Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Mais uma decisão para manter a hegemonia em Minas

Imagem: Bruno Cantini/Atlético

Já vivi esse momento de decisão do Mineiro dezenas de vezes. Sem esforço, sei que na maioria delas saí comemorando. Foram centenas de jogos entre o Galo e o adversário de amanhã, desde os tempos em que – como já disse dias atrás – íamos de ônibus e sem qualquer receio frente aos adversários. Refiro-me à questão de hostilidade e/ou violência. Éramos felizes, Atleticanos e também os não-Atleticanos.

Com o tempo, decorrente da “profissionalização” de grupos de torcedores, aliado à intolerância generalizada a quem pensa diferente, a situação se contaminou e tomou rumos indesejáveis, levando o poder público a optar por medidas drásticas em dias de clássicos. Não só aqui, mas por todo o Brasil. Inicialmente, torcida única. Depois, assegurando 10% de espaço ao adversário. O presidente Sette anunciou que, já nos jogos pelo Brasileiro, acordou com o dirigente maior do outro lado a possibilidade de torcida dividida.

Com isso, a decisão de amanhã – dependendo do comportamento do torcedor e da ação eficaz da segurança – pode ser o último jogo nas condições atuais.

Todos, nós Atleticanos e torcida adversária, vamos ao Mineirão (conhecido como o Salão de Festas da Massa) em busca do título. Ao final da partida, será conhecido o campeão Mineiro de 2018. Quero comemorar o título, mas, mais que isso, sepultar definitivamente esse período triste de jogos com uma torcida apenas ou com um espaço mínimo para o visitante.

O sucesso desse propósito fará com que as duas torcidas sejam vitoriosas. Aqueles, que com eu, tiveram a oportunidade de assistir a jogos com o Mineirão dividido (é bem verdade que sempre colocamos mais Torcedores), se lembram com nostalgia daquelas belas tardes de domingo. Foi assim que vi surgirem Reinaldo, Cerezo, Paulo Isidoro, Marcelo, Heleno, João Leite, depois ainda Palhinha (no seu melhor momento como profissional), Nelinho (idem), Éder Aleixo e tantos outros que vestiram a camisa do Galo.

Imagem: Bruno Cantini/Atlético

Com muita fé, acredito na consolidação do título amanhã, sonhando ainda com que doravante teremos o Mineirão lotado nos dias de grandes jogos. A bem da verdade, acredito que a volta do Galo para a Pampulha, até que a nossa Casa fique pronta, trará de volta o Atleticano ao hábito de acompanhar o nosso time do coração. A partir do Estádio do Galo, com 47 mil lugares, vamos confirmar aquilo que todos sabem e reconhecem. A maior e mais apaixonada Torcida de Belo Horizonte e de Minas Gerais é a Atleticana.

Para a partida de amanhã, acredito que o treinador deverá manter a formação de domingo passado. Ninguém suspenso ou no Departamento Médico. Thiago Larghi, além de ter fechado a nossa defesa, conseguiu motivar e fazer com que os mesmos jogadores que dispúnhamos mostrassem padrão de jogo em busca da vitória.

Em 14 jogos com Larghi (sendo dez pelo Mineiro e quatro pela Copa do Brasil), vencemos dez, empatamos uma única vez e perdemos em três oportunidades. Na C.B. foram três vitórias e uma derrota. No Mineiro, sete vitórias, um empate e duas derrotas. Em número de gols marcados e sofridos, o time de Larghi permanece em destaque. Marcou 25 gols e sofreu apenas sete. Entre os gols marcados, foram dez pela Copa do Brasil e 15 no Mineiro. A defesa sofreu dois pela Copa do Brasil e cinco pelo Campeonato Mineiro. Números animadores.

Pois bem, esses dados estimulam o Atleticano a acreditar no 45º título estadual e a manter a hegemonia do futebol mineiro. A força da nossa Torcida novamente foi comprovada na venda dos míseros seis mil lugares destinados ao Atleticano. Vendeu-se tudo no primeiro dia. Ontem passei pela porta do Galo Na Veia, ainda no final da manhã, tendo a oportunidade de ver a enorme fila que se formava para o Torcedor buscar o seu ingresso, previamente comprado pela internet.

