Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

O Galinho segue o roteiro do Galão

Bruno Cantini/ Atlético

Ano passado, diante de tantas conquistas domésticas e até um nacional, abusei em elogiar as divisões de base. Também pudera, se o profissional havia conquistado o Mineiro, os garotos levantaram o título do sub-20, sub-17, sub-15 e até do sub-14.

Na divisão mais madura da base, o sub-20, houve até mesmo uma conquista nacional, em cima do Flamengo e dentro do campo do adversário.

Daí, vem esse famigerado ano de 2018, em que a palavra de ordem era “austeridade”, com a folha salarial dos atletas reduzida de 11 para 9 milhões mensais.

Foram dispensados jogadores caros como os antigos donos das camisas 7 e 9 da era Nepomuceno. Para ocupar suas vagas, buscamos Ricardo Oliveira, cujo grande momento na temporada foi anunciar a antecipação de seu compromisso até o final de 2020. Isso um ano e meio antes de vencer o atual contrato.

Outro, o Chará, que veio para suprir a outra dispensa, custou os olhos da cara e – embora tenha começado de maneira empolgante – caiu na mesmice do resto da equipe.

Daí, sonhando com tudo diferente em 2019, desejamos contratações. Ao contrário de gestões vitoriosas, que só anunciavam nomes depois de contratados, estamos com a boca adoçada com nova dupla de zagueiros experientes, alguns nomes estrangeiros e até a volta do Tardelli. Nada de concreto, entretanto.

Foto: Bruno Cantini | Atlético

Diante dessa dificuldade, e até imaginando que a história da “austeridade” vai seguir o roteiro até o final dessa gestão, temos de olhar para a base. Mas, aí a depressão fica maior e mais forte.

Se ganhamos aquilo tudo que disse lá no alto da página, em 2018, agora apenas o sub-17 deu volta olímpica. Desde os profissionais e a garotada, ficamos na segunda colocação. Teve até divisão que sequer chegamos entre os primeiros. Nos torneios da CBF a situação foi similar ou até pior.

Vem a Copa sub-20, antigamente conhecida como Ipiranga e agora RS, e os nossos garotos reforçados por alguns que já passaram pelos profissionais até que começaram bem.

Venceu o River Plate por 3 a 1. Depois, perdeu para o Vasco por um gol -igualmente derrotado pelo Palmeiras, agora por 2 a 1.

No sábado, jogando sua derradeira possibilidade, vencia o Toluca do México pelo placar mínimo. Mas os meninos, assim como os marmanjos, tomaram um gol no apagar das luzes. O empate mandou o time de volta pra casa.

Foram quatro jogos, com uma vitória, um empate e duas derrotas. Cinco gols a favor e igual números de tentos sofridos.

O pior: quem acompanhou a garotada assegura que não vislumbra nenhum jogador em condições de subir para os profissionais e virar realidade. Até mesmo aqueles que já atuaram no time profissional foram fracasso na Copa RS.

O que podemos esperar para 2019? Só uma possibilidade, com a ajuda de Deus, conforme tão bem descreveu o amiGalo Fred Melo Paiva, no sábado, aqui neste UAI e no Estado de Minas.

 

Postagens relacionadas

32 comentários em “O Galinho segue o roteiro do Galão

  1. O clube não tá tendo dinheiro nem para pagar em dia os salários e você ainda quer ver fora os nossos melhores e mais experientes jogadores. E vai contratar jogadores deste quilate com qual dinheiro? Eles tem contrato em vigor e não é assim que resolverá todos os problemas. Contratar cabeças de bagres não agregam a nada e ainda faz com que os mais experientes tbm não rendem. Contrate bons jogadores e não precisam ser estrelas, que com certeza o rendimento vai ser outro. Para dispensar só se vier outros do mesmo nível!

  2. Boa tarde Eduardo e massa. Está base do galo é muito fraca.alias o André Figueiredo foi demitido mas esta ainda pior. E para piorar o fraco presidente 7 câmera acaba anunciar marques de diretor de futebol aí é mesmo amadorismo. O marques não conseguiu nada na base é vai conseguir no profissional estamos lixados com esta diretoria do galo.eu fexava esta base já que não revela ninguém está entregue a sorte,é amigalos vamos começar a rezar porque 2019 é vem aí.sem presidente,diretor de futebol,com montes de peladeiros que mamam no galo aí é demais. Porque não vazaram com as barcas. Socorro tira nosso galo da lamas. Vai galooooooo.

