Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Um olho no gato, outro no peixe

Ricardo Galuppo

Antes de falar do Galo e da irritação diante da falta de atitude e da carência de padrão de jogo do time treinado por Cuca, peço licença para tocar num assunto menos importante, porém mais rumoroso. Trata-se da tentativa de rompimento com a UEFA, a federação que comanda o futebol na Europa, feita por uma dúzia de clubes endinheirados da Espanha, da Itália e da Inglaterra. A ideia da turma era virar as costas para as competições mais tradicionais do Velho Mundo, criar uma nova liga e promover campeonatos entre eles e mais alguns que fossem convidados para a panelinha. 

A ideia não resistiu 24 horas de pé — mas nem por isso deve ser considerada morta. Mesmo porque, a tentativa dos poderosos de cuidar apenas de si — e o resto que se dane! — não teve motivações desportivas, mas financeiras. Na opinião desse pessoal, o dinheiro que ganham com as competições promovidas pela UEFA é insuficiente para manter os craques estelares de seus elencos. Por isso, preferem jogar entre si, em países dispostos a pagar pelo espetáculo, e repartir entre eles os milhões de euros que imaginam arrecadar. 

PIRES NA MÃO

O que isso tem a ver com o Galo? Por mais que a realidade das potências do futebol europeu pareça distante das aflições alvinegras, há pontos comuns a serem levados em conta. Postas lado a lado e guardadas as proporções necessárias, a situação que o Galo atravessa de um tempo para cá é parecida com a de algumas das 12 agremiações bilionárias há mais ou menos 15 anos. Sim. No começo do Século 21, muitos dos clubes que hoje se sentem poderosos a ponto de insurgir contra a UEFA estavam numa pindaíba lascada e viviam de pires na mão, sem o direito de sonhar com títulos importantes. O que mudou?

Para alguns, a sobrevivência só foi possível quando as mãos salvadoras de alguns multimilionários vieram em seu socorro. Outros só continuaram competitivos e no topo da cadeia alimentar do futebol mundial porque abusaram do crédito que tinham na praça e elevaram seus endividamentos a níveis estratosféricos. O Galo, e sempre sem perder a noção do abismo que o separa desses gigantes, também chegou ao fundo do poço, também se endividou e hoje passa por um momento de reestruturação sustentado por investidores que se dispuseram a salvá-lo. Essa é a principal semelhança.

Insisto que não é nossa intenção, aqui, comparar a situação do Galo com a desses clubes gigantescos. Aliás, nunca fez parte do estilo atleticano sair por aí comendo chuchu, arrotando caviar e se comparando com os gigantes europeus para se fingir de grande. A arrogância das comparações indevidas, sempre alimentadas pelo excesso de vaidade, é como um murro contra o próprio queixo. Cito o exemplo de certo clube que havia no Barro Preto, e que hoje paga aluguel em outro ponto da cidade. Alguns anos atrás, sua torcida vaidosa batia no peito e se dizia o “Barcelona das Américas”. Reduzido a seu próprio tamanho, hoje ele não é mais do que o Íbis de Minas Gerais! 

Que isso sirva de alerta a quem leva o futebol a sério. O que todos os clubes precisam estar conscientes, e com o Galo não é diferente, é que o futebol é um sorvedouro de algo que não aceita desaforo, o dinheiro. Quanto mais se tem, mais dele se precisa. E quanto mais se gasta, mais é necessário faturar para continuar tendo o que gastar!…

Outro ponto importante: por mais endinheirados que sejam os empresários que investem no Atlético, suas fortunas pessoais parecem modestas quando comparadas às dos homens que dão as cartas nos clubes europeus. Entre esses há sheiks árabes, magnatas russos do petróleo, bilionários americanos e chineses, além de gente das famílias tradicionalmente prósperas da Europa. O problema é que muitos deles se tornaram cartolas de olho apenas no lucro que podem obter e sem qualquer ligação ou compromisso com o passado e com a história dos clubes que assumiram. Nesse aspecto, com o Galo é diferente. 

Pedro Souza / Atlético
Pedro Souza / Atlético
CONTA DE BOTEQUIM

Nada contra o lucro! Ele é sempre bem-vindo. A verdade é que ninguém pode ver os empresários que hoje tentam sanear o Atlético apenas como investidores. Essa é, por sinal, uma diferença importante do Galo em relação a outros clubes do Brasil e do mundo: todos os que agora dedicam tempo e dinheiro ao time agora têm uma ligação histórica com o Atlético. Por mais que haja pessoas que ainda desconfiem e sempre desconfiarão das intenções dessa turma, o certo é que, sem prometer milagres nem promover uma gastança irresponsável, eles devolveram à massa o direito de ter esperança em grandes conquistas. 

Na verdade, eles vêm tocando o dia-a-dia alvinegro com um olho no peixe e outro no gato. O peixe, no caso, é o elenco que montaram, recheado de jogadores bons de bola. O gato, por sua vez, é a situação financeira que, se não for bem cuidada, levará tudo por água abaixo. O Galo carrega um passivo de R$ 1,2 bilhão, que pode até parecer pequeno diante do endividamento, convertido em reais, do inglês Tottenham, que é de R$ 7,3 bilhões. Ou do espanhol Barcelona, de R$ 5,3 bilhões. 

