Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

No desafio da Copa do Brasil

Foram nove jogos em julho e passando hoje, serão outros nove em agosto. Uma maratona que, pela expectativa do Atleticano, não permite priorizar. O Brasileiro é o sonho que vem embalando e motivando o Torcedor. A mim, como já disse, me fosse facultado optar, escolheria o Mundial. Donde-se conclui que, obrigatoriamente, teríamos de levantar a Taça Libertadores.

Brincadeiras de lado e simultaneamente falando sério, é difícil fazer uma opção por qualquer uma das três competições que estamos envolvidos. Avançando hoje, automaticamente, vamos entrar nas quartas de finais da Copa do Brasil. Situação similar em que já nos encontramos na Libertadores. Depois dessa fase, em ambas as competições, serão as semifinais. E com tudo isso acontecendo, com o Brasileiro avançando e o Galo se mantendo com esse aproveitamento, a nós será permitido, sim, sonhar com um, dois ou mais títulos na temporada.

Apoio, apesar da falta de público nos estádios, não tem faltado ao time nas três frentes que o Galo segue embalado. Evidente que, é quase impossível, diria, chegar ao final como campeões de todas elas. Entretanto, alguma coisa boa haverá de ser comemorada neste 2021. A venda das camisas do Manto da Massa e o aumento significativo do número de adesões ao Galo Na Veia confirmam isso. Merecemos!

Hoje, lá em Feira de Santana, apesar de – já anunciado – ser num gramado sofrível, temos de assegurar a classificação. A vantagem de dois gols da primeira partida, evidentemente, traz segurança e confiança para superar o time do Bahia. Nossa defesa, nos últimos dez jogos, sofreu tão e apenas três gols – todos em vitórias por 4 a 1 e duas vezes 2 a 1, não seria hoje que seríamos derrotados por dois ou mais gols.

O time só não será o mesmo pelas ausências de Zaracho e possivelmente Hulk (embora tenha viajado com a delegação) – questão médica – e Nathan Silva, por já ter atuado na competição. Nas demais posições, sem devaneios, deverão ser Éverson; Mariano, Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê e Nacho; Savarino. Creio que Rever deverá ser o outro zagueiro e Sasha estará no comando do ataque. Eu preferia Vargas, mas intuo que o treinador opte pelo atacante gaúcho que começou no Internacional e passou pelo Goiás e Santos.

Já a última vaga, aberta com a contusão de Zaracho, deixa opções de nomes que variam pelo esquema a ser adotado pelo treinador. Com a vantagem, pode optar por um sistema defensivo contando com três zagueiros. No caso, seria então o Igor Rabelo. Se escolher um time mais agressivo, aí pode optar por entrar jogando com Sasha e Vargas, uma equipe mais ousada e buscando gols e a vitória. Abdicando pois, de um jogo defensivo se tornando até perigoso.

A se manter a estratégia dos últimos vitoriosos jogos, as alternativas seriam Jair (que está relacionado), Hyoran, Nathan, Dylan Borrero, Calebe e Neto, esse que entrou bem e até fez gol no Paranaense na última partida pelo Brasileiro. Seja qual for a opção tática e técnica e mesmo os jogadores para a partida, importante é que nossa boa energia contagie o time em campo. Vencer será sempre o nosso ideal.

Hoje, depois do jogo, de novo tem live do Breno Galante. Será, mais uma vez, pela madrugada adentro. Vencendo vale a pena!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

21 thoughts to “No desafio da Copa do Brasil”

  1. Cara, vc acertou em cheio o prognóstico para o jogo. Se não fossem as entradas de Nacho, Vargas e até do Borrego, estaríamos chorando agora.

  2. NÃO É POSSÍVEL.
    JÁ É O QUINTO FRANGO QUE EVERSON ENGOLE NOS ÚLTIMOS 30 DIAS.
    COM ESSE GOLEIRO NÃO VAMOS GANHAR TÍTULOS.
    ELE FALHA MUITO.

  3. Boa tarde!
    Gosto de futebol bem jogado, mas hoje pode jogar feio. Deixa os baianos se perderem no desespero e no gramado ruim.
    O ameriquinha não quis deixar o Ademir vir pro Galo esse ano, então vai cair e disputar clássico na D com cruBeiro e Tupi.

  4. Boa tarde a todos!
    Jogo muito difícil hoje a noite.
    Apesar da fase ruim que vem atravessando, o Bahia tem um bom time, então, não podemos subestima-los.
    Se Cuca escalar o que tem de melhor traremos a vaga, caso opte por time alternativo poderemos ter sufoco.
    Então, Cuca, vamos com o que há de melhor no elenco.

