Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Quando vamos ter a volta de público?

Talvez seja essa a pergunta que mais ouço quando arrisco sair pelas ruas de Belo Horizonte. Muito mais que considerações sobre o time e desempenho na competição, onde estamos atravessando um momento – tomara que transitório – de total instabilidade. Tanto nas partidas quanto no emocional. Dos jogadores e treinador – com cartões desnecessários – e do Atleticano que expõe a bipolaridade.

Vamos inicialmente a questão do retorno do torcedor brasileiro às arquibancadas dos estádios. Sou cuidadoso, pode até não parecer, e tenho medo dessa epidemia. Portanto, até que uma vacina – comprovadamente eficaz – imunize o planeta desse mal, o que temos de fazer mesmo é seguir as regras do isolamento. E os 30% da capacidade de cada estádio, que foi admitido pela gestão do futebol e pela saúde pública. Aí, só mesmo os especialistas do assunto saberão quando pode ser autorizado.

Se se deixar por conta exclusiva da CBF, claro que isso só será discutido e liberado de acordo com a conveniência de clubes do eixo, vale dizer, depois que o Flamengo jogar em Belo Horizonte contra o Galo. Não vai me causar espécie se no dia seguinte a abertura for estendida para todo o resto da competição. É assim que as coisas funcionam na casa do caboclo. Eu, confesso, tô louco pra ir ao Mineirão.

Paralelo a isso, seguimos – oscilando nosso humor – assim como os comandados de Sampaoli no gramado. Os recentes empates em casa e as derrotas no Nordeste foram uma ducha de água gelada numa torcida que entrava em transe num braseiro (obriGalo, Galuppo) em altas chamas. Nada que apague, entretanto, esse fogo Atleticano. A cada tropeço, já no dia seguinte, as calculadoras voltam às mãos e continuamos fazendo contas.

Ainda dependemos só de nós. Se vamos pegar o Palmeiras pela última rodada do turno em casa (falta a CBF marcar a partida adiada com o Paranaense), nos jogos de volta vamos receber todos os principais concorrentes ao título aqui em Belo Horizonte. De cara o Flamengo, na quinta rodada o Inter e o próprio Palmeiras no encerramento da competição.

Fossem esses jogos com a Massa empurrando o time seria fantástico, mas isso não depende de nós Atleticanos. Caso os estádios sejam liberados, será fundamental a Massa ocupar o espaço e incentivar o time em busca das vitórias para sonhar com o título. Se depender do Torcedor, assim como em diversas edições – incluindo nossa única temporada na série B –, o Galo sempre se notabilizou por sucessivos recordes de público.

Tirante essas considerações deste torcedor (jamais neguei essa condição) que está blogüeiro, estou num momento de recomposição de forças e energias em busca daquilo que é o sonho de todo Atleticano. Me flagro avaliando, seja por mensagens que recebo ou de leituras pessoais, coincidências do passado e até mesmo projeções que sejam consonantes com o meu (nosso) desejo.

Dias atrás cobrei de um amigo, que está dentro do Galo e participa de decisões importantes, sobre essa questão de um jogador que seja matador na área adversária. Ouvi, ou melhor, li que tudo depende do Sampaoli. O treinador agora diz que quer um atacante, não necessariamente um centroavante, daí assuntei na mesma prosa sobre o Tardelli para a função.

Pois é, ainda vai levar um tempo para jogar. Então arrisco meu palpite. Assim como aqui defendi Savinho, agora lanço um desafio ao treinador. Observar com mais atenção o garoto Felipe Felício, de apenas 17 anos, que tem tudo para ser esse homem-gol.

Por fim, um pitaco de reclamação, minha e de muitas pessoas que me recorreram. Abrir a conta Galo/BMG para ajudar ao clube no desafio proposto é uma labuta até aos mais novos. Que aplicativo nojento esse do Banco. Se fosse atividade prioritária da instituição financeira – todos nós sabemos que lá se privilegia o consignado e não contas – o BMG iria à falência. Estamos todos, unicamente, abrindo conta por causa do Galo. Que sacrifício!

