Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Lutando por mais um título mineiro

Somos, pelas estatísticas de toda ordem – desprezando aquelas maquiavélicas como recortes que interessam a edição de matérias de conteúdo não jornalístico – o maior de Minas Gerais de todos os tempos. Setores da imprensa, tem feito isso, não sei se pela presença do novo dono do CSA/MG ou por jabá mesmo. Vamos para mais uma decisão, a exemplo de tantas nessa história centenária e vitoriosa, na condição – sem sapato alto – de favoritos à conquista do 47º título mineiro.

O eventual adversário de hoje, que a exemplo da Tombense, que disputou a final do mineiro com o Galo – em 2020 – também está na segunda divisão nacional. Ano passado decidimos com o América, time mineiro que está reassumindo a condição de segundo mais forte entre os representantes mineiros. Tanto, que, assim como o Galo que vai disputar sua oitava Libertadores em dez anos, o coelho está nessa mesma competição e é o outro representante de Minas Gerais na série A.

Alguém me disse ontem, em minhas andanças pela cidade, que o treinador adversário– aquele uruguaio acostumado a ser expulso e punido, embora consiga liminar para ficar à beira do gramado – teria dado declaração provocativa. Sobre o favoritismo incontestável do Galo, o moço disse que uma eventual derrota nossa, seria o desastre para o ano de 2022.

Acho compreensível, afinal o treinador tem foco no mineiro e na série B – ainda sobrevivendo na Copa do Brasil, mas sabemos que é vida curta – e chamou os holofotes para sua desconhecida pessoa. Na verdade, embora favoritíssimo, sabemos que jogo é jogado e lambari é pescado. Esse CSA/MG e times do interior – na esperança de uma possível tarde infeliz do maior de Minas –sonha em vencer a decisão num jogo único. Sabem eles, os pequenos, que pode vencer – a chamada zebra – nessas condições. Porém, jamais, sendo dois jogos para decidir uma competição. Embora nada atrativa como é o regional.

Resumida e sucintamente, essa partida decisiva é a chance que o adversário pode ter de comemorar alguma conquista sob o mando e comando dessa opção discutível de clube empresa. Não refiro à legislação que criou a SAF e sim ao conturbado acordo com o empresário e ex-jogador Ronaldo. Procuro não acompanhar, por ser economia interna de terceiros, mas as redes sociais não permitem ignorar como me merece esse assunto.

Sendo assim, reafirmo, esse é o jogo da vida dessa gente. Se ganhar, e isso pode acontecer, vão comemorar como se fosse a maior conquista de todos os tempos. Se der a lógica e perder colocará, sob o olhar sempre desconfiado de seus simpatizantes, mais dúvidas e cobranças em cima dos jogadores, comissão técnica e diretoria. Se bem que os dirigentes lá, ao que percebemos, não mandam nada e só o dono de 90% – que injetou um sexto do que vale – por exemplo – o Arana, cobiçado por clubes europeus, é quem tem poderes para tanto.

Vou ao Mineirão, portanto, confiante na vitória do meu time do coração, como sempre fui e continuo indo por mais de meio século e seguirei enquanto tiver vida e saúde. Sempre presente! Já no meio dessa próxima semana, começa a Libertadores, competição que tem a presença e a cara do Galo nos tempos recentes. No próximo final de semana, igualmente terá início o Brasileirão, título que está nas mãos do Galão Querido da Massa (obriGalo, Caixa, autor desse refrão.

Para logo mais, com o Mineirão cheio de “não me toques” – por ser o mando de campo da fmf que obedece a tv – não sabemos exatamente qual será a escalação do El Turco. Li e ouvi várias alternativas publicada e ditas em veículos de imprensa e mesmo de Torcedores nas ruas. A que prefiro seria: Éverson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso (que atuou pouco nos tempos recentes, mas ao lado do seu parceiro formaram a melhor dupla de zagueiros do Brasil no ano passado) e Arana; Allan, Jair, Zaracho e Nacho; Keno e Hulk. E olhem para o banco, mencionando apenas parte das opções que desfrutamos, tem o Rafael, Guga, Rever, Otávio, Ademir (que acionado bagunça as defesas que pega pela frente), Savarino, Vargas e muitos outros grandes jogadores.

Diante disso, Atleticanas e Atleticanos, reafirmo minha confiança no título, sem desmerecer o adversário e considerando que irão atuar como qualquer time menor, disputando o jogo da sua vida. Foi assim, que nos últimos tempos decidimos e vencemos Ipatinga, Caldense, Tombense, América e o próprio adversário de hoje em 16 decisões consecutivas com a presença do Galo. É mole?