Tudo bem! Essa comparação também precisa ser posta em seu devido lugar. A realidade financeira do futebol sul-americano é bem mais modesta e a capacidade acanhada de geração de receitas por aqui é mínima diante do portentoso mercado europeu. O que nos iguala a eles é saber que, se não cuidarmos do peixe, o gato acabará levando vantagem. 

Não é o caso de aprofundar em temas tratados no Galo Business Day. Muito se tem falado deles desde a sexta-feira passada e qualquer atleticano já sabe que, da dívida de R$ 1,2 bilhão, 42% — ou seja, R$ 507 milhões — giram no curto prazo e exigem soluções mais urgentes, mas não menos responsáveis, do que os 58% restantes. Também sabe que, entre 2010 e 2020, meio bilhão de reais foi gasto com o pagamento de juros e que a meta para lá de ousada dos administradores é reduzir o passivo para R$ 341 milhões até 2026. 

Isso exigirá, conforme se pode perceber numa conta de botequim, um sacrifício enorme. O clube terá que se livrar em cinco anos, em valores fixos e sem correção, de R$ 860 milhões. Isso daria pouco mais de R$ 172 milhões por ano. Em circunstâncias normais, com as quais convivemos a vida inteira, seria absolutamente impossível pensar em pagar as contas e, ao mesmo tempo, ter um time. Cabe aos administradores provar que daqui pra frente tudo vai ser diferente. 

Pedro Souza / Atlético
Pedro Souza / Atlético
VOLTA, PATRIC!

Em seu passado, o Atlético sempre viveu levantando dinheiro num banco para pagar uma conta que estava para vencer em outro e, como o malabarista do circo, sempre corria de um lado para outro para evitar que algum prato despencasse. Mas no aperto que o clube vivia, volta e meia um dos pratos caía e se espatifava contra o chão. Em 1973, o grande presidente Nelson Campos vendeu o passe de Dario José dos Santos ao Flamengo e o Atlético não viu a cor do dinheiro. O valor foi totalmente usado para quitar uma dívida com o antigo Banco Mineiro do Oeste, que havia acabado de ser incorporado ao Bradesco. A realidade agora é outra, e pelo que parece, não faltará dinheiro para o futebol enquanto se tapam os buracos por onde historicamente escoram os recursos do clube.

Tudo parece estar correndo bem, mas a situação seria muito melhor e o ânimo da torcida muito maior se os resultados em campo já estivessem aparecendo. Ou, em outras palavras, se os jogadores contratados já estivessem apresentando um futebol correspondente ao sacrifício feito para tê-los. Em busca de uma solução para esse problema, às vezes tenho vontade de sugerir que o clube traga de volta o lateral Patric. Não para jogar bola, mas para dar ao elenco lições de comprometimento, respeito à camisa, raça e atitude dentro de campo. Esses ingredientes, que fazem parte do DNA atleticano, parecem adormecidos no atual elenco alvinegro. 

Cuca precisa cumprir a missão para a qual foi contratado: formar um time vencedor e dar um padrão de jogo ao elenco. Posso ter uma crítica ou outra a fazer ao trabalho dele, mas enquanto estiver em nosso banco, terá meu apoio incondicional. Quanto aos jogadores, bem… 

Espero que o elenco entenda a importância do momento que o clube está vivendo e valorize o fato de vestir a camisa alvinegra numa hora tão importante: os resultados e a postura em campo serão fundamentais para convencer a torcida de que vale a pena acreditar. É preciso jogar um bom futebol sem esquecer da garra e da aplicação. E nada melhor para mostrar que, como as finanças, o time também está no caminho certo aproveitando a oportunidade que será oferecida amanhã, diante do América de Cali. Não há hora melhor para começar a fazer bonito e justificar a confiança que têm recebido do clube e da torcida. Eu acredito! 

33 thoughts to “Um olho no gato, outro no peixe”

  1. Grande Vander Luiz.
    Capitaneados pelo mestre Telê Santana,tive o prazer de ir em todos os jogos do Galo,na copa união, time modesto nos nomes,mas que se impunha,em qualquer estádio e atropelou todos,ficando 10 pontos na frente do 2° colocado,na fase de classificação e por marracutaias da CBF ,enfrentou o flaglobo na semifinal, e em uma das melhores partidas,com 1 jogador a menos desde o 1° tempo e perdendo de 2 x0 foi buscar na raça e no grito da massa o empate.
    Este time me representava.
    Vander Luiz.Vai em paz.
    Galooooooooooooo.

  2. Perfeito seu comentário. Domingos. Como q eles contratam o cara veterano, só jogou na ralé Europa e depois n china ? Te muita gente mamando nestas tetas viu.

  3. Excelente o articulista, sem dúvida alguma. Contudo, dele divirjo em dois pontos: primeiro, é óbvio e ululante que não existe almoço de graça. Ponto. Segundo, prá investir, sem visar lucro (como disse o arguto articulista, o fazem os europeus e outros países de outros continentes), apenas pelo “prazer de torcedor”, digo eu, hoje, no Brasil, não é mais como antigamente, quando, realmente, os dirigentes, doentes e por vaidade, tiravam dinheiro do próprio bolso prá pagar contas dos clubes. Dizem, alguns até quebraram. “Divirjo mestre”, como dizia o personagem da escolinha do professor Raimundo… Exemplo: no calor de uma comissão de notáveis ($$$), três deles tenho absoluta certeza, BILIONÁRIOS (não é mi não), que se reuniram prá salvar aquele clube lá do Barro Preto, com poucos dias o mais esperto e mais rico, ao ver o tamanho do buraco, simplesmente pediu o boné… E dizem, que mais outro também já está com o pé fora, com certeza levando o terceiro…

