthians ou até mesmo os emergentes Bragantino e Fortaleza – pra citar os concorrentes mais próximos – seguramente a acidez de certas críticas seriam mais degustáveis. Já disse aqui e repito, não vejo programas de TV do eixo, os maiores responsáveis pelo azedume que contamina parte da nossa Torcida. É tóxico ver esses caras, que insistem em apenas falar sobre times do RJ e SP.

São tão ordinários, que alguns entre eles lamentam os desfalques do queridinho carioca, esquecendo que o Galo tem jogador na seleção do Brasil e ainda Paraguai e Equador. Só não tem na chilena e venezuelana por que esses dois países devolveram jogadores machucados da última convocação. Em resumo, tenho convicção, programa esportivo produzido no eixo faz mal.

Outra coisa, entrar na pilha de treinador boquirroto do time carioca e até mesmo de ex-jogador em atividade de time mineiro que adormeceu na série B, jamais irá me seduzir. Renato Gaúcho é uma mala, convenhamos. Fala pra plateia e, recentemente, saiu pelas portas do fundo do Grêmio e deixou lá esse legado que coloca o time gaúcho na linha de rebaixamento. Quanto ao projeto de jogador polêmico, como foi um tal de Neves recentemente, evidente está que o sujeito quer visibilidade. Na falta do que mostrar, nada melhor que falar de Galo para sua galera que cobra atitude e comprometimento de um time fraco, com cara de derrotado, sem recursos técnicos e financeiros de sobrevivência.

A liderança do Galo no Brasileiro, semifinais da Copa do Brasil, tendo avançado até a penúltima etapa da Libertadores, campeão mineiro, tudo isso nesse 2021, claro que deixa essa gente adversária aguçada. No caso específico desse ex-jogador em atividade, coitado, ganhou o título da temporada naquele jogo da fase de grupo do mineiro, quando o Galo foi derrotado pelo Ypiranga de Sete Lagoas. Esse moço, o presidente e outros jogadores do elenco, membros da comissão técnica e jogadores por pouco deram uma volta olímpica num Mineirão sem público. E é isso que incentiva esse inferninho entre nossa Torcida. Xô, passarinho, saia fora do meu arrozal.

Então, caríssimas e caros, deixa esse tipo de gente longe dos olhos e mantenha o nosso Galo perto do coração. Somos líderes e hoje à tarde vamos para o Mineirão, a Massa presente nas arquibancadas, levar nosso apoio, incentivo e boa energia para consolidar essa liderança. Ontem, em boa prosa com amiGalos, avaliamos a situação atual do nosso time. Com 50 pontos, em 23 jogos, superamos a nós mesmos no ano passado quando com esse número de partidas liderávamos com 42.

Adicione ainda mais um dado interessante, em 2020, atingimos 68 pontos e o campeão 71. Ora, Atleticanas (os), com esse elenco que temos, faltando ainda 15 confrontos (nove deles em Belo Horizonte) tenho absoluta confiança que o Galo vai ficar em torno de 80, ou seja, fará algo próximo a 30 em 45 possíveis. Isso, certamente, vai nos garantir o título de Campeão Brasileiro de Futebol. Essa é a razão de a mídia paulista e carioca insistir em nos desestabilizar e utilizar treinador e ex-jogador que têm ódio do Galo com essa intenção,

Não vamos permitir que consigam essa sua intenção. Hoje e quarta-feira, dois jogos na Cidade do Galo – Ceará e Santos – (cujo codinome é Belo Horizonte) vamos buscar os seis pontos. Depois que venham Atlético GO lá e Cuiabá aqui, para somar outros seis, assim sucessivamente até a hora de soltar o grito de é campeão. E dai, se tem 50 anos o nacional anterior. Vivo do presente. Tem gente ai que não ganha título internacional tem quase 30 anos e conversa fiado na sua cabeça. Nossa Libertadores ainda está na memória de todo Atleticano e sensibilizou todo o Brasil e o mundo. No mais, curtir a estreia – se acontecer – de Diego Costa com a presença da Massa.

Aqui é Gaaalooo, po##@!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

23 thoughts to “Vencer e seguir líder é o desafio do Galo”

  1. Pra mim, não existe a divisão entre cornetas e apoiadores. Acho que o direito de cornetar, eh adquirido apoiando. SAN

  2. Ganhamos mais uma! Seguimos no bom caminho. Com Hulk, com Zaracho, com Allan e com Cuca, o Manso (com maiúscula), obviamente. “Apesar” dele, ganhamos a Libertadores 2013, e, quem sabe, ganharemos o brasileiro de 2021. Pra turma do contra, que torce pra ter razão e pro passado, mando mais um “CHUPA”!! GALO SEMPRE! SAN

  3. O corneta é mal visto pelo apoiador incondicional, mas o corneta mexe com o brio do jogador. Hoje Nacho e Hulk que tem sido cornetados, inclusive por mim, brilharam nessa tarde.
    Vai Galo!!

