Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Tempo para reorganização

Foi um domingo, literal e integralmente, frio. Animar sair de casa foi para poucos. O duro golpe dessas duas derrotas seguidas do Galo parece ter afetado até o clima e jogado a temperatura a níveis esquecidos. Nem a retirada das grades que cercavam espaços e praças foram suficientes para (re)animar o belorizontino a curtir a véspera da flexibilização das restrições de funcionamento do comércio na capital.

Ainda assim, tentando insistir nessa resistência, encontrei pouca prosa por onde arrisquei meu atrevimento. Tive mais feedback mesmo foi aqui no nosso cantinho e algumas poucas resenhas pelas redes sociais. É perceptível entre os Atleticanos, que esses dois resultados afetaram o animus que vinha sendo construído com o novo treinador.

Nada, ao meu entender, que o descredencie e sinalize reação contra seus métodos de trabalho. Até entre os mais críticos percebe-se confiança em novos tempos com o Sampaoli. É um profissional diferenciado, tanto se comparado aos últimos que passaram pela Cidade do Galo quanto à mesmice que temos no futebol brasileiro.

Interna corporis, vejamos. Passaram pelo Galo nas gestões Kalil, Nepomuceno e Sette mais de 15 treinadores. Roth, Luxemburgo, Dorival, Cuca e Autuori com o primeiro. Já na era Nepomuceno tivemos Levir, Aguirre, Marcelo, Roger, Micale e Osvaldo. Com o atual ainda Larghi, e de novo Levir, Santana, Mancini, Dudamel. Nem citei as interinidades.

E diretor de futebol? Depois do Eduardo Maluf ficamos órfãos até que chegasse Alexandre Mattos. O saudoso Maluf foi o braço direito das conquistas da era Kalil. Com sua ausência, o sucessor do presidente experimentou André Figueiredo, sem sucesso. Encerrou o mandato usando Domenico, improvisado na função, para amenizar e salvar o trabalho. Já na atual gestão estamos no quarto. Antes de Mattos foram Alexandre Tadeu, Marques e Rui Costa.

Diante dessa situação, mesmo os mais ferrenhos críticos de Sampaoli, optam por lhe conferir crédito – ao lado de Mattos – por uma nova fase na nossa vida Atleticana. A maioria acredita numa boa campanha, podendo ser ou não contar com título, mas confiantes com a presença na Libertadores de 2021. Porém, quase a unanimidade reconhece duas urgentes necessidades.

A de se contratar, como até mencionei ontem aqui no blog, dois jogadores para assumirem as camisas 9 e 10 titulares. Um maestro e um finalizador. O time vem tendo o domínio dos jogos, posse de bola, mas quando chega para finalizar é um caos. Não acertam o gol, quando acertam faltam forças nas pernas, e tem acontecido sempre um toque a mais na hora de concluir.

Diria ainda que, entre as pessoas que conversei, nenhum entre eles deixou de criticar a insistência com o Hyoran. E nas resenhas de ontem isso foi quase uma indignação. Podendo fazer cinco alterações, esse jogador foi o quinto a ser sacado do time, quando deveria ter sido o primeiro. Ainda assim, faltando dez minutos para o final da partida. Perdeu um gol incrível, quando já deveria estar fora de campo. Teve quem dissesse ser “pirraça” pra forçar as novas e necessárias contratações. Põe o Savinho e o Calebe.

Nas resenhas da gelada temperatura da cidade, pude extrair considerações que trago para o nosso bom debate. Com o Flamengo foi um sufoco, mas vencemos. Corinthians, depois de tomar dois gols, mostramos força de reação e nova vitória. Já frente ao Ceará foi uma vitória sofrida. Com o Botafogo, jogamos muito e fomos castigados com a derrota. Finalmente, no sábado, a derrota para o Internacional mostrou o resultado de uma equipe ainda indefinida e até um tanto desmotivada em campo.

Adendos pessoais. Rafael é o dono do gol, nenhuma responsabilidade nos tentos que tomamos ele pode ter. Outra: mesmo derrotados nos dois jogos recentes, aquela aflição na saída de bola com insistente troca de passes na defesa e com a participação do goleiro acabou. Espero que esses dois jogos frente à Tombense, além do título, sejam proveitosos para a definição do time a seguir na temporada. E, ainda, que nesta paralisação cheguem o maestro e o goleador.