Quando jogadores e Torcedores se entendem, ninguém segura o time Atleticano. Com os pés no chão, vamos para mais essa decisão. Porém, com todo cuidado, uma vez que sabemos que do outro lado tem réu confesso em artimanhas na busca de resultados. A benecyzação não pode comprometer a lisura da decisão mineira. Entramos em campo num momento de crescimento do time, com salários em dia, finanças sendo ajustadas e sem utilizar de empréstimos bancários para saldar nossas contas. Renovamos recentemente o patrocínio com a CAIXA, que garante um bom reforço aos cofres do Galo.

Até o apito final, sem excessos, enviando boas energias para o gramado. Caso a conquista se confirme, aí, sim, vale a comemoração.

Em tempo: ótima notícia ao final da sexta-feira. Galo e WRV fecham acordo e a dívida está equacionada. Agora é começar a obra do estádio e cobrar a conta do Frederico.

38 thoughts to “Mais uma decisão para manter a hegemonia em Minas”

  1. Para quem gosta de arriscar uma situação ou a própria vida irá de ônibus ao mineirão com torcidas dividas …a selvageria e a ignorância só triplicaram de lá para cá …resta as pessoas normais que por exemplo trabalham no domingo e dependem desse transporte público horroroso conviver com essas CASTAS ou vândalos invadindo os ônibus soltando rojões e cantando seus hinos de selvageria e violência explícita ! Esse pais e essa cidade são uma verdadeira PIADA !

  2. Boa noite, amigalos. Passo sempre por este blog, pra me encher de alegria e aprender com vcs, meninos. Torcendo amanhã pro nosso Galo, fazer a festa na casa do adversário. Concordo com todos vcs: pés no chão, respeito ao adversário, mas raça, gana, pra botar pra quebrar e mostrar que o Galo é o melhor. Quanto a não ganharmos mais nada este ano, este invasor dará com os burros n’água pois, com o trabalho que o Thiago está fazendo, nosso time tá crescendo, melhorando, se entrosando e teremos condições como qualquer outro time de buscarmos mais títulos. Vamos Galo…vencer…vencer…vencer…Gaaaaalooooo.

  3. Vamos GALO.
    RAÇA E DETERMINAÇÃO.
    VAMOS BOTAR FOGO NO MINEIRÃO.
    AQUI É GALO PORRA.
    GALOOOOOOOOOOOOO

  4. Resumo de 2018:

    Vai ser assim como sempre é. O Atlético que precisa do RURAL para sobreviver, porque é um time de bases interioranas, ganhará o Mineiro amanhã. Mas como sempre é, vai parar por aí. O ano alvi-negro acaba por aí. A história prova salvo raríssimas exceções.

    Então, o Cruzeiro vai ganhar ou o Brasileiro ou a Copa do Brasil ou a Libertadores. Esté irá desfilar em carro aberto do Corpo de Bombeiros e toda a miídia nacional o aclamará, como sempre é.

    Enquanto isso Eduardo e Fred de Melo, como sempre, com imensa dor de cotovelo, farão versos e poemas de como é bom ser atleticano – porque é mais fácil viver de imaginário do que encarar a realidade – e tentarão desmerecer os títulos na temporada do Cruzeiro colocando tudo como ‘conta da sorte’ – uma maneira pequena e torpe não digerir o SUCESSO alheio. Depois, reclamarão da Rede Globo, da CBF e do Rio de Janeiro, claro, como sempre é.

    E depois dirão das muitas glórias, façanhas, batalhas e conquistas – que como todos nós sabemos não são reais mas existem somente na cabeça do atleticano. Mais de 100 anos de história e 3 conquistas. Nada mais a dizer né.

    Melhor continuar com versos … ao vento para ninguém ver e ouvir.

