Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Tentativas de transformar o futebol em picadeiro de circo

Depois da justa euforia da última semana, com resultados importantes e interessantes no Brasileiro e Copa Libertadores, temos já amanhã outra pedreira pela frente. O Bahia pelo campeonato nacional e já na quarta – de novo o mesmo adversário – pela Copa do Brasil. Com esses embates, buscamos nos manter vivos nas três cobiçadas competições.

Como venho registrando, reafirmo, não existe prioridade por qualquer uma delas, e possuímos elenco suficiente para sonhar com todos os títulos. Boca Juniors é passado, que os argentinos – que entre seis clubes classificados para as oitavas só o River avançou – reconheçam a superioridade dos Brasileiros. Com o mesmo número de equipes classificadas, o Brasil emplacou – até o momento – quatro.

Além do Galo, ainda São Paulo, Palmeiras e Flamengo. Paraguai (Olímpia) e Equador (Barcelona). A última vaga está entre Fluminense e Cerro Porteño, com mais chances para os brasileiros avançarem na competição. Assim fica o grupo dos oito. Aqui no Brasil, lá na Argentina – em que pese algumas matérias plantadas na imprensa – e no mundo, ninguém deu credibilidade ao espetáculo da diretoria e jogadores do Boca.

Agora é pensar no confronto de agosto, pela Libertadores, sem deixar de lado os embates pelas duas competições promovidas pela CBF. Quis o destino nos colocar o time baiano – frente a frente – numa sequência de três jogos sendo o primeiro pelo Brasileiro e os dois seguintes pela Copa do Brasil. Quero e espero os três pontos e a classificação no mata-mata. O chororô dos xeneizes que fique pelos caminhos dos argentinos, acostumados a ganhar na truculência. Nunca imaginei que esse VAR fosse corrigir erros similares aos do passado, que nos tiraram grandes vitórias e títulos. Se houvesse revisão, não teria lugar para Wright, Simon, Aragão e tantos outros.

Paralelo a isso, estamos – conforme já até trouxe dias atrás – atentos às manobras e intenções obscuras de dirigentes brasileiros. A criação dessa liga, tão desejada e esperada pelo torcedor para moralizar o futebol nacional vem anunciando ser mais uma rasteira em esquecidos princípios éticos. Tempos atrás, isso foi tentado e a CBF reagiu colocando fim – através de uma negociata que envolveu até reconhecer títulos por fax (na ocasião era o que havia de mais moderno) – a tentativa.

Agora, aparentemente com a mesma intenção, os maiores clubes se reorganizam – desta vez sem qualquer reação da entidade – e anunciam assumir a organização do calendário e das principais competições nacionais. Os times menores, esses sem qualquer amparo por parte da mesma CBF, ficariam confinados numa competição a ser organizada pela própria entidade que manda e desmanda no futebol brasileiro.

Corre a boca miúda e já pipocam informações em diversos sites especializados, que entre as armações pretendidas pelo grupo, existe a intenção de subir – como fizeram no passado – times que capitulam no campo, administrativa e financeiramente, por responsabilidade de má gestão. Se isso realmente avançar, esses dirigentes, desde os dos clubes envolvidos e mesmo da madrasta CBF estarão selando – definitivamente – o funeral do futebol nacional.

Não bastasse as derrotas históricas, como para a Alemanha e recentemente para a Argentina – ambas em solo nacional e a primeira pela Copa do Mundo (2014) e a outra pela Copa América (2021) – esses cartolas – a se confirmar – tramam mais uma vez golpear aos torcedores. Essa desmoralização sugere, se assim for, transformar os estádios (Arenas da modernidade) em picadeiros circenses. Basta colocar uma lona na cobertura e um muro para concretizar essa vergonha e desmoralização pretendida. Aplica-se a todo e qualquer dirigente envolvido nessa armadilha.

