Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Quarta-feira tem mais

Que Deus nos afaste dessa sequência de pesadelos. Depois de dois dias de folga, o elenco Atleticano voltou aos treinamentos no domingo de carnaval. Início de temporada, com um começo aquém da expectativa do mais pessimista entre nós e depois de amargar uma eliminação precoce na Sul-Americana, os jogadores receberam o benefício de descansar.

Não bastasse a escalação de time alternativo e insistência com alguns jogadores – notadamente Zé Welison, Ricardo Oliveira e Di Santo –, consequentemente um dos piores inícios de temporada de todos os tempos. Enfim, vida que segue, pois, o tempo é cruel e com ele seguem a Copa do Brasil e o Mineiro.

No nosso campeonato doméstico, amargamos uma vergonhosa quarta colocação, superando ao quinto na tabela pelo saldo de gols. Não fosse aquele cinco a zero com o Tupynambás, que jogou quase toda a partida com dez jogadores, estaríamos fora do G4. À nossa frente, quem podia imaginar, estão: Tombense, América e Caldense. Quem imaginava essa situação?

Antes de falar da Copa do Brasil, para fechar sobre o Mineiro, o que nos espera pela frente, são os dois clássicos com os times de Belo Horizonte, saindo para pegar os desesperados Boa e Vila Nova. Vamos encerrar a fase classificatória, em casa, frente ao perigoso time da Patrocinense.

É hora de ligar o alerta geral, pois Mineiro é obrigação, mas para lutar pelo título é preciso buscar chegar entre os quatro primeiros colocados. Pontos como os jogados no ralo para Coimbra, Tombense e Caldense, estão fora da curva do Torcedor, mas dentro daquilo que o time apresentou até o momento.

Ah! Dudamel, para mudar essa situação, necessário se faz que se coloque em campo o que se tem de melhor. Manter o Di Santo e lançar Ricardo Oliveira, por “consideração”, não tem o respeito do Torcedor, que quer ver o Felipe tendo oportunidade e em ação. Tem potencial e os treinamentos estão mostrando isso.

Pois bem, caríssimas Atleticanas e caros Atleticanos, enquanto a folia segue animando a vida na Cidade do Galo espero que Dudamel prepare bem a equipe para a batalha no sertão pernambucano. Nosso adversário ocupa – momentaneamente – a terceira colocação do campeonato estadual deles, atrás apenas do Santa Cruz e Náutico. Supera o único time de Pernambuco na série A do Brasileiro. O Sport, embora com dois pontos a menos (9 e 7), ocupa a desconfortável sétima colocação com um jogo a menos.

Será o jogo da vida do time, que (fundado em 2013) tem apenas seis anos de existência e quer fazer história no futebol. Seu acanhando estádio, abriga apenas cinco mil torcedores – sendo três mil em arquibancadas móveis -, apenas para esta partida. A sede do município de Afogados da Ingazeira está distante quase 400 km de Recife e não chegam a 40 mil habitantes.

Vamos ter de lutar muito para superar o motivado adversário, que venceu em casa o Atlético do Acre, por três a zero. Lembrando que esse time acriano foi aquele que superamos em 2018, com um empate suado na casa deles e que culminou com a demissão do péssimo Osvaldo de Oliveira.

Faço essas considerações com uma única intenção. Alertar aos que comandam o Galo que a situação é tensa no meio da Torcida. O Atleticano não admite nosso desastre. A camisa e a tradição do nosso time têm de ser respeitada por todos que estão no Galo, desde a diretoria, comissão técnica e jogadores.

E mais, nessa segunda fase, o empate não dá a classificação ao visitante, como ocorreu na partida mencionada acima – no Acre – e ainda na anterior da Copa do Brasil frente ao Campinense da Paraíba. Nestes dois ridículos empates, conseguimos a classificação. Na segunda fase, em caso de igualdade no placar, a decisão será na loteria das penalidades.

Então, pra cima deles, Galo! O Atleticano quer buscar motivação para voltar aos estádios. Façam sua parte que a Massa sempre soube corresponder.