  3. Como tudo é difícil para o Galo.
    O presidente acaba de oficializar Marques para a diretoria de futebol.
    Mais um pau mandado do presidente.
    Quanto à Base, a mesma serve apenas de cabide de emprego para ex-atletas. De lá não se revela nem gandulas.
    Rumo a Bodas de Ouro sem títulos do Brasileirao.

  4. Simples, hoje time não revela porque tem segundo interesse nas transações. Para os diretores não é interessante revelar, isso é bom somente para o clube. Eles prefere pegar esses perebas que tem empresário e trazer para o Galo. Acho que essas transações teriam que ser bem investigados. Esse ano acredito que teve muita comissão por fora para trazer esses perebas, ou na base não tem jogadores melhores que esse Denilson????
    Renovação com Ricardo Oliveira, contratação de Leandrinho, Nathan. Pra mim faz parte de uma jogada para incentivo financeiro pessoal por fora. Não tem outra explicação. Tem muitos garotos na base, mais o Galo é um time que não da oportunidade e quando o tem a torcida não tem paciência. Eles tem mais paciência com jogadores igual esse pé de rato do Fabio Santos que jogadores da base que sobe. Sendo que tinha que ser o inverso.
    Então e difícil, sem oportunidade não tem como base revelar talentos. Acho que o mineiro teria que ser aproveitado para isso, dar chances a todos e tenho certeza que teríamos algum nome para o Brasileirão.

  5. REINALDO – T. CEREZZO – P. IZISORO – MARCELO.
    Essa é a última geração de CRAQUES que saíram da nossa BASE.
    Portanto a nossa BASE É DINHEIRO JOGADO NO LIXO. NÃO PRESTA PARA NADA. E olhem que temos a melhor estrutura do Brasil para revelar CRAQUES. Mas como disse um jornalista em coluna no SUPERESPORTES AS BASES SÃO COMANDADAS POR EMPRESÁRIOS INESCRUPULOSOS .
    Quanto ao profissional não podemos admitir ELIAS , R. OLIVEIRA E F. SANTOS COMO TITULARES. Se esses três continuarem podem escrever ; 2019 estará Perdido.
    PS – Não considero Bernard e Jemerson como CRAQUES.
    Não passaram de jogadores medianos.

  6. Bom dia Eduardo seu comentário reflete o quão ruim é a atual gestão do Galo. Os fracassos se acentuaram e os resultados obtidos são bem ruins ao que se esperava. Com essa diretoria, em 2018, os erros foram gritantes, faltou de transparência e a empáfia foi de uma intencionalidade ímpar. Tanto que apesar de 2019 não ter sequer começado, muitos já o dão como mais um ano perdido e, pelo visto, isso se repetirá até que sejam alijados do Clube o modelo de gestão feudal e amadorística que tomou conta de Lourdes. Esses dirigentes atuais conseguiram aniquilar com a confiança da torcida e apagar a sua esperança. Por isso, mantenho a tecla de uma revolução dentro do Atlético, mudança radical de rumos e faxina geral.