  4. Boa tarde a todos!
    Belíssimo texto ,Gallupo!
    Pena que é TIORIA!
    Em dado momento você citou a palavra BOTECO e infelizmente os donos do outrora CAM ,agora denominado Time dos 4 Rs ,infelizmente esses senhores não frequentam botecos ,porque qualquer frequentador desses espaços sabe e muito bem que bananeira só dá cacho uma vez, e eles, que são frequentadores dos Pubs ingleses ou dos caríssimos Cafés mundo afora Não sabem disso, porque se soubessem não teriam contratado Givanildo ( o gordo,não o velho Coiote americano) Vargas,Shasha,Mariano, Bueno,Natan( este “joga” três ou quatro temporadas sem sujar a roupa) Iorran e tantas e tantas bananeiras que já deram cacho que o Atlético comprou e compra ao longo de sua história.
    Quanto ao tal busines day, não vou perder meu tempo com história pra boi dormir.
    Deve ser parecido com palestras de HINODE.
    José Eduardo Barata, saudações atleticanas!

  5. PARABÉNS CARLOS LIMA , PELO COMENTÁRIO PERFEITO.
    SETTE CÂMARA MENTIU AO DIZER QUE ESTAVA DIMINUINDO A DÍVIDA DO GALO.
    PELO CONTRÁRIO ELE ACABOU DE QUEBRAR O GALO.
    A DIRETORIA DO GALO É CAMPEÃ NACIONAL EM PÉSSIMAS CONTRATAÇÕES.
    NUNCA VI CONTRATAR E VENDER TÃO MAL.
    SEGUNDO PALAVRAS DE SETTE CÂMARA , OS 50% QUE O GALO TEM DO SHOPPING SERIA SUFICIENTE PARA QUITAR TODA A DÍVIDA DO GALO , SE A NEGOCIAÇÃO FOSSE BEM FEITA E DE FORMA COMPETENTE.
    EVIDENTEMENTE COM UM GRANDE DESCONTO NESSES ESCANDALOSOS JUROS QUE SÃO COBRADOS DO CLUBE.

  6. Caros,

    VIVA A LOROTA!!! Tamo junto!

    Saiu uma nota de pé de página dias desses aí, q como sempre OS PASSADORES DE PANO oficial da cartola de 2005 (alguém aí já se esqueceu do VERÃO 05?) fazem questão desvalorizar…é como se ñ houvesse alternativa ao NOSSO GALO senão ser o CLUBE da ENTREGAÇÃO!

    A tal nota dizia q a SEDE do Clube será transferida para o estádio do BMG/Arena/NOVO e Renovo…aí é q tá! Pq os atleticanos contadores de LOROTA se importam tão pouco com dinheiro e lucro e tão pouco com a TRADIÇÃO do Clube?

    Dívida e CRISE sempre existiram no CAM, mas qnd ela ou elas passaram ao noticiário como contraponto à formação de GRANDE TIMES DENTRO DE CAMPO? Ora, qq serelepe sabe qnd seriamente NOSSA HEGEMONIA em Minas começou a ser ameaçada (A Queda só foi um detalhe), e em qual década NÓS fomos ao fundo do poço (Foi Ano Q Vem?), e ñ foi culpa da CARTOLA de antigamente (um criminono FAKE NEWS)…como é isso?

    NOSSO GALO AINDA TEM TORCIDA ou somente CLIENTES? (Eta saudades da alto AFONSO PENA nos velhos e bons tempos) VIVA O CLIENTE!

    Os caras abnegados tão trabalhando duro, no dos metro mais caro da América Latina, a troco de um CAMPIM prá mil SÓCIOS priviligiados e f-s o restO…Taokey, os caras sabem ganhar dinheiro e lucrar melhor q o CLUBE, mas nenhuma contrapartida, só LOUVORES à turma de formados 05? Aliás, só promessas de tal FUTURO e num sei o q?

    Obs.: o RUBÃO, o patrão dos meninis e das VIÚVAS do futuro glorioso, RUBÃO falou uma coisa muito séria entre todas as LOROTAS habituais, como tal o risco do negócio é todo dele, mas o RUBÃO disse q “O ELENCO NUNCA TÁ FECHADO”.

    “Dívida, Arena e mais reforços chegando: Rubens Menin passa Atlético a limpo” SUPER postado em 19/04/2021 04:30 / atualizado em 19/04/2021 10:47

    No todo faz de conta, isso q precisa ser batido, nem tem mais tecla: Nosso elenco é muito DESEQUILIBRADO, ñ é pouco, certos posições são FRACAS!…Se o RUBÃO falou e falou certo, mas incrivelmente isso ñ repercute e pq?

    1) tem uma VIÚVA achando com muita FÉ E DEVOÇÃO q o saltitante de Marselha mudou nosso patamar: CUCA (um sujeito q só sabe beijar Santa e Chuveirar, veio prá destruir RENOVO E RENOVO patamar do nosso Galo, um atraso…CRUZES!! o Novo e o Renovo precisa rever conceitos!!

    2) O elenco é esse e o pior já tem até Igreja formada, de NOVO e de RENOVO! n há muito o q fazer, depois de tanto investimento, agora é tarde!