*fotos: UAI/EM

19 thoughts to “Tentativas de transformar o futebol em picadeiro de circo”

  1. A 8 anos atrás acontecia um jogo q só acabou no dia seguinte,o Continente e o Mundo eram pintados de Preto e Branco e o CAM figurava no topo das Américas conquistando a Copa Libertadores. Parabéns GALO por um dos dias mais importantes da nossa História. Vamos para mais uma, só de sacanagem. Boa GALÃO!
    Quanto a esse “trem” ao qual chamam de liga,teria tudo para dar certo caso não estivessem á mesa o tal de petráglia junto com o cara de areia mijada dos gambá e mais um monte de “euricos e porquelas,teixeiras, marins e outros q ñ vale a pena pontuar” se fazendo de gente séria,ou então de leitão prá mamar deitado. Se em uma mesa de negociação estiverem essas figuras e algum dirigente se sentar junto com eles,pode saber q são de mesma índole e o pior,o q estiver sendo especulado já nasce morto na fonte. Se o futebol é podre, é por conta destas figuras q vem se perpetuando desde sempre e só visam o próprio umbigo, prá isso vendem até a mãe,do outro!
    Saudações Atleticanas

  2. Quando as competições começam a afunilar , competições que estamos nas cabeças, quando a onça se prepara se prepara pra beber agua , o parmera, com o time arrumado busca um bom lateral, Jorge , o saopaulo busca Benedetto goleador , o flamengo corre com ceni , o galo , depois de muita conversa fiada, traz o irmão do Werley. Aí, li por alto, que Ademir fumacinha, bom e rapido jogador estava ja praticamente fechado com o galo. Me alegrei, a ausencia de Keno , muito sentida, seria preenchida. Depois, li direito : PARA O ANO QUE VEM, 2022.

  3. Esse Kalil boquirroto se perdeu na sujeira da política. Virou um Perrela alvinegro. Se é que ainda é alvinegro.

  4. Bom dia,

    O mais interessante nesta história de Liga é o fato da omissão da CBF.
    Pode apenas ser realmente uma farsa para retornar com as equipes menores que jogam a série “B’, daí, ela revira o saco e volta com todas para a série “A”.
    Coisa que não seria novidade.
    O fato de confrontos sequenciais entre duas equipes só endurece o confronto, isto é fato.
    O momento do Bahia não é bom, mas não custa lembrar que o Gilberto todo ano fica esperando pelo Galo para ressuscita-lo.
    Precisamos além das vitórias, ver nosso time jogar futebol, essa de congestionar o meio e ficar tocando bola na defesa já encheu o saco, haja coração.
    Bom sábado a todos!

  5. WELLINGTON SOUZA , DOMINGOS SÁVIO

    Mas não é isso mesmo ?
    Bota os onze que dão algum caldo e deixa
    jogar , em campo eles se entendem .

    E o Vidente , Mágico de Oz , Estrategista e
    sei lá mais o quê pode ficar à vontade na
    beira do campo .
    Não resolve nada mesmo .

  6. “…… faz a grande maioria dos galistas a purgar
    o sofrimento e se deixar sufocar por hediondo
    complexo de vira-latas ….. ”

    CRENDEUSPAI !!!!!
    Cadê o divã ?????
    O Rivotril ?????

  7. BOM DIA EDUARDO E MASSA ATLETICANA.
    SOU OBRIGADO A CONCORDAR COM UM CERTO COMENTARISTA .
    O GALO ESTÁ ANDANDO , PASSANDO DE FASES , MAS A VERDADE É QUE ESTÁ JOGANDO MAL.
    NO ATAQUE , O TIME ESTÁ MANCO , SEM ATACAR PELA ESQUERDA.
    CADÊ KENO ??
    O QUE ESTÁ ACONTECENDO ?
    KENO ESTÁ FAZENDO FALTA , PARA DAR MAIOR EFETIVIDADE AO ATAQUE.
    OUTRO DETALHE IMPORTANTE É QUE TEMOS UM ENGANADOR NO MEIO DE CAMPO , TCHÊ TCHÊ , JOGADOR QUE NÃO MARCA E POUCO PRODUZ PARA O TIME.
    ESTAMOS PRECISANDO MELHORAR , SUBIR DE PRODUÇÃO E FAZER PARTIDAS MAIS CONVINCENTES.
    NÃO PODEMOS CONTINUAR GANHANDO NA SORTE , É PRECISO JOGAR MAIS FUTEBOL.
    O TIME ESTÁ MANCO PELA ESQUERDA.

