Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Sem presente o Atleticano protesta

Donizete coletiva 28-07-16

Não bastassem apenas as duas contratações anunciadas, o Atleticano está “P” da vida com a possível liberação do jogador Leandro Donizete. Símbolo da raça e garra do Galo contemporâneo, o General – como é conhecido no meio da Massa – sinaliza para sua eventual liberação. Ao que consta, o volante queria dois anos de contrato e a diretoria teria oferecido apenas a renovação por mais uma temporada.

Além desse fator contratual, rola a boca pequena que o novo treinador, Roger Machado, não teria interesse na permanência do nosso cão de guarda no elenco para 2017. Aqui mesmo no blog, via comentários e até mesmo em mensagens reservadas, o Torcedor demonstra seu protesto e certa indignação com a possibilidade de o jogador deixar o time e ainda reforçar eventual concorrente na Copa Liberadores do próximo ano.

Destacaria uma entre as mensagens recebidas na tarde e noite de ontem sobre essa eventual liberação do guerreiro Leandro Donizete. O leitor Gustavo Pereira, morador de Contagem, enviou o seguinte apelo dirigido ao presidente Daniel Nepomuceno. “Presidente, eu te peço humildemente para que você renove com o Leandro Donizete. Ele sempre honrou a nossa camisa toda vez que entrou em campo. Não sou só eu que está pedindo, é toda a massa. Peço-te que olhe com carinho. Muito obrigado!”

galo R10
Fotos: Bruno Cantini/Atlético

Torcedores chegaram a fazer campanha pelas redes sociais pela permanência do volante no time Atleticano. Lembrando que ele, ao lado de alguns poucos jogadores, são remanescentes da maior conquista Atleticana de todos os tempos, a Copa Liberadores de 2013.

Se realmente o General for liberado, o novo comandante da equipe pode estar seguro de uma realidade: o Atleticano irá cobrar, e muito, a ausência do jogador. A exemplo de Levir Culpi, que só foi beneficiado com o álibi da conquista da Copa Brasil de 2014, a Torcida sempre lembrava que Ronaldinho Gaúcho foi embora por graça e obra do então treinador. O risco é grande, creio que ele, Roger, e a diretoria têm perfeita consciência dessa quase provocação ao Atleticano.

Se a reação à situação de Donizete é desta ordem, por outro lado a esfriada com relação ao Marlone parece que é comemorada. A bem da verdade, embora tenha sido indicação do novo treinador, o jogador está muito distante do que esperava o Torcedor. Admitindo que o zagueiro Felipe Santana se torne o “xerifão” da defesa, ainda carecemos de outro zagueiro, um volante e um camisa 10. O jogador corintiano está longe de ser essa solução. Até porque, com sinceridade, temos no elenco atletas muito mais qualificados do que ele.

O amigo Zeca Devotos, com muita propriedade, desafiou: num time que tem Cazares, Robinho, Fred e Luan, considerando ainda um banco com Otero, Maicosuel, Rafael Moura e até Clayton, onde encaixar Marlone? Ele não é superior a nenhum desses que o Zeca mencionou. Diante disso, nada mais a declarar sobre a pretensão dessa contratação. Que, diga-se, antes da recuada corintiana, já era considerada de alto valor e risco.

Por fim, ainda que de férias, mas sem perder o compromisso com o nosso blog, leio e ouço a entrevista de presidente de outro clube menor de Belo Horizonte. Gilvanzão da Massa, como bem o apelidou o amigo Fred Melo Paiva, metendo a colher onde não foi chamado. Criticou o projeto do estádio do Galo. A inveja continua sendo uma merda!

30 thoughts to “Sem presente o Atleticano protesta”

  1. Para os atleticanos ingratos, quando chegarmos em julho de 2017, vocês vão ter que se desculpar porque acham que o general não serve mais para o Galo. Mais uma lambança do Nepomuceno. Ainda bem que o Vasco da Gama contratou o escudeiro, senão o Nepomuceno trazia ele de volta.

    1. Estou com vc Gilson tem muitos perna de paus no Galo que deveriam ser dispensado, é melhor ter o General na reserva N do que ficar sem ele .

