Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

O dia seguinte

Foi uma quarta-feira cheia de graça para os Atleticanos e gracejos amarelos e nada divertidos de adversários. Desde os argentinos, que – ao que demonstraram – não souberam assimilar a derrota até antigos rivais na falta de assunto de seu interesse relacionado ao futebol. Ao final o que valeu foi a classificação para a próxima fase e nos prepararmos para a sequência das três competições em pauta na temporada do Galo.

Já no domingo (25) temos Brasileirão e na quarta-feira (28) pela Copa do Brasil, pegamos o Bahia nas duas competições. Ao meu sentimento pessoal, aliado ainda pelas conversas nas cidades – acordei em Belo Horizonte e à tarde cheguei em Araxá – o Torcedor não quer saber de priorizar e tem fome e sede de todas essas conquistas. A Libertadores, que asseguramos a vaga na terça-feira, é a porta para a conquista do Mundial.

Sobre os argentinos do Boca, a exemplo do Arsenal – em 2013 – se prestaram ao ridículo papel de quebrar patrimônio de terceiros. Nas duas ocasiões, coube ao Galo socorrer o adversário no pagamento da fiança pela arruaça que aprontaram no Mineirão. Na Libertadores do ano que fomos campeões, os argentinos do Arsenal de Sarandí quebraram o Independência.

Pero que si pero que no, é recomendável ao Atleticano ter mesmo cuidado ao passear pela Argentina. O clima hostil, que teve início no tratamento dado à nossa delegação na partida de ida, sugere tempo para essa cura. Ainda assim, insisto, como disse ontem, que nada justifica qualquer retaliação nossa na partida de volta. Refiro, neste caso, ao quebra-quebra protagonizado pelo Los Hermanos, depois de perderem três penalidades e o Galo converter outras três. A vaga é nossa! Ponto!

Sobre o gol anulado, as imagens não deixaram dúvidas quanto ao impedimento e a participação do jogador argentino no tento reclamado. Quanto ao primeiro jogo, reitero, de não ter me convencido da irregularidade anotada pelo VAR na ocasião. No frigir dos ovos, sem a intenção de medida compensatória, seguimos em prejuízo tanto pela Conmebol quanto – e especialmente – pela CBF.

Enquanto argentinos seguiam na Delegacia, termos sendo redigidos, fiança sendo paga para liberação de jogadores, outros torcedores não Atleticanos, sem o que dizer sobre seus clubes, optaram por atacar ao Galo e a Massa, que seguiu comemorando. A classificação foi tensa e dramática, afinal superar o Boca em dois jogos é missão que o histórico de clubes brasileiros ao se mostrava ser “quase” impossível.

Passou. Valeu. Que venha outro argentino nas quartas de finais da Libertadores, no caso o River Plate. O jogo de ida, será novamente naquele país e seria interessante para todos que o tratamento de fidalguia fosse determinante e respeitado nas duas decisivas partidas. Se condeno a retaliação, não quero com isso deixar subentender que aos autores da desordem seja dado o benefício de provocar como mandante e ainda na condição de visitante impunemente.

De volta ao nosso Galo. Tem me incomodado muito a quantidade de cartões amarelos, recebidos gratuitamente, pelo excesso nas reclamações. Uma suspensão nos momentos decisivos, pode colocar em risco todo o planejamento da temporada. Vale para todos, desde Allan, passando pelo Hulk, até todo e qualquer profissional do nosso elenco.

Até o final de semana, quando vamos ter Galo de novo. Amanhã é dia da prosa com o Max.

*fotos: Pedro Souza/Atlético

41 thoughts to “O dia seguinte”

  1. Para ganhar do River Plate tem que jogar mais bola.
    Em 2012, o Galo ganhou o primeiro turno, tinha Ronaldinho Gaúcho (melhor jogador do mundo), e entregou o título do Brasileirão no segundo turno para o Fluminense. Culpa de Cuca, que perdeu todos os jogos fora, e jogava na retranca e sem rumo.
    Em 2021, vamos priorizar o Brasileirão (mas lutar nas 3 frentes).