    1. Quem tem e faz história pode se dar ao luxo de fazer isso e muito além disso.
      Só me espanta morrer de véspera. Nem nós, delirantes, comemoramos antecipadamente. Que depressão é essa?
      Paulo e Viana, parece que o moço tá sem grana (igual ao …. deixa pra lá),tem como cederem um remedinho ao incauto?
      Em tempo: ele tava doido pra aparecer. Na semana anterior mandou várias mensagens que foram pra lixeira. De domingo em diante enfiou a viola no saco (ou noutro lugar) e só apareceu agora.
      Esse tá querendo aparecer.

      1. Remédio eu não dou. Mas se ele quiser um saquinho de purpurina para se lambuzar eu compro para ele. Purpurina de várias cores para ele ficar igualzinho um arco íris.

        1. Paulo permita-me entrar nesta vaquinha aí! Colaboro com um kit de ballet,uma bola de vôlei, uma pena de pavão e um recibo para o papel de seda aí escolher se passa no débito ou crédito,pq papelão ele já fez.

  5. O Mala M comparou as Marias ao Manchester city.
    Depois o mesmo mala diz que precipitado come cru… Ixi… Vai virar meme.
    Os bambis azuis estão descontrolados. Fizeram protesto e ameaça no treino.
    O time deles está em declínio , jogadores voltando sem ritmo e nervosos.
    Quer dizer o q? Nada.
    O Galo tem que jogar como nunca para ser campeão.
    Amanhã tem que jogar a vida. Esta final vale a hegemonia e consagra a evolução do time. Sangue nos olhos e muita luta. Alô Otero, confio que fará o gol do título em um chutaço de fora da área. O Galo tem que se preocupar em jogar bola, nada de entrar no desespero do pirangi. Eis que amanhã será um domingo cervejante. Galooooooo

  6. Nosso GALO têm que entrar pilhado pra jogar bola… esquecer a vantagem e não entrar nas provocações que certamente o adversário tentará fazer… o momento é todo favorável pra nós entao jogando com inteligência e suportando a pressão inicial, podemos e vamos sair CAMpeoes!!!!!

  7. Gustavo Perrela está na CBF. Já chega o tio do Ricardo Teixeira que era Maria.
    Sabemos que a CBF recentemente operou o GALO em 2012 e 2015.
    Já as Marias, não tiveram esse problema.

  8. Eduardo, tomara que o novo estádio realmente leve o torcedor de volta para o campo. Desde que ganhamos Libertadores e CB o torcedor ficou mal acostumado e só vai no campo quando o time está bem. Antes da reforma do Mineirão o Galo colocava mais de 40 mil de média no estádio com facilidade. Hoje dificilmente temos um jogo com mais de 20 mil. Que a diretoria saiba fazer um bom planejamento para ter nossa casa sempre cheia, seja construindo um estádio com boa estrutura, seja auxiliando a prefeitura na logística do torcedor para chegar ao campo, seja com um programa de sócio torcedor mais bem estruturado, seja com ingressos a preços populares.
    A confiança pra amanhã está alta! Pra cima deles Galo!
    Abraço, Tomás

  9. Oi Eduardo e Amigos, bom dia!
    A ansiedade já toma conta de mim. O meu coração, deixo por conta do meu Enalapril, do meu Cardizem e do meu Rivotril. É o preço que pago pela feliz opção de ser Atleticano. A minha família e o Galo são as riquezas desta minha encarnação.
    Na minha humilde opinião, clássicos se decide na RAÇA.
    É o que espero do meu Galo em campo, amanhã.
    Vamos GAAALOOO, faça a Massa Feliz!

    1. Caro Jandir. estamos juntos nessa luta. O Rivotril e o Enalapril são meus amigos juntos com mais alguns o Cardizem eu ainda não conheço. Mas, amanhã será tranquilo. Podemos trocar os remédios por cerveja e bebericar à vontade. Saudações de campeão.