    3) Qq coisa a gente vai na BASE e busca um CALEBRE desses lá e tudo tá certo!

    etc…

    1º de NOVO e de RENOVO, Rubão, fi, vc é o PATRÃO, o q fizer tá feito, afinal vc vai ficar aí pelos próximos 20 30 40 anos…E como vc, RUBÃO, ñ vai ficar prá sempre, sua hr tá chegando, a idade chega prá todos q suportam, vc deve aproveitar e FAZER O Q TEM Q SER FEITO: Mudar sua IDEOLOGIA, Rubão, de só pensar em dinheiro (deixa isso pros MENINS & Cia), e assume: APRENDA SOBRE FUTEBOL!!! Essa é a mudança q deve ocorres em um VELHO RETRÓGRADO q só pensa em VENDER VENDER VENDER e q é o contrário da IDEOLOGIA ALVINEGRA!!!

    Pode EMPENHAR tudo, O Diamante de lourdes, A SEDE, a VILA e o Labareda, o CT de Vespasiano e pode até ficar com o NOVO E RENOVO estádio tb…mas, RUBÃO, fi, olhe pelo menos uma vez para o TIME DENTRO DE CAMPO. Futebol é um negócio tão SIMPLES, Rubens, q tem NEGO a toa q acha q é honroso um PERNA DE PAU de marca maior ser exemplo de RAÇA, um sujeito q no distante 2011 mostrou o dedo para a TORCIDA em 7Lagoas, Oh PATRICK, LIXÃO ! E tem quem ache q caLEBRE é a cara do Novo GALO vindo da Base (SOS Márcio Araujo!

    É simples RUBÃO!

    Obs.: CUCA deve ser mantido, EXCELENTE TREINDOR, ñ tem peças para fazer q deseja e é pagar prá ver, Rubão. Sampaoli teve a chance de montar um time q desejava, a grana jorrou nas mãos dele, ATÉ aqui, ESSA A DIFERENÇA! E o tempo: Só num pode É ANO Q VEM VAI! Tá cedo demais…

    Queremos o Br, ABNEGADOS E CRENTES, pacíficos e ordeiros!!!

    Abs!!!

  7. O problema do time é que jogam todos os jogos como AMISTOSO.
    Não tem comprometimento, não dão sangue, não tem raça.
    Todo mundo quer mostrar técnica, quer aparecer, quer ser o protagonista, mas ninguém quer correr.
    Está todo mundo muito amiguinho, ninguém se cobra, não se falam em campo. O ex rival venceu o clássico porque o Galo simplesmente aceitou isso , sem impor, sem competir.
    CUCA faz hora extra, na minha opinião. Está escalando errado e o time não tem qualquer esquema, só bola na área. Gostaria de ver o Hulk jogar como centroavante, não apenas um jogo, uma sequência. Fato é que pelo lado não tem condições. Zaracho precisa ser titular, como Allan franco também. Eis o meu time para amanhã: EVERSON, GUGA, IGOR RABELO, ALONSO E ARANA; ALAN FRANCO, ZARACHO, NACHO; SAVARINO, HULK E KENO.
    PS: Diego Tardeli ainda está no Galo????????

    1. Sim, Diego Tardelli ainda está no Galo… mamando igualzinho um cordeirinho manso… fazendo bééééé e chamando a mamãe!!!!

      1. TEOBALDO,

        esse “Tal derlli” é uma das maiores FARSAS que já vi no Atlético .

        Foi COADJUVANTE do Ronaldinho e depois do Dátolo , mas tem uma “assessoria de imprensa marqueteira” de primeira linha .

        Cruzcredoavemaria !

  8. Sr. Galuppo, Seus textos sempre mencionam o Cruzeiro em determinado momento, em um anterior citou o Itair e o Perrela falando que faziam negociatas na residência do ex-senador, mas omitiu os nomes e onde as negociatas eram realizadas no CAM para chegar a esse endividamento.
    Agora fala que o clube acabou e depois o chama de Ibis, mas qual desses times ganhou de 1a0 no último jogo? Não se constrói um clube sólido e forte se a própria torcida e formadores de opinião fomentam grandeza em cima de fracassos de outros.
    Fica a dica.

  9. [•••]”Cuca precisa cumprir a missão para a qual foi contratado:[•••]”
    A missão:
    > Daqui a 45 dias início do Br
    > Fase de grupos da LA
    > Semi finais e final do Mineiro
    > 02/06 início da CB para o GALO
    Haja missão a ser cumprida! Jogo de amanhã deveria ser encarado como o jogo do ano p o GALO. Vitória,e só a vitória interessa, é ela q irá definir o ano esportivo e financeiro do CLUBE,esse é o peixe q os jogadores, comissão técnica e diretoria cagalhona têm de estar de olho. Nós aqui de fora sabemos o tamanho e a importância deste jogo de amanhã,será q os jogadores sabem!?Pelo q se tem observado nos jogos e com a aparente falta de comando_ ô Rodrigo Caetano! Já começou a trabalhar?_ é hora dos jogadores deixarem de encarar os jogos importantes como amistosos e demonstrarem vontade p buscar os três pts. É jogo de cachorro grande, é decisão com D maiúsculo, é a sequência da temporada q estará em jogo… vencer amanhã será fundamental p o ano do GALO, q tenham consciência disto!
    PS: Condolências e desejo de força aos familiares do ex meia do GALO_1987_ Vander Luis. R.I.P
    >>>>Valeu Gustavo ! TMJ irmão…
    Saudações Atleticanas.