  5. Boa tarde, prezados atleticanos

    Bom demais ver o sistema defensivo funcionando. Noutras temporadas, a Massa sofria com o “balaio de gols”. Nesta Copa do Brasil só tomamos 01 gol e o ataque fez 06.

    Que o Galo jogue com o regulamento debaixo do braço, sim. O Bahia é que tem que correr atrás. Eu quero é classificação rumo à taça. Não estou interessado em futebol bonito.

    No entanto, se encaixar um contra ataque, daqueles de almanaque e fizer 01 gol, adeus, tchau Bahêa! Bora classificar, Gaalôôô!!

  6. Bom dia!!!

    O Time do Bahia:

    O Bahia, já conhecido do torcedor atleticano, jogará a vida com praticamente a força máxima.

    A provável escalação do Bahia, num 4-3-3, do técnico Dado Cavalcanti, deve ser: Danilo Fernandes; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Matheus Galdezani e Daniel; Rossi, Ronaldo (Rodriguinho) e Gilberto.

    Dois são os desfalques no Tricolor Baiano: Maycon Douglas, que já atuou pela Copa do Brasil por outra equipe, e Jonas, machucado, que seguem fora da partida.

    A peleja será em Feira de Santana, no Estádio Joia da Princesa, em razão de punição ao Bahia por briga e confusão na final da Copa do Nordeste contra o Ceará, quando o time baiano sagrou-se o Campeão depois de um 1 a 2 e disputa por pênaltis.

    Feira de Santana, ótima cidade de 600 mil habitantes, é a segunda maior do Estado da Bahia e a maior do interior nordestino, distante apenas 100 km de Salvador.

    A cidade foi eleita pela revista Exame a melhor da Bahia para investimentos imobiliários, a sétima do Nordeste e a 44º do Brasil, além de ter sido eleito o 5º melhor grande município do país por indicadores sociais e está entre as 50 melhores cidades do Brasil para se viver.

    O Estádio Joia da Princesa, que tem capacidade para 16 mil torcedores, está com o gramado bem cuidado e em boas condições para a realização da partida, segundo a Rádio Itatiaia.

    As considerações sobre a cidade e o estádio são para enfatizar que a mudança da partida de Salvador para Feira de Santana não pode servir de desculpa para um revés improvável do Atlético na competição, caso aconteça.

    Como o Bahia vive uma crise e jogará a vida nessa partida, o jogo é perigoso pelo efeito franco atirador desesperado do Tricolor Baiano.

    Cabe ao Atlético não dar mole e jogar o jogo, mesmo com o regulamento debaixo do braço, para avançar, sabendo que no futebol o “2 a 0” não é placar que garanta, de antemão, aquele pensamento ingênuo de “essa vaga já é nossa!!!”.

    Taí um jogo, senhores cornetas, que muito mais vale o resultado do que o desempenho!!!

    Digo isso, inclusive de mim para mim mesmo, um corneteiro e palpiteiro do c4@4@lhO, para não chegar aqui amanhã e dizer: “…o Atlético passou, mas com esse futebolzinho pífio e mequetrefe, sei não!!!”.

    Mesmo assim, com futebolzinho pífio e mequetrefe, o Atlético é favorito para avançar nesse confronto de 180 minutos.

    Seremos Campeões!!!

    Eu Acredito!!!

  7. Prezado Guru,
    Gostaria de saber sua opinião sobre o Alan Franco.
    Fez excelentes participações ano passado, mas depois da Covid…

    1. Verdade. Depois até ensaiou uma reação. Creio que o número excessivo de estrangeiros no elenco, são sete e podem jogar cinco numa partida, vem deixando o Franco fora dos jogos. Alonso, Zaracho, Nacho, Dylan, Savarino e Vargas estão sendo mais úteis que Franco. E ainda falam em Pratto, Benedetto…

  8. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos.

    O Bahia já era. É chegar, jogar e vencer sem susto. Três zagueiros contra time que não marca gols é bobagem. Laterais recuados, dois volantes e dois zagueiros e mais que suficiente. O resto é lá na frente fazendo gols. O Cargas está querendo jogo porque tem proposta internacional. Então, é deixá-lo na vitrine e pode ir. O preço é o de menos, só de salários e obrigações são mais de dez milhões economizados até o fim do ano. Vamos Galo, só faltam seis jogos até o bi da copinha.