  2. Tem que jogar muito mais para enfrentar o River Plate.
    Contra o Boca, o Atlético jogou muito mal na Bombonera e no Mineirão, e acabou classificado por sorte. Não faltou garra, isso não faltou (em geral falta), mas faltou futebol.
    Tem que jogar mais bola.
    Tem que tirar Tchê-Tchê e Allan, e fazer um meio de campo mais inteligente e rápido, com Jair, Zaracho e Nacho.
    Nacho não jogou nada, não é , pessoal ?
    Vamos ganhar o Brasileirão, gente !

  3. Galo não joga bem às 11:00.
    Os jogos deixam de ser técnicos e ficam somente físicos.
    Espero que isso mude.

  4. Caro José Eduardo Barata!
    Também segui sua sugestão e fui lá no YouTube ver Rica Perrone. Fantástico! Foderoso! Fiquei fã do Sérgio Coelho. Isso aí. Tem que tratar aqueles escrotos que não aceitam a derrota com eles tratam os brasileiros. Me lembrei do fdp do maradona minúsculo mesmo que contaminou água e deu pra jogador brasileiro e ainda saiu contando vantagem. Vagabundo, mal caráter e péssimo exemplo. Não chega nem na unha do Pelé e é endeusado pelos ridículos.
    Que o Galo não afine pra o river.

  5. ESTAMOS CAMINHANDO , MARCANDO PONTOS , MAS , A VERDADE É QUE O TIME NÃO ESTÁ JOGANDO BEM.
    TCHÊ TCHÊ , O PROTEGIDO DE CUCA SOME EM CAMPO , SE ESCONDE , NÃO SE VÊ ATITUDE NESSE JOGADOR E NÃO MERECE SER TITULAR.
    O MEIO DE CAMPO É ALLAN , ZARACHO E NACHO.
    CADÊ KENO ??
    ACHO QUE KENO ESTÁ FAZENDO FALTA , COM ELE TEREMOS UM ATAQUE MAIS ENVOLVENTE E PODEROSO.
    CUCA , PRECISA ACERTAR ESSE TIME , NÃO ESTAMOS JOGANDO O SUFICIENTE PARA CONQUISTAR TÍTULOS.
    O BRASILEIRÃO TAMBÉM É PRIORIDADE MÁXIMA.

  6. CARLOS ,

    sugiro entrar em campo e tomar porrada uma atrás da outra , o jogo inteiro , pra ver como é você ficaria diante de uma arbitragem que deixa o pau quebrar sem advertir o agressor .

    Cobrar mudança de postura do jogador é pracabá…..

  7. O que necessitamos no curto, curtíssimo prazo, nestas tres semanas que antecedem o jogo contra o river : que Keno volte , aquele jogador que conhecemos e admiramos, não este dos ultimos jogos , que Deus ilumine este treinador para que pare de escalar tchetche , allan e zaracho juntos , que aprenda que JAIR ´titularíssimo , que comprem um bom volante pra jogar a seu lado , que contratem um psicologo pra conversar com Hulk, Nacho e os demais , para suavizar histeria, chilique e excesso de cartões , que esqueçam este pratto , pelo amor de Deus, . Keno de volta, um bom volante , sangue nos olhos, ninguem segura o galo , eu aposto

  8. Certíssimo!

    Particularmente, ando desanimado com Galo do Cuca!

    Tá dando sorte e só

    Até quando?
    Depois vão chorar na cama que é lugar quente
    A não ser que Cuca mude, jogando assim ganha nada! E não merece mesmo!