  10. Everson e Rafael, Alonso, Arana, Zaracho e Nacho. Estes, podem sem favor, ser chamados de bons jogadores. Nenhum craque, são só bons jogadores que atuam bem como coadjuvantes. O elenco do Galo não possoui nenhum jogador capaz de ser protagonista nem em jogos do campeonato mineiro. O melhor de todos, o Nacho, não tem a força e o vigor de protagonista, capaz de “carregar” um time sozinho, mas aliado a outros bons jogadores se destaca pela sua qualidade. Alonso, um bom zagueiro, precisa de um companheiro qualificado para ser o “xerife” da área. Ele não é bom o suficiente para isso e numa zaga que tem companheiros tão ruins como a do Galo ele se perde e o seu futebol vai desaparecendo aos poucos pelo cansaço. É o caso típico de homem mal acompanhado que acaba se perdendo. Arana está na mesma situação do Júnior Alonso. Esses bons bons jogadores estão sucumbindo em meio a um elenco medíocre, incapaz de lhes entregar aliados. Everson e Rafael são bons goleiros, no nível dos que atuam no futebol brasileito à exceção do Weverton, do Palmeiras. Porém, como o horrível elenco do Galo não possui zagueiros e volantes qualificados eles ficam sacrificados. E Zaracho, tem mostrado empenho e vontade de se destacar, com um futebol aceitável mesmo sem definição de posição. O resto é só resto. Ou será que alguém vê virtudes em Hyoran, Nathan, Borrero, Allan, Mariano, Vargas, Hulk, Savarino, Guga, Bueno, Jair, Réver, Gabriel, Alan Franco, Sasha e Marrony que os capacite a figurar como bons jogadores? São como os entulhos que ficam amontoados numa construção e aos poucos vão sendo aproveitados para tapar buracos.

    Restam os jovens da base que também, individualmente, ainda não mostraram grande valor. No entanto, não é justo julgá-los porque nunca foram adequadamente aproveitados à exceção dos quatro jogos iniciais do mineiro. Como avaliar jogadores usados na base da fogueira como o treineiro anterior fazia e o atual segue fazendo?

    Esse péssimo elenco do Galo pode, nas mãos de um treinador capacitado, fornecer um bom time. Somente um bom time com poucos reservas. Lucas Gonçalves, que nem treinador é, apontou nessa direção. Precisa ser um treinador motivado e motivador, inteligente o suficiente para perceber as qualidades individuais dos jogadores e aproveitá-las de forma específica em um esquema tático que faça florescer tais qualidades sem engessá-las. Não dá para inventar um esquema e colocar esses atletas nele de forma aleatória, sufocando o seu talento. Treinador motivado e motivador. Treinador ultrapassado e consumido pela depressão e desânimo NUNCA VAI DAR CERTO

    1. Olho pra este cuca e sinto vontade de chorar, ele com aquele olhar triste, abatido, depressivo. Problemas pessoais de saude graves em sua familia, realmente pesado e dolorido. Respeitamos seu momento dificil e ficamos na torcida de um desdobramento favoravel. Náo dá o direito a ele de dirigir o time nestas condiçoes, seria bom um momento de grandeza e dar lugar a outro profissional. Se insistir em ficar, mudar a postura totalmente , seu trabalho está prejudicando o clube e muito , considero pior do que a segunda passagem de levir culpi , por aqui , como se isto fosse possivel. Amigo Paulo Silva, preciso me apropriar dos seus belos escritos , deixa eu assinar este de hoje. Abraços

  11. Bom dia! Quando contrataram Sampaoli e atenderam a suas exigências, montaram um time com jogadores que se encaixavam em um estilo de jogo específico. Segundo entendo, com a mudança de treinador, não houve uma transição entre o esquemas táticos, apenas um esboço, que foi descartado, resultando, infelizmente, nessa dificuldade dentro de campo. Creio que faltou inteligência e tempo para gerir esse processo. Na verdade, estão tentando “trocar as rodas com carro em movimento”. Não vejo o elenco do Galo como o pior do Brasil, ao contrário, é bastante competitivo, porém, existem “peças” que precisam funcionar melhor individual e coletivamente. O jogo de amanhã poderá colocar mais lenha na fogueira, atrapalhando até as questões administrativas/financeiras ou representará um trégua na turbulência, mesmo que momentânea. Aguardemos os próximos capítulos dessa novela chamada Clube Atlético Mineiro. Abraços e uma ótima semana para todos!

  12. Grande texto, Galuppo, simples, enxuto, objetivo de facil compreensão , sem firulas , e acima de tudo, escancarando a realidade atual atleticana , dura realidade, diga-se, porém passível de ser mudada. Prá melhor, creio eu. Nada de complôs de bastidores, nada de teorias de conspiraçoes, tão a nosso gosto, nada de vestiários rachados, brigas de egos inflados , fogueira de vaidades queimando tudo , TERRA ARRASADA. Não , nada disto. Planejamento , cada um no seu quadrado, cumprindo suas obrigaçóes regiamente remuneradas. Do presidente, do diretor de futebol, do treinador e comissáo técnica e dos jogadores. Estrutura invejavel até para padrões europeus , salario em dia. Então, exigimos a contrapartida : COMPROMETIMENTO COM CLUBE E TORCIDA

  13. SAUDAÇÕES ALVINEGRAS.
    Os textos do Galuppo são de uma categoria imensa e gosto muito da Visão positivista que aborda os assuntos do Galo.
    Eu sempre amarei o meu Galo independente de qualquer coisa e independente de que estiver vestindo a camisa do Galo ou estiver no túnel e nos bastidores.
    Amanhã é dia de uma arrancada rumo a dias melhores.
    Eu acredito também.
    Borá meu Galo
    Faz a massa Feliz.