  2. … Muita saúde à todos!!! … em tempo de “rescaldo” … o Galo precisar apontar para o futuro, fazendo com que o presente seja de esperança … Tardelli, R10, Cerezo, Reinaldo, Valdir Bigode, Ortiz, Angelo, Marques … e dezenas mais, de bons e ótimos jogadores … já foram … obrigado a cada um.
    Precisamos que o Galo mude a cada ano seu “bastidor e vestiário” e sempre procurando melhoria.
    Contratar quem possa contribuir na técnica, pois se ganha títulos é na técnica (domínio de bola, passe, chute) e com ajuda de consciência tática (mesmo que as categorias de base nada contribuam para isso).
    A imensa maioria de nós gostaríamos de ser “esse jogador” com passe, dominio, chute e tática mas, na hora dos desejos … maioria se agarra a “medalhões”, lentos, burocráticos, limitados.
    Isso sem falar nos midiáticos, estrelinhas etc …
    Fazer um time deveria ser compromisso imediato e permanente do clube.
    Vejo nos bastidores do Galo um saudosismo negativo misturado a uma espera de um “salvador” que possa, em uma temporada, chegar e resolver nossos fracassos no brasileirão.
    Espero competência sempre, de todos os contratados e isso, recorrentemente não é entregue em campo.
    Sejam quem forem, que sejam profissionais de futebol e entreguem em campo aquilo que lhes foi contratado e que administradores “cobrem” resultados em tempo integral.
    O Galo é gigante … e não dá para se contentar com “novas ou eternas promessas” e absurda falta de competitividade, como (mais uma vez) vimos em 2016.
    Enfim, não somos nós que decidimos tudo isso, mas cabe cobrar a melhoria e para de contentar com “mais ou menos” … com “brigamos muito…” … com “foi falta de sorte …” … com “faltou pouco …”.
    Muita gente ganha dinheiro no Galo (inclusive, parcerias imprensa x empresário) e deixam legados horrorosos …
    Apoiar incondicionalmente acaba gerando isso!
    Ao cada subida de “prateleira” … entendo que o Galo mereça maior respeito e responsabilidades, inclusive dos torcedores “incondicionais” … se não for assim, paramos no tempo e … 1971 vai ficando cada vez mais longe.

  3. Vivemos o auge da corretagem. Depois dá enésima desmentida do Robinho, a torcida só parou de cornetar a saída do pedalada quando o presidente do santos afirmou que ele ficará no Galo. Mas os cirnertss são ágeis, já arrumaram novos alvos. Donizete agora é o “insubstituível”. Roger só abriu a boca até agora para desejar feliz Natal à Massa, mas essa, influenciada por fofocas de bastidores, já o vi o corneta pela saída do volante e a indicação do Marlone. Esse, criticado como se fosse o ” Carlos Eduardo”. Não é! Mas tem torcedor que prefere que ele não venha, para poder criticar a improvisação do Patrick. Não vejo na hora dá reapresentação do time. Ao menos teremos notícias e comentários reais, não ilações à boatos de saídas e chegadas de jogadores.
    Sugiro novo eslogam ao blogueiro: aqui é só conertagem ao Galo!
    Saudações alvinegras, a todos!

  4. O donizete ja deu o que tinha pra dar renovação muito obrigado pode ir embora a não ser que teha alguma viuva dele ai que queira pagar seus salarios.

  5. Meio campo do GALO com general velho, hora dá troca. O Pierre tinha o meio status e olha hoje no Fluminense, reserva. Quanto a velho gagá falar que estádio próprio e prejuízo, antes deviam pagar a minas arena já que são inquilinos. Pelo que sei o estádio do galo será nos mesmos moldes do Palmeiras vejam se dá prejuízo é e estádio pra menos de 50.000. Ta na hora de renovar esse galo, só os cornetas não se renovam, , coitado do Roger. Feliz Natal a todos inclusive aos cornetas, saudações alvinegras.

  6. Caro Eduardo, concordo com você com relação ao LD. Agora pensando como empresário e deixando o clubismo de lado o presidente do CEC não está errado não, realmente todos os clubes que fizeram estádios estão afogando em dívidas vide Corinthians. Em tempos de crise não acho que seja interessante. Fazer um estádio é somente para massagear e ego do atleticano. Muito bonito falar em estádio, porém mais bonito é ter time e títulos!! Menos clubismo e mais realismo por favor, clube de futebol é uma empresa e deve ser gerenciado como tal, e alem disso nós estamos no Brasil (e ainda fora do eixo) e não na Europa.