Assim seja!

Alerta: Não perdemos posição na rodada, mesmo após duas derrotas consecutivas, mas observem a situação. Palmeiras, São Paulo e Bahia (4ª, 5ª e 8ª colocação) têm um jogo a menos. Qualquer deles que vencer, supera ao Galo. E o Palmeiras, tem aproveitamento melhor. 67% contra os nossos 60%. São Paulo e Bahia têm 58%.

*fotos: Pedro Souza/Atlético

26 thoughts to “Tempo para reorganização”

  1. Já disse e repito, não é de agora, Sampaoli é enganador. Podem jogar pedras. O tempo, em breve, dirá. O cara só sabe gritar, xingar e reclamar, obrigando os juízes a, seguidamente, chamarem sua atenção. Ele é que está certo? Substituições tresloucadas, com o intuito de tentar se sair bem, acaso deem certo. Técnico bom não exige estrelas da diretoria. Ele só quer estrelas. Assim, chamem o Joel mamãe que é capaz de se sair melhor.

  2. Boa Tarde AMIGALOS,

    O Sampaoli está fazendo testes, isso é notório, precisamos de 10 e um 9 urgente, está escancarada esta necessidade, agora que eu notei o time com o pé frouxo , isso eu notei , KENO conseguiu perder 2 vezes em um mesmo lance para um zagueiro que estava caído, Não gostei da atuação do time no que diz respeito a vontade.

  3. Oi Eduardo e Amigos, boa tarde!

    Mesmo depois de uma boa broxada, continuo ainda com esperanças de bons resultados pela frente.

    Confio muito no trabalho de Sampaoli. É um técnico diferenciado. Gosto do estilo de treinadores vibrantes a beira do gramado.

    Discordo apenas em relação a não manutenção de um time base. Dizem os especialistas que o conjunto é o principal ingrediente para um time de futebol conquistar vitórias e consequentemente títulos.

    Aliado a esse conjunto, muito treino. Treino de jogadas ensaiadas de todos os tipos, com e sem a posse de bola.

    As constantes mudanças acabam não dando liga ao time.

    Outro ponto que vem me incomodando, é a insistência com o Hyoran. Jogador limitadíssimo, nem para o banco serve.

    Mas todo treinador tem um Patric de estimação e o Hyoran é o Patric de Sampaoli.

    Bora levantar mais um caneco do rural.

    Saudações Alvinegras,

  4. No Galo o histórico de queimar jogador da base mostra que Savinho e Calebe dificilmente terão oportunidades. Estamos dependentes de um camisa 9 e o garoto Alerrandro que nem oportunidade teve direito, vai fazendo seus gols pelo Bragantino.

    1. Alerrandro é jogador meia boca enganador passou o campeonato paulista todo no banco do Bragantino e quando entrava não fazia nada por la

  5. Caros,

    Ninguém pede a cabeça d’El Loko grátis!, isso é plano B de torcedor Z. Sujeito loko tá arrumando o tabuleiro, na seca, sem as peças. FATO! Nosso Galo jogou bem os jgs. FATO! Ah! contra o urubu, blá blá blá…ora, VENCEU! o q importa?…futebol é resultado. (Aí vem aquela PATOTA: buá, futebol é empate, vitória e DERROTA! aiaiai, CRUZ credo!, Ô turma À toa de ideia, viu!) No jg em q menos jogou, VENCEU pt Nos outros, dominou…Q acontece?,
    …pq os ATLETICANOS tão contestando O Basta Jogar Bem?

    REFLEXÃO encima DA CARCAÇA do BURRO (desenterrar de novo e passar no sal!)

    …disputar vaga em Libertadores num é papo OTIMISTA, é piada NONSENSE! N pode ser!, são 148 mil vagas por centímetro quadrado na América Latina inteira, tem time do México do Japão, os cambau!, se nosso Galo num conseguir nada, melhor q faz é pega o Shopping de volta, e saudações!…(…)…Ô SETTE & etc, brincalhão!

