Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Paciência, confiança e otimismo

A ressaca do dia seguinte ficou tão evidente para este blogueiro, tanto pelo elevado número de comentários (nem todos pude aprovar, uma vez que ofensas e deboche vazio não têm lugar aqui neste espaço) quanto ainda pelas conversas na cidade. Apesar do pouco tempo aqui no UAI/Superesportes, já dá pra sentir a força, a credibilidade e o respeito do leitor com o site, seguramente o mais acessado entre os mineiros.

Baseado nisso e aliado à seriedade dos comentários aprovados e às diversas pessoas com as quais pude conversar durante toda a quinta-feira, não seria exagero dizer que o Atleticano começa – sim – a questionar o trabalho do treinador Aguirre. Entendo, até concordo e não tem como contestar, que o Torcedor Atleticano tem motivos consistentes. Eu, particularmente, acho intempestivo se pensar em mudança no comando técnico.

A derrota no Equador, aliada às derrotas no clássico mineiro e para o Flamengo na Primeira Liga, parece de difícil digestão para o Torcedor. As outras também foram lembradas, mas sem tanto ênfase. Eu também não gosto de perder nenhum jogo, mas essa possibilidade não existe. Dizer que o treinador errou, até poderia arriscar nesta direção, mas não estou lá no dia a dia, o que não me qualifica para essa análise.

Outra coisa: entre as queixas dos Torcedores não há unanimidade. Com relação ao goleiro, por exemplo, muitos aprovaram e agora a maioria condena, mas ainda existem aqueles que defendem sua manutenção. Luan tem sido muito contestado, mas há uma considerável parcela de Atleticanos que defende a sua manutenção.

Alguns poucos, mas pouquíssimos mesmo, acenam com “jogar a toalha” para a Copa Libertadores e o ano de 2016. A grande maioria mantém sua crença nesta competição internacional e nos torneios nacionais, apesar da CBF. Isso me faz lembrar o saudoso e dileto amigo Roberto Drumond. Ele, em suas crônicas imperdíveis no “Estado de Minas” e também em conversas, adorava contar o caso de um Torcedor Atleticano depois de uma derrota humilhante naqueles tempos que faz parte do passado.

Roberto contava que, ao sair do Mineirão, encontrou com o Atleticano aos prantos e que rasgava uma histórica carteirinha do clube. Picou em pedaços e jurava nunca mais voltar ao estádio depois daquele resultado. Dizia o dublê de cronista e escritor que tentou demover o incauto, mas que nada adiantou. No dia seguinte, por aquelas razões do destino, os dois se reencontraram numa daquelas lojas de plastificação. O Torcedor, depois da noite mal dormida, havia colado parte por parte a carteirinha e estava ali para tentar revitalizar o documento. Assim somos nós, os Atleticanos.

Eu mesmo já fiz coisa parecida. Não rasguei nada, mas cheguei a dividir algumas poucas camisas que tinha, talvez 7 ou 8 no máximo. Depois do arrependimento, tiver de recomeçar, hoje tenho mais de 50 e essa idéia nem passa pela minha cabeça. E mais, desde 2012 – aquela urucubaca passou – estamos à frente em todas as competições, temporada a temporada, e vou lá eu dar discurso para o outro lado da lagoa? Lembram que um ex-presidente dessa gente, certa vez, disse que morria de inveja da Torcida Atleticana. Essa é uma das nossas diferenças. Afinal, aqui é SÓ Galo!confiança-4

31 comentários em “Paciência, confiança e otimismo

  1. No meu ponto de vista, hoje o que o Galo tem… esse passe de bola, troca de bola de um lado para o outro, esses levantamentos de bola na área … é fruto dos treinamentos passado ( por Cuca e Levi). O Agueri é um péssimo treinador, não tem tática de jogo, jogadas ensaiadas, posicionamentos dos jogadores na hora de atacar e defender e muito menos a parte física que está deixando a desejar, ou seja, um padrão de jogos. Até hoje, o Atlético não tem uma cara… O elenco é muito bom, um dos melhores que já vi no Galo, mas o treinador não sabe tirar o máximo de cada jogador e colocar essas peças para jogarem bem. Qualquer treinador (Cuca, Levi, Tite, Marcelo Oliveira, Muricy) estaria com esse time, voando em campos. Ganhando de quem for. E mesmo perdendo, perdendo com dignidade e raça.
    Hoje o Galo joga sem vontade, apático e desorientado em campo, a Zaga um horror… e o treinador faz substituições que nos que não somos treinadores, não entendemos… Ele tira uma cara principal que está armando, dando essa dinâmica entre o meio de campo e o ataque e coloca 2 ou 3 cabeça de áreas que não sabem o papel deles em campo…. Um absurdo….
    O treinador tem um ótimo poderio, mas não sabe aproveitar… Essa conversa que estamos perdendo no momento certo, isso para mim é conversa fiada.
    Somente na hora que perdemos a Libertadores que os dirigentes verão que eles fizeram a escolha errada. Porque, como eles falam… Mineiro é Rural e podemos perder…. Grande erro…