  14. Bom dia Eduardo Ávila, Ricardo Galuppo e demais Atleticanos e Atleticanas.

    Excelente post!
    Faz pensarmos na dura e cruel realidade futebolística brasileira.
    Os disparates entre o futebol europeu e o Sul Americano é indecente de tão diferentes.
    Basta assistir um jogo dos atuais times do Brasil (exceto Galo, Grêmio, Palmeiras, São Paulo, Inter, Santos e flamengo)… contra outro time menos qualificado, que ficam evidentes as diferenças em vários aspectos.

    Sobre o técnico Cuca e o time atual me vêm à mente a música do Djavan: “… sabe lá… o que é não ter e ter pra dar…”?
    Ou… “tirar leite fo asfalto”!
    Como um técnico consegue extrair de um jogador algo que ele não tem para dar?
    ….
    Uma das coisas que mais irrita o Atleticano é ver jogador nitidamente com pouca qualidade técnica e talento duvidoso, não jogar com raça, determinação e vontade para compensar a deficiência.
    Por isso o Patrick e alguns atletas do esporte merecem respeito e admiração.
    …..
    Se os atuais “donos” do Galo conseguirem segurar as rédeas com firmeza por certo tempo, o time dará “bons frutos”… pois tem um bom elenco!

  15. Bom dia a todos. Por onde anda o presidente e o diretor de futebol pra colocar ordem na casa? Se este diretor recebe para sua função, então tá na hora de dar um murro na mesa e organizar a porra do time.
    Um dos problemas que vejo no galo, é sempre achar que o passado vai trazer de volta os títulos conquistados: cuca é um exemplo. Ganhou a libertadores, pq tinha jogadores que compraram a ideia. PQP. Daqui a pouco querem o Levir novamente pq ganhou a copa do Brasil. Acorda meu time.

  16. Sobre a situaçao econômica/financeira do Galo:
    1 – No portal transparência o último balanço da Arena MRV foi do 3° trimestre de 2020. Já são dois trimestres sem atualização. Depois do último tivemos um acréscimo de mais de 100 milhões de contrapartidas exigidas pela prefeitura. Um aumento violento nos preços de construção civil e muito retrabalho causado pelas chuvas.
    2 – Não houve mais informações sobre venda das cadeiras cativas.
    3 – Falar em venda de naming rights de centro de treinamento me parece uma tentativa de criar recheio para um planejamento irreal( Cidade do BMG ou Centro de treinamento Mater Dei). Falar em reduzir em 170 milhões em dívidas por ano em um momento que ela cresce 300 milhões em apenas um me faz sentir ser tratado como idiota.
    4 – Jogadores a gente compra caro e quando vende é barato. É incrivel ver jogadores como Therans e aqueles dois outros gringos que nem lembro o nome serem emprestados até o contrato acabar e ninguém oferece nada. Este Therans é titular do Penarol, será que não vale nada? Se o Galo for tentar trazer algum jogador do Penarol vão pedir 15, 20 milhões e o Galo vai pagar. Therans não vale uns cinquinho pelo menos?
    5 – Pelos meus cálculos contábeis o dinheiro arrecadado com a venda do Shopping já foi gasto em menos de 25% da obra. Ja estariam gastando o dinheiro que entrou com os camarotes e caderas vendidos a vista.
    6 – A venda do restante do shopping deverá ser o próximo passo e será feita em momento ruim seja pela pandemia seja pela situação emergencial.
    6 – O chamamento da torcida para fechar a conta deve ser constante a partir de agora. Antes que me cobrem se já comprei cadeira informo que por motivos pessoais não me recomendam a presença em eventos como jogos do Galão.

  17. Eu já estou cansado de discussões em torno de realidades economico-financeiras do Atlético .

    Jamais me atreverei a fazer qualquer consideração a respeito .

    O que está claro é a definitiva “adoção” do CAM por essa turma do dinheiro , e isso não tem volta , e eles que cuidem de sua “nova empresa” .

    A mim , como torcedor de TIME DE FUTEBOL , só quero saber de futebol em campo.

    Se a turma não der conta do recado, e até agora tudo sinaliza nesse sentido, pois destruíram TUDO na Cidade do Galo , vamos ter a derrocada daquele que foi o maior de Minas e um dos melhores do país.

    O resto é conversa da turma de Wall Street !

  18. Resumindo:

    Fora CUca!
    Forinha CUquinha!
    Fora Mariano Cachaceiro!
    Fora Éverson Chama-gol!
    Fora Ruim-eno!
    Fora ex-Rever!
    Fora Xaxa, o filho da Chucha!
    Fora Ruinque
    Fora Vargas!
    Fora Igorrabelo!
    Fora Anjo Gabrel!
    Fora Nathan!

