Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Moralistas imorais

Em toda atividade no nosso cotidiano, seja no trabalho ou nas ações pessoais, temos a pretensão de fazer que nosso ponto de vista prevaleça. O equilíbrio é exatamente a busca da mediação desses pensamentos e intenções. Isso vale para tudo. Não sou e jamais terei a pretensão de ser dono absoluto da verdade, mas sou responsável e convicto de minhas ações.

Na minha formação pessoal, lá desde a infância, três pessoas se destacaram em importância e referencia à minha pessoa. Meus pais, evidentemente, e um irmão (o único falecido entre oito), e a falta que todos eles me fazem é enorme. Meu pai era flamenguista, no que era acompanhado pela minha mãe – que, além disso, ainda era torcedora do clube do outro lado da lagoa –, seguindo este meu irmão mencionado. Então, como se pode perceber, tive resistência familiar na minha opção Atleticana. E nem preciso dizer o quanto amava cada um deles. Desnecessário.

Otero 02 treino 21-07-16
Fotos: Bruno Cantini/Atlético

Dito isso, onde pretendo chegar, na verdade, é que é muito difícil agradar a todos, mesmo entre pessoas iguais. Hoje, durante toda a manhã, acompanhando o noticiário do Galo, notadamente sobre o primeiro dia de treinamento do Otero, fiquei impressionado com as diversas manifestações de Atleticanos.

A meu juízo, a ação do presidente, diretoria e comissão técnica foi fulminante e precisa. O jogador, uma joia e grande promessa do futebol mundial, veio a custo zero para o Galo e por aqui ficará com opção de compra ao final de seu contrato de empréstimo. Com a ausência do Cazares, ele será fundamental à formação ideal que o Torcedor quer e espera do time.

Ao invés de comemorar, alguns poucos preferem investir até em eventuais especulações dando conta de jogadores que foram contatados por altos salários. Recentemente, aqui mesmo no blog, teci criticas à imprensa do eixo RJ/SP que, com dor de cotovelo pela vinda do Fred, especularam salários que até hoje não foram confirmados.

Trocando em miúdos, atacar e criticar é muito fácil, administrar é outra coisa. Jamais me disporia a entrar numa barca dessa ou até mesmo me tornar dirigente. Que o digam os diretores atuais e do passado, sejam do Galo ou de outros clubes.

8 thoughts to “Moralistas imorais”

  1. Caro Eduardo, não tinha intenção de postar, mas depois de ler alguns comentários, resolvi expor também minha opinião. Se há uma coisa de ninguém discute é a má vontade da CBF com o Galo. A arbitragem nacional é fraca, mas contra o Galo, faz uma forcinha a mais. Desses fatos, sabemos todos e, praticamente, não há discursão. Contundo, ainda persistem muitos atleticanos que não percebem o posicionamento da imprensa mineira. Certa vez, conversando com um jornalista/blogueiro, tradicional e famoso aqui em Minas, ouvi a seguinte frase: “o Atlético é diferente dos times de Minas, pois ele vende. Se estiver bem, vende para sua torcida. Se tiver mal, vende mais: vende para a própria e as demais torcidas”. Logo entendi a “indústria” da crise no Galo. Se a imprensa precisa faturar, ela buscará, a todo modo, meios para tal. Este próprio veiculo onde se hospeda o blog é um exemplo explícito. Basta notar o tratamento aos clubes, aos espaços disponibilizados para cada um. Entendo, é o mercado e sua lei “sem pudores”. Contudo, não entendo como muitos atleticanos ainda não perceberam a situação, não entendem o contexto. Vivem replicando opiniões e conceitos, sem embasamento algum, de comentaristas e jornalistas que, a serviço do mercado, deturpam informações e fatos. E, alienados que são, entram na pilha, alimentam as “crises criadas” e fazem a roda girar. Demonstram falta de capacidade para analisar e discernir informações, situações fundamentais na formação de conhecimento. Posso parecer prepotente, talvez até seja mesmo e não tenha aceitado ou admitido tal personalidade, sei lá. Posso até ser chamado de “o cara”, mesmo sem ter a pretensão de ser, nem julgar-me merecedor de tal ironia. Mas, na verdade, eu estou mesmo é assustador com a postura de muitos atleticanos.
    Para não irmos longe, pegaremos o Cazares como exemplos, o plural. Primeiro, logo que contratado, maioria dos jornalistas afirmaram, em raro momento de sinceridade, que não conheciam o futebol do jogador. Com a demora em sua regularização, devido a sacanagem (desculpe a expressão, mas não encontrei outra que pudesse definir a situação) feita por Banfield e AFA, chegaram a ironizar a persistência do Atlético em contratá-lo. Estreou, mostrou qualidades. Mas ao ser afastado do elenco pelo Aguirre, que teve seus motivos para afastá-lo: a burrice!, gerou-se grande especulações a cerca do atleta. Especulações absurdas e desrespeitosas. Ainda assim, logo que teve sequência, mostrou novamente qualidades. Mas se contundiu e pronto, lá vem especulações novamente. Como tem gente que acredita?!…
    Mas, lembremo-nos do exemplo do Cazares, para tentarmos novamente evitar novos erros. Com a chegada do Otero, muitas opiniões surgiram sobre o rapaz. Mas, novamente, pouco se sabe dele. Mesmo assim, criticas à contratação do atleta, por ser venezuelano. Que má vontade! Ao ponto de, hoje pela manhã, jornalista dizer que o jogador, contratado na última terça-feira, não irá estrear contra o Palmeiras por “precisar aprimorar a forma física”. Não sei se defino como incompetência, por não saber, ou simples má intenção, pelo fato de um profissional sequer procurar saber a situação da regularização do jogador, que necessita de visto de trabalho para ter o nome no BID. E não há tempo para publicação hoje. Se não sei como conceituar esse jornalista, sei que está a serviço da máquina, colocando-a em movimento.
    Desculpe-me pelo desabafado. Mas, realmente, me assusto com a postura de muitos atleticanos.