    …ñ é a forma de jogar. O treinador tá certíssimo, REVOLUCIONÁRIO! (entrega la camisola y:
    Mira, aquí nuestro golo, defender, ¡mira! allá golo dellos, meter la pelota en casa de lá; qnd con el balón, atacar, sin él, defender, etc …)

    e bem pode colocar Keno na zagueiro, Réver de Centroavante.. Yorrão entra de num sei o q…se precisar de substituir Yorrão, vem Gabriel?…o limite do esquema? …:precisamos das peças pra engrenagem funcionar, seja:…Ô MECENATO, fi!, faz e traz o REFORÇOS, prá NÓS CobrArMos RESULTADOS, título do Br, do Sampaoli. A conta é essa e é SIMPLES, simples como alguns milhares de dólares, ou real mesmo!, na nossa conta!…Ô Mecana, sai da frente, deixa com EL LOKO!…Ô AMattos, fi???

    Obs.: EXTRA EXTRA EXTRA! deu no SUPER!…MESSI deixando o Barça!…La lengua non es una barrera, Ô loko!, tampoco la plata que es todo para nosotros pero non para el pibe!…
    …Força eRreGê, tá na hr de pagar a divida ETERNA: tá lembrado? Nós num esquecer, fácil, ñ!

    Si es duro Messi por la pasión de la hinchada por Natón y Yorrón, tem PLANO B! Plano Bê, ñ!… toc tite toc…Cruzes! Vai q le gusta aO banqueiro la idea! Toc tite toc…plano A ou X ou Y:…en el equipo del cerdos y del buitres hay dos (2) armadores pouco aprovechados, una sopa!

    …Utilizando idioma estranjero prá despistar os MONITORES e a turma da carne seca!…

    AQUI É GALO?
    AQUI É GALO!]
    GALO SEMPRE!

  6. Bom dia. Tenho 56 anos. O melhor time do Galo que já vi jogar, era cheio de jogadores da base. Onde está nossa base, que foi campeã nacional a pouco tempo?Esse técnicos vem, exigem um monte de contratação. A diretoria amadora faz contratos de 4, 5 anos com um monte de jogador fraco. Aí, o técnico sai e fica um monte de bonde por aqui, assombrando a massa…Nossa defesa, pelo amor de Deus. É um ataque do adversário e um ataque cardíaco na torcida. Escapam, na minha simples opinião, Arana e Alonso…Alan Franco? Meu Deus….é torcer para Gustava Blanco voltar bem e não se machucar novamente….no mais, é ir sofrendo, a moda atleticana….

  7. Prezados, bom dia. Querer que o treinador defina time titular, que pare de revezar jogadores, ou outros paradigmas tolos implantados na cabeça do brasileiro ao longo dos anos, é total falta de conhecimento sobre o nosso treinador e sobre o futebol como um todo. Qualquer um que acompanhe futebol de forma minimante possível, sabe que Sampaoli JAMAIS fará isso! Contratamos o nosso treinador SABENDO DISSO, (ou pelo menos, deveríamos saber). Sampaoli não vai definir time titular, Sampaoli vai continuar escalando times diferentes, em virtude dos adversários a serem enfrentados. E ainda bem, que será desse jeito! Esse é o futebol hoje. Nada mais antigo e ultrapassado do que achar que o time tem que ter 11 jogadores titulares, “para entrosar” e “trazer tranquilidade” aos atletas. Tolice absurda! Faltam peças de mais qualidade no nosso elenco, para conquistarmos o título, mas o time está muito bem treinado, Sampaoli faz excelente trabalho com o material que tem à disposição. Penso que na final do mineiro, alguns jogadores do time de transição poderiam ser testados. E acho que Victor, deveria ser o titular nesses dois jogos, como capitão do time. Boa semana para todos. SAN

      1. Olá amigos da bola

        Após longos anos, enfim, temos TREINADOR

        Confio no Sampaoli. É corajo e ofensivo. Apesar que nos primeiros tempos contra Fla e Inter, ele segurou muito o Galo, e a ideia de 3 zagueiros é ruim. Ele vai perceber.