*fotos: Bruno Cantini/Atlético

36 thoughts to “Quarta-feira tem mais”

  1. Geraldo, tomara que o “mais” seja tudo, menos sofrimento. Estamos sofrendo já fazem alguns anos. Mas a fase vai mudar, pois todos nós atleticanos, uns mais (eu creio sempre), outros menos (os que têm os pés mais no chão), queremos mesmo é o galo vencendo e se puder jogando bem.

  2. Boa tarde xará e amigalos decepcionados versão 2020! Este elenco do Galo ser goleado pelo Grêmio, Flamengo, Palmeiras é normal. Perder para o Afogados de Ingazeira é caso de renuncia coletiva de todos os dirigentes! Será???

    1. Esse Zezinho, que dá Pena, adora o Galo. Vem aqui sempre, a cada momento com um nick diferente. Como tenho tempo, posso editar e responder. Será que time da série B não tem blog.

  3. BOA TARDE GALERA DO GALO.
    ANUNCIAM SAMPAOLI E NÃO CONTRATAM.
    ANUNCIAM SOTELDO E NÃO CONTRATAM.
    ANUNCIAM BUSTOS E NÃO CONTRATAM.
    ANUNCIAM RONY E NÃO CONTRATAM.
    A DIRETORIA DO GALO ESTÁ VIVENDO DE MENTIRAS , PARA LUDIBRIAR OS TORCEDORES.
    A CADA MENTIRA ANUNCIADA , UMA DECEPÇÃO.
    NÃO PODEMOS ACREDITAR EM MAIS NADA QUE VENHA DESSE PESSOAL.
    RUI COSTA E MARQUES JÁ CAUSARAM MUITO PREJUÍZO AO GALO , SÃO UNS SALAFRÁRIOS.
    E TUDO ISSO COM A CONIVÊNCIA DE SETTE CÂMARA.
    NUNCA IMAGINEI EM MINHA VIDA QUE PODERIA TER MEDO DE SER ELIMINADO POR UM TIME CHAMADO
    “AFOGADOS ”
    SE ISSO VIER A OCORRER , NÃO VOU CULPAR JOGADORES NEM O TÉCNICO.
    “”OS ÚNICOS CULPADOS SÃO OS MEMBROS DA DIRETORIA””.
    TODA ESSA DIRETORIA DO GALO TERÁ QUE SER ESCORRAÇADA PELA PORTA DO FUNDO.
    SE

  4. Olá amigos da bola!

    Luz no fim do túnel ?
    Meu Deus!…….
    Não acredito que ainda tem gente que acredita no 7. Só a torcida do Galo mesmo.

    É duro.

    Se esse cara se reeleger, o que é provável, principalmente por causa dessa torcida passiva, acomodada, fantoche, alienada, do apoio incondicional…….

    Será o fim.
    O golpe de misericórdia!

  5. Boa tarde!
    A Lucy comentou a alguns dias atrás q Jair estava fora de posição. Alguns concordaram e outros não, normal, e é até legal pro debate, porém, ela acertou na veia .Jair fez a melhor partida dele no ano. Parabéns Lucy pelo conhecimento do futebol.

  6. Boa Tarde Eduardo e Atleticanos! Enquanto não conseguimos ver o Atlético livre os grandes problemas que o afetam nos dias de hoje como: uma diretoria incompetente, um conselho deliberativo insosso, uma comissão técnica que não inspira a mínima confiança e um elenco de baixa qualidade e com várias peças de causar terror ao torcedor, vamos acompanhando na esperança que alguma coisa surja e mude os rumos do fracasso contínuos que estamos amargando desde 2016.
    Ademais, se o time perder no interior pernambucano, o sinal é claro para que algo seja feito de forma rápida e radical:, seja com mudança de técnico ou o afastamento de vários jogadores, pois, do contrario, o Atlético vai entrar no brasileirão sem moral nenhuma e como sério candidato ao rebaixamento no brasileirão. O ideial era livrar dessa diretoria cara de fracasso o quanto antes, mas isso é uma utopia nos dias atuais. Saudações Atleticanas