  7. Concordo com as opiniões do Nilton e do Sidnei quanto ao fato de o Galo não conquistar títulos na base(ressalto que foi apenas esse ano, diferentemente dos anos recentes). A função principal da base é formar atletas, e os títulos devem ser apenas consequências de bons trabalhos de formação.
    Porém, comungo das opiniões do JBGalo e do Alberto MTC2 quanto aos ex-jogadores que integram o departamento de futebol de base. E, refaço o questionamento, que já fiz em outras ocasiões anteriormente: o que esses senhores fizeram que os credenciam à trabalhar no CAM? Absolutamente NADA!
    Exceção ao Marques e ao Valdir Benedito. O primeiro, por ter se qualificado, ainda que teoricamente, em cursos de promovidos pela CBF e para AFA, conforme destacou em sua apresentação, no início do ano. Questionar sua manutenção como diretor de futebol “são outros quinhentos”, mas para desempenhar funções na base, entendo que tenha qualificações, mesmo que preliminares, visto ser seu primeiro trabalho efetivo. Já o ex-volante, integrou a equipe do Alexandre Tadeu nos trabalhos que este desempenhou como técnico e coordenador da CBF.Tem experiência prática.
    Porém, o restante do grupo, na minha opinião, faz parte de um cabide de emprego, com o engodo de que são “atleticanos”, e, de quebra, fazendo uma “média”, com a alegação de que essa diretoria “valoriza os ex-atletas”. Ora, ora…gestão se faz com pessoas competentes, e não com “queridinhos apadrinhados”.
    Já destaquei isso anteriormente, ainda quando da contratação do Reinaldo como observador da base. Vejamos a experiência dele após encerrar a carreira (somente no tocante ao futebol. Não abordarei questões de vida particular e política): tentou ser treinador em alguns times do interior, e não durou nem o tempo dos contratos feitos. Tentou empreender com a criação de um time próprio, e novamente fracassou nos primeiros passos. Nem como comentarista esportivo vigou. No futebol pós carreira esportiva, fracasso total!
    E o mesmo se aplica ao Éder. Muitos não se lembram, mas ele estava no departamento de futebol na campanha de 2005, juntamente Humberto Ramos, outro incompetente (que nunca mais conseguiu retornar).
    Entendo os resultados da base como normais, ainda mais que houve reformulação, dentre a principal a saída do Ricardo Resende, treinador campeão nos anos anteriores, que foi para o rival. Porém, é preciso repensar ela filosofia amadora de contratação de ex-atletas. Pode comprometer o futuro da Base do time. E tenho dito isto já há tempos, não devido aos resultados recentes.
    Saudações alvinegras!

    1. Boa tarde Souza!
      faz parte de um cabide de emprego, com o engodo de que são “atleticanos”, e, de quebra, fazendo uma “média”, com a alegação de que essa diretoria “valoriza os ex-atletas”. Ora, ora…gestão se faz com pessoas competentes, e não com “queridinhos apadrinhados”.
      P E R F E I T O!

    2. Souza, concordo plenamente com você. Acho que as últimas diretorias, principalmente as duas últimas, se preocuparam muito em contratar diretores ligados afetivamente ao clube. Isso é uma bobagem. Tem que colocar GENTE COMPETENTE, não importa onde jogou ou trabalhou. Mais profissionalismo e menos panelinhas de amigos e ídolos do passado.

  8. Bom dia, concordo com alguns aqui, base não precisa ganhar títulos, precisa revelar jogadores. Olhando os jogos no RS…olhando apenas os jogadores, também não vi nada que possa mudar o que ja temos, mas é melhor um jogador meia boca da base do que pagar mais dinheiro pra um descompromissado rodado ai do futebol. Mas a base tem que revelar pelo menos bons jogadores para entrar em algumas posições e complementar o grupo (Jermesons, Bernads, Lincons, Mancinis, Marcos Rochas, Castans, Limas, L. Almeidas…etc, teríamos que ter sempre, constantemente saindo da base). Tem uma observação também, não basta colocar ex jogadores que não tem carreira em formação de jogadores…a base no Brasil existe toda uma “máfia”, um relacionamento de interesses, recompensas, rede de formação e captação, parceiras…é muito mais do que apenas colocar comissões técnicas e fazer peneiras…Isso que vinha bem no Galo até meados dos anos 2000, me parece que vem desestruturando ou parou no tempo, enquanto outros clubes avançaram…No mais, ainda preocupado com a parte administrativa do clube e seus pensamentos sobre futebol…o norte se perdeu…espero que se achem logo…Saudações.

  9. Olá amigos da bola!

    Vi o jogo do subl 20, e a impressão que tive, foi de estar assistindo o profissional, com o ex treinador Larghi, mesmo esquema ridículo!
    Time medroso, faz um a zero e recua, tenta matar o tempo, ao invés de atacar e buscar mais gols, não, fica no taca daqui, dali, todo recuado, ridículo!