  7. Donizete merece nosso respeito, mas a posição da diretoria em oferecer um ano de contrato é acertadíssima! Lembro que na conquista da libertadores, Josué que o substituiu foi o melhor jogador em campo na final. Temos para a posição, Carioca, muito mais jogador, Lucas Cândido que tem muito mais potencial e estão falando em Rithely, outro que tem mais bola que o General. Merece e tem todo meu respeito, mas se não renovar, tudo bem tbm, não é motivo para comoção. Apoio ao Roger é importante. Muitos formadores de opinião ajudaram a estragar 2016 ao passarem a mão na cabeça do fraquíssimo marcelo oliveira, é hora de apoiar Roger e suas ações, ele é infinitamente superior ao nosso horroroso ex treinador. Feli Natal pra todos os irmãos Atleticanos de luta, que venha 2017! SAN

  8. Fico feliz em perceber que não sou o único que considera ótima a saída do General! Os que são contrários são as mesmas viúvas do Pierre, que ninguém sente ou sentiu falta, porque jogadores como estes existem as pencas por ai: voluntariosos, brigadores, que jogam pra torcida, mas que não acertam um passe de 5 mts! Esses pobres torcedores não percebem que este tipo de jogador não tem lugar no futebol moderno de hoje, de posse de bola, de passes certos. Se um jogador como este se destaca numa equipe, pode saber que algo está errado. Assistam aos jogos dos principais clubes do mundo hoje, esse jogador não existe! Mais perto, vejam o time que nos bateu sistematicamente nos últimos anos: Gremio. Não tem esse jogador. General, muito obrigado pelos serviços prestados, muito sorte e felicidade para onde for ( menos contra o Galo)! Aos atleticanos, por favor, deixem o Roger trabalhar, chega de Galo doido no ataque, chega de ligação Vitor-Jô, Vitor-Pratto, Vitor- Fred! Chega de levar 2-3 gol em cada jogo ( mesmo com Donizete em campo). Aceitem jogos menos intensos, mas mais seguros com mais posse de bola, com a bola girando, com jogadores em que a bola não queima o pé! Acordem, sejam inteligentes, enxerguem futebol e não comecem a cobrar o treinador sobre um jogador limitadíssimo!! SAN!

  9. Caro Eduardo, ótimo post. Acho muito válido dar esse recado à diretoria e ao Roger. Eu acho um equívoco dizer que Donizete não poderá render nos próximos dois anos. E ainda que esta fosse a dúvida, bastaria propor um contrato por produtividade; ou seja, um contrato de 12 meses com possibilidade de prorrogação conforme o desempenho da temporada. Acho que este formato seria o ideal para o clube e o atleta, que tem identificação com a torcida, com o time, e tem a disposição que muitos não têm. Como eu mencionei na postagem de ontem, eu acho que o Donizete embora não tenha a técnica do Carioca, ele tem qualidade na saída sim, tem bom tempo de bola na ligação, não fica de passinho de lado e tem coragem pra fazer o giro quando tá de costas. O que acontece é que o time todo precisa estar bem, se posicionar bem, movimentar… o que não aconteceu em 2016. Se realmente é verdade que o Roger disse não contar com o Donizete no grupo, realmente vai causar um certo desconforto com o torcedor, porque se ele for seguir esse raciocínio, entende-se que ele é monotático da mesma forma como criticaram o Marcelo e não sabe trabalhar o grupo com as características de cada um. E se assim for, Fred e Rafael Moura também não teriam espaço. Ate mesmo o R. Carioca, afinal ele é “lento” pro tal “futebol moderno”…. E aí, como vão resolver isso?

  10. Eduardo, pra mim a maior burrice que se pode fazer é não renovar com o general. O cara é um dos poucos em campo que representa a massa e honra nossa camisa. Além disso, vai trazer quem? No momento o Atlético só tem Carioca e Cândido, além do general. Nessa situação já teria que trazer dois volantes e emprestar Lucas Cândido pra outro time. Não renovando com o Donizete na minha opinião teria que trazer 3 jogadores, ou no mínimo 2, sendo que encontrar 1 no mercado já está difícil.
    No mais, feliz natal e grande abraço

  11. O Donizete é viciado em dar pancada. É só observar as faltas que ele faz. A maioria é por puro vício. Ele confunde raça com violência. Quem viu Ângelo, Vanderley Paiva, Toninho Cerezo, Elzio e etc., jogando sabe o que estou dizendo. A idade também não ajuda mais. Deixe-o ser reserva no Santos e tudo bem. Só para fazer raiva em alguns na véspera de Natal cito também o Henrique do time da purpurina. Raça sem violência é o que precisamos.