    1. Absolutamente. O blogüeiro também gosta de ir ao jogo e no Mineirão o sinal de internet é péssimo. Daí tem de esperar voltar pra casa, de carona, pra retomar com o uso de wifi.

  4. Prezados amigalos,

    Tenho por princípio respeito a opinião de todos, ele desta forma vou expor a minha:
    O time não está caindo de rendimento ele é extremamente mal treinado.
    Um técnico medíocre para dizer o mínimo, apenas um exemplo do que esse sujeito é capaz de fazer, veja o que ele fez com o posicionamento do Nacho em campo, acabou com o futebol dele, se não fosse a pressão da torcida Zaracho, Huck e Jair seriam reservas. Finalizando, até hoje esse sujeito não entendeu que retranca se fura com jogadas pela linha de fundo, isso é desde da época de Charles Miller.

  5. Boa tarde a todos!
    Mais um jogo muito difícil na vida do Galo. Desta vez vem o Ceará que nos derrotou no primeiro turno.
    Se o Galo continuar com a passividade que vem tomando conta dos jogos desde a parada para as eliminatórias corremos risco de perder os três pontos, caso entrem com vontade para vencer, teremos mais três pontos na conta.
    Me ajuda aí Galo!
    Que venha a vitória, mesmo que no sufoco.

  6. bom dia Eduardo e massa. hoje vencer e vencer pela amor de deus galo não pipoca hoje de novo.rsrs.no primeiro turno todos nos sabemos que perdemos pontos para chapecoense rebaixada. Ceará. Santos e Fortaleza. no segundo turno ja perdemos outra vez 2 pontos para poderosa chapecoense. então galo abre o olho com Ceará vai jogar no contra ataque e numa retranca terrível penso eu.não podemos nem sonhar com empate precisamos urgente dos 3 pontos. meu placar galo 2×0.aos verdadeiros atleticanos e fiscais do blog aparecem aqui todos dias vocês faz muita falta no blog. rsrs.a galo não me faz embebedar. kkk.vai galoooooo.

  7. BOM DIA EDUARDO E MASSA ATLETICANA.
    QUE CUCA NÃO JOGUE SÓ COM DOIS ATACANTES.
    QUE CUCA ESCALE NACHO PELO MEIO , CENTRALIZADO.
    QUE HULK DEIXE DE SER INDIVIDUALISTA E SOLTE MAIS A BOLA.
    QUE CUCA ESCALE KENO NA PONTA ESQUERDA E SAVARINO NA DIREITA , E NÃO EMBOLADOS PELO MEIO.
    QUE VOLTE LOGO O DIEGO COSTA E MARIANO.
    QUE NATAN SILVA PARE DE COMETER FALHAS DECISIVAS.
    E QUE O GALO VOLTE A JOGAR COM MUITA RAÇA E PEGADA.
    É O QUE ESPERAMOS PARA HOJE.
    UMA GRANDE VITÓRIA EM CIMA DO CEARÁ , E POR GOLEADA.

  8. Bom dia xará e amigalos!
    Como bem disse Fred Melo Paiva na live que o Guru também esteve presente, todo atleticano tem um lado pessimista enraizado. No meu caso o meu lado otimista está mais próximo da realidade. Na minha opinião o GALO fatura o Brasileirão de esse ano com 75 ou 76 pontos diante da choradeira do falastrão treinador do CBFLA. O queridinho da Confederação Brasileira de Falcatruas vai acabar liquidando os seus jogos estrategicamente adiados para cumprir tabela. GALO hoje vai se redimir das últimas atuações e distanciar ainda mais na liderança! Espero que Nacho jogue o que sabe. Bora fazer a alegria da Massa GALÔ!!!

  9. Não tem conversa, não tem “respeito ao adversário” .
    Não tem essa de “time encardido” .
    Não tem que achar ” que o adversário vem jogar por
    uma bola” .

    O Atlético tem “que parar de errar” .
    ( obrigado , ERNEST ) .

    Então , cambada de mercenário , entrem em campo ,
    honrem o glorioso MANTO e respeitem a torcida :
    JOGUEM BOLA !!!
    Termos 50 pontos não quer dizer NADA .