    Seria tão bom se tivéssemos um treinador! Ofensivo, estrategista, argentino, são os melhores

  9. Bom dia Eduardo e Atleticanos! Nós torcedores não devemos dar asas a comentários que não trazem nada de construtivo. o que interessa agora é que o Atlético encontre o caminho do bom futebol, pois se isso estivesse acontecido contra o tal de Boca Juniors teríamos passado por eles com grande facilidade e com duas vitórias. O que jogamos nas duas partidas contra os argentinos era para sofremos uma eliminação vexatória; mas o adversário não teve qualificação necessária para tal busca na arbitragem a justificativa para sua eliminação. Agora vem o River que aparentemente é bem melhor que o Boca. então é hora da Comissão técnica buscar uma evolução qualitativa do futebol da equipe se o Galo quiser avançar na competição. Saudações Atleticanas

  10. Eduardo e amiGALOs,

    Eliminando Boca e River, o Galo terá pavimentado a sua estrada (e/ou as dos demais times brasileiros) rumo ao título. São os dois principais obstáculos que precisam ser superados para a ratificação da glória eterna. Em nosso caminho: River, Palmeiras ou São Paulo, Flamengo ou Inter/Olímpia, Barcelona ou Fluminense/Cerro. Creio que, após despacharmos o River, a sequência será Palmeiras na semi e Flamengo na final. Ou seja, o destino fincou em nosso caminho outros gigantes, e o Galo tem a chance de consolidar a sua grandeza e hegemonia no cenário sulamericano.
    Entendo críticas e pedidos de cabeças (faço isso também), mas precisamos acreditar que o time irá evoluir e se impor! Precisamos acreditar e apoiar também a comissão técnica! Ante às dificuldades vindouras, precisaremos jogar juntos, energizar e catapultar o time às vitórias! Não permitamos que oscilações e fraquezas momentâneas do time possam abalar a nossa fé! Libertadores é para os fortes! Arriba, Galo! Conquistar a América de novo!

  11. bom dia Eduardo e massa. os brigoes deveria ficar no mínimo 1 mês presos para respeitar o galo.etc.mas uma coisa é certa com este futebol mostrado com os brigoes vamos ser eliminado no primeiro jogo contra o river plaite. se não existissem VAR o galo ja tinha vazado da libertadores. enquanto cuca não tirar seus afilhados no time vamos sofrer e muito. juntando combostas e cbflixo são farinhas do mesmo saco alguém acredita que os brigoes vai se punidos ou suspensos? eu não. abre o olho diretoria. não acredito que o galo vai trazer mais reforços e infelizmente temos que atulerar os peladeiros. sascha. Vargas. Nathan. Guga flamerda. Hyoran. tchê tchê. Allan. etc.estamos fritos sem reforços. aff.a galo não nos decepcione mais. vai galooo.

  12. O Cuca podia modificar esse maldito 4-2-3-1, sistema anti-futebol tiki-taka.
    Tem jogado feio o Galo, mas a sorte tem sorrido.
    Ocorre que o River é MUITO melhor que o meia-Boca, e esse pouco futebol pode não ser suficiente.

    É tão bom não ser favorito, ver a extrema imprensa torcendo contra e até reclamando que o VAR acertou por pouco (o que seria uma “injustiça”, já que o VAR não deveria “acertar” coisas tão pequenas)… é muito chororô, a provar o que quem é atleticano sempre soube: no jogo limpo, é difícil bater a gente.

    Chorais, meia-Boca e imprensa do eixo.

  13. AmiGalos, SE NÃO CONTRATAR não teremos título.. Há carências evidentes no elenco.
    É PRECISO UM ZAGUEIRO, UM ATACANTE DE VELOCIDADE E UM CAMISA 9 DE OFÍCIO.
    Além disso, o Cuca precisa melhorar a escalação, o Tche Tche mata o futebol do Zaracho. É simples, tira o Tche tche do time… Vai morrer abraçado?
    E outra situação importantíssima, QUANDO O KENO VAI ESTREAR NA TEMPORADA? Até agora, absolutamente nada. Falta velocidade no time.
    Gratas surpresas, nathan silva e Mariano.