  2. Caro editor: concordo que há uma certa impaciência da torcida com Aguirre. Ela foi acirrada com a insistência da colocação do Patric no ataque e pelos maus resultados nestes jogos citados, que eram clássicos (Flamengo e Cruzeiro) e, como tal, deveriam ter sido encarados de outra forma. Acredito que nas fases decisivas o time crescerá e ganhará o que disputar. Pelo menos a pegada será outra. Só tenho medo da condição física do elenco…. Em 2014, no segundo tempo massacrávamos os adversários, como na Copa do Brasil. Este ano, aos 15 min do segundo tempo todos estão com a língua para fora e não têm forças para reação. Abre o olho Carlinhos Neves!!!! A turma tá abrindo o bico muito cedo e estamos apenas em abril!!!

  3. Treinador não entra em campo. Quando muito se cobra brio dos jogadores `a beira do gramado. Yustrich dava porrada, mas hoje em dia está difícil manejar os atletas. Após a goleada contra o Vila, Aguirre era exaltado. Antes da viajem, Pratto dizia que o empate seria bom resultado. Lá, antes do jogo, Urso criticou o gramado, em nada diferente do campo da URT de Patos, onde o Galo havia jogado poucos dias atrás. Qual o motivo da substituição de Cazares? Idem de Robinho, estrela máxima no domingo? O treinador tem culpa se as estrelas não brilham e fica tudo escuro? Nos próximos jogos Aguirre se revelará. Não nos prendamos ao passado. Com Lauro no gol, e Mineirão pela metade, teremos na próxima quinta uma noite de festa. Posição de goleiro é a mais importante do time. Tudo começa ali, debaixo dos três paus. Goleiro de time grande tem que estar pronto, sem essa de juvenil ou da base. Uilson deve seguir o caminho de Renan Ribeiro. Sem estrela, esforçado, apenas razoável. Não serve. Mas em tempo: Victor fez uma péssima temporada em 2015 e Giovanni já falhou feio no Independência num jogo contra o Goiás.

  4. Seja executivo e responsável, Daniel Nepomuceno! Não seja meramente um torcedor! Demita o Aguirre! Ele faz as substituições erroneamente no tempo errado. Não sabe definir o time taticamente e nem vê o potencial tático do Cazares e do Marcos Rocha. Por muito menos você demitiu o treinador que levou o GALO à vice-liderança do Brasileirão, campeão da Copa do Brasil, da Recopa e do Mineiro, em pouco mais de um ano! Vamos ver, Nepomuceno! Antes que seja tarde!!!

  5. Aguirre não é treinador para o GALO. Definitivamente! Acorda, Nepomuceno! Antes que seja tarde! Não há esquema tático envolvente com um time de bom, ou ótimo, elenco! Substitui erroneamente e no tempo errado. Não conseguiu perceber a importância tática do Cazares e não sabe aproveitar potencial do Marcos Rocha. Seja executivo, sem ser torcedor, Nepomuceno. Demita o Aguirre e trate de buscar o Abel Braga, ou o Marcelo Oliveira ou ainda o Argel. Iso porque a Diretoria demitiu um treinador campeão de três competições importantes em um ano além de ter levado o Galo à vice-liderança do Brasilieirão, o Levir Culpi!!!

  6. O Aguirre ta cometendo o mesmo erro do Levir, tirando o Leandro Donizete do time. Ele protege a zaga, impoe respeito e chega junto, fora que aprimorou os passes, consegue inverter bem as jogadas. O Aguirre nao precisava ter errado pra tentar fazer o certo. Era so olhar o trabalho anterior que ele iria ver a diferença do time com Leandro em campo. Ta em tempo, espero que volte atrás….