Tento tem dias finalizar cadastro e abertura da conta. A cada nova tentativa, o aplicativo apresenta outra barreira. Liguei no suporte. Me passaram três locais de apoio em BH para a solução. Endereços e telefones. Dois números são inexistentes e o terceiro não atende. Fui nos três locais. Também não existem. Todos na Savassi. Os endereços conferem, porém desconhecem o serviço de apoio ao correntista BMG. Haja!!!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

23 thoughts to “Quando vamos ter a volta de público?”

  1. pelo andar da carruagem o autor do topico vai morrer e quarentena ira continuar. Apoiem mais isolamento social que ta pouco. contudo o estado de minas apoia e muito tudo isso o lockdown. ps: sou atleticano, mas nao querem apoiar o isolamento social agora ageunte.

  2. Boa tarde amigos do Galo. NOSSO GALO só depende dele para voltar a liderar o Brasileirão, o time ainda está sendo montado, técnico novo, jogadores novos, mesmo quando sofreu reverso o Galo jogou bem porem errou muitos gols, mas parece que tem uma turma que quer puxar o time para baixo, quer que a coisa piore para ter razão nos seus comentários ou forma de pensar. sinceramente, quanto negativismo.

  3. AmiGalos, boa tarde
    1- Procede a notícia que o jogo Corinthians x Galo desfalcado já contará com torcida?
    2- Sequência dificílima do Galo: Palmeiras fora e sem o nosso único atacante, Flamengo em casa sem o Sampaoli na beirada do campo ( ele vai tomar o terceiro amarelo contra o Palmeiras) e Corinthians fora sem 4 jogadores importantes. Eu fecharia de forma antecipada 5 pontos com os deuses do futebol tranquilamente. Acho que nem isso vai conseguir. Se tomar um gol do Palmeiras já era. O nosso único atacante tá fora e o Palmeiras já melhorou pós Luxemburgo.
    3- Êh Galo! Êta time azarado! Temos só uma competição, isso é verdade, mas por enquanto só enfrentamos o Grêmio que estava envolvido com a Libertadores, o resto tb só estava no brasileiro : Fortaleza, Goiás, Bahia, Sport, Fluminense e Vasco. Qual a vantagem física que tivemos?
    Temo que na hora que o Galo obtiver essa vantagem, ela não lhe servirá prá mais nada.
    4- Não lhes ocorreu que Sampaoli não quer um atacante de área pq talvez ele já percebeu que o caldo entornou e de nada isso adiantaria? Tive esse palpite.
    5- Alguém consegue explicar o fenômeno que afeta os jogadores que voltam dos jogos das seleções? Pq invariavelmente eles voltam nessa tiriça?
    6- Atacante para apostar, mesmo sem o Sampaoli pedir: Caio Dantas, que joga no Sampaio Corrêa. Forte, não dá sossego para os zagueiros e sabe fazer gol. É prá jogos como o de sábado passado.
    7- Para o lugar do Keno no jogo contra o Palmeiras eu escalaria o Marrony. Só que centralizado. Sasha na direita, foi onde ele rendeu melhor até hoje e Savarino na esquerda.
    8- No segundo turno vcs acham que o Flamengo vai fazer só 5 pontos contra Fortaleza, Goiás, Fluminense, Bahia e Sport?
    9- Quem foi o inteligente que liberou o Vina para o Ceará?
    10- Jogadores medíocres sentem o peso da torcida. Não acredito que seja uma boa a volta da torcida para esse time do Galo aí. Aquele jogo que ganhamos de 3 x 2 do Corinthians, se tivesse torcida não teríamos vencido, tamanha a quantidade de vaias que teria recebido no intervalo quando perdíamos por 2 x 0.