  12. Graças a enorme, desproposital e injustificada autonomia dada a marcelo oliveira, o Galo se transformou num arremedo de time , com um futebol de várzea , um time desfigurado , fácil de ser batido , uma vergonha.
    Enquanto todas as mídias em âmbito nacional , acusam o desmantelamento de um time aguerrido e vencedor de anos recentes, ,mostrando o péssimo trabalho deste treinador enganador , a mídia provinciana e tendenciosa mineira , calada, fechada em copas , num silêncio ensurdecedor , blindou este aprendiz de presidente e o técnico destruidor de times.
    O blogueiro, como sempre oportuno e sensato , curtindo sua (nossa) querida Araxá, chama a atenção para esta questão de autonomia do treinador , mostrando que a decisão , ou decisões impostas por ele à diretoria , mesmo sem o aval do torcedor ; terá que ter sua devida cobrança.
    Nós , simples torcedores , achamos que Donizete , se não chega a ser insubstituível , é o tipo de jogador que o torcedor confia , pelo profissionalismo , pela entrega e porque não dizer pelo bom futebol mostrado ao longo dos anos . Erra, falha , com todos ,normal. Marlone, outro pedido de Roger , também divide e muito as opiniões da torcida e o que se ouve é que não acrescentaria absolutamente nada num setor que estamos bem servidos . Manutenção de Cazares , apesar dos vacilos do mesmo, achei correta. Manutenção de carlos , acho do fundo do coração, um despautério , poucas vezes vi um jogador tão ruim, tão confuso , estabanado. Enfim, esperemos que ele saiba o que está fazendo e eu acho que ainda não temos o dez e mais um bom zagueiro
    Sou mil vezes mais este Ritheli que Marlone.
    Esperemos que este presidente tome tento ,que tenha aprendido com seus inúmeros erros de 2016 , tenha uma postura diferente e se inteire mais do futebol , participe , cobre ,atue quando precisar, de preferência antes da vaca ir pro brejo ,antes do leite derramar, como é seu costume fazer.
    A s contratações estão muito aquém do esperado . A defesa deve ser reforçada e muito , ótima notícia da volta de nosso capitão Leonardo Silva , que meia dúzia de modinhas corneteiros insistem em denegri-lo , alegando idade. Léo, excelente profissional que se cuida, tem muitos anos de bola , bem vindo capitão , jogador que, juntamente com o general , nos orgulham ,respeitam nosso manto alvinegro.
    Vamos esperar um ano melhor, acho que será, mesmo porque pior ,não tem jeito , feliz natal aos colegas do Galo , ao blogueiro de fino trato , que torce o nariz quando desancamos marcelo oliveira ,porém não nos calamos, porque somos chatos , tá no nosso dna. Feliz 2017.

  13. Sou atleticano e acho que um ponto fraco do Galo é exatamente ter volantes que não chegam bem ao ataque. Donizete é raçudo, aplicado, mas joga três ou 4 partidas e folga uma, pois exagera na violência, além de ser péssimo no passe. Existem volantes, como Cícero do Fluminense e Arão do Flamengo, que marcam sem violência, são bons passadores e chegam bem ao taque. Donizete pode compor o elenco, mas não é peça imprescindível. Agora, se for para trocá-lo por Urso, Lucas Cândido, ou Eduardo, prefiro ele também. E sobre a saída do Ronaldinho, o Levir nos ajudou: Ronaldinho, àquele época, já era ex-jogador em atividade. O tempo provou isto. Valeu pela Libertadores, mas já era!

  14. Até o Hyuri, gente, até o Hyuri está comentando a falta de “padrão de jogo” do time do Marcelo. Nos meus artigos sobre treinamento eu afirmei e afirmo a necessidade de diálogo entre treinadores e atletas e entre os atletas. Isso é importantíssimo. Se até em obra os peões precisam conversar entre si para se entenderem por que no futebol seria diferente? Diz o Hyuri: “O Marcelo (Oliveira) era um tanto distante, na dele” “A gente ficava meio perdido em campo”. Essa perdição a gente via claramente. Mas, é isso aí. O leite já derramou e vamos em frente. Com o Roger teremos mais uma boa expectativa. Desde é claro, que ele não chute a jaca. DESEJO A TODOS OS ATLETICANOS E SEUS FAMILIARES, EM ESPECIAL OS QUE ORBITAM ESTA PÁGINA E MAIS ESPECIALMENTE AO EDUARDO DE ÁVILA UM FELIZ NATAL CHEIO DE ALEGRIA COM MUITOS ABRAÇOS E BEIJOS E UM BOM VINHO MODERADAMENTE CONSUMIDO ATÉ A ÚLTIMA GOTA.

  15. Eu já não queria esse tal de Roger que para mim não passa de uma aposta, só fez um trabalho no Grêmio e que não conseguiu
    concluir.
    Agora deixar o único que realmente sabe marcar no meio de campo ir embora é burrice. E toda fez que a diretoria do GALO começa a aparecer de mais no meio político o GALO se da mal.