  7. Bom dia,

    Meu Deus não sei se vamos aguentar tal notícia tão ruim, mas, vamos lá……
    Rever e Patric serão desfalques para quarta feira.
    Parece até que os Deuses estão ajudando o treinador, já que ele não tem culhão para tomar devidas decisões, então, vem o destino e da uma mãozinha.
    Para o momento atual, e com os jogadores disponíveis fico com a escalação do KCIR, pendendo para optar pelo Savarino.

  8. Bom dia Massa Atleticana!
    Caríssimo Eduardo e demais amigalos até quarta feira temos temo suficiente para nos preparamos psicologicamente para este embate e, também, para nos provisionarmos com um bom estoque de Rivotril e Gadernal, sem nos esquecermos de deixar o desfibrilador a mão.
    Sou Atleticano até debaixo d’água, torço para ganharmos jogo de purrinha, campeonato de cuspe a distancia…qualquer evento em que o CAM representado mas, isso não me impede de ser realista. Nosso (?) time (time?) está uma verdadeira cáca, não inspira a menor minima confiança, portanto, penso eu, se não seria menos ruim sair da copa do Brasil e perdemos o rural logo de uma vez parar dar um choque de realidade nos mandatários da agremiação, forçando-os a mudar os rumos imediatamente por que, a continuar como está, o fracasso e risco de fazer companhia às Marias serie A2 (kkkkkkkkkk) no próximo ano é uma realidade.
    Saudações Alvinegras e um excelente carnaval.

  9. Ainda indignada com a demora do lançamento do novo plano de sócio, lembrei-me que em 2014 também tivemos problema com a categoria GNVB. Irritado com a cobrança da Torcida, Kalil após o jogo contra o Lanús (em que fomos colocados no chiqueirinho) disse que “pagávamos uma merreca, não tínhamos direito de reclamar”.
    À vista custava merreca de 2.400 Reais a época, ele ate se desculpou depois, na despedida do R10…
    Pra quem já disse que “futebol não é coisa pra pobre”, a afirmação anterior não surpreende. Peguei-me a pensar nas “pérolas” do Kalil, a que eu mais gosto é “se é pra trazer muxiba, pega na base que é de graça”. Tem a grotesca “ninguém é culpado de ser cruzeirense. É igual a ser aleijado. Coitado, não tem culpa, nasceu!’. O “roubo, mas não peço propina” não vem ao caso.
    Teve ainda aquela dita na primeira coletiva quando assumiu a presidência, algo tipo primeiro mandamento: “não roubar e não deixar roubar”.
    Bem, como não sou de ficar no mesmo assunto, o tal crtl v, ctrl c, voltei lá em 2005 e lembrei do Manfredo Palhares. Que fim levou da esse Conselheiro Benemérito que no inicio de 2005 começou a esbravejar contra tudo e todos no CAM??? Dizia que juntava provas desde 1998.
    Em 2011 a Revista Placar publicou reportagem com Kalil, e deu ênfase às denúncias de Manfredo que apresentava supostos documentos. Foi taxado por parte da imprensa mineira como caluniador, irresponsável, invejoso. Pois Kalil havia reorganizado o CAM. (Em partes reorganizou, sim! E bagunçou novamente quando colocou Nepolino e 7).
    Será que o senhor Manfredo Palhares era só um “oposicionista fundamentalista” ou tinha lá suas razões?!
    Espero que esteja vivo e bem de saúde, gostaria de ter noticias dele…alguém sabe?

  10. Bom dia!!!

    A situação atleticana é periclitante.

    Como perguntou o Domingos Sávio, e se o time se afogar na quarta-feira?

    E se o time não se classificar no G4 do Mineiro?

    Sobre isto é bom lembrar que o time, que anda mal na tabela de classificação, foi beneficiado pela arbitragem nos jogos contra as equipes da URT e do Uberlândia.