  4. Acredito que só ano que vem após pelo menos 60% da população Brasileira ter tomado a vacina anti covid 19

  5. Volta do público será para quem pode – quem não for do grupo de risco-. A turma da melhor idade que for estará correndo risco . Uma loteria.
    Eu acho que tão cedo poderei voltar ao estádio- lugar onde as pessoas perdem todo senso de civilidade. Mesmo com a vacina não dá para arriscar – pouco tempo para se ter uma vacina segura. Lembram da Talidomida ? Vou ficar vendo pela TV e ouvindo no rádio.
    Eduardo também arriscaria um centroavante dá base. Não custa nada e vai que dá certo.
    Muitos criticam a base e com razão, mas já viu que em outros clubes eles insistem com os caras. Quantos desses jogadores da base de outros clubes, que são vendidos, têm protagonismo nos clubes que foram? Os caras fazem algumas partidas boas aqui, a imprensa do eixo faz a propaganda e os clubes vendem por milhões. O tal do Vinicius Júnior, que saiu do Flamengo para o Real Madrid, é pura força física e velocidade. Lembra o Kim que saiu da base do Galo, só que foi vendido por milhões. O tal do Paquetá vive comendo banco no Milan. Sou de uma época que os caras iam para o exterior e assumiam um protagonismo em suas equipes- Falcão, Zico ,Cerezo, Júnior e outros da época.
    Outros são vendidos para clubes do Brasil e também não são os fora de série que aparentavam ser- Lucas Lima , Gustavo Scarpa, Hyoran, Clayton e outros.
    O Galo trouxe o Marrony, espero queimar a língua, arriscando um dinheiro que não tem e liberou o Alerrandro, que pelo menos tinha jeitão de centroavante.
    O Marquinhos já está aí, sendo queimado. Não tem sido lá essas coisas, mas trazer outro jogador que não esteja em um nível muita acima dele é jogar com sorte.
    O Carlos, centroavante que foi embora, pelo menos era Galo Doido e matador de Marias.

  6. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanas!
    Somente com uma vacina efetivamente eficaz é que teremos a presença de público em jogos de futebol! No meu caso, então, somente voltarei a ver presencialmente jogos, mesmo se antecipadamente for facultado, após vacinação. Pode ser que para aqueles que não estejam no grupo de risco e como forma de arrecadação libere um percentual dos lugares nos espaços para venda. Para mim, cuja idade já pesa e muito, precaução é o lema. Nada de açodamento.
    Continuemos com a nossa agonia vendo os jogos pela televisão até que tenhamos a certeza da nossa presença física nos estádios, sem riscos maiores.
    Hoje e sempre, galo!!!

  7. Portanto, até que uma vacina – comprovadamente eficaz – não imunize o planeta desse mal! Caro Eduardo, só uma chatice. Tire este não da frase……..

  8. Boa tarde Eduardo Avila, só tenho medo que se essa vacina não for eficaz, e até
    no fim do ano que vem não puder ter torcida nos estádios o futebol vai acabar, pois os clubes não têm condição de se auto sustentar sem a mesma.

  9. Oi Eduardo e Amigos, boa tarde!

    Volta aos Estádios? Concordo com você. Ainda mais que faço parte do grupo de risco. Vamos esperar a vacina.

    Quanto ao Galo, realmente deu uma broxada.

    Mais um jogo FORA DE CASA… o resultado? Eu já sei.

    Saudações Alvinegras,

  10. Bom dia, Atleticanos. Penso que o público deveria ser liberado apenas para o próximo campeonato. Estou doido pra ver o nosso Galo no campo, mas acho que, liberando o público agora, além das dificuldades impostas pela pandemia, teríamos um cenário sem igualdade de condições. O Galo, por exemplo, jogou mais partidas em casa no primeiro turno do que fora, então, se houver a liberação do público, seremos prejudicados, pois jogaremos um número maior de jogos fora de casa no returno, com a presença das torcidas adversárias. Falando sobre nosso time, venho dizendo com frequência, que é bom, mas nosso elenco necessita de reforços pra sermos campeões. Sampaoli faz ótimo trabalho, o time é muito bem treinado, mas falta aquele cara que resolve o jogo quando a parte tática não basta, o atleta capaz de fazer algo diferente. Penso que para o próximo jogo, Sampa deve colocar Zaracho pela direita e Savarino pela esquerda (já que Keno está suspenso). Considero o Jair muito bom jogador, mas acho que Allan é melhor e deveria ser o titular. Mariano também, mesmo não sendo nenhum craque, pra mim, é muito superior ao limitado Guga. Quanto ao titular do gol, não gosto do Everson, julgo um goleiro fraco, do nível do Giovanni, que foi reserva do Victor muito tempo. Rafael, e o próprio Victor (ainda hoje), são muito superiores, muito mesmo. De qualquer forma, não vejo terra arrasada, confio no trabalho do técnico, mesmo que discorde de algumas opções. Estamos num bom caminho, o título é possível, desde que deixemos de perder pontos bobos, pra times como botafogo, sport e outros. Sigamos, de cabeça em pé, sempre! SAN PS: Jemerson está mal aproveitado no Monaco e parece que o corínthians quer contratá-lo. Galo podia atravessar essa negociação e repatriá-lo. Joga muito e seria titular absoluto!