  16. Antes de mais nada sou atleticano…então gostaria de deixar MINHA opinião sobre esse assunto: respeito a do blogueiro e tantos outros atleticanos, mas penso diferente. Sabidamente o galo tem que renovar, mudar, buscar algo diferente, os resultados provam isso. A garra do Donizete é louvável, mas…quantos passes certos? quantas assistências? gols? Hoje não basta só suar a camisa, tem que saber jogar. Agora, claro, a saída dele e do Urso tem que ser repostas com um perfil que alie garra e técnica. Senão vamos continuar na mesma…

  17. Futebol acabou mesmo um butineiro de carteira assinada com estatus de craque esperai galera ele é muito pequeno pela grandesa do Galo. Contrata o Walace do Gremio e pronto.

  18. O time do galo está muito velho. Parece asilo. Tem de renovar o time. Também não era para renovar com Leonardo Silva. Agora, comparar Leandro Donizeth com Ronaldinho Gaucho é brincadeira. Agora o Galo é time grande. Antigamente a torcida vibrava com jogadores de raça e fracos tecnicamente e que não nos traziam títulos. Chegaram novos tempos. De jogadores técnicos que nos deram vários títulos. Precisamos mudar a mentalidade. É por pensar assim, que o lado azul tem mais títulos que nós. Eles sempre preferiram a técnica que a raça, como nós.

    1. Onde viu comparação? Referi a similaridade de casos. É algo bem diferente. Interpretação de texto.

      1. Desculpe Eduardo mas não é interpretação não. Sentí inicio de adversidade induzida ao trabalho do Roger. É uma similaridade que induzirá (como formador de opiniões) perseguições ao Roger, em caso de dificuldades iniciais, prejudicando o time. Eu fui um dos que torci pela saida do Levi Culpi, por ter contribuido para tirar do Galo os Craques R10, Tardelli e Guilherme. Mesmo com 33 anos de idade nas época (a mesma do Donizeth hoje) o R10 ainda poderia nos dar muito mais tecnica, estatus, espetáculos, publicidade, estádios cheios e títulos. O que convenhamos, mesmo reconhencendo a contribuição do Donizeth, do Pierre e de outros nunca sedria o mesmo caso. Devemos dar todo apoio ao Roger e ao CAM para ganharmos o Brasileiro e a Libertadores 2017.

  19. Vovó diria ao incauto desintérico representante da raça dos treme -tremes :
    _ Quem não tem colírio usa óculos escuros
    A formiga só trabalha porque não sabe cantar
    Quem não tem colírio usa óculos escuros
    Quem não tem filé come pão e osso duro
    Quem não tem visão bate a cara contra o muro …
    Não é inveja caro Dudu ,povo pïrängïënsë tem medo de cair no esquecimento, enquanto fazem sinaiszinhos mostrando a unha do dedinho mindinho , GALO constrói estádio próprio . Não vejo a inveja como uma ‘merda’,vejo-a como falta de capacidade em fazer algo que outros tem. Simples assim !!! Qto ao Donizete , com a palavra o Nepomuceno ele quem tem a caneta em mãos …. SAN

  20. Caro Ávila, permita-me discordar o “general” prestou grandes serviços ao Galo, mas um contrato de dois ou três anos para um jogador de 34 anos que já mostra sinais de cansaço é muito…. O galo precisa renovar o seu meio de campo… mesmo com ele a nossa defesa foi uma das mais vazadas neste ano…. Foi a mesma coisa quando liberamos o Pierre, que hoje é reserva do Fluminense… Que o nosso General seja feliz e siga seu caminho….. Quanto às contratações prefiro que sejam pontuais e não para agradar torcedores…. Não podemos ficar nos comparando com outros times…. o nosso elenco é um dos melhores do Brasil e só precisamos contratar mais um ou dois jogadores, então nada de pressa…. Confio na diretoria e no treinador…. Vamos brigar nas cabeças em todos os torneios do próximo ano… No mais um feliz natal para todos nós…..

  21. Que pena mesmo se não renovarem com o nosso General, pois sempre honrou a camisa do nosso galo. Nunca deixou de correr e tentar, mesmo quando não estava muito bem, e olha que foram poucos estes momentos. Treinadores passaram e tentaram tirá-lo do time, mas depois tinham que dar o braços torcer e colocá-lo de volta. A raça e o comprometimento dele, são poucos que têm, ele veste e honra a camisa. Se realmente o Roger pediu a sua saída, começou mau e muito mau com a torcida e com um patrimônio atual do clube que é nosso GUERREIRO LEANDRO.DONIZETE. Pulmão do time.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.