Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Palhaçada do STJD e da CBF desmoralizam o futebol nacional

 

Não questiono a decisão, embora até tivesse argumentos para contestação, mas o mais do mesmo deste órgão auxiliar que – ao longo de décadas – age sempre em benefício de interesses dos clubes do eixo Rio de Janeiro e São Paulo. Não só o Tribunal, mas a própria CBF – desde confecção de tabelas, atos administrativos, arbitragem.

Não tenho procuração para falar em nome sequer do meu time do coração, menos ainda de outros, então vou me ater numa breve e sucinta resenha de minha vivência e experiência ao longo de mais de meio século.

Eu acompanhei, em 1977, esse mesmo tribunal (com minúsculo), propositalmente guardar na geladeira julgamento para tirar Reinaldo da decisão do título em favor do São Paulo. Eu testemunhei, logo depois, num quadrangular de turno único envolvendo Galo, outro de Minas, Goiás e Internacional, a CBF – na confecção da tabela – marcando o nosso time mandante apenas no clássico mineiro.

Anos depois (2012), num ato administrativo, cancelando jogos no Engenhão para conter o avanço do Galo na competição. Neste caso, na semana seguinte, tornou sem efeito as partidas seguintes. Tudo coisa de gente malandra e descompromissada com princípios básicos da moralidade.

Antes de entrar no que me motiva esse post de hoje, ainda relembro que no mesmo ano de 2012, o procurador de plantão no STJD denunciou – providencialmente – Ronaldinho, provocando uma suspensão que nos custou pontos de uma partida frente ao Internacional. O relator da matéria na ocasião, que tinha nas redes sociais sua confissão rubro negra, comemorou e festejou a punição.

Tempos depois ele estava no banco dos réus, sabe-se lá por razões nada nobres. Ah! Ganso, na partida entre Galo e Fluminense, fez muito pior. Onde estavam os atentos procuradores? Tendi, do outro lado era time carioca.

Pois bem, agora ao que me interessa. No dia 10 de novembro, num clássico mineiro pelo Brasileiro, após a partida uma enorme confusão aconteceu no Mineirão. O atento procurador denunciou ambas equipes e a pena, até o momento de multa pecuniária, talvez nem merecesse questionamento, não fossem duas aberrações na mesma reunião.

A primeira, o sub-procurador deste questionável e parcial STJD manifestou que o Galo “teve conduta no artigo 213, com lançamento de objetos e quebra de cadeiras”. Ora, doutor procurador, o senhor ignorou – por conveniência – a garrafa arremessada por torcedor adversário sobre a Torcida Atleticana.

Além do outro clube ser o mandante, responsável pela organização, foi um torcedor do lado de lá que deu início a essa baderna. As fotos e imagens circularam pelas redes sociais, sequer o nome do autor foi apurado. Estranho. Eu tenho e não vou publicar.

Outro fato, que comprova a parcialidade deste tribunal – bem como da CBF e da arbitragem ao longo dos tempos – é que dias antes (7 de novembro), num clássico carioca, um conflito envolvendo membros das comissões técnicas, estendendo a jogadores, torcidas, enfim, embora denunciados, conseguiram – providencialmente – o adiamento do julgamento. A esfarrapada justificativa é que membros desse pseudo tribunal teriam sido ameaçados pelas duas torcidas.

Ora, julga-se o denunciado, pune-se a quem deve, depois – noutra denuncia – faz-se outro e novo julgamento. A malandragem carioca, que comanda a CBF, embora em tempos recentes tenha tido paulistas na presidência, não esconde a “cara de pau” em beneficiar aos interesses de cariocas e paulistas. E sabe se muito bem onde andam esses dirigentes recentes.

A meu entender, deveria deixar a CBF para Rio e São Paulo, criando outra entidade para moralizar o futebol brasileiro. Alemanha 7 a 1!

*imagens extraídas da Internet

24 thoughts to “Palhaçada do STJD e da CBF desmoralizam o futebol nacional”

  1. Temos vários advogados de renome na diretoria, o filho do Conselho é vice da Cbf, mesmo assim o clube é conveniente com as tripudiadas que a entidade mais corrupta do Brasil da pra cima do Galo.
    Só pode ser maracutaia não tem outra explicação

  2. Boa tarde Massa Atleticana!
    Decididamente, tenho problemas neurais que me impossibilita entender a mais simples das condições…resumindo, sou uma anta!
    O CAM possui um departamento jurídico, o presidente (?), segundo dizem, é advogado com escritório de notória reputação e deixam uma barbaridade destas acontecer…
    Desculpem o uso da expressão, mas putaqueopariu, é inacreditável e como já diria um velho philosofo, “existe algo de podre no reino da Dinamarca”!
    Saudações alvinegras e para relembrar meu mantra cotidiano diário do dia a dia, pelamordeDeus, elias (com minusculo mesmo) nãããããããããõooooooo!!!!!!!!!!!