    Time covarde, tem que perder mesmo, e todo time retranqueiro, medroso, leva gol quase sempre no final.

    Impressionante como o Atlético só trabalha com treinador retranqueiro….. Na base, no profissa, velho! Isso tem que mudar!

    Esses retranqueiros mataram o futebol arte brasileiro, ao longo dos anos, preteriram a habilidade, em função da estatura e da força! É justamente por isso, que nosso futebol arte morreu.

    Acorda Galo!
    Contrate profissionais ofensivos, profissionais que gostem de habilidade e velocidade, gana, raça!…………..

    É tão simples cara!
    Façam a peneira e observem apenas a habilidade, procurem garotos habilidosos, tá cheio por aí….
    Impressionante a incompetência das pessoas que administraram e administram esse clube!…..

    Meu Deus!

  10. Simples, os erros vieram de cima, do eventual presidente, que é amigo do jornalista que a torcida do galo detesta, o próprio Marques fez um programa de esportes na televisão com o referido cidadão e não conseguiu voto, o Kalil que se cuide, pois vai perder muito voto com este arrogante e prepotente, falta hombridade para tirar esse sujeito do poder.

  11. Oi Eduardo e Amigos, bom dia!
    Com os atuais gestores e suas políticas de trabalho, não me iludo com mais nada no que tange à contratação e montagem de time competitivo.
    Os mesmos continuam pensando pequeno e com planejamento modesto e sem nenhuma ambição para 2019.
    Já estou me conformando com a mesma mulambada para a próxima temporada.
    Sofrer, esse é o nosso ideal.

  12. Até quando vamos ouvir/ler esse lenga lenga de que a base não revela, que o profissional não contrata,etc?? Quando contrata, contrata essas porcarias que aí estão!
    Adoram criticar a meninada sem nem mesmo ver jogar, não 1 ou 2 jogos, mas uma sequência. O que é melhor, dar chance para a meninada(que não foi contratada a peso de ouro) ou por pra jogar esse monte de amebas contratadas?
    É melhor deixar a meninada.
    Temos algumas “viuvas” do Tardelli alvoraçadas por que o mesmo pode ressuscitar. Não,Não,Não e Não!!! Chega de ex jogador.Basta o RO e Elias.

  13. É incrível como um time com a estrutura do Galo não consegue revelar nenhum jogador que preste.
    Já que não temos dinheiro a base seria a salvação mas pelo jeito ai ser mais um ano sem revelar ninguém e mais um ano na fila.
    Meu sonho é ver MRV E BMG funcionarem ativamente no Galo contratando jogadores acima da média, como isso não vai acontecer tão cedo acho meio difícil ganharmos titulo de expressão.
    Merecemos um 2019 melhor!!

  14. Boa tarde massa e Guru

    Creio que a falta de comprometimento, vontade e profissionalismo, foram características que infelizmente entraram no DNA do clube, quer seja no profissional quanto nas categorias de base. Não é que o técnico titular do sub 20 foi fazer curso na CBF e deixaram um estagiário no lugar? Isto lembra vcs de alguma coisa já passada no clube nestes últimos tempos? No sábado postei aqui (creio que muita gente deve ter torcido o nariz), que nossa categoria de base virou um bolsa família de ex jogadores. O que eles estão fazendo lá? O fato de alguns terem sido ótimos jogadores (e tem até o craque Rei) não quer dizer que eles têm o feeling para descobrir novos talentos. Já postei aqui, temos que ir no Florminense, Vitória e Santos e buscar o pessoal de lá, pois é lá que estão os melhores reveladores de talento hoje no Brasil. E olha que eles nem estrutura têm. E a Saga da vergonha permanece, no profissional e na base! Afff!!!!

  15. AmiGalos,
    Ontem assisti a final da LA2018, e como a maioria de nós, deve ter sentido e visto o que foi e onde chegou o nosso Galo.
    Explico:
    Quem decidiu o título a favor do River Plate?
    Lucas Pratto e Quintero.
    Pratto até poucos dias era jogador di Galo. Foi vendido, penso que barato, para ficarmos com o cone.
    Quintero esteve na rota de contratações do Galo nesse início de 2018. Ágil, esperto, ótimo domínio de bola, decisivo, não se omite do jogo e não dorme no meio de campo, enfim tudo que precisávamos e não tivemos peito e dinheiro para contratá-lo.