  14. Quanto a Everson eu me rendo. Já fez muito mais que eu esperava. Não é perfeito e vai cometer falhas, mas é tranquilo, tem personalidade e mostrou que é um grande pegador de pênaltis.
    A defesa está boa.
    O meio campo é Jair.
    No ataque precisamos de um velocista, de PREFERÊNCIA ROGER GUEDES, que joga nas pontas e de centroavante. Ou então um outro velocista e mais um goleador para as possíveis ausências de Hulk.
    Esse negócio de Nathan, Hyoran, Sasha…já vimos que não dá em nada.
    No banco precisamos de um treinador.

  15. Estou rindo à toa do presidente do Boca. Ele deve ser o melhor humorista da Europa sudamericana e está dizendo que o Galo, o time mais roubado e prejudicado das Américas, tem “relação com o poder”. Como é bom ver outros times, dirigentes e torcedores, passando pelo que nós já passamos tantas vezes e ficamos chorando e criando teorias conspiratórias. Nesse caso específico, não houve irregularidades além dos dois gols marcados pelos europeus e o VAR foi inventado exatamente para evitar que tais irregularidades sejam validadas. O Galo jogou mal, foi horrível nas duas partidas e merecia mesmo ser eliminado. Só que o Boca deveria ter time para fazer isso e não tem. Ficar chorando porque perderam e criando teorias conspiratórias só serve para me deixar feliz e recompensado das muitas vezes em que fomos verdadeiramente roubados.

  16. Bom dia Massa e Guru,

    Ainda sobre o efeito da classificação, penso que maior do que o sofrimento pelo resultado, o que tem incomodado o torcedor é a performance do time. Cuca precisa de vez dar padrão de jogo à equipe para que não aconteça as mudanças de postura que normalmente vemos nas partidas. O time joga pra frente e pressiona o adversário nos primeiros 15 a 25 minutos e a partir daí, passa a ser reativo, recua e não ameaça mais. Mas a culpa não é só do treinador e deve ser compartilhada com os jogadores que as vezes somem nas partidas.
    Apesar de crítico do treinador, reconheço que que sob sua batuta alguns jogadores tidos até então como defuntos na equipe, vêm mostrando futebol e justificando suas escalações.
    Nathan até outro dia era jogador emprestado e sem perspectiva de utilização pelo clube e hoje se tornou titular da zaga e vem jogando bem, levando inclusive o clube a economizar com a contratação do caríssimo e sem no noção do Jemerson.
    Mariano vem tendo regularidade e sendo eleito consecutivamente o melhor das últimas quatro ou cinco partidas, aproveitando a lacuna deixada pelo irresponsável Guga. E finalmente Borrero a joia colombiana que até então estava sendo tratada de joia de vidro pelo torcedor, mas que vem entrando e aproveitando as oportunidades.
    Enfim, se conseguimos recuperar Kenon e se Cuca realmente conseguir dar o padrão de jogo necessário à equipe, temos time pra lutar por todos os títulos que estamos disputando este ano.

  17. Bom dia,

    Retornando ao futebol demonstrado dentro de campo.
    Foi muito bom e gostoso a classificação, porém, quero alertar para o fato que nosso time esta até hoje apresentando o mesmo futebol daqueles 3 primeiros jogos, aqueles mesmos que o Cuca disse para esperarmos mais sete e seria diferente.
    A única mudança é o Nathan que qualificou nosso lado direito da defesa, Zaracho que ganhou a posição no meio, pode ser até a volta do Keno e os jogadores que passaram a conhecer um pouco mais do futebol do companheiro.
    Agora evolução mesmo, continuo esperando.
    Time cascudo sim, também com o Nacho e o Hulk, rodados experientes e ainda com a catimba argentina, seria natural.
    Sinceramente temos que melhorar muito, o nosso treinador hoje é mais motivador e psicólogo do que treinador.
    Hoje depois de 4 meses só isso é pouco.
    O funil começou a fechar e daqui para frente o time vai ter que mostrar mais futebol.
    Espero nenhuma invencionice contra o Bahia, já que temos 3 confrontos seguidos e isso historicamente só faz ficarem cada vez mais difíceis pelo conhecimento do adversário sobre nossos jogadores, o Gilberto já não marca e não joga a tempos, espero não ressuscitar esse jogador como sempre.
    boa quinta feira a todos!