  7. Amigos se o Aguirre fosse bom técnico estava no internacional ainda. Perguntem aos gaúchos. lembram-se o que o Marcelo fez no cruzeiro? Está livre! Mas com o melhor plantel hoje no Brasil o sucesso é rápido. As substituições no Equador são de tal incompetência que galo não faça a bobagem de outras épocas de esperar demais e chorar depois o leite derramado.

  8. Para mim, a derrota foi uma surpresa, mas não a má atuação do Galo. O time, de quando em vez, paralisa. Será que está precisando de psicólogos? Outra coisa, o Aguirre não pode ser culpado de tudo. Ele entrou com a força máxima (exceto o Uílson). E os jogadores, o que dizer da atuação, de A a Z? O número de passes errados, alguém explica? Futebol pífio de todos. E gostaria de expressar uma opinião muito particular: já deu para o Leandro Donizete. Há muito o cara não é fundamental para o Atlético. Erra passes, mata jogadas e algumas vezes quase mata os jogadores. Não sei, no final das contas tem uma coisa muito estranha acontecendo com o Galo.

  9. Porque será que sempre tem que tirar o Cazares? Ele é o cara que sempre vai deixar alguém na cara do gol a qualquer momento. . . todo jogo é a mesma história . . . Aguirre, essa é a sua chance de marcar o seu nome na história do Galão, vc tem elenco para isso, é só usar a inteligencia . . .

  10. Saudações Alvinegras. Eu nunca jogarei a toalha quanto se trata de Galo. Apesar de ver algumas deficiências que o time está apresentando, penso que temos sim condições de Almejarmos títulos este ano, pois se o Galo com este elenco e com um treinador que eu ainda confio, não puderem almejar títulos este ano, quem poderá então? Flamengo com um time q nunca se encontra, palmeiras com aquele junta junta, corinthias que depende de André Balada p fazer gols, fluminensa que conta agora com o piadista Levir?? Por isso acredito no Galo, não temos nenhum time voando nesta temporada e temos sim um grande elenco. Penso que o Donizete tem lugar neste time e luan precisa de um bom chá de banco para voltar a jogar bola. Nossa zaga realmente tem se mostrado lenta e precisamos de uma contratação para este setor. Bica Bicudo sempre. Se eu acreditei até em Mixirica, Catanha, VolksVagner, não vou acreditar em Pratto, Cazáres e Robinho.. Eu torço contra o vento. Bica Bicudo. Aqui é só Galo.

  11. Um dos piores jogos do Galo nos últimos anos… Perder faz parte, mas a forma como se perde faz toda a diferença. É inadmissível uma derrota como esta. Já faz 3 meses e meio no comando, Aguirre já deveria conhecer o elenco e saber prepará-lo para as circunstâncias de cada jogo. É preciso evoluir e muito. O Atleticano é otimista por natureza, mas o time necessita passar confiança. Faltou compactação e padrão de jogo. O que o Aguirre tem ido no CT a apasseio? Será que o Galo não oferece condições de treinamento? Os salários estão em dia? Há problemas no grupo? Creio que estas perguntas tenham resposta negativa. Então não tem desculpa. HONREM A CAMISA, MAIS FUTEBOL E MENOS BLA BLA BLA.

  12. a diretoria tem que abrir o olho enquanto é tempo, porque depois, não adianta chorar o leite derramado. O time do galo já deveria estar na ponta dos cascos. Totalmente treinado, sem chance para improviso.

  13. O Aguirre pode ser um bom treinador, más peca muito nas substituições. A exemplo do último jogo, quando percebeu nitidamente a falta de marcação, deveria tirar um atacante (Robinho ou Luan) e entrar com o Donizete, porém ele tira o armador, que conhece o campo (se é que pode chamar aquilo de campo). Depois tenta consertar, más substitui na lateral, e o pior, o time perdendo, para o jogo aos quarenta e tantos, para entrar com mais um volante.