        O cara é excelente!

  8. Vida que segue e minha preocupação é com
    os próximos adversários , o que me causa a
    mais profunda ansiedade .

    Por exemplo , nós teremos que enfrentar o
    todo poderoso Bahia , o que me faz sentir
    um calafrio quando vejo o ataque deles :
    Rossi , Gilberto , Rodriguinho e Elber !!!

    Gente , não vai ser fácil !
    Preparemo-nos !

    Menim e Guimarães , abram os cofres !
    Precisamos urgentemente de plantel que
    nos garanta vitórias contra essa turma .

    E todo apoio ao Sampeladeiro , pois , no
    exemplo dado , caso do Bahia , temos lá
    o ardiloso Roger Machado .

    Espero que o estilo de jogo já definido e
    implantado no Atlético , que se baseia no
    lema que Alexandre Dumas criou para os
    seus heróis , que é o famoso ” UM POR
    TODOS, TODOS POR UM ” seja assimilado
    o mais rapidamente possível .

  9. Bom dia xará e amigalos!
    Título do Rural não irá representar muita coisa pra torcida. E não acho que isso vai influenciar nas próximas atuações do GALO no Brasileirão. Esse time do Tombense não serve de base para nada. A diferença dos times do interior de Minas para os times da série A é abissal. O que tem que ser feito é arrumar a “doença crônica” que o GALO tem há anos: tática de defesa de todo o time. Observem que o GALO é um dos poucos times desse Brasileirão que deixa o adversário jogar. A maioria dos times marca o GALO em seu próprio campo e espera a “deixa” para contra-ataques fulminantes. Isso é visível em todo jogo(cristalino como água). Sampaoli ainda não resolvei esse quesito. Não adianta ter Rever, Rabelo e Alonso no mano a mano. É pedir pra tomar gol. Esse defeito de esperar o adversário vir e marcá-lo em nosso campo é arriscado demais. Antes de preocupar em fazer gols tem que se preocupar em não tomar. Quando isso acontecer o GALO irá para o topo da tabela novamente. TIME TEM QUE APRENDER A MARCAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PORQUE NÃO TREINAM ISSO????????????????????????????????

  10. Caros bom dia! Nunca estive tão confiante em um trabalho bem feito, e se o resultado de campeão não vier este ano, virá com certeza ano que vem. É um treinador exigente e disciplinado. Esta história de 11 é de comentarista de resultado pronto, que não entende nada. O Sampaoli escala o time de acordo com o adversário. Mais do que certo, como todo futebol moderno no mundo. Tem que ter uns 8 titulares para manter o padrão e o resto do time vai alternando. Nada mais do que normal, entrar em um jogo com 3 zagueiros e no outro mudar completamente, com 4 homens de frente. Pior é quando não tinha nem estes 8 titulares, o que dizer de 11. Hoje estamos formando um plantel e falhas no processo vão acontecer. Uma coisa ninguém pode reclamar. O time está jogando para vencer, que é o DNA do Galo! Quem estava esperando um campeonato com 38 vitórias, continue esperando. Estamos na disputa, e estou bastante confiante. Agora dar ouvidos a comentaristas idiotas, como o Jaeci e o Neto, que não cansam de quebrar a cara, é pira perda de tempo. Não dou ibope. O que sei é o que é postado aqui na coluna. Nem me dou ao trabalho de ouvir, ler, e comentar. Acho que se todos fizer isto, estes caras acabam. Dá-lhes Galo!

  11. bom dia . pessoal tenho algumas consideracoes , mas como tecnico de futebol todos entendem , minha opiniao pode ser irrelevante.
    1- o atletico que deu muito vexame, algum tempo recente a defesa e praticamente a mesma, guga , igor rabelo, rever, arana. 2 – olhem a defesa do gremio , do inter, palmeiras ate a do fluminense que tem o lucas claro que e muito bom. 3- meio de campo fraco comparando com outros times, jair , hioran , alan franco nao sao titulares em nenhum time de ponta no brasil. 3- o sampaoli na minha opiniao precisa mesmo e de 2 zagueiros novos e bom, e 2 volantes marcadores e tambem precisa parar de jogar com 3 zagueiros , porque o alonso tem que jogar para o rever e igor rabelo que sao bem fraquinhos.