  18. Falo por mim que já convivi com argentinos no âmbito profissional, são arrogantes, prepotentes e metidos a europeus do sul…

    Não passam de mais um povo do terceiro mundo que se acham mais que os outros e só, tremendo babacas…

    O que fizeram dentro do Mineirão Terça Feira após derrota pro nosso CAM, mostra o nível de educação e o despreparo dessa gente metida a europeu…

    Que venha o River e podem apostar, é um time muito melhor que esse meia Boca!!!!!

  19. Na Argentina, o presidente do boca soltou esta piada : que temos ligação com o poder. O mal informado presidente, presidente de um time que foi décadas o mais favorecido do continente , soltou esta pérola. Saiba, idiota, que meu time é escorraçado a decadas por esta entidade cbf, que acolhe e privilegia seus afilhados, cariocas e paulistas em detrimento dos demais. Saiba, imbencil, que na década de oitenta, promoveram a mais suja caça a um time que ousou ser melhor que o mais favorecido, saiba que promoveram a noite mais suja do futebol mundial em Goiania , visto pelo mundo todo , tudo registrado e documentado. E voce vem com esta. Tudo debaixo de um silencio criminoso aqui em terra tupiniquim, a midia não perdoa nossas duas pessimas apresentaçoes, somos culpados por isto,. não poderíamos ter classificados por ter feito dois jogos ruins. Chora na cama , ‘europeu” civilizado, o mineirão que o diga.

  20. O chororô continua a toda , no Brasil e na Argentina. O que mostra isto este chororô ,nas entrelinhas : Aqui no Brasil, mostra que estamos no caminho certo, porém precisando de ajustes pontuais , pelas duas apresentações abaixo da média, fracas , contra o meia boca. A noticia de que o presidente pagou do proprio bolso , pra ser rembolsado depois, pra mim, não é prova de urbanidade, civilidade, é corroborar, atenuar o vandalismo promovido por estes baderneiros. Quando o var nos contrapõe , nos tira resultados positivos, choramos, reclamamos , não promovemos quebra quebra , vandalismos, agressões. Se este boca fizesse isto num país de primeiro mundo, mofariam na cadeia.

  21. IMPERDÍVEL !!!

    Acessem no youtube a matéria do Rica Perrone sobre o jogo contra o Boca .

    A cada um a própria avaliação.

    1. Caro BARATA,

      É ISSO AÍ, “PAU PAU, PEDRA PEDRA”
      APLAUSOS PARA O RICA PERRONE.
      ONTEM APENAS UM ARGENTINO SE CLASSIFICOU: O QUE JOGAVA EM DUELO DE ARGENTINOS.

    2. Prezado Barata,

      Segui sua sugestão e fui lá no YouTube para assistir ao Rica Perrone.

      Sensacional!!!

      Concordo exatamente com tudo que o cara falou!!!

      O presidente Sérgio Coelho mandou bem no extracampo, desde a Argentina, quando, depois do 1′ jogo, prometeu vida dura aos argentinos em BH.

      Ao se posicionar como se posicionou cumpriu a máxima de reciprocidade adotada pela diplomacia entre países mundo afora.

      Ou seja, ao prometer vida dura para os argentinos em BH, foi assertivo ao indicar o mesmo tratamento à comitiva do Boca daquele recebido pelo Galo em Buenos Aires.

      E com isso o presidente Sérgio Coelho ganhou o jogo ao peitar os caras antes da 2′ partida, dado que o estado mental dos caras se alterou por isso.

      Enquanto Riquelme e Urso, depois do 1′ jogo, faziam circo falando em prejuízo do Boca por “roubo do VAR”, o que poderia criar uma narrativa favorável aos Xeinezes, o presidente Sérgio Coelho, ao chamar para si os holofotes, mudou tudo ao prometer retaliação em BH.