  10. bom dia Eduardo e massa,grande texto Eduardo,mais uma decisão contra as caloteiras e freguesas,aja coraçao,a minha pressão já esta a subir,o jeito e tomar uns copos para baixar,rs,vamos galo com pes no chao,sangue nos olhos,raça,vai galoooooooooooooooooooooooo,

  11. Caros Amigalos, Vamos com tudo amanhã. Ratifico meu palpite 2 x 0, já que estaremos no nosso salão de festas. Quanto ao Mineirão concordo plenamente com o Eduardo. Estamos acostumando o público de 20.000 fieis no Independência, que para nós que vamos ao estádio, vemos quase sempre as mesmas caras. O resto só no Pay-per-View. Desta forma voltaremos ao nosso público habitual que é na realidade o maior e mais fiel de Minas! Dá-lhes Galo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Excelente final de semana, caros Atleticanos! Acordei um pouco mais tarde hoje, 7h13, ao canto do Galo que tenho aqui em casa, e agora há pouco, a todo volume fiz ecoar pela vizinhança os acordes do hino do Glorioso Clube Atlético Mineiro ao som da minha guitarra! Que o Galo jogue com sabedoria para levantar mais um caneco! Gaaaaaaaaaaaaaaaaaalllllllllllooooooooooooooooooooo!

  13. É difícil ser reconhecido qdo se faz algo bom, sendo assim,as cobranças e exigências por metas e melhores resultados,fazem os fortes crescerem,os fracos chorarem e os incompetentes fugirem. Parabéns à diretoria do CAM pela baita negociação e consequente chegada a um acordo, de uma de nossas maiores divdas q se arrastava a quase 16 anos. Aquele q era credor agora virou parceiro,tudo isto por conta de um papelão q quis dar uma de papel de seda, e o tiro acabou saindo pela culatra. Além de diminuir o montante da dívida em qse 30 milhões,vai pagar boa parte com publicidade na CAMisa e outros espaços,baita negociação!
    Qto ao jogo,bem…espero que chova bastante, papelão molhado se desfaz com água… pïrängï ! na humildade? teu papá vai pegar… Vamos GALO!!!

  14. Bom dia amigalos e Guru, também venho reforçar a necessidade de se entrar amanhã ligado, pois o adversário virá forte, ninguém precisa ter dúvida, confiar eu confio sempre no Galo desde que entre ligado e com nenhum nível de relaxamento.Vamos frisar novamente os detalhes, pois sabemos que na maioria dos clássicos, são eles que decidem….muita atenção com a bola parada, procurar não fazer faltas próximas e nas laterais, procurar fazer um bom bloqueio na entrada da área, porque vimos no jogo contra o Vasco, que assim o adversário abusa da jogada áerea, estar atento a pressão que eles sempre fazem na arbitragem, desde os jogadores até o treinador, são muitos espertos, e sabem manipular as coisas a seu favor. Outro detalhe que o Galo deve estar muito atento e tenho certeza que o nosso treinador sabe analisar as coisas, o Galo tem que explorar os contra ataques em velocidade e tendo oportunidade, tem que fazer o gol, as laterais do adversário têm dificuldade na marcação, Egídio já conhecemos e o direito que irá voltar tá totalmente sem ritmo de jogo e vindo de contusão muscular, Déde na zaga também não tem ritmo ideal, portanto, saiba que tem que jogar em velocidade, com contra golpes certeiros…o próprio Tiago Neves falou na entrevista sobre o time dele não sair pro ataque de qualquer maneira, pois sabe que o Galo chega na área adversária com velocidade, espero que os jogadores experientes estejam bem e oriente bem os companheiros, enfim é isso aí, vamos pro jogo com coragem, confiança e sabendo bem o que queremos, concentração total no jogo e aos detalhes já mencionados….abraço a Massa.