  12. Caro D’Ávila, você tem um pouco mais idade que eu e, certamente sabe que o Atlético, sempre teve bons goleiros, só para citar alguns:
    Kafunga, Renato, João Leite, os próprios Taffarel e Vitor e nenhum, repito nenhum deles tinha habilidade com os pés, o único que arriscou alguma coisa foi Ortiz, e mesmo assim apenas para cobrar pênaltis.
    Portanto, avisa esse Samparolha, para deixar de inventar moda, e formar um time titular urgentemente, para dar sequencia nos jogos. Além disso, eleger seus substitutos corretamente, para não perder qualidade na reposição e que essa seja com tempo hábil, para que se possa mudar um resultado adverso, ou manter o favorável.

    Vou continuar criticando sim, doa a quem doer, tenho 60 anos e vi o primeiro campeão brasileiro, mas isso em 1971, pqp faz tempo, queremos, bi-tri – e etc…

    E não venha, essa diretoria, mais à frente usar a Arena MRV, como cortina de fumaça.

    “Vencer, vencer, vencer…” está no hino.

    Saudações

    “Somente sendo um pra saber”

  13. Bom dia! Sem dúvida falta um bom finalizador e um armador de qualidade no meio de campo do Galo. Quem seriam eles? . Sinceramente, não vejo ninguém aqui no Brasil (que esteja sem contrato ou em negociação) com qualidade suficiente para suprir essas necessidades. Alguém acredita que o Palmeiras venderia o Scarpa ou Flamengo negociaria o Diego, reforçando adversários? Na verdade, o
    nosso futebol é carente desses jogadores, lá fora, salvo engano, só em outubro. Então, se individualmente está difícil, preciso é reforçar o jogo coletivo e isso exige tempo, paciência e sequência de trabalho, o que ultimamente tem sido complicado no Galo. Mas, não perco a confiança, já vi tempos e times piores.

  14. Bom dia, amiGalo Eduardo.
    Entendo que o Sampaoli é o melhor técnico que qualquer time brasileiro poderia contratar. Acima dele só os Tops da Europa. Algo que está fora de cogitação para qualquer clube do Brasil.
    O esquema de Sampaoli de revezar jogadores é acertado. Mas tem que revezar jogador bom por outro igualmente bom. Pois bem, o Galo tem pouquíssimos jogadores bons. Arana, Rafael, Savarino, Jair, Sasha….. e só. Talvez Blanco volte em boa forma. E talvez Tardeli volte com saiu do Galo, e não como saiu do Grêmio. Então, o Sampaoli tem a opção de 5 bons jogadores e um monte de cabeça de bagre, o que torna o revesamento algo é bem temerário.
    Daí a “bipolaridade” do humor do atleticano. O humor do atleticano oscila entre os polos maníaco e depressivo, mas nunca fica no normotímico. Quanto a mim, fico sempre na descrença, pois aprendo com o passado para entender o presente e assim poder projetar como será o futuro. Os erros cometido são os mesmos dos últimos 112 anos. A zaga falha, e lá vem a diretoria contratar atacantes. Não entendo essa lógica “ilógica” e perversa.
    Se o Galo quer ser competitivo, para ficar pelo menos entre os 4, precisa, no meu humilde entendimento de torcedor, de dois bons zagueiros (tipo Jemerson e Bremer), um bom armador (do nivel do R49 acho que nuca mais) e um centro avante, ou mesmo um atacante, que possuam o famoso faro para o gol. Tipo Roger Guedes, que é muito caro para ser contratado. Interessante notar que o Galo já teve isso tudo, mas exceto pelo R 49 que saiu por que quis, não conseguiu segurar nenhum por falta de dinheiro, dinheiro para pagar as péssimas contratações de ex jogadores.
    Mas isso, como eu disse, para ficar entre os 4. E quanto mais tempo demorar para conseguir essas contratações, mais difícil será ficar entre os 4 primeiros. Mas se pelo menos chegarem até o fim do campeonato, o time entrará forte para no ano que vem tentar ganhar tudo, se manter o técnico top que temos.
    No mais, vamos atrás de mais um título do ruralito.
    Saudações atleticanas.