    Na real, era para o time estar fora do G4 do Mineiro e numa condição de não classificação para as semifinais.

    E de quem a culpa?

    Da direção. Do diretor de futebol, que faz um trabalho muito ruim, e do presidente 7C, pelo processo decisório nunca assertivo esportivamente.

    O péssimo desempenho é consequência de uma pré – temporada mal planejada e pessimamente executada e da formação de um elenco desqualificado e medíocre, afora falar do treinador que já deu inúmeras provas de não entender do riscado.

    Assim, a morte por afogamento na Copa do Brasil pode ocorrer no próximo jogo. E a não classificação no Mineiro é possível e até provável.

    Sobrou o Brasileirão. Melhor estabelecer que a meta possível será não cair ou o buscar o G16, como bem observou o Alberto MTC2.

    Eis aí a grande meta de 2020…

    Que fase esse triênio do 7C!!!

    1. Caro Soares, boa tarde!
      Há muito pensamos e atuamos como pequeno: meta é G6 para a pré libertadores; meta é sul Americana; rural é obrigação (piada).
      Meta é título brasileiro ( 50 anos ), vi da copa do Brasil ( estamos com medo de morrer afogado); bi da libertadores ( meta NÃO é G4).
      Então vamos ao G 16!

  11. SEGUNDONA têm o Bloco do 7C… Unidos pelos Vexames!!!!!

    Estrelando Sérgio Sette Câmara

    Participação Especial de Rui Costa e Marques

    Componentes principais são Patric, Fábio Santos, Hernandez, Martinez, Zé Wellisson, Edinho, Di Santo, Ricardo Oliveira e outros tantos…

    Porta Bandeira Maicon Bolt (mesmo demitido e na justiça do trabalho vai pro bloco)

    Concentração na Sede de Lourdes e segue até a Cidade do GALO… percurso muito longo portanto levem bastante “””paciência””” pra aturarem esses caras!!!!!

  12. Bom Dia! A realidade nos faz pensar em mais um (1) ano perdido. Sou realista, do jeito que está não tenho confiança nem na conquista do Mineiro e menos ainda no sucesso na C.Br. No brasileirão será outra agonia. Lutando contra o rebaixamento. No entanto, como o Sr. Câmara tem intenção na reeleição, se tiver “peito” para fazer as mudanças, esperadas pela torcida, podemos ver “a luz no fim do túnel”. Caso contrário, a desesperança e, a agonia vão continuar.

  13. KCIR ,

    bom time esse daí .

    Escala e deixa jogar , pelo menos umas
    dez partidas seguidas , já que , ao que
    parece, não existe treinamento coletivo
    lá pelas bandas do CT

  14. bom dia Eduardo e massa.grande texto Eduardo. quando um presidente abre a boca que espera mas do d funto é simplesmente que não entende nada de futebol. aliás o dudamerda também espera mais do d funto. aonde chegamos. se o galo for eliminado pelo poderoso afogados que o CAM fecha a porta e se demitam todos isto si tiveres vergonha na cara ,isto o presidente. diretor de futebol. treinador fraco e burro e peladeiros não tem. a primeira chacota ja teve foi iluminado pelo poderosa equipe argentina. um amigalo aqui disse sobre o time de transição ok estes jogadores fazem ficam a passar férias no ct do galo,alias se não tiver um camisa 9 melhor que os peladeiros d funto e pastor pipoqueiro que demitam todos. triste realidade e parabéns diretoria amadora pela grande austeridade. vergonha. vai galooo.