  15. Presidente Sette de parabéns pelo trabalho de contorno do imbróglio com a WRV. Isto é que é trabalho de Diretoria com D maiúsculo. Gosto de sentir meu Clube em boas mãos. Estou sentindo. Louco para levantar a taça e chegar logo a hora de pegar este povo da máfia de novo, agora no BR, pra gente inaugurar a volta das torcidas “divididas”, coisa aliás difícil de acontecer aqui em Minas Gerais… Mas vamos que vamos, que o caminho para a Série B é ali mesmo, a marcha já tendo começado, os destinos traçados, que beleza!
    Quem tiver ouvidos que ouça.
    Eh Galo!
    Saudações Alvinegras aos Atleticanos de verdade, como dizia o Lugalo. E dizia muito bem. Porque Aqui onde devia ser só Galo, por uma questão de atração irresistível, infelizmente não é…

  16. Bom dia!
    Acordei hoje pensando que era domingo…chega logo 16:00h de amanhã!!!

    Bem lembrado, caro blogueiro! Nelinho e Palhinha estiveram em seus melhores momentos envergando a camisa do Galão da Massa. Podemos acrescentar ainda que o mesmo aconteceu com o nosso capitão, grande Leonardo Silva!

  17. É só jogar como jogamos os últimos jogos que o título virá tranquilamente!! Esperar adversário, além de ser angustiante para o torcedor, tem mais possibilidade de que ocorram erros e consequentemente gols.. Mas tenho confiança que nossa hegemonia continuará, PRA CIMA DELAS GALOOOO

  18. Caros,
    Amanhã é dia de jogar com garra, botar o coração na ponta da chuteira. O objetivo e o destino tão traçados.Tá chegando a hr de comemorar o 45º. Entretanto, ñ podemos baixar a guarda antes. Lembrou bem o nosso Guru escrivinhador: “A benecyzação não pode comprometer a lisura da decisão mineira.”…Ontem, aqui no AQUI È SÓ GALO, tiveram uns dois coments lembrando…Preocupante a noticia de q os senadores traficantes de Minas vão tomar conta do futebol brasileiro. Ñ vi uma nota de indignação do jornalista JC do Super e de ninguém da grande imprensa. Conveniente, ñ?… É preocupante pro nosso Galo, sim, pq sabemos como as coisas funcionam. Espero q 7C esteja se preparando para saber agir nos bastidores pois o jogo vai ficar muito mais sujo do q já é. E eu q pensava q o futebol era algo puro, limpinho, cheiroso, uma Champions Europeia de inocência. Vamos incentivar nosso Galo nas arquibancadas e exigir ação da nossa direção. Infelizmente os bons brasileiros de “bem”, de reputação a toda prova e senhores da moral e dos austeros costumes ficam presos na teia Globeleza de desinformação e apenas se importam com a trama da reforma do triplex e a reality ocupação violenta das favelas. “O MECANISMO” FINAL! O demais tá tudo JUSTO, cristalino e td dia lavo meu cérebro. AQUI É SÓ GALO! Galo é coração! Coração é do lado ESQUERDO!
    Obs.: Caro Guru, romântica e bela a ideia de q antigamente era melhor, de q ñ tinha violência. Sqn. Havia de tudo e certas causas da violência já estavam lá, agindo, como hj e pior às vezes. E mais, dentro dos estádios, a ñ ser numa ou noutra cena, nunca teve maiores excessos. É necessário sabedoria prá sobreviver e jamais se entregar às falácias do senso comum dos “entendidos”…Falo isso pq estava lá. Enfim…segue o jg…
    Obs.: o Galo tem q voltar a prestigiar seu torcedor, A Massa. O Independência tem seu valor, é a nossa casa também. AQUI DOUTRINAMOS TUDO! Mas precisamos voltar a jogar com os grandes públicos. O GALO É POVÃO!
    Agora OBS falando o q tem q ser falado no melhor interesse: REFORÇA 7C! Vamos lutar e vencer o Br18! Nós podemos e QUEREMOS O BR18!
    Amanhã é dia de comemorar o 45º…
    GALO SEMPRE!

  19. Bom dia massa e Guru. Patrocínio CEF fechado, acordo com a WRV fechado, salários em dia, e a volta da confiança e sinergia da torcida com o time. É parece que finalmente, o ambiente voltou a ser totalmente favorável para novas e velhas conquistas, e nada melhor do que amanhã encima de nosso arquirrival. Que nossos jogadores entrem com o espírito e vontade da última partida, e que não haja ajuda externa ao adversário. Se isto ocorrer a comemoração por mais um título estará assegurada. Vamo ser Campeão Galooo!!!!!