  2. Caro Eduardo,sou torcedor apaixonado e nunca torcedor idiota.
    Fred veio com salário de 880mil mensais.
    Robinho veio com salário de 900 mil mensais.
    Pratto teve um gordo reajuste para ficar até o final da libertadores.
    Com isso tudo o Galo deveria ser o primeiro na tabela.
    Quero informar que o Sr.DANIEL OBEDECENDO deixou de vender o Pratto por 16 milhões de euros e agora não consegue nem 10 milhões,ano que vem nós estamos ferrados,é só olhar nosso rival.
    (CASO CAZARES NO MÍNIMO ESTRANHO)

    1. Taí a informação. Paulo Pereira é o cara. Mas nunca ninguém o chamou dessa pecha que se auto proclamou. prezado.

  3. Éhhhh ,,, Dudu ! Torcedor Atleticano – como visitante – na capital paulista , qdo não é impedido de adentrar ao estádio é escalpelado sem dó . 110,00 bagarotes num bilhete ? Isto é um assalto . Estava pensando em ir,levar a família – seríamos em 4 , faça as contas – , passar um domingo diferente vendo o GALO passar o rodo no time do cuca – GALO não jogará contra a sep e sim contra o cuca.Esta imprensaaaa ,te falar viu ! – vou mais não ! Já fui impedido de ver meu GALO por duas vezes nesta praça ,pelo fato de venderem os ingressos que a nós eram destinados,para os locais,agora este escalpo . Os caras estão tão certos da vitória, que até o goleiro substituto, se predispôs a cobrar penal caso aconteça um . Jogo bom para colar um esparadrapo na boca destes bairristas dos infernos e o GALO irá fazê-lo , escreva aí ! SAN

  4. Moralismo nada mais é do que ignorância disfarçada. A Direção do GALO acerta muito mais do que erra, os resultados obtidos nos últimos tempos e a maneira como nosso GALO é visto hoje, confirmam isso. Outra coisa, surgiu o papo de que o são paulo quer o Pratto. Nepomuceno não permita que isso aconteça! Se for pra mandar um dos nossos centroavantes prum adversário direto, pra desonerar a folha de pagamento, manda o Fred e mantenha o Pratto. O argentino é muito mais jogador! SAN.

  5. Prezado Eduardo, leio com uma certa frequência os seus comentários. Só tenho uma curiosidade e gostaria de tirá-la da minha cabeça, se for possível. Você coloca a palavra “by” antes do seu nome é porque você também foi contaminado pelo Complexo de Vira Lata pegado nos Estados Unidos ou é por outra razão? É pura curiosidade. Caso não queira, não precisa responder. Grato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.