    O que importa é a busca , JOGO A JOGO , sem trégua ,
    do resultado final que é a conquista do BR .

    Quanto à discussão cujo tema é “como torcer”, isso
    daí já deu .
    No meu caso , ressalto a fala do ÂNGELO :
    “eu não preciso de TUTOR para provar nada ”

    Não escuto , não vejo , não me interessa opinião de A
    ou B em programa esportivo .
    Chega ter que ouvir comentários nas transmissões de
    robôs programados para falar a mesma ladainha .

    E ainda ter que ouvir “conselhos” de comentaristas
    de blog …
    É PRACABÁ !

  10. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos.

    Belo texto, Guru. Digno de um livro de auto ajuda. Só tem uma ressalva, nenhum atleticano que teme a perda de um campeonato quase ganho, o faz com base nos acontecimentos atuais. Todos, ei inclusive, reconhecemos e estamos muito felizes com o Galo atual, suas vitórias, empates, invencibilidade, liderança e tudo o mais que o torna provável campeão.

    O que nós tememos é a síndrome de Galo paraguaio que nos atormenta e decepciona há cinquenta anos. Como não se preocupar com um time que já esteve várias vezes em situação semelhante à atual e jogou tudo fora?

    O ano passado está bem vivo em nossa memória, por mais precária que a idade a torne, e vimos quantas vezes o Galo jogou no lixo as chances de ser campeão, e das formas mais ridículas e decepcionantes possíveis. Acha que isso não pode acontecer de novo? Quem garante? É aí que mora o nosso temor.

    Estamos sim, muito satisfeitos com o Galo atual e tudo o que ele faz, mas o futuro nos atormenta porque o Galo não alicerçou o nosso passado.

    O GALO ESTÁ VIVO E ATIVO, FAZENDO BONITO POR ENQUANTO. ATÉ QUANDO?

  11. Bom dia !
    Não assisto esses programas de TV e Internet do eixo, já faz tempo. Só bebo em fonte Atleticana, e se fizer média com essa gente perde a minha audiência.
    O elenco desse ano não tem um Ronaldinho, como em 2012. Contudo, me parece um grupo mais focado no objetivo de conseguir o título. Parece que o grupo é mais profissional do que o de 2012.
    Esses 50 anos sem o título brasileiro, não me fez perder nada em minha paixão pelo Galo. Tivemos momentos dolorosos sim, mas a paixão pelo Galo é maior que qualquer derrota.
    Acredito que seremos campeões em 2021, pelo trabalho que vem sendo realizado. Na era de pontos corridos é o trabalho mais consistente que tivemos e acho, apesar dos porém e se, que levantaremos a taça, como fez o capitão Oldair em 1971.
    Com muita raça e amor, e “o brilho cego de paixão e fé ” chegaremos ao título.

  12. Bom dia, Massa e Guru

    Já disse aqui. A abstinência do título brasileiro tem levado a alguns atleticanos perderem totalmente a razão. De um dia pro outro, viramos o Barcelona dos áureos tempos e qualquer outro resultado que não seja a vitória, a tchurma se alvoroça.
    Só espero que este desespero não chegue até o elenco, porque, o que menos precisamos neste momento, é de gente descontrolada. E pensando nisto, sugiro a todos que hoje esqueçam as más atuações recentes de Nacho e Hulk e vamos apoiá-los, porque eles jogando mal, são infinitamente melhores do que vários jogadores que passaram no clube ultimamente.
    Ou alguém ai está com saudades de Bolt, Cazares, Pastor…?

  13. tudo bem que estamos disparados na frente. No entanto, me preocupa o fato do time estar caindo de produção. Some-se a isso a sina do Galo. Já fomos vice campeões invictos. Precisamos estar empolgados mas não cair na pilha da imprensa cujo único objetivo é ganhar dinheiro e não há nada mais atraente do propagar notícias boas do Galo. Se fosse ao contrário estariam fazendo onda como a entrevista da Itatiaia com o Cuca para falar da queda de rendimento de dois pilares do time: Nacho e Hulk.

