Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

A Torcida mais apaixonada e vibrante do Brasil

Prometi na postagem anterior, agora vou voltar ao tema sobre a Torcida Atleticana. Em minha primeira participação neste blog, fazendo a apresentação, comentei sobre meu histórico e o farei novamente – de maneira reduzida – ao final. Já vi e ouvi muito sobre torcidas, até maiores do que a do Galo, evidentemente que fora de Minas Gerais, pois aqui somos maioria absoluta. Se as do Corinthians e do Flamengo são as maiores do Brasil, contando com dois apoios fundamentais, ou seja, a emissora que detém os direitos de transmissão e a CBF, nem de longe se aproximam da fé, paixão e devoção do Atleticano.

Comprovando que Atleticano apoia o time em qualquer circunstância já presenciei o time, sendo derrotado, sair do gramado aplaudido pelo Torcedor. Tem time aí que quando o torcedor está em grupo é para protestar, pedir cabeça de técnico, diretor, jogador e até de presidente. E notem que seus adversários na competição em que disputa a fase preliminar são clubes que tentam vaga na série D do Brasileiro, atuando até, em determinados casos, com jogadores reservas.

galo 190516 BB

Já o Atleticano, que se distingue e notabiliza pela maneira que se relaciona com o time e com as cores preta e branca, se posiciona sempre apoiando os jogadores. Foi assim em 1977, quando perdemos o título para o São Paulo nas penalidades. Repetido em 2005, ao final de uma partida com o Vasco, que decretou o rebaixamento do Galo.

Semana passada, ao final da decisão com o América, quando o empate nos tirou o título, os jogadores sentiram os aplausos que vinham dos quase 60 mil Atleticanos no Mineirão. Confiantes numa grande campanha no Campeonato Brasileiro e até mesmo na Copa Brasil – torneio no qual só entramos a partir das oitavas, uma vez que agora é hora de time pequeno buscar sua habilitação –, o Atleticano aplaudiu a equipe ao final do jogo com o São Paulo. E durante a partida cantou o tempo todo.

Com certeza, essa diferença foi que motivou um antigo presidente de outro time da capital – certo senador biônico de Minas Gerais – a confessar que tinha inveja da massa Atleticana. Pelas manifestações recebidas aqui no blog e de torcedores do mesmo time, concluí que essa inveja é generalizada entre aquela gente.

galo 190516 BA
Fotos: Atlético/Bruno Cantini

Como disse acima, foi a Torcida Atleticana que me encantou quando este menino do interior veio a Belo Horizonte e pôde ir ao Mineirão pela primeira vez na vida. Jogavam Flamengo e Galo. Filho de pai flamenguista, era pressionado para ser rubro-negro e ainda por um irmão simpatizante daquele time azul. Graças a uma combinação de fatores, desde um cunhado Atleticano até sentir a magia da massa, fiz a melhor opção. Para frustração do meu pai e do meu irmão, mas para minha “alegria de viver”.

Falando sobre essa Torcida maravilhosa, aproveito para registrar um sério lamento. Enquanto fomos maltratados na viagem a São Paulo, tanto pela operadora da viagem quanto pelo policiamento paulista, marginais são-paulinos atiraram “rojão” na Torcida Atleticana ontem (18 de maio) ao final da partida. Aqui, esses bandidos recebem proteção da PM, lá a polícia sacaneia com a gente. Vou rever essa disposição em acompanhar jogos fora. No mais, GAAALOOO SEMPRE!

14 thoughts to “A Torcida mais apaixonada e vibrante do Brasil”

  1. Certa vez eu manifestei aqui meu apreço por você, pois mesmo eu sendo cruzeirense visito os blogs especializados de vários jornalistas e o seu eu acompanho faz tempo, pois estou iniciando na área e gosto de analisar variados blogs.
    Ocorre que, não é a primeira vez que você fala do Cruzeiro de uma forma debochada utilizando-se de uma digressão que beira o surrealismo. Meu caro, JAMAIS se refira à torcida do Cruzeiro ou de qualquer outro clube como “essa gente”, ou questionando a paixão do torcedor rival, falando que só acompanha em momentos bons e etc.. Uma coisa é você tirar sarro do clube rival, a outra é debochar das pessoas que torcem, pois todo torcedor carrega consigo uma paixão e uma história pelo respectivo clube. É a última vez que entro aqui no seu blog, seu desrespeito com os torcedores do Cruzeiro ultrapassa os limites da rivalidade. Uma pena.

    1. No seu caso, que me lembro bem de sua postagem, só cabe o meu lamento. A referência feita nem passa perto de seus comentários, mas de pessoas que agridem e até – para isso – usam nomes fictícios. No mais, espero tê-lo de volta.

  2. Essa mídia mineira ainda insiste nessa mentira deslavada??? Quando estava 2×0 cantaram que era uma beleza, depois ficaram caladinhos com o gol do São Paulo.

    A MASSA É UMA FARSA!

  3. Esse Aguirre foi tarde. Perdemos o mineiro a libertadores, e o pior, perdemos para o cruzeiro de novo dentro do independência.

    1. Galera, sinceramente, ja pensei por varias vezes me afastar do futebol,do Galo,por acreditar que por varias vezes o time ia arrebentar e o no final, decepcao. Mas, qdo vejo a torcida ou estou la no meio dela, o meu coracao bate forte, o meu corpo arrepia, assim como ontem. Ai digo pra mim mesmo… SOU GALO E PRONTO. #GALO, UMA PAIXAO !!!!!!!!

  4. Caro Eduardo, esperava que vc também falasse do ridículo foguetório no hotel do São Paulo. Ganhamos o quê com isto, além de ficarmos mal vistos.

    1. Caro, como até já manifestei, está em pauta. Entretanto, são muitos temas, chegará o momento.

  5. Esta torcida loucamente apaixonada me fez trocar de lado na Lagoa. Agora posso gritar Galo.

  6. Torcida apaixonado do Galo: Chegou a hora de fazer a nossa parte como torcida mais fiel do Brasil. Vamos todos dizer não ao Independência em jogos importantes e com expectativa de público acima de 30 mil. IMPEACHMENT AO INDEPENDÊNCIA!!! Já chegamos 3 eliminações seguidas na Libertadores dentro do Indepa, acabou a Mística!!! Nossa casa é MINEIRÃO

  7. Engraçado que todo torcedor fala que a torcida do seu time é a “mais apaixonada e vibrante do Brasil”. Muda só a cor da camisa.

  8. Marcelo Oliveira NÃO!!!! Treinador fraco, ultrapassado, que afundou o palmeiras. Basta verem como era o time do palmeiras com o marcelo e como é agora com o Cuca. Diretoria errou em demitir Levir Culpi ano passado e erra novamente em aceitar a saída do Aguirre. Correndo o risco de jogar a temporada no ralo, já que não temos bons treinadores disponíveis no mercado, espero que Nepomuceno não caia no erro de trazer o Marcelo. No Brasil, vejo apenas 3 bons treinadores, todos empregados, Tite, Cuca e Levir, o resto é entregador de camisa.

  9. VIVA O AGUIRRE PEDIU PARA SAIR, foi sacana fez isto só agora após levar o Atlético ao fracasso, sendo 3 nestes poucos meses que esteve a frente do time.
    AGORA É APOIAR QUEM VIER.
    AQUI É GALOOOOOO.
    Eduardo pf não posta comentários de torcedores transvestidos de Atlético mas que no fundo é !,,, ou outro time, AQUI É SÓ GALO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.