    1. Meu caro, eu também teria tirado o Robinho, porém, se Aguirre tivesse tirado o Luan pra colocar o Donizete seria trocar seis por meia dúzia. Luan é o único que marca, perceba que quando estamos sem a bola, ele marca ao lado dos volantes. Jogador importantíssimo para o esquema tático. Luan pode ser substituído se a intenção do treinador for outra, agora, se for aumentar o poder de marcação, ele é o último a sair, pois marca tanto quanto nossos volantes. A entrada do Lucas Cândido (eu teria mexido antes), foi pra tentar aproveitar o excelente chute de nosso jogador, que na altitude ainda se torna mais perigoso. É isso, pode não ter dado certo, mas se analisarmos com sabedoria e entendendo o jogo como ele é, perceberemos que as intenções do Aguirre estavam corretíssimas. SAN

  14. ACHO ELE MUITO FRACO , SEM PERFIL PARA DIRIGIR O TIME, ALEM DO MAIS DEU PARA SENTIR QUE O TIME ESTAVA RACHADO NO JOGO DE QUARTA , INESPLICAVEL TANTO ERRO DE PASSE. OUTRA SITUAÇAO COM ESTE ESQUEMA DE JOGO , ESTAO MATANDO O PRATTO, O CARA E FINALIZADOR E QUERENDO QUE LE VENHA ARMAR JOGO, NAO DA.

  15. Caro Eduardo,
    Com o título da Libertadores,os atleticanos ficaram muito exigentes,assim como já são os cruzeirenses.Mas o que ninguém fala é dos desfalques que o time do Atlético sofreu.Comentaristas e corneteiros em geral não avaliam nada a não ser o resultado.Quanto ao técnico,no Brasil, ele sempre será o culpado.

  16. O Time não tem um grande problema que não seja o Goleiro. Toda a defesa esta insegura com o Uilson. Não tente potencializar o problema do Galo para polemizar e criar interesse pela coluna, por favor!!! Ninguém em sã consciência vai pensar que tem alguém querendo jogar a toalha neste momento, menos!! O Galo perdeu com time reserva e em uma liga que só serviu de pré temporada, coisa que o Galo já estava preparado. O Aguirre tem cometido mudanças estranhas no time, mas tem um desenho de jogo que se encaixar vai sem muito bom. E troca-lo por quem??

    1. Não defendo ou insinuei troca de comando, pelo contrário. Salvo melhor juízo foi um desencontro de interpretação. ObriGalo pela mensagem.

  17. […] “E mais, desde 2012 – aquela urucubaca passou –”[…] é exatamente por isso a pulga atrás da orelha,prezado ! CAM hoje voltou ao topo da cadeia, para o Atleticano desistência é palavra riscada de nosso dicionário – nem na fase mais negra de nossa História ela existia – . mas a exigência ,esta sim continua forte . Espero sinceramente que esta derrota e como foi a derrota,não seja esquecida e sim que sirva de aprendizado de como NÃO se joga uma partida de LA . Já dizia Nelson Rodrigues :-” Toda unanimidade é burra .Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar.”
    PS: ontem foi o dia dedicado ao profissional de jornalismo ,congratulações ao sr. e aos vossos colegas de profissão .Atrasado mas está valendo rsrsrs … #Galosempre

  18. Caro amigos, o que não se pode admitir é um treinar da categoria do Aguirre, em um time da dimensão do nosso, o cara não tem visão de jogo, portanto não sabe substituir. Como pode um time perdendo de 3×1, trocar um armador como Kazares pelo Donizete, trocar Robinho por um Lateral. Monta se um elenco desta qualidade, e entrega para um peladeiro dessa categoria, pois improvisação é para futebol de várzea.

    1. Meu caro, discordo muito do seu comentário. Cada vez fica mais correta a máxima de que brasileiro pratica bem mas entende muito pouco sobre futebol. Obviamente, pra transformar um time em ofensivo, não é só colocar atacante e vice versa. É possível (como os grandes treinadores mundo afora demonstram diariamente), tirar um atacante, colocar um zagueiro ou um lateral e o time ficar mais ofensivo. Aguirre tirou Cazares (eu teria tirado o Robinho), porque perdíamos claramente o meio campo e precisávamos de marcação por ali. Se ele tivesse tirado o Luan (único que marca dali pra frente) ou outro jogador de defesa, teríamos tomado um sacode. Por essas e outras que não vemos nenhum treinador brasileiro fazendo sucesso nas grandes ligas. Enquanto argentinos, uruguaios e até chilenos arrebentam mundo afora, continuamos com nossos “professores” entregadores de camisa apenas, sem o mínimo de conhecimento tático. Uma pena. Se a Direção do GALO demitir o Aguirre será a maior burrice que poderá cometer. Sabedoria nas análises Massa! Vamos aprender a enxergar o jogo como ele realmente é. SAN.