  15. Já acionei o ALT TAB e passei a dividir minhas forças entre a final do Rural e o CRB que, salvo engano, também é Galo. Abraços!!!

    1. Bom Dia! Concordar que o Hiram está sendo um 0 (zero) a esquerda é chuver no molhado. Sobre o Calebe e Savinho, será que estão preparados? Tenho minhas dúvidas. Vejam o caso do Bruninho – reserva no Sport. Portanto vamos “devagar com o andor que o Santo é de barro”. Temos confiança no trabalho do treinador, mais paciência também tem limites. Para apimentada a preferência pelo Hiram, no Palmeiras foi contratado pelo A. Matos. Será que está
      Prevalecendo interesses pessoais?

  16. Bom dia Eduardo e Massa.
    Sampaoli é um bom técnico , trabalhador e exigente.
    As críticas que quase todos estão fazendo é ao seu comportamento.
    SAMPAOLI ESTÁ SE ACHANDO O MELHOR TÉCNICO DO MUNDO , MUITO CHEIO DE MARRA E FAZENDO SUAS EXPERIÊNCIAS LOGO AQUI NO GALO. AQUI NÃO É TIME PARA EXPERIÊNCIAS E ESQUEMAS MIRABOLANTES.
    AQUI EXIGIMOS O TÍTULO DO BRASILEIRÃO , NÃO NOS CONTENTAMOS COM UMA SIMPLES CLASSIFICAÇÃO PARA A LIBERTADORES.
    A NÃO DEFINIÇÃO DE UM TIME TITULAR ESTÁ TRASENDO INSEGURANÇA AOS JOGADORES , STRESSE E UM GRANDE DESENTROSAMENTO EM CAMPO.
    INSISTIR COM JOGADORES COMO HYORAN E FRANCO É OUTRO ERRO , ESQUEMA COM TRÊS ZAGUEIROS NÃO DÁ , ASSIM COMO UMA ESCALAÇÃO A CADA JOGO.
    COM O INVESTIMENTO FEITO DE MAIS DE 130 MILHÕES E DISPUTANDO UM SÓ TORNEIO COM UM CALENDÁRIO FOLGADO
    NÃO QUEREMOS UMA SIMPLES CLASSIFICAÇÃO PARA LIBERTADORES.
    SÓ O TÍTULO NOS INTERESSA.
    AQUI É GALO.
    BRASILEIRÃO 2020 JÁ.

    1. Bom dia amigos do Galo. Confio na competência e no trabalho desenvolvido pelo técnico Sampaoli . Precisamos de um jogador que seja referência em campo.

  17. Bom dia a todos!
    Mesmo com as duas derrotas seguidas, pude ver um Galo jogando para cima e colocando os donos da casa sempre na defesa. Como você bem disse, Eduardo, está faltando algum jogador para estufar as redes e outro para comandar o meio campo. Na ausência desses jogadores, escalaria meu time do Galo ideal com Rafael, Mariano, Alonso e Rever, Arana, Allan, Jair, Savarino, Marquinhos, Marrony e o recém contratado Sasha. Caso o Blanco não sofra com mais lesão e volte a apresentar aquele futebol de 2018, terá vaga neste time.

  18. Bom dia, esse ano e para reorganizaçao, esse time nao tem condiçoes de ser campeao, assim como Keno, Hioran nao podem ser titulares do Galo! Mais um ano na fila, e como ja disse o Kalil, torcida mais impaciente do mundo, e a minha ja foi ha muito tempo, ainda bem que segurei a compra do Galo na veia, so farei depois que o Atletico conseguir ser campeao brasileiro, ai sabe se la quando!

  19. Entendo a insistência com yoran, pq acredito muito no nosso técnico e sei que se ele tivesse alguém melhor, esse estaria jogando. Torço que esses meninos da base estejam na final e jogando pra pegar ritmo. Futebol na base já mostraram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.