    Prezados investidores, façam um bom investimento nos livrando dessas dragas e tragam de volta o interino e os jogadores que iniciaram a temporada!

  19. Me desculpe caro escriba por não concordar com seus argumentos, com todo o respeito à sua opinião eu penso exatamente o contrário em relação ao Cuca. Acha que quanto antes ele for embora mais cedo começará a recuperação do galo.
    Na minha opinião ele está no foco do problema, indolente, desmotivado e na minha opinião também ultrapassado. Não tem mão firme nem moral com o elenco.
    O que ele fez com o GALO em 2013 é impedoável e ao contrário da sua nobreza de espírito, muitos de nós não o perdoamos por isso. O que ele fez com o Santos recentemente, demonstra que ele não tem caráter nem peito para assumir as consequências de suas decisões. O que ele fez na Suíça nem vou comentar (mas na minha opinião era motivo para o nome dele sequer ser cogitado) e para aqueles que pensam que isso já tem muito tempo, que ele já se justificou bla bla bla….. que ria ver se isso tivesse acontecido com uma de vossas filhas ou irmãs se pensariam da mesma maneira. Não adianta aprontar e depois ir para a beirada do campo beijar a santa (coisa ridícula). Repito mandem esse indolente embora e deixem o interino que por sinal apresentou um trabalho muito, mas muito superior ao desse entregador de camisas

  20. BOM DIA EDUARDO , GALUPPO E MASSA ATLETICANA.
    ESSA GIGANTESCA DÍVIDA DO ATLÉTICO E O VALOR DO SEU PATRIMÔNIO NÃO BATEM.
    ISSO PRECISA SER AJUSTADO.
    QUANTO A BOLA DA VEZ E A CRISE CAUSADA PELO BUNDA GRANDE E INEFICIENTE HULK , A DIRETORIA PRECISA AGIR COM RIGOR E RAPIDEZ.
    A CONTRATAÇÃO DE HULK FOI UM ERRO , AGORA É TENTAR REPARAR O ESTRAGO.
    A RECISÃO DO CONTRATO DO JOGADOR SERIA O MELHOR CAMINHO .
    PELO VISTO HULK AGORA É O COMANDANTE DA PANELINHA DA “MÁQUINA DE MOER TÉCNICOS” .
    A DIRETORIA PRECISA AGIR.
    CUCA TEM COMETIDO MUITOS ERROS , AINDA NÃO CONSEGUIU ACERTAR , NEM FAZER O TIME PRODUZIR , MAS , NÃO É HORA DE FALAR EM DEMISSÃO.
    É HORA DE COBRAR MUITO E EXIGIR DE CUCA E DO ELENCO , RESULTADOS E BOM FUTEBOL EM CAMPO.

  21. Bom dia Galupo. Bom dia a todos. Mariano quebrou no sábado, um jejum de três anos sem marcar um gol. Como é que um Clube que diz ter um departamento de análise de desempenho contrata um jogador desse? O Departamento de análise de desempenho fez algum relatório sobre o desempenho do Hulck nos últimos dois anos quando se analisava a contratação? E agora eu entendi a razão do Sete Austeridade Câmara não ter disputado a reeleição: o resultado de sua administração austera foi o aumento da dívida do clube em mais de 300 milhões. Este foi o preço da conquista de um Campeonato Mineiro em três anos? Por fim, o Diretor Rodrigo Caetano e o gerente de futebol Victor devem ser cobrado pela omissão no imbróglio Cuca X Hulck pois quando da primeira publicação de cobranças do Hulck sobre o treinador este Gerente de Futebol e Diretor de Futebol já deveriam ter tomado as providências para que o problema fosse resolvido.

    1. Perfeito seu comentário. Domingos. Como q eles contratam o cara veterano, só jogou na ralé Europa e depois n china ? Te muita gente mamando nestas tetas viu.

  22. Não temos são Victor, Leo Silva, Pierre, Donizete, Bernard, Jô, Tardelli, não temos R10. Fazer o que com Cuca?
    Fora Cuca!!!

  23. Bom dia, Canto do Galo!
    Elenco recheado de bons jogadores, sei não, pode ser elenco recheado de ex bons jogadores- Givanildo , Vargas, Mariano, Rever, Tardeli; e alguns que caminham para serem ex bons jogadores- Keno, Alonso.
    Parece que gostam desse perfil de jogador, pois estão ventilando a contratação do Gilberto, do Bahia.
    Se contratam jogadores com perfil de não comprometimento com o clube, como esperar raça dos mesmos. Contratam mal e a torcida que é chata , exigente.
    Quando vai bem, como o Nacho e o Arana, a torcida apoia.
    Kalil já dizia, contratar jogador meia boca é preferível usar a base. Hyoran, Nathan e Bueno são exemplos de jogadores que ocupam lugar no elenco e que poderiam ser substituídos por jogadores da base.
    O que o Galo não aprendeu é que dar chances aos jogadores da base é o caminho para se fazer as vendas. Olha quantos jogadores superestimados pela mídia do eixo, que Santos, São Paulo, Fluminense e outros clubes, venderam e, realmente, tem protagonismo na Europa. Chegam lá e voltam. Tai os exemplos, no Galo, de Nathan e Allan .