  8. Vamos lá !

    Jogador “vintage” , cabelo cortado normalmente ,
    sem tatuagem , chuteiras pretas sem adereços ,
    camisa para dentro do calção , reserva de luxo .
    DODÔ = JOSUÉ

    Disputa de penalty contra argentinos , jogador
    vai pra batida, tem um leve escorregão , olha pra
    marca da cal depois de isolar a bola por cima .
    Ano 2013

    Disputa de penalty contra argentinos , jogador
    vai pra batida , escorrega , olha pra maca do cal
    depois de isolar a bola por cima .
    Ano 2021

    RICHARLYSON = HYORAN, ambos grafados com
    Y e com número 20 às costas

    ATLÉTICO , CAMPEÃO LIBERTADORES 2021 !!!!!!!!

  9. Bom dia a todos!
    Confirmando essa manobra da liga, como ficaria o caso dos rebaixados? Sobem os três (Vasco, botafogo e cruzeiro) e rebaixam 06?
    Será que estes incluídos como segunda força aceitarão?
    Acredito que não vingará, se o objetivo for este.
    Caso vingue, havendo a conivência da diretoria do Galo, qual motivo o torcedor teria para acreditar em qualquer palavra que os atuais diregentes digam?
    No meu ponto de vista, quanto mais times mineiros na primeira divisão melhor, porém está maravilhoso ver os arrogantes caindo de 4 para todos os adversários.
    No caso deles, quanto pior melhor.

  10. Este presidente falando em redenção dos clubes mal administrados e atolados na serie B, este kalil, que nunca perde a oportunidade de ficar calado, nos poupando de suas costumeiras asneiras , dá indicios que vem chumbo grosso por aí. Amigalos, tudo orquestrado ,o mal deles é que pensam que somos otarios e que não os conhecemos, o futebol brasileiro não merece este lixo. Voce, presidente, Sérgio Coelho , que adquiriu o respeito e a admiração da massa , por conduzir o episodio contra os baderneiros “europeus” de forma tão dura , firme e impecãvel , não caia no canto das falsas sereias, que orbitam no futebol brasileiro a procura de seus interesses e mais nada. Confiamos em voce

  11. A cbf, aceitando passivamente , sem resistencia alguma, o projeto de criação da liga, é, muito suspeito. Dar de mão beijada para os clubes a administração do futebol brasileiro ( coisa lógica , são os donos do espetaculo , não precisam de intermediarios que lucram mais que os proprios clubes). É muito suspeito , seria como se a mafia assinasse um decreto abrindo mão da montanha de dinheiro , quantias que fogem da compreensão de nós torcedores , nove digitos mensalmente e se internassem , os criminosos arrependidos, num convento, pra expiar seus crimes. Amigalos, isto não existe, quem se aloja nesta entidade , mesmo preso e condenado, luta até a morte pra não largar o o osso , a décadas vemos isto. E o pior , entra governo, sai governo, permanece intocável , tamanho o poder e a blindagem dos bastidores , numa simbiose que dá nojo , que desacredita o judiciario. Algumas armações devem estar sendo costuradas , e eu , como torcedor, se ocorre viradas de mesas, como é do feitio destes pilantras, se o resultado de campo não prevalecer, largo tudo, cancelo meu gnv no ato e procuro outra coisa pra fazer. Eu e quem tiver vergonha na cara . Se a direção do meu time se submeter a isto , eu passarei a ter vergonha de meu clube

  12. Prezados AmiGalos
    Mais essa!! O babaca do JC apostando que o Galo não passa pelo River. Temos que calar este boquirroto flamenguista como já fizemos. O Galo está manco, não tem atacado pela esquerda e os adversários se aproveitam para segurar o jogo. Daí estes últimos jogos difíceis. Arrumando o lado esquerdo não tem pra ninguém. Vamos pra dentro deles Galo.
    P.S. Que bacana nosso presidente defendendo o vestiário. Da orgulho pra gente

  13. Bom dia!!!

    Caro Eduardo, a Liga, ao que sei, não é de interesse da madrasta e sim dos clubes.

    Se vier a Liga os tais grandes atualmente rebaixados (Botafogo, Vasco e Cruzeiro) seriam salvos pelo gongo.

    A manobra parece perfeita.

    Tão perfeita que o CAM estaria entre a turma que quer a Liga e para tanto engoliria a manobra em curso.