    Ricardo Oliveira e Cazares são melhores. É bom pensarmos assim.

  16. Bom dia a todos os atleticanos e atleticanas de todos os matizes!
    Bom dia escriba mor!
    O que podemos esperar para 2019? Que venha 2020, pois o GALO é o time do ano que vem…
    Quem é o diretor das divisões de base? Marques! Ídolo do passado! Qual é a experiência no presente! Nenhuma!
    Estamos cheios de ídolos do passado, que fora dos gramados não fizeram nada de “vencedor”. O próprio Marques foi um fiasco como deputado estadual. Dos outros nem falo.
    Feudalismo gera AMADORISMO.
    Estamos na mesma marcha que nos levou a esse ano tão “maravilhoso”, afinal abandonamos todas as competições para nós classificamos para “libertadores QUAE SERÁ TAMEN”!
    Vamos encher o clube com os ídolos do passado sem qualquer experiência nas funções que ocupam! Vamos falar de ex ídolos para serem novamente contratados! Vamos continuar acreditando que o que começa errado no fim irá dar certo!
    Vamos vivendo apenas de lembranças, pois o ano que vem será diferente…
    TORCER SEMPRE SEM NUNCA PERDER A CAPACIDADE DE JULGAR!

    1. Uai mas se gostamos é de sofrer e torcer a receita é essa mesmo. Aconteça o que acontecer o horto estará sempre com o público de mais de 15.000 torcedores que apoiam incondicionalmente o clube. Minha previsao para o ano de 2019 é titulo zero e ao final vamos comemorar a permanência na primeira divisão.

      1. Boa tarde Domingos!
        Eu gosto de ser CAMPEÃO!
        Sofrer? O dia- a-dia do brasileiro já é por si só um sofrimento.
        Para aqueles que gostam de sofrer e frequentar restaurantes ruins, o ano de 2018 foi excelente!

  17. AmiGalos, bom dia
    Essa de não ganhar títulos com a base é um ótimo sinal. Base de time grande que não ganha títulos, revela jogadores.
    Qual título da base ganhou o Santos? E o Atlético-PR? Vitória?
    Esses daí revelam muitos jogadores.
    Ganhar títulos na base basta encher o time de jogadores fortes e pronto.
    O problema é ter qualidade.
    Eu vi alguns jogos do Galo nesse torneio RS. Nada demais. Bruninho e Hulk são bem fracos mesmo atuando contra jogadores do sub20, ou seja, nem na base eles são destaques.
    Em tempo: eu ficaria satisfeito se o Palmeiras envolvesse o jogador Papagaio na negociação com o Marcos Rocha. Esse sim é destaque.
    Tem tb um lateral esquerdo do Palmeiras que é muito bom.
    Eu fecharia em 7 Milhões mais o empréstimo dos dois até o final do ano, com passes fixados.

  18. O Santos ganha algum título na base? O Inter ganha algum?
    Vocês começam a queimar jogador da base, antes mesmo deles subirem ao time profissional. É impressionante.

    1. Meu caro amigo Sidnei, desculpe discordar, mas categoria de base não é para ganhar títulos, e sim para prover o profissional de jogadores. O santos não ganha títulos mas, quanto ele faturou com Neimar, Rodrigo e Gabigol só como exemplo? Esta história de título de categoria de base é maior enganação.

  19. Bom dia!
    E pensar que o maldito nepomuceno vendeu Lucas Pratto pra ficar com fredmariaconecaloteira!
    E pensar que ninguém consegue peitar a dinastia tirânica Kalil!!
    E pensar que empresários malditos se apoderaram de todos os setores de futebol do glorioso Clube Atlético Mineiro!
    E pensar que vamos começar 2019 tendo que assistir Fábio Santos, Elias e Ricardo Oliveira vestindo uma camisa que não combina em nada com eles!
    E pensar que nossa base produz Leleus que não acaba mais!
    Eu que já fui apaixonado pela Seleção Brasileira, hoje odeio a seleção cbf! Espero que isso não aconteça em relação ao Galo!