    1. Eduardo, meu caro, Felipe Felício é bom e promissor jogador, mas chamo atenção para o Guilherme Santos, centroavante canhoto do time sub-20. Excelente jogador e está fazendo gol atrás de gol. Quem sabe? Ao contrário da maioria, vejo com bons olhos as mudanças que ocorreram na nossa base no último ano. A captação de jovens pelo país, com baixo custo (muitos por empréstimo), vai gerar frutos. Lembro que, o principal intuito de uma categoria de base não é revelar um Reinaldo (craque) todo ano (apesar de todos torcermos para isso), mas sim, revelar bons jogadores, atletas que deem retorno técnico e financeiro (eventualmente). Achar que revelar craque é o que justifica a existência de uma categoria de base é total falta de conhecimento sobre o tema. Fomos campeões da Libertas com Marcos Rocha e Bernard, titulares, da Copa do Brasil com Marcos Rocha, Jemerson e Carlos, titulares, fora os jogadores que compunham o elenco. A base volta e meia entrega atletas em condições de servir o GALO, sem contar os muitos que são negociados antes de darem retorno técnico e os que são queimados pela pressa e falta de conhecimento de parte da torcida. SAN

  11. Bom dia,

    Caro Eduardo quanto a conta Galo BMG eu aconselho exercitar a paciência, a insistência e a perseverança.
    Quando conseguir não comemore porque ativar o Itoken é outra penúria, o meu levei meses e muitos telefonemas.
    Nosso time ira passar neste momento por uma fase que favorece a equipe, jogaremos com equipes grandes que privilegia o futebol, mesmo correndo risco de perder pontos ainda julgo melhor para o desempenho do futebol da nossa equipe, o que pesa contra são os desfalques.
    Vejo o banco e fico preocupado em saber quem substituirá o Keno, arriscaria no Marrony ou Zaracho porque os demais já sabemos como será, a menos que nos surpreenda o Marquinhos é apenas abaixar a cabeça, cortar para dentro e tentar o chute, Savio é incógnita, Hyorran já sabemos, não há novidade.
    Ontem assisti ao jogo da Copa do Brasil e verifiquei um lateral direito muito habilidoso, inclusive jogou de meia, precisamos de olheiros, isto cabe inclusive com relação a atacante.
    A equipe do Cuiabá apesar de jogar em outra série não abriu mão de jogar, diferentemente do Sport.
    A cota de estrangeiros já está no limite, o Borrero já não está formando nem no banco.
    Dia 13 fecha a janela internacional e 20 as inscrições, esse é o momento do Mattos descidir se vamos tentar o título ou apenas fazer pressão no campeão, com este elenco sem mais uns dois reforços ficará muito difícil o título.
    Continuo com esperança e não jogo a toalha, que venha o Palmeiras.

    Boa quarta a todos!

  12. Caros,

    Uma levantada prá ver na sequência PRÁ FORTALECER y no trazer a presa prá Nossa Senhora de LOURDES! e é a seguinte:

    SISTEMA DEFENSIVO:

    Qnd o time emplacou uma série de bons resultados entre vitórias e empates, a novidade era ATACAR sem tempo para o AnoQVem. MamãocomAçúcar! Sampaoli Ñ deve mudar isso ou Ñ deveria, funciona prá carai, tá provado, mesmo com um TIME limitado em todos os setores prá carai, SEM PLANTEL…E é aí q tá: Atacar depende de bom SISTEMA DEFENSIVO!