  3. Boa Tarde! Não tenho nenhuma simpatia pela CBF e sua estrutura Jurídica/Administrativa. Todavia, mesmo respeitando opiniões contrarias não percebi “incoerência” na punição imposta ao CAM. Entretanto, reconheço que a decisão do STJD, pode ter sido “uma pequena contribuição” ao Botafogo. Espero que os “excelentes administradores” (kkk), levem o jogo de punição, de preferência contra o Corinthians, para Uberlândia/Ipatinga. Pois se o objetivo foi beneficiar o Bota, que o jogo seja no Mineirão. A propósito, é bom ressaltar, se o nosso CAM não estivesse nesse “sufoco”, a decisão do STJD não teria nenhuma repercussão.

  4. Tenho nojo da cbflaflurinthians!
    tenho nojo da selecinha! Que outros 7×1 venham. Esse lixo nunca mais vai ser campeão do mundo!
    E esse presidente do Galo é uma bosta rala mesmo!

  5. Bom dia,

    A virada de mesa para salvar o Flamengo e o Fluminense do rebaixamento e colocar a Portuguesa-SP no lugar de um deles foi a pior das estratégias, a pobre coitada da Portuguesa-SP utilizada um advogado contratado para a representar e assim não ter que ir representantes nos julgamentos e o tal advogado esqueceu de informar que o jogador estava suspenso, um mês depois o advogado foi nomeado como vice presidente do Fluminense por bons serviços prestados.
    Já vimos de tudo, agora adiar o julgamento com medo de torcida é interessante, abre um precedente interessante já que todos os times brasileiros possuem torcidas organizadas.
    Haja visto o que a Galoucura fez este ano na câmara mineira quando foram votar sobre o terreno do estádio, será que de agora para frente deverá ser assim.
    Nota-se que foi só o outro lado mudar a direção para também ter o canal mais aberto nos labirintos da CBF.
    Parte dessa gentalha hoje está presa e foragida, e mesmo assim sempre ficam os seus comandados para fazer valer o mesmo de sempre.
    A administração do Galo que é formada em sua maioria por advogados vêem sempre seus direitos sendo subtraídos e geralmente não faz nada.
    Sofremos com a falta de representatividade, isto é fato e cada vez está pior.

  6. Bom dia. Surgiu um esperança de mudança quando da criação da liga Sulminas. Mas os próprios clubes cuidaram de inviabilizar o projeto. Em relacao ao Galo e CBF é fato que temos na vice-presidente da entidade um parente próximo do atual Presidente do Conselho Deliberativo do galo. Então, estamos presentes na diretoria da CBF. Isso é fato incontroverso.

  7. A cbf é uma bela porcaria.
    Sabemos que a TENTATIVA DE HOMICÍDIO contra os Atleticanos partiu do camarote da empresa APVS, do senhor Alexandre Scarpelli, que vem protegendo os marginais.
    São abastados, por isso esse silêncio ensurdecedor da Polícia Civil, mídia, time azul etc..
    O advogado do time azul – contrariando imagens de vídeos e fotos – disse à Itatiaia que o arremesso não existiu. [Gargalhadas] Até aí tudo bem, sabemos o quão traiçoeira essa gente é. O quê me indigna é a omissão – até o momento – do CAM. Lembrando que 7 se encontrou com o dono do helicóptero 1 dia após o clássico, fico a imaginar se houve um acordo de compadres para não prejudicar os azuis nesse momento difícil. O presidente e diretoria do CAM têm “rabo preso”, só pode…
    7, para processar Torcedores do Time que preside, um Tigrão. Para defender Torcedores do Time que preside, uma tchutchuca!
    Dizem que terça-feira haverá uma coletiva da Polícia Civil sobre o caso. Aguardemos…
    Alô APVS, o seguro de vocês cobre arremesso de garrafa de vodka?

    P.S.: Querido Eduardo, não me canso de dizer que somente um ser tão ILUMINADO como você pra conseguir conviver com tantos sugadores de energia que frequentam esse Blog. Vulgarmente dizendo: haja saco!