  19. O cara mal chegou e tem nego querendo a cabeça do cara ? tem muito torcedor do galo ficando igualzinho maria do bairro … vamos classificar e quando estiver valendo veremos ….

  20. Essa crônica, de caráter memorialista e passional, vem cada vez mais conquistando os leitores mineiros, não só atleticanos, como se pode notar nos comentários. A diferença que venho sentindo, como torcedor do Galo, nos últimos anos, é a de que, mesmo diante de terríveis adversidades, podemos, a qualquer momento, virar o jogo (e não a mesa). Eu, enquanto atleticano, sinto-me muito confortável e confiante, pois, de cabeça erguida, creio na qualidade do time e me orgulho bastante de uma história vitoriosa e ilibada construída nesses 108 anos. Abraços e parabéns pela coluna.

  21. Sim, infelizmente o treinador não tem a cara do Atlético. Gostaria muito de ver o Cuca nesse time novamente. Uma coisa e certa, o treinador não pode reclamar de peças em seu elenco. Muitos foram questionados, mas a prova disse é que o treinador olha status e não números. Pratto não pode deixar esse time, mas Luan voltando de contusão não deveria ter entrado no time. Dar mais chance para os meninos. Sangue novo. Principalmente no ataque e defesa. Meu respeito ao capitão Léo Silva… Está lento pela sua idade. Deveria dar lugar em jogos decisivos para os mais novos porque se não vai complicar la atras… Voltando sobre o treinador. Não gosto de inventar, gosto do certo e o geleiro não atende.

  22. Já disse e volto a repetir. Um time que almeja vencer o continente e chegar ao mundial não pode dar espaço para pessoas sem preparo. O Uilson já mostrou ser completamente despreparado após a primeira bola chegar ao gol no clássico contra o crüzeiro. O curioso é que tem gente dizendo que o Uilson é um bom goleiro e precisa de tempo, enquanto isso nossa vantagem no estadual já foi embora e as primeiras posições da libertadores junto, há inclusive uma possibilidade de escapar a classificação na última rodada, mesmo que seja mínima. Acho que esse papo de que o “cara tem talento”, “ainda sente”, “foi precipitado” e etc é para categoria de base. No profissional o sujeito está apto ou não, não dá para bater nas costas enquanto o sujeito vai destruindo o semestre. A diretoria, que acerta muito, errou muito colocando um despreparado desses na lista da LIBERTADORES. Esse é o tipo de jogador que você empresta de graça para um time pequeno e observa se evolui ou não, que pague o pato longe daqui.

    1. Concordo plenamente Guilherme, time com a grandeza do Galo não pode esperar goleiro da base se firmar e ganhar confiança em competições tão importantes como Libertadores. Coloque o Lauro para jogar o mais rápido possível e deixe o uilson treinar no campeonato mineiro . . .

    2. concordo plenamente. Isso não é queimar o goleiro mas não pode é ficar batendo nas costas e perdendo pontos tão importantes como estamos perdendo.

    3. Caro,não sou de jogar contra o patrimônio,mas nesta tenho de concordar com vossa colocação . Gosto de acompanhar o Galinho – qdo não posso estar in loco, a @Galofuture me proporciona isto – e ano passado o despreparo do jovem Uilson nos custou a eliminação da Copa do Brasil Sub-20.Pregamos o time das sardinhas vilabelmerianas na Arena do Jacaré por 2×0 , no jogo de jogávamos por um empate e/ou derrota mínima de 1X0 ,levamos de 5X0 com direito à 4 falhas grotescas de Uilson que na ocasião tbm pediu desculpas pelas falhas . Estão jogando o garoto que ainda não está pronto aos leões,assim como aconteceu com o Renan Ribeiro .Cabe ao Chiquinho e ao Aguirre blindá-lo neste momento ,coisa que não está acontecendo . Aprendi desde cedo que um grande time conheça com um grande goleiro,não é o nosso caso no momento … abc e #Galosempre

  23. Desde a contratação do Sr Aguirre sempre fui contra. Com o time que tem em mãos, o Atlético ainda não fez este ano nenhuma atuação à altura .Não perdeu para o America por duas vezes pela marcação penaltes duvidosos. Ganhar dos times do inerior, com todo respeito que eles merecem, é uma obrigação dos times da capital.Naminha modesta opinião, com este treinador o Atlético não ganhará nenhum titulo este ano. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*