  9. E que ninguém pense que será fácil. Hoje é Bahia, o River só semana que vem, um passo de cada vez.
    Eles devem jogar tudo nos primeiros 20 minutos, devem sufocar. Mas uma coisa que este time do Galo sabe é se defender, algo que Sampoali desconhece em futebol. O resultado é nosso, basta jogar o jogo, ter calma, o regulamento está a nosso favor, o desespero aos poucos tomará conta deles.
    Não tem essa de espetáculo, hoje é jogo de Copa. O que vale é passar. VAMOS GALOOOOOOOOOOOOOOO

  10. É muito bom saber que Jair viajou com a delegação. Sou contra poupar jogadores, mas pouparia hoje Hulk , pra entrar voando contra o Juventude e consolidar nosso empilhamento de vitorias no brasileirão , agora , ao que parece, graças a Deus , conscientes de que qualquer jogo contra qualquer time neste longo campeonato , tem o mesmo peso , a mesmíssima importancia na somatória dos pontos corridos. E o Keno ? Recuperação mais demorada que consulta ao var quando o penalte é a nosso favor e todo mundo viu , menos o apitador, que marca a contragosto. Volta , Keno, o lugar é seu, o quadrado mágico , inferno dos adversários te aguarda. Impressionante a velocidade que o microbio verde escalou Ademir na setima partida pra não ceder ao galo. Vai serie B.

    1. EVANDRO PEREIRA ,

      essa é a resenha que vale a pena :
      ” …recuperação mais demorada que consulta ao VAR
      quando o penalty é a nosso favor …”

      Rachei !!!

  11. bom dia Eduardo e massa. que traga a classificação mas com pés no chão e raça e vontade de ganhar. cuca e jogadores nada de segurar vantagens. galo1x0.a galo nos deixa sonhar. vai galooo.

  12. Bom dia Eduardo e Atleticanos! O jogo contra o Bahia, sem Hulk e Zaracho, exigirá maior consistência do meio campo e maior entrega para melhorar o desempenho ofensivo da equipe. Na vaga do Hulk acho que Sacha seria a melhor opção. Creio que, se houver mais oportunidades e sequencia de jogos, o Sacha poderá crescer bastante e render muito mais, pois é um bom jogador e inteligente. Na vaga de Zaracho tenho serias dúvidas, pois não gosto do time com os três volantes em campo: Allan , Jair e Tchê Tchê, O time fica confuso e sem poder de ofensivo. Mas o Cuca sabe e tem a competência para extrair do elenco o melhor e vamos acreditar em um boa partida e na classificação para próxima fase da copa do Brasil. Quanto aos campeonatos que o Atlético participa, eu tenho preferência pelo título do brasileirão; o Atlético campeão brasileiro, é algo que ainda não tive o privilégio de ver. Saudações Atleticanas.

  13. Bom dia xará e amigalos!
    Não vejo porquê da ausência de Hulk no jogo de ligo mais. O jogador está recuperado da conjuntivite e não tomou nenhuma medicação. Numa decisão sua presença é imprescindível. GALO não tem que se apegar a nenhuma vantagem. Tem que mais uma vez impor seu ritmo de jogo marcando o Bahêa desde o início e caprichar na finalização. Meu time pra hoje seria Everson, Mariano, Rever, Alonso e Dodô, Nacho, Allan e Jair, Sasha, Hulk e Vargas. Bora GALÔ!!!!

  14. Bom dia Mass e Guru,

    É bom a torcida se preparar porque o que interessa hoje é a classificação, então cambada nada de esperar atuação de gala ok? Precisamos de atuação de Galo, ou seja, com raça e dedicação e para tanto será de suma importância evitar vacilos, com passes errados e bolas mal atrasadas, principalmente nos primeiros 25 minutos de jogo.

    # Vamos classificar Galo!!!!

    1. JBHGALO ,

      muito legal :
      atuação de GALO e não de GALA !

      Se bem que , quando atuamos como GALO , a atuação de gala é consequência .

  15. Foram 180 minutos para “conhecer” o adversário “encardido” e 5 gols na defesa “fechadinha” dos baianos .

    Isto quer dizer que já “conhecemos bem o caminho” e podemos entrar em campo sem precisar “estudar o adversário ” .

    Portanto , vamos pra cima e meter logo uns outros 3 neles .

    Repetimos o time em nove posições e aí está o fator “evolução” tão apregoado para a estabilidade da equipe .

    Vencer por um , dois ou de goleada será sempre resultado da disposição dos nossos caras .

    O Cuca é o maior técnico das galáxias , prova disso é que consegue escalar os melhores do elenco e os deixa jogar .

    Com um mínimo de qualidade que possam ter eles mesmos se ajeitam em campo .

  16. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Bahia, mais um obstáculo da ser superado pelo galo. Nao será um jogo fácil, mas a vantagem de 2 gols nos dá a certeza da classificação para a próxima fase, o que significa mais algum dinheiro no cofre do GALO.
    Mesmo com a possível ausência de Hulk, o atlético tem condições de nos proporcionar um belo jogo. Espero um jogo agudo, pra frente, sem essa segurar a vantagem inicial.
    Hoje e Sempre, galo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.