    1. Boa tarde Galo Roberto de Oliveira!
      Aqui para você é só a sua opinião que é a correta. Não respeita a opinião que seja contrária a sua. Não sei a sua idade, mas já sou muito calejado para ficar aqui todos os dias retrucando certos comentários que na maioria são fora fulano, fora ciclano, etc e tal. O Lucas Pratto em seu primeiro ano aqui arrebentou e no segundo ano deixou a desejar e boa parte da torcida já estava metendo o pau no cara, por ficar muitos jogos sem balançar as redes. Eu também não fui a favor da sua saída, mas infelizmente a nossa torcida, não generalizando, faz isto todos os anos pegando no pé de certos jogadores por pura picuinha e isto vira uma corrente, hoje em detrimento das redes sociais, onde tem muitos torcedores que podemos chama-los de Maria vai com as outras. Se eu for fazer uma lista aqui, dar mais de um time de futebol que uma boa parte da torcida queria fora e que muitos deles após saírem e voltarem, deram a volta por cima. O grande erro estar é nas contratações mal feitas de jogadores que não agregam a nada e ainda atrapalham os que sabem jogar. Disse e repito: temos é que contratar jogadores para chegar e assumir a titularidade, agregando a experiência com a juventude, não dispensando os mais experientes, pois juventude só não ganha campeonatos. Se estes jogadores que você quer fora não serve para serem titulares, pelo menos para compor grupo é viável e podem muito bem com a chegada de outros, terem sombras a altura, sendo obrigados a disputar posições. Dispensam eles e você vai ver aparecer no mínimo 5 times da prateleira de cima querendo os caras. Sou contra e acho que eles são úteis no elenco e vão agregar bem na formação do elenco. Agora se vão serem titulares, vai depender das sombras e do técnico. Aqui é Galo p,!

      1. Jairo! Completando seu raciocínio, vou dar nome aos bois aqui! Essa generalização de perseguição de nossa torcida, começa nas ondas do radio! E a frequência é em Am/Fm e responde pelo nome de RADIO ITATIAIA! Esse é o maior câncer do futebol mineiro! Pode puxar ai quantos jogadores, dirigentes que eles já contrataram, ja demitiram, já queimaram etc! É um tal de falar e depois dizer que nunca o fez que da até gosto! Emanuel Carneiro então, só GZUIS pra dar conta daquele senhor! E outros também! CÂNCER!

      2. Boa tarde, caro Jairo Pimenta!
        Você está equivocado. A minha opinião é minha e é simplesmente uma opinião. Quanto a esses jogadores que você acha que se saírem terão muitos times querendo, posso lhe garantir que muitos vão queres, mas só não vão concordar em pagar tão caro por esses inúteis.
        Em tempo,
        Fora Elias!
        Fora Fábio Santos!
        Fora Ricardo Oliveira!!

  20. Bom dia amigos do terreiro!
    Bom dia Eduardo!
    Bem, o que esperar para 2019?
    Para mim a resposta é NADA! Mas aquele nada bem constante mesmo!
    Eu espero que ao menos se mantenha a serie A para ai sim em 2020 ou 2021 ter a condição de pleitar alguma coisa a mais!
    Isso se usarem 2019 com inteligencia para comprar um elenco para os anos seguintes!
    Com essa base que temos hoje, não sera 5 ou 6 jogadores que vão resolver o problema, alem de considerar que os que podem vir a chegar não vir a vingar também!
    Estamos com um time QUEBRADO, sem dinheiro para investir em bons nomes!
    Estamos sem cotas para receber, pois já foram adiantadas, e vamos mais uma vez necessitar de caridade ou refugos de outros clubes como o palmeiras por exemplo que deve ter hoje uns 2 milhões de jogadores sem jogar, porque estão contratando tudo que aparece na frente!
    Vamos torcer, eu ainda acredito em um futuro melhor, mas não é por agora não!

    Fiquem todos com Deus, uma boa semana e bora la que o nosso caminho é de pedra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*