    1. […]’ Alô apvs, o seguro de vocês cobre arremesso de garrafa de vodka?’ […] Arremesso de vodka é “absolut” q não,mas esconder a identidade do(os) covarde(es), é “absolut” q sim! A t.o do pirangi cosa nostrense q partiu p cima do povo Atleticano_ ninguém mostrou as imagens,mas aconteceu,daí a reação q se deu após este lamentável episódio. Próprio comandante do policiamento em entrevista disse q estava tranquilo até a intempestiva açāo covarde do babaca e de outros de igual laia q ñ foi(ram) exposto(s) até o momento_tbm é “absolut” q sim! Com respeito um forte abraço. SAN

  8. Absolutamente certo. Em 1977, escalaram um juiz notoriamente faccioso e malandro confesso. Vi o jogo e vi o Neca quebrar o Ângelo na cara do Asnaldo e depois ser pisado pelo Chicão. O Asnaldo nada fez e ainda por cima, “segurou” o jogo até os pênaltes, porque no campo o São Paulo não tinha como vencer o Galo…

  9. O NOBRE BLOGUEIRO ESQUECEU DE MENCIONAR O MAIOR ROUBO DA HISTÓRIA DO FUTEBOL MUNDIAL , QUE ACONTECEU NO ESTÁDIO SERRA DOURADA NO JOGO ENTRE ATLÉTICO E FLAMENGO PELA LIBERTADORES.
    QUANDO JUNTARAM A CBF , O FLAMENGO , A GLOBO E O BANDIDO JOSÉ ROBERTO “RATO” , PARA ASSALTAR O C.A.M. DIANTE DOS OLHOS DE MILHÕES DE BRASILEIROS QUE ACOMPANHAVAM TUDO AO VIVO PELA TV.
    O SAFADO J. ROBERTO RATO , AOS 20 MINUTOS DO PRIMEIRO TEMPO JÁ TINHA EXPULSADO INJUSTAMENTE DE CAMPO CINCO JOGADORES DO ATLÉTICO.
    J. ROBERTO RATO , GANHOU DEPOIS COMO PRÊMIO UM ÓTIMO EMPREGO NA IMUNDA REDE GLOBO.

  10. CBF é o lixo podre do futebol brasileiro!!!!!!

    Obs.: vá em paz Son Salvador… que DEUS o tenha em seus braços!!!!

  11. bom dia Eduardo e massa. eduardo expulsa estás Marias que infeta o blog. sobre o stjd e cbf lixos nem comento a décadas a prejudicar o galo.o problema que está diretoria amadora vive puxando sacos deles. espero que as Marias que caia para 2 divisão ai sim será um fim de ano completo. vai galooo.

  12. Kkkk…puts! Nessa os caras conseguiram se superar! Não se sabe como,mas conseguiram colocar o objeto gerador da confusão na mão do torcedor do @Atletico. Piada maior nem seria isto, e sim como demonstra ser fraco os bastidores do @Atletico perante esta instituição,enquanto outros aí “sobrevoam” de braçada e levantam po eira! Velho e batido modus operandi do faz cortando na alta, “igualzin”, não muda. Futebol é podre e las brujas no se quejan! SAN
    Off: sentimientos a familia do Son Salvador,q ele descanse en paz. RIP!

    1. Caro José Roberto bom dia!
      Repetindo o que escrevi: Faço apenas uma pergunta: de que vale um vice presidente daquela instituição , que é mineiro e atleticano?
      Se de nada Vale, então estamos FLUdidos.”

      1. Boa tarde prezado Alberto!
        Então! A cbf tem OITO vice presidentes bem questionáveis e ao q parece defendem apenas_ isto se defendem algo_ causas q interessam a própria casa. Daí a representividade em prol de qqr clube torna-se nula. Infelizmente o articulista em questão jamais irá brigar contra ele mesmo,era assim qdo esteve à frente da fmf e não é diferente agora. Lembrando, dia 11/10 o Conselho Deliberativo do CAM elegeu o novo presidente,adivinhe quem é? Sigo o relator! Além estarmos fluDIDOS tem ainda a maria do bairro,essa sim, é forte nos bastidores e “popotiza” geral,exemplo é q reverteu a punição q lhe cabia e pôs na conta p o CAM pagar! Abs

  13. Bom dia a todos os atleticanos e atleticanas de todos os matizes!
    Para qualquer um com um mínimo de conhecimento jurídico, sabe muito bem que foi uma ABERRAÇÃO o que sucedeu na cbf.
    Faço apenas uma pergunta: de que vale um vice presidente daquela instituição , que é mineiro e atleticano?
    Se de nada Vale, então estamos FLUdidos.
    TORCER SEMPRE SEM NUNCA PERDER A CAPACIDADE DE JULGAR!

      1. Caro Leo, nem me ocupei com a manifestação. Na verdade, ele – que é Mauro – nem percebeu que o maior prejudicado com a decisão de quinta-feira não é o Galo. Então, deixando como está, o benefício será dos cariocas.
        Isso tem se repetido, felizmente por poucos, ler sem interpretar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.