  14. 2020 foi um ano emblematico para nós, atleticanos. Mudanças radicais no time, dando linha a uma barca de refugos descomprometidos com o time e com o profissionalismo , mercenários lesando os cofres do clube , sempre apoiados por espertos ‘empresarios” do futebol e afins , todos subtraindo um naco do clube e não devolvendo nada, absolutamente nada em contrapartida. Chegou um treinador , midiatico e embusteiro , ao qual foi dado ao mesmo , as chaves do clube e os poderes que nem um presidente poderia ter. Sujeito de dificil convivência , perdeu o time quando flagrado em uma festa em plena pandemia , festa que foi organizada, adulterando a grade de horario do clube, acreditem se quiser. Alguns jogos até memoráveis , outros vexaminosos , a única certeza : a mudança estava acontecendo , para o bem ou para o mal, estava acontecendo. Resumo da ópera : PERDEMOS O CAMPEONATO POR TRES PONTOS , TRES MÍSEROS PONTOS. Perdemos , somente do que me lembro , pois faço questão de esquecer, pra goias e vaxxxco , atolados hoje na B , se engalfinhando pelo acesso. Perdemos mais pontos também para times no rodapé da tabela , o que nos custou o sonhado titulo. Então, Eduardo , fazemos parte da ala da torcida dos ressabiados , como voce nomeou, temos motivos de sobra pra isto. Estamos ressabiados sim e não significa que somos menos atleticanos que os demais , até pelo contrario , torcemos fervorosamente pelo titulo e sim, tememos os tropeços, tão comuns em nosso hitórico. A desclassificação na libertadores , da forma como aconteceu e a partida contra a chapecoense foi como uma ducha, um sonho ruim , um pesadelo que não queremos viver em 2021 , se Deus quiser, assimilando os erros e seguindo firme na liderança. Sigamos

  15. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Cada qual com a sua razão, segue o jogo da democracia. Hoje, mais um jogo do galo e amanhã mais comentários sobre a entrega do time no campo de jogo. Aplausos ou críticas vai depender do comportamento do time logo mais contra o Ceará.
    Não existe divisor de águas entre atleticanos. Todos nós atleticanos queremos o galo campeão do brasileirão.
    Hoje e sempre, galo!!!

  16. BARATA:

    “(…) chupou muita laranja nos vestiários da vida…”.

    Fantástico!!! Show de bola!!!

    “Quem sabe, sabe, conhece bem…”.

    É o Efeito Laranja…

    A Escola da Vida se impondo para ensinar, condição essencial para entender, compreender e discernir…

  17. Bom Dia, Canto do Galo!!!

    Caro Ávila!!!

    Segundo o Departamento de Estatística e Matemática da UFMG 83 pontos dão 100% de chances para cravar um time CAMPEÃO DO BR21.

    Penso que menos de 80 pontos não serão suficientes para levantar o Caneco…

    Penso mais, que o BR21 só será decidido na última rodada, como no BR20.

    Penso também que qualquer ponto perdido será transformado em gota d’água no copo de chopp atleticano.

    Vencerá o BR21 quem errar menos doravante.

    O Atlético tem que parar de errar…

  18. Bom dia, prezados atleticanos

    Brasileirão – jogo 24/38 – Ceará (casa) – Bastou empatar com a Chape pro pessimismo baixar em parte da Massa.

    O atleticano (eu incluso) tem, pelo menos, uma artéria derrotista, que já sai do coração com sangue fadado à decepção. É histórico.

    Calma, gente! O time jogou mal, mas não perdeu fora. Alguns craques não renderam. Contudo, ainda somos líderes, 11 pontos à frente.

    Urubu e Porco terão outros resultados ruins tbém. Vão ter que remar muito pra chegar a nós. Sejamos + otimistas. Pensemos positivo. Fará bem a nós mesmos, à C. Téc. e aos jogadores.

    No entanto, esperamos a redução de falhas nos 03 setores. Assistimos a erros recorrentes e primários na defesa, movimentações improdutivas e inúteis no meio, além do excesso de individualismo no ataque. O coletivo tem que preponderar.

    É possível corrigir, pois temos grandes jogadores. São respeitados e temidos pelos adversários. Estes caras são vencedores por natureza. A vantagem de pontos será mantida ou ampliada. Aposto nisso.

    Nossos pontos perdidos: 05 (casa) e 14 (fora), num total de 69/114 pontos disputados. Ganhar em casa, Gaaloôô!

    1. ALVINHO ,

      “… no entanto , esperamos (…..) o coletivo tem que
      prosperar ”

      É muito bom ler comentários que fogem ao lugar
      comum .

      1. Caro Alvim!
        Realmente “o coletivo tem que prosperar”, mas em situações na qual algumas peças não estejam devidamente encaixadas, cabe aos diferenciados a OUSADIA, que é o que os diferencia de jogadores normais. E no galo existem jogadores que podem ousar mais, mesmo que para isso seja preciso desobedecer esquema tático inoperante. Abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.