    Como no futebol brasileiro tudo é possível, então os rebaixados poderão subir pela manobra e não por conquista justa e técnica no campo de jogo.

    Até o Kalil anda dizendo em entrevistas que o Cruzeiro vai voltar ao tempo de suas glórias.

    Entre estas o Benecy disse claramente como se davam. Outras conquistas foram no Tapetão, como na equivalência do Torneio Robertão de 1966 que foi considerado equivalente como campeão Brasileiro.

    Uma vergonha!!!!

    O Atlético, como instituição, deveria se opor a Liga.

    O presidente Sérgio Coelho não deveria concordar com a Liga em respeito à Massa e ao próprio Atlético que sempre remou contra a maré ante aos desmandos no futebol nacional.

    O Atleticano torce contra esse vento enganador!!!

    1. ERNEST ,

      1966 foi Taça do Brasil, não foi o Robertão ,
      precedente do Campeonato Brasileiro que
      teve sua primeira edição em 71 .

      Quanto à validação de torneios outros que
      deram aos clubes a condição de campeões
      nacionais não passa de uma fraude .

  14. Bom dia a todos…se isso acontecer ,eu e meus dois filhos abandonarmos o futebol brasileiro por completo,cancelando nosso sócio torcedor,cancelando a premiere…deus queira que não, mas se acontecer …adeus futebol.

  15. Bom dia massa e Guru

    Como aqui tratamos só de Galo, espero que nosso clube não seja pactuante desta pouca vergonha e que esta posição seja externada principalmente para a torcida, provando que hoje realmente temos gente séria e honesta dirigindo o clube.
    Caso contrário, o clube estará entrando no mar de lama assim como os demais e o resultado disto será com certeza retaliação por parte da torcida.
    No meu caso, se isto ocorrer e se o clube for conivente, cancelarei meu GNV e não mais participarei de qualquer campanha do clube como vem participando de todas. Mas, não vou pagar pra ver, vou logo acessar as redes sociais do clube e colocar a minha posição. Espero que outros façam o mesmo, porque já mostramos nossa força. Quem não se lemba do caso Thiago neves?

  16. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Em se confirmando a manobra em curso de mais um golpe no futebol brasileiro, só resta a nós torcedores manifestar a nossa indignação por ato tão mesquinho. Ascensão e descenso só no campo de jogo. Criar liga para alterar o” status quo” é fazer do torcedor um trouxa. Uma indecência em curso que só levará,ainda mais , o descrédito dos torcedores nos dirigentes de clubes de futebol.
    Coitado dos clubes de menor expressão.
    Amanhã, mais um jogo para se confirmar se a equipe do galo está no tão propalado crescimento técnico.
    Esperemos pois…
    Hoje e Sempre, galo!!!

  17. Bom dia, Canto do Galo!
    A Liga sempre foi um sonho dos clubes de tirar das mãos da CBF que é direito dos clubes. Contudo, se for para fazer igual essa entidade espúria, não vejo motivo para mudança.
    O que os torcedores do Galo não podem aceitar é que a direção do clube compactue com essa virada de mesa espúria. Tem que pressionar a direção do Galo a não aceitar essa virada de mesa.
    Nossa fiel e resiliente torcida não merece esse tapa, essa escarrada na cara. Respeitem o que o torcedor já passou nas mãos dessa gente. Não apoiem o que é imoral.

  18. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos.

    Não está tão difícil transformar o futebol em espetáculo circense. Pelo menos no que diz respeito aos palhaços as arquibancadas estão cheias. Torcedor palhaço é o que não falta. Tem também os leões de circo; os dirigentes que não fazem cerimônia ao devorar as riquezas e recursos dos clubes. E até hienas que sem constrangimentos se alimentam das sobras que os leões deixam e limpam cofres como se fossem carniças. Então, como bons palhaços, vamos rir enquanto esse circo pega fogo.

    Lá no meu sítio eu observo bem os Galos. Acordam de madrugada para cantar e dizer que são donos do terreno. Pela manhã, quando as galinhas estão saltando pelo terreno os galos ficam cochilando, às vezes sobre um só pé, e os pintinhos fazem o que bem entendem. Os “donos” do terreno gostam mesmo é de cantar.

    Assim eu vejo o nosso Galo jogando aos domingos de manhã. Cochila em campo enquanto os adversários se divertem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.