  20. Eduardo bom dia.
    Queridos amigalos bom dia.
    Impressionante o retrospecto do Thiago Larghi.
    E ele ainda é tratado como interino.
    Que injustiça.
    Mas vamos lá.
    Amanhã seremos campeões sem a menor dúvida.
    O time do Cruzeiro está descendo ladeira abaixo e não tem como reveter isso.
    Vamos ganhar de novo amanhã porque estamos em subida forte.
    Otero Cazares Ricardo Oliveira e Luan vão estraçalhar de novo.
    Quarteto mágico do Galo.
    Vai ser festa com bandeira charanga volta olimpíca bem na frente da torcida deles.
    Vai ser bom demais.
    Vai ter muito chopp na comemoração foguete e buzinazo na cidade toda.
    Eu não queria ser torcedor do Cruzeiro amanhã.
    Se eles pudessem já pulavam direto para segunda feira.
    Galoooooooô.

  21. Bom dia Eduardo, atleticanas e atleticanos que como eu sentem saudades daqueles tempos em que íamos ao Mineirão no mesmo ônibus com a torcida azul. A gozação já começava no buzão da ida e continuava no buzão da volta.

    Éramos mais civilizados? Não. Éramos mais felizes porque nossos times jogavam belíssimo futebol e não precisávamos relaxar espancando torcedores adversários.

    Infelizmente nos dias atuais o futebol apresentado não dá para satisfazer-nos nem em caso de vitória e o stress se resolve com pancadaria. É lastimável, mas é a realidade atual.

    O que interessa mesmo é o jogo de amanhã. Sem torcida dividida mas, com paixão completa a massa atleticana com certeza terá mais presença que a torcida de papelão. Somos a única torcida que tem um grito de guerra verdadeiro. As outras no país inteiro e de resto no mundo só cantam.

    Quando gritamos Gaaaaalooooo o som sai da garganta vindo direto do coração. Não passa pelo palato, dentes e nem na língua. É som gutural mesmo só possível com a força do coração.

    O canto da torcida de papelão além de ser um número negativo, zeroooo, é filtrado pela língua, o palato e os dentes. O coração fica longe.

    Por isso o grito de seis mil atleticanos sufoca o canto de papelão, assim como nossos onze guerreiros sufocarão os onze, doze ou mais que jogarão por eles.

    Vamos lá no nosso salão de festas buscar o nosso troféu porque ele é nosso de pleno direito. Ganhamos na bola e no grito.

    E que hoje seja a continuação feliz de um fim de semana vitorioso e abençoado. Um abraço aos amiblogs e amigalos que já estão com uma mão na taça.

    1. Belo texto, Paulo. Fiquei daqui tentando a combinação língua/palato/dentes. Nossos amiblogs ganham com sua presença nos comentários. Breve, como vou anunciar e explicar na segunda-feira, vamos desfrutar de sua presença mais efetiva aqui neste espaco. Você, GaloDaMata e Roberto Caldeira.

    2. “Quando gritamos Gaaaaalooooo o som sai da garganta vindo direto do coração. Não passa pelo palato, dentes e nem na língua. É som gutural mesmo só possível com a força do coração.

      O canto da torcida de papelão além de ser um número negativo, zeroooo, é filtrado pela língua, o palato e os dentes. O coração fica longe.”

      Uau!!!

      1. Obrigado Eduardo, obrigado Galo Roberto. O Galo é pura inspiração. Vicente Mota que o diga quando escreveu o nosso hino. Quando falo do Galo a mente nem funciona só o coração.

      2. Bacana. Usou a fonética para explicar as emoções mais fortes sentidas pela torcida do Galo.

  22. “Quanto mais perfeitos achamos que somos mais nos afastamos do caminho da evolução”.(Lio)
    É isso ai, disse tudo.
    Vamos jogar com fé, com raça e com seriedade.
    A torcida, como sempre, está junta.
    Aqui é GALÔÔÔ!!!
    Quando tá valendo, tá valendo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.