    É defesa (laterais, zaga, volantes SOMENTE…)? Claro q ñ, porra! Defesa é defesa ataque é ataque, meio é meio e vice versa e vice versa de novo, num há caixinha de supressa aí!…alguém já ouviu falar em SISTEMA ATACANTE ou algo q o valha? Um time SÓ será de bom prá excelente, PRONTO prá ser campeão, dentro de um SISTEMA DEFENSIVO minimamente excelente.

    Essa vai grátis! QND OUVIR DEFESA OUÇA SISTEMA DEFENSIVO!

    O SISTEMA DEFENSIVO nosso, mesmo com falhas GRITANTES individuais do time todo: o tal JAIR SÓzim ñ segura a onda, mesmo pq num é esse DA GUIA todo ñ. FATO…Hyorrón dava um suporte na CORRERIA lá em cima, apesar da baixa qualidade técnica. Cada jg um jg! É mais vantagem ele do q Nathan, q num é nada demais tb e ainda corre menos q Hiorrão, q casa melhor com Sasha, é FATO, dá mais mobililidade!…ALLAN, O maluco, atravessa umas bolas sem sentido, certo, de repente sumiu do time…O SD FUNCIONAVA e pode funcionar!

    NOSSO PLANTEL sem craques ou jogador acima da média, O sistema tem voltar a funcionar no FUTEBOL de CORRERIA, mesmo com pouca precisão nos FUNDAMENTOS (tem q ter o básico e faturar, SÓ!).

    ?lembra 2009 mais q 2012!? (Sai prá lá e Q a lição tenha sido aprendida!)

    E joga a camisa pro ALTO! Pq parou?

    AQUI É GALO?
    AQUI É GALO!
    PRÁ FORTALECER GALO SEMPRE!

  13. Quando vamos ter a volta de público? Resposta simples e rápida: quando tivermos uma vacina comprovadamente eficiente. Ponto final.

    1. Temos que ter duas vacinas: a da covid e a da cornetagem. Ai sim a torcida poderia voltar, porque alguns torcedores acham que estão torcendo pro Barcelona (o antigo, porque o atual tá igual as Marias) que não aceitam outro resultado que não seja a vitória.

  14. Como eu disse segunda-feira, só depende desse Galo esquisito do Sampa chegar ao fim do campeonato com um recorde de noventa e cinco pontos. Noves fora, digamos que ele perca mais quinze pontos e chegará com excelência aos oitenta pontos, pontuação de campeão. Ainda bem que iremos ao nordeste só mais duas vezes. Então, sobram oitenta e nove pontos. Iremos ao Goiás, sobram oitenta e seis. No RS contra o Grêmio, oitenta e três. No Paraná contra o genérico, oitenta. Tem que parar por aí.
    Ocorre que como diz a história atleticana, o Galo ainda terá São Paulo e Corinthians, Fluminense e Vasco todos fora de casa. Dá para acreditar?
    Acredite, Galo. Só depende de você.

  15. BOM DIA EDUARDO E MASSA ATLETICANA.
    NÃO SOMOS LÍDERES DISPARADOS HOJE POR IMCOMPETÊNCIA DE SAMPAOLI E DOS JOGADORES.
    DISPUTAMOS UM ÚNICO TÍTULO , O TIME ESTÁ JOGANDO DESCANSADO , SEM NECESSIDADE DE POUPAR JOGADORES , ISTO É UMA ENORME VANTAGEM QUE NÃO PODEMOS DISPERDIÇAR DE FORMA NENHUMA.
    TODOS OS NOSSOS ADVERSÁRIOS E CONCORRENTES AO TÍTULO ESTÃO SE DIGLADIANDO EM OUTRAS DISPUTAS , ENTÃO VAMOS APROVEITAR ESSA VANTAGEM.
    BRASILEIRÃO 2020 É OBRIGAÇÃO.
    VAMOS LÁ.
    EU ACREDITO.

