Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Atleticanos pelo mundo – 16

A sério sobre os Consulados do Galo prova algo que já sabemos: o Galo vem invadindo e tomando conta de todo o planeta. Hoje, vamos até Angola, local de pessoas apaixonadas pelo nosso time. Os Torcedores fizeram o Clube Atlético Mineiro conhecido no continente africano. O fuso horário não intimida. Nosso amiGalo Fred Barros, em 2013, […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 15

Os mais de 1.500 quilômetros que separam a Cidade do Galo de Aracaju não intimidam os apaixonados Atleticanos na capital sergipana. Os grito de guerra, entoado pelas ruas e praias, comprova a paixão que resiste ao tempo e à distância. Em dias de jogos do Galo, quem anda por Aracaju, como acontece em Belo Horizonte, percebe […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 14

Excepcionalmente, em função do jogo do Galo pela Copa Libertadores, antecipamos o texto da série sobre os Consulados do Galo. O blog continua viajando e desembarca, agora, na Noruega. Nossa missão é mostrar histórias de Atleticanos que vivem longe da capital mineira e não medem esforços para torcer e vibrar. No Brasil, conforme pesquisas recentes, nosso […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 13

  Hoje o “Canto do Galo” viaja para o Canadá, na cidade de Toronto. Toda semana a emoção se faz presente. São textos que resumem o esforço de Torcedores que moram longe de nossa casa e torcem para o Galo. Ainda acompanharei um jogo com os irmãos Galistas espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Se eu pudesse e […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 12

Estamos ocupando o mundo. O Sul do Rio de Janeiro é fundamental para a marcação de território Atleticano. No Estado, estão os clubes que mais foram e continuam sendo beneficiados pela CBF. Todos eles, sem exceção, já entraram no histórico de “erros” que prejudicaram o Galo. O rubro-negro está no topo das maracutaias oficiais. Por esses […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 11

Dando continuidade à série sobre os Consulados do Galo, onde temos o objetivo de mostrar as razões de nossa paixão, conheceremos o Galondres. Contrastando com o frio londrino e a frieza dos ingleses, os alucinados Torcedores incendeiam bares e ruas na capital da Inglaterra, contagiando todos a soltar e entoar o grito de “Gaaalooo”. Passei por lá, […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 9

Para o Atleticano, paixão não tem distância. Muitos viajam horas para acompanhar o time, em países da América do Sul, Central e do Norte, até mesmo nos continentes africano e europeu. Longes da Cidade do Galo, Torcedores se reúnem para viver e celebrar a Atleticanidade. Já antecipo: Dubai nunca será a mesma a partir de dezembro. […]

Leia Mais

Atleticanos pelo mundo – 8

Chegou o dia de conhecermos o consulado GALOtiba. Este é o oitavo texto da série que está longe de terminar. Toda semana, ao ler os depoimentos, me emociono. Sinto-me pertencente aos exilados que acompanham o Galo de longe. Minha certeza de que nunca sairei de Belo Horizonte fica mais clara. Como dizem os curiosos não Atleticanos, já estou […]

Leia Mais

Treinador além das quatro linhas; Roger Machado é exemplo para seus pares

Um gaúcho que entendeu Minas Gerais Após o encerramento do clássico, presenciei reclamações sobre o desempenho do Galo em campo. Grande parte delas diz respeito ao técnico Roger Machado. Argumentei que devemos dar crédito ao trabalho do treinador. Jovem, com apenas 41 anos, ele já mostrou que é capacitado. O futebol precisa ser compreendido além das quatro linhas, por isso julgo […]

Leia Mais