      Ao peitar os caras a reclamação dos argentinos cessou e eles entraram na pilha pela promessa de revide e vida dura em BH.

      E deu no que deu!!!

      Parabéns ao Rica Perrone por defender o Atlético ante a “Batalha de Meia-Boca”.

      E olha que o cara é do eixo!!!

      Nem todos do eixo querem o mal do Atlético, basta ver o Ricca, o Milton Neves e o Nicola, para ficar nesses três.

      Quando a Massa falar do eixo, para reclamar,
      que separe o trigo do joio.

      A política da torcida atleticana de tratar como persona non grata todo e qualquer do eixo, de forma genérica, não é justa nem inteligente.

      Rica Perrone merecia um Galo de Prata.

      O Milton Neves parece que já tem o seu.

      Outro que também merece o Galo de Prata é o presidente Sérgio Coelho!!!

      Gostei da postura do presidente nessa “Batalha de Meia-Boca”.

      Se Everson e o Nacho foram fundamentais dentro de campo, o presidente Sérgio Coelho foi fundamental fora das quatro linhas e bastidores, onde também partidas são ganhas ou perdidas.

      Parabéns, presidente Sérgio Coelho!!!

      E que venha o Bahia, o Bahia e o River e o River!!!

      Seremos campeões!!!

      Eu Acredito!!!

    3. É isso aí, Rica Perrone. Se nos tratarem com respeito e cordialidade lá, assim os trataremos aqui. Se nos derem porrada lá, daremos porradas dobradas neles aqui. E o recado final do Rica Perrone foi nota 10: Essa tem de ser a postura da nossa imprensa! Só assim vão nos respeitar.

  22. Prezado Guru,
    Não concordo com a tese de que não houve falta no gol do Boca no primeiro jogo. Sugiro rever o lance. O Nathan subiu para cabecear. Quando estava no ar, foi tocado pelo adversário e deslocado para a frente. Em vez de bater a testa, ele bateu com o alto da cabeça, desviando a bola para o lado errado. Se o jogador está no ar, qualquer toque, por menor que seja, gera deslocamentos desproporcionais àquele que ocorreria se ele estivesse com os pés apoiados. É isso.

    Fico preocupado com o nível de reclamações e a postura do Hulk com os juízes. Embora justas, podem vir a criar um clima desfavorável para o jogador. Necessário que se faça uma avaliação e, se for o caso, que se mude a postura do jogador.

  23. Outro ponto que esqueci de mencionar, o Galo pensar em mandar o jogo de volta contra o River em Brasília somente por conta do público é uma puta sacanagem.
    Jogar uma partida tão importante como essa, em um estádio onde a equipe não está habituada a jogar só para ter 15 a 20 mil torcedores?
    Acho que não vale o risco.

    1. Emerson, me permita discordar. De fato o time do Galo tá mais habituado com o gramado do Mineirão porém ele tá com um péssimo gramado (vide o pênalti perdido pelo Yuri ou os inúmeros escorregões do elenco durante a última partida). O ganho para o Galo jogando em Brasília seria também técnico, penso eu. Claro, estou advogando em causa própria pois, junto com dezenas de milhares atleticanos, moro aqui. Se vier jogar no Mané Garrincha (como já ocorreu em anos passados) nós vamos esgotar todos os ingressos disponíveis. Aqui é Galo!

  24. Bom dia a todos!
    O sarrafo subiu e muito com a classificação do River ontem.
    Para os dois duelos frente aos Millonarios o Galo terá que apresentar um futebol que ainda não apresentou sobre o comando de Cuca.
    Ainda há três semanas até o primeiro jogo. Tempo suficiente para recuperar lesionados, parte físicas dos desgastados e deixar essa bolinha que vem jogando de lado.
    Só um ponto ainda sobre o jogo de terça, não sei se ouvi mal, mas, me parece que o Tchê² só foi mencionado na narração quando foi substituído. Cuca, você ainda não percebeu que quando você escala Allan e Tchê² você tira o futebol do Zaracho? E mais, atrapalha também o Nacho, Savarino e consequentemente o Hulk? Se escalar os jogadores onde mais rendem, eles darão retorno. Entendeu Alexi Stival?