  16. Bom dia! Acredito que muitos desses incômodos empates dentro do Mineirão seriam evitados caso a Torcida se fizesse presente, enlouquecendo o adversário e “empurrando” o time do Atlético, conforme sempre aconteceu. Aguardamos ansiosamente a passagem desse momento tão difícil para toda a Humanidade e, esperamos, que em breve, possamos estar novamente unidos comemorando as vitórias do Galo, com nossos familiares e amigos, nas cadeiras e arquibancadas dos Estádios de Futebol.

  17. Bom dia Eduardo, atleticanas e atleticanos que como eu querem acreditar nesse Galo esquisito do Sampaoli.

    Bom dia, Teobaldo. Não há dúvida. 50, 51 e 52 também são dezenas do Galo. Mas, nós estamos no ano 49 que também é Galo e por isso não cito os outros. Como disse o Guru blogueiro o bom seria ganhar nos quatro anos seguidos e virar penta mas, e depois, vamos esperar a centena?

    Bom dia e obrigado Evandro Pereira e Paulo Roberto que me honram com menções a meus textos.

    O Sampa tem fama de doidão e o nosso Guru blogueiro o considera um maluco beleza. Mas de doido ele não tem nada e de técnico de futebol tem pouco. No início do campeonato, com os outros times sendo armados e até vacilantes por causa do início de temporada, o Galo do Sampa até se deu bem. Lembram-se do jogo contra o Flamengo lá no Maracanã? Com vinte minutos de jogo o Flamengo poderia ter feito no mínimo três gols. Porém, a falta de preparo físico aliada à ausência de uma sequência de jogos fez com que os jogadores do Flamengo perdessem gols incríveis e logo se cansassem. O Galo do Sampa tirou proveito disso, pois, vinha de uma sequência de jogos no campeonato rural e conseguiu equilibrar o jogo. Venceu com um gol contra. Mas, acredito que ninguém ficou convencido de que viu um bom time vencendo.

    Veio o Corinthians e novamente a desorganização defensiva do Galo sofreu dois gols em meio tempo de jogo. Por sorte o Galo virou o jogo no segundo tempo, também contando com o cansaço dos corintianos e pasmem, com duas falhas do Cássio que redundaram em gols do Hyorrível, também conhecido como Hyoran, xará do Cruif. Para o Hyorrível que é um Hyorror de jogador marcar dois gols é claro que algo anormal aconteceu naquele jogo. E não teve nada a ver com talento do doidão.

    Contra o Ceará, também em casa foi um sufoco. Para provar que esse time do Galo não serve para jogar fora, vieram os jogos contra Botafogo e Internacional. Duas derrotas absolutamente evitáveis. Tivesse o Galo do Sampa a mínima noção defensiva, teria conseguido no mínimo quatro pontos facilmente. Nos demais jogos desse primeiro turno o Galo oscilou com bons e maus jogos. Santos, Fortaleza Fluminense e Bahia, mostraram como é fácil dominar o Galo do Sampa. E o Sport se tivesse um pouquinho mais de vontade teria aumentado em muito a nossa tristeza.

    O Sampa, a partir do momento em que teve semanas cheias para treinar, desandou o time. Inventou moda porque não sabe armar defesa, não sabe fazer o meio de campo jogar em harmonia com os defensores e municiar os atacantes e não sabe preparar os atacantes para aproveitarem as oportunidades de gol que aparecem. Coloca seis jogadores para atacar desordenadamente e chutar de qualquer jeito para o gol e depois diz que o time teve fluência ofensiva. Sobram quatro jogadores para defender(?) e armar o jogo. Piada.

    Não consegue tranquilizar os jogadores em campo porque ele mesmo é um estabanado que não compreende que ficar na beira do campo agindo histericamente deixa os jogadores nervosos e inseguros. Uma coisa é orientar os jogadores durante o jogo tentando corrigir falhas pontuais. Outra coisa é o show de histerismo que ele apresenta e que não contribui em nada para tranquilizar e orientar os atletas. Seus faniquitos só servem para coloca-o em evidência e o resto é resto.