  24. Salve Massa,Galuppo e Guru!

    “Em casa que falta pão, todo mundo grita, mas ninguém tem razão”:
    Este imbróglio entre Hulk x Cuca pode ser visto de dois ângulos: o primeiro é o lado do jogador que ao reclamar de não ter tido sequência (aliás reclamou errado, pois sempre está entrando no time, mesmo sem merecer), demonstra pelo menos descontentamento com o seu futebol e com as críticas que vem sofrendo por isto. Este é o lado bom e demonstra que ele não é um jogador acomodado, por outro lado o que parece é que ele quer ser escalado pelo nome que tem e isto é inconcebível.
    Em contrapartida Cuca usou o argumento de que está sendo coerente, que precisa de dar chance à todos e entre linhas, que Hulk não está justificando sua escalação. Também, mentira, pois ele não usou a mesma coerência que tanto fala ao escalar seu protegido e cadeira cativa Quero Quero como titular absoluto do time sem ao menos este ter provado sua capacidade e melhor condição do que seus concorrentes de posição. Até mesmo a escalação de Hulk é uma incoerência já que o bunda de tanajura não vem jogando nada.
    No final quem está sendo prejudicado e levanto tinta na situação é o próprio clube que tem de aguentar estes dois pesos mortos no nosso dia a dia.
    Diretoria nada de passar pano! Fora com os dois: o Prof. Pardal e Rei da cruzadinha e seu fiel escudeiro e fora também com o bunda de Tanajura!

  25. Bom dia a todos!
    Caro Galuppo, sem dúvidas seus textos estão entre os de melhor leitura. Você é um sujeito antenado, muito bem articulado, inteligente e o melhor de tudo, atleticano. Você sempre se preocupa em nos mostrar o outro lado da moeda e até apela pra Patric (creindeuspai). Acredito na atleticanidade também dos mecenas, mas…só acho que eles poderiam gastar melhor o rico dinheiro deles em melhores contratações e não ficarem dando ouvidos a treinadores malucos. Posso estar sendo simplório mas em vez deles terem torrado o dinheiro em Hulk, Vargas e outros, pq não trouxeram por exemplo o Roger Guedes?

  26. Bom dia, Eduardo, Ricardo Galuppo, atleticanas e atleticanos. Interessante a figura que você usou, GALUPPO, sobre o peixe e o gato. Mais interessante ainda é observar que um dos petiscos prediletos do gato é exatamente o peixe. Seria apropriado usar a sua figuração para dizer que o gato está de olho no peixe para devorá-lo? Quando você diz que o peixe, ou seja, o elenco do Galo está “recheado” de jogadores bons de bola, você só esqueceu de dizer o nome de pelo menos meia dúzia deles. Onde vamos encontrar meia dúzia de jogadores realmente bons de bola nesse horrível elenco do Galo que além de ser despido de bons jogadores não tem o equilíbrio necessários entre seus setores? Digo há anos que o elenco do Galo é ruim e desequilibrado. E até hoje nada nem ninguém conseguiu me provar o contrário.

    O gato está de olho no peixe, mas se depender desse peixe ele vai morrer de fome.

    No entanto, há validade na assertiva sobre o gato que representa a administração do CAM. Isso sem dúvida representa uma evolução em termos de gestão, seja do próprio CAM ou, comparativamente, do futebol brasileiro como um todo. Eu não tenho dúvida alguma de que o CAM será uma potência empresarial e futebolística. Não como os clubes europeus que de falidos ostentam hoje uma aura de grandeza. Não são grandes em si. Estão temporariamente escorados em recursos alheios que já demonstram esgotamento. A ideia da superliga nasceu como tentativa de sanar prejuízos evidentes que estão cansando os investidores. Nenhum dos clubes envolvidos tinham expectativa de sucesso, apenas querem e vão conseguir, tirar mais dinheiro da UEFA e, por extensão, da FIFA.

    O que diferencia o trato dos 4 Rs e os investidores em clubes europeus é que os daqui estão cuidando de seus próprios investimentos em vez de deixá-los nas mãos incúrias de dirigentes irresponsáveis. Apesar de serem empresários de sucesso em seus negócios não confiaram só em seus conhecimentos e buscaram orientação em grandes empesas de gestão de negócios de renome mundial para auxiliá-los nessa reestruturação. São as tais de empresas de auditoria que não só apontaram os erros existentes como estão mostrando como corrigi-los.

    Como eu já escrevi aqui sobre todos esses negócios e “modus operandi” em vários outros comentários serei breve agora e direi mais em outras oportunidades. Mas essa do peixe com bons jogadores não dá para engolir e o gato vai pelo menos engasgar, se não morrer.

  27. bom dia Eduardo e massa e Ricardo Galuppo. ótimo texto Ricardo Galuppo. sobre comparar os clubes europeus bilionário nem dar para comparar a situação drástica que o galo vive em financeiro. mas de 1.200 bilhão em dívidas olha o buraco sem fundo que o galo entrou. aff.estas dívidas milionária que o galo deve simplesmente os maiores culpados foi os ex presidente que entupiu o clube de ex jogadores velhos e cansados eo última furada que o galo entrou foi o bunda grande. quando tem um treinador ultrapassado no time vem com blá blá com 10 dias arruma a equipe. simplismente o cuca pardal e suas tropas de peladeiros vai nos causar muitos vexames e vergonha em 2021.enquanto isto os fontoches presidente e péssimo diretor de futebol ficam de boca aberta ea equipe no fundo do poço. triste realidade. a galo sempre nos decepcionar. ótima semana a todos amigalos. vá galooo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.