  25. Bom dia!
    Se o Galo jogar futebol então não tem mimimi. O problema é que sob a batuta do Cuca o time não vem jogando futebol. Coisa horrível de se ver. O cara é burro, teimoso e tem “amantes de confiança”.
    O futebol argentino está em suas piores fases. O boca é fraco e e o river também. Renato Gaúcho chegou no fla e está passando o trator em todo mundo e isso em pouco tempo de trabalho. O cuca é muito fraco.
    Alguma coisa tem que ser feita e o Galo precisa se impor com futebol bem jogado pra não deixar dúvidas.
    Por enquanto o pão tem caído com a manteiga pra cima. Por enquanto.

  26. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Com a classificação assegurada, voltamos à aparente calmaria. Aparente porque não sei como será a sequência de resultados dos jogos do galo. De volta à libertadores, mais um argentino a ser superado. Espero que desta vez o desenrolar tenha outro enredo. Urbanidade de ambos os lados.
    Hoje e Sempre, galo!!!

  27. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos.

    Mais um europeu sudamericano em nosso caminho. Este até tem o nome em inglês. Só espero que não seja um europeu que veio no porão do navio e que tenha um pouco mais de civilidade.

    Espero, também, que o time do Galo tenha vergonha na cara e comece a jogar futebol decente para continuar na disputa. Chega dessa bolinha murcha e sem graça.

    Quanto ao Bahia, depois de levar quatro do mequinha e cinco do mengo, com certeza fará tudo o que for possível e impossível para infernizar a nossa vida. Serão duas partidas seguidas, sendo que a primeira será no horário pornográfico de domingo pela manhã, onde sabemos que o Galo não se dá bem. Só me lembro de uma vitória do Galo jogando nesse dia e horário, no ano passado contra o Ceará, mas me lembro da primeira partida do Galo nesse horário, num dia das mães, contra as marias e o Galo perdeu. É isso.

    1. Paulo, GALO é recordista neste horário “pornográfico” matutino dominical.Aconteceram vitórias magras sobre o Joinville, Ponte Preta, micróbio verde,Palmeiras_ gol do Leandro Donizete_ empates e derrotas tbm fazem parte do menu,mas estes a gente “passa”, pq o “importante é passar”, futebol bem jogado não importa é segundo plano, até qdo um goleiro aparecerá p salvar a pele do “téquinicu” em mata matas na LA(?) só o tempo dirá! Já foram duas e loading…
      Don’t cry for me Argentina,nem é preciso.Com o futebol pobre e mixuruca q o time do cuca tem praticado é um desperdício desnecessário. Só um monte de Stella’s bastante empoeiradas p baixar a adrenalina… Forte abraço,prezado!

      1. JOSÉ ROBERTO, obriGalo por me salvar novamente. Saudações atleticanas. A minha memória septuagenária já não funciona a toda carga. Acho que é o alemão querendo me pegar. Me lembro das coisas, mas sem os detalhes. Quando você ajuda me lembro melhor. A vitória sobre o Palmeiras foi naquela maratona que o Galo impôs a eles e ficou um tempão sem perder, não é? “O importante é passar” ainda vai nos mandar para o beleléu, porque adversários que se importam com o futebol de verdade estão chegando. Goleiro salvador sempre é bom, mas melhor é ter ataque que funcione e atacantes que joguem em vez de ficar reclamando e tomando cartões de graça no fim do jogo. Realmente, com Stellas tudo vai muito bem.

    2. Paulo

      Não sei até onde a diretoria do clube pode contestar e pedir a mudança de jogos neste horário pornográfico como vc mesmo disse, mas é fato ou coincidência que normalmente só jogamos com equipes do nordeste neste horário de sol escaldante, que eles já estão acostumados a jogar.
      Quando há jogos do time neste horário já me preparo para o pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.