    Teremos mais três semanas cheias para treinar. E eu aposto que serão mais três semanas desperdiçadas porque o time não evoluirá nada. Isso se ele não voltar com as maluquices de escalações como a que protagonizou, por exemplo, contra o Fortaleza. Não duvido que ele seja capaz de colocar o Rafael no gol e “deslocar” o Everson para o meio para jogar com os pés.

    Uma boa quarta-feira para os AmiGalos e viva o Galo pois, sem o Galo não há vida.

  18. Nas últimas 36h foram abertas mais de 500 contas Meu Galo BMG, natural que ocorram erros pontuais. Há um grande engajamento da Massa para batermos as 50mil – faltam aproximadamente 800 – e o CAM receber 1milhão do Banco.
    Aí, o rabugento me vem com essa conversa, logo ele que vive a dizer aqui as dificuldades que tem para lidar com tecnologia.
    Eduardo de Ávila, meu Gagá Favorito, a quarentena não te fez bem!
    Mudando o assunto,
    Que pataquada foi a de 7 ontem destoando sobre o IPTU da sede?! Esse energúmeno, e quem quer que seja, ainda não entendeu que Kalil será reeleito ainda no primeiro turno. O que, a meu ver, é otimo. Que seja eternamente lembrado pelas glórias que ajudou a conquistar, e fique longe do CAM.
    E que os Menins escolham outro “testa de ferro”, 7 já deu!

    P.S. Baixem o app e abram a conta Meu Galo BMG. É GRATUITA e ajuda o Clube. https://www.galobmg.com.br/

    1. Adorei o Gagá. Você se soma ao Simon neste traramento à minha pessoa. Pelo menos, no seu caso, senti que foi carinhoso. Dele foi diferente, afinal provocado por ele próprio, disse o que penso a seu respeito. Não gostou.

  19. Bom dia MASSA!

    Volta da torcida pode esquecer pelo menos para esse ano. Talvez, como vc disse, para a turma do eixo, nesse caso para o lado do Rio. Lá já é uma baderna mesmo, mais uma não vai fazer diferença. Onde há administração séria provavelmente não haverá liberação.

    Se liberar os 30%, que na grande maioria dos estádios dará algo entorno de 12 a 15 mil torcedores, é muita gente, muita aglomeração, não lá dentro do estádio, mas fora. Imagina como ficará os bares e caixas de isopores de cerveja, com todo mundo querendo voltar a assistir jogos!

    Qto ao Sampaoli, li uma reportagem sobre esse assunto de contração. Disse que não quer um matador, prefere o Sasha. É osso viu. Tb que não quer lateral esquerdo, volante, mas só um atacante está de bom tamanho. Complicado, muito complicado. O mundo dele é uma caixinha que só ele está lá dentro e ninguém entra, nem zum zum zum. Nós é que somos os “burros” do futebol. Todos nós entendemos de futebol, mas não somos treinadores. Então somos os burros da bola. Pra que pedir zagueiro, armador, atacante e centro avante? Quem tá lá e comanda sabe que o 9ALO não precisa disso, nós “os burros da bola” é que não vemos.

    Li que o curintia quer trazer o Jemerson. Está lá no Mónaco encostado. Estou só citando uma possibilidade, não insinuando em buscá-lo. Mas não precisamos de zagueiro. Afinal os entregadores de rapadura que temos da conta do recado.

    A cada dia que passa eu desisto de ler sobre os bastidores do 9ALO. É cada pérola desanimadora. Que venha o porco.

    VAAMMMÚUUUUUU 99AAAALLLLLÔOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!

    PS.: Parece que o Manto da Massa está chegando em conta-gotas. Eu ainda nada de receber e olha que disseram que começava entregar com 70 dias. Se bem que não informaram qtos dias despois finalizava a entrega, então tá no prazo. A gente ajuda, mas a contra partida é duro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.