  15. Bom dia a todos os atleticanos e atleticanas de todos os matizes!
    “O Atleticano não admite nosso desastre. A camisa e a tradição do nosso time têm de ser respeitada por todos que estão no Galo(…)”
    Caro Blogueiro, deduzo a partir desse fragmento do vosso texto, que a torcida voltará a se indignar. O que irá acontecer se o desastre se concretizar em Pernambuco? Nada!
    Torcida que tem Patrick há dez anos, que há quase 50 anos não levanta um título brasileiro, admite qualquer desastre.
    A torcida atualmente mira o G16, nada mais.
    Caro Paulo Silva “Nem Freud consegue entender esses caras.” Provavelmente o psicanalista que entenderia a complicada mente dos cartolas, seria o dr. MP.
    Só coloquei as iniciais do nome, pois aqui não é local para fazer “propaganda gratuita”. Excelente profissional!
    Infelizmente o presente é terrível e o futuro inexistente.
    TORCER sempre sem nunca PERDER a capacidade de julgar!

  16. Bom dia!
    O que me desanima é ter a quase certeza que Dudamel irá colocar Di Santo ou Ricardo Oliveira e até mesmo os dois juntos na próxima partida. E ninguém faz nada!!!
    Não tive preconceito quando da chegada desse venezuelano, embora eu quisesse um outro treinador. Eu até me animei com a chegada dele esperando que fosse um estudioso do futebol e que soubesse como andavam as coisas no Galo. Ledo engano. O cara demonstrou até aqui que não conhecia nada e pior, é só mais um burro teimoso.
    Fora Dudamel!!
    Fora Sette!
    Fora Péssimo Costa!!
    Cadeia pra Marques!!!

  17. Bom dia Avila. Bom dia a todos. Refletindo sobre o texto parei na frase: o atleticano nao admite nosso desastre. E se ele vier? O que sera feito? A galoucura ou qualquer outra torcida dita organizada irá protestar em frente a casa do Sete exigindo sua renúncia? A torcida deixará de ir ao estádio no próximo jogo em casa? A culpa pelo vexame será amenizada com a demissão do Dudamel e contratação do Cuca? Sete Câmara, Rui Costa e Marques continuarão imunes a saga do fracasso na direção do futebol do Galo?

  18. Michael, Guga, Rabelo, Gabriel, Arana, Jair, Allan, Nathan, Hyoran, Otero(Savarino ou Marquinhos), e Felipe. Será que é pedir muito treinador escalar o melhor que temos no momento sem inventar. Peço a ele ainda por favor, não relacione o Difunto, o Pastor e o Pai véi, se não qualquer hora do jogo eles entram, aí é sofrimento demais pra nós que já estamos tão desanimados.

  19. Bom dia Eduardo, atleticanas e atleticanos sobreviventes da folia. Se poupem, quarta-feira tem jogo.
    Bom dia Wellington Souza e José Roberto. Obrigado pela inclusão do Brasiliense na lista de sábado. José Roberto, as Stelinhas estão sempre geladinhas e à mão, são o meu consolo nesses tempos de horror.
    Bom dia Domingos Sávio, Respondi seu comentário mas, foi publicado em quadro separado, obrigado.
    Bom dia Teobaldo. Boa lembrança. Naquele dia lá no Mineirão no sagramos vice campeões invictos. Pena que eu não pude comemorar, acordei no Pronto socorro.
    Li naquelas notas que são publicadas ao lado da coluna do nosso Guru blogueiro: “Dudamel e Sette cobram melhora do futebol de Di Santo.” “Está longe do que a gente gostaria.”
    Ora bolas, será que não viram o “futebol” dele antes de contratá-lo? Será que pensaram que ensinariam alguma coisa para ele e agora estão decepcionados porque ele não aprende?
    Que tipo de futebol gosta quem contrata Maicon Bolt, Hernandez, Martinez, Zé Welisson, Maidana, Marquito, Brunito, Edito, e mais uns quinze desse horrível plantel?
    E por que eles estão cobrando melhoras só do Di Funto?
    Consideram que os demais estão do jeito que eles gostam?
    Nem Freud consegue entender esses caras.
    Da boca do sábio sai conhecimento e justiça; mas da boca desses dois só sai merda.
    Logo mais vou assar uma carninha de segunda amansada com suco de abacaxi e curtir umas Stelinhas.
    Um abraço aos AmiGalos e uma segunda-feira abençoada para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.