Aqui é Gaaalooo, po##@!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

19 thoughts to “Lutando por mais um título mineiro”

  1. É CAMPEÃO!
    Título incontestável. Galo único gigante de Minas. Não adiantou a manobra desse regulamento ridículo que tirou todas as vantagens do time de melhor campanha.
    O capitão maria chorou porque os mecenas derramaram “rios de dinheiro” no Galo. Uai! Vão atrás de torcedores ricos e não mercenários.
    Quanto ao time hoje, foi cirúrgico mas não esteve bem como de costume. Mais uma vez perdeu a chance de dar uma sonora goleada. Displicência, falta de tesão.
    Nacho desequilibrou.
    Hulk o imparável de sempre.
    Galooooooooo!!!

  2. Saudações alvinegras! Dois campeonatos, dois títulos. Em cima dos nossos rivais… Não é para qualquer um.

    Aliás, saudações aos rubronegros. Dois campeonatos, dois vices. Para os rivais. Não é para qualquer um.

    Ouvi dizer que o Tite quer voltar para o Galo para consertar o que fez. Volta pro mar, oferenda!

    Se eu estiver dormindo não me acordem.

  3. Boa noite amigos do Galo. Como é ruim de serviço este Rogério da Globolixo, totalmente parcial em seu comentários, não consegui esconder a amargura do seu time ser da série B

  4. Fim de primeiro tempo, mesmo ganhando o Galo está irreconhecível. Muitos erros, time sem gana, sem vontade. Péssima siída de bola. Everson errou tudo nesse quesito. Nathan também. Espero que mude no segundo tempo.

  5. Amado blogueiro, seu texto de ontem me assustou sobremaneira, me pareceu narrativa de uma tragédia anunciada. Nem consegui comentar. Minha confiança, agora, caiu a 30%. Deus nos acuda, hoje!!! Na vitória ou na derrota, Galo lindo, sempre!

  6. O treinador deles com essa fala está apenas reconhecendo a fragilidade do seu time, nem ele acredita num resultado positivo. Galo entre com foco e jogue bola assim a vitoria virá naturalmente.

  7. Seria muito legal se ao final do jogo, com a taça nas mãos, a torcida mandasse ir TNC a rádio palanque, a fmf e a rede esgoto. Foi uma pena não termos iniciado uma campanha com esse foco durante a semana.

  8. Bom dia,

    Que absurdo foi aquelas perguntas feitas na entrevista do Nacho Fernandez na TV Galo.
    O atleticano tem que tomar cuidado para não tropeçar na própria língua e na característica de ser corneta para não trazer descontentamento naqueles que estão representando tão bem nossa camisa.
    Fica o minha indignação.

  9. Bom dia!
    Prefiro o Nacho no segundo tempo. Se o Vargas estiver pronto seria melhor ele com Hulk e Keno na frente.
    #titenuncamais

  10. Bom Dia! Logicamente vou torcer para ser CAMPEÃO. Embora reintero minha insatisfação pelo comando técnico do “El Torco.” Com todo respeito à sua pessoa (do técnico), tanto o CAM, como também nós torcedores merecíamos um técnico mais qualificado. Quanto aos “ti,ti,ti” do azul desBotado, da midia, é bajulação ao eventual mandatário. Pois pelo visto comprou “Gato por Lebre.” Pois caso contrário o pedido de falência sers inevitável.

  11. Bom dia Avila. Bom dia a todos. Respeito a cautela, mas podem esperar hoje o Galo vai ser avassalador. No primeiro tempo a partida estará decidida e o lado azul vazio. Só espero que essa torcida não quebre o Mineirao como fizeram na derrota para o Palmeiras. Meu placar Galo 6×0.

  12. bom dia Eduardo e massa. hoje vencer e vencer e mostrar quem manda em Minas. mas para isso é entrar com faca nos dentes raça e vontade de ganhar com pés no chão e humildade. as caloteiras vão dar a vida neste jogo então galo muito cuidado para não entrar na confusão. se EL turco não inventar podemos sim ganhar. que venha as freguesias eterna. ótimo final de semana a todos amigalos. vai galooooooooooooo.

  13. Bom dia a todos!
    O jogo de hoje será muito difícil. O time rival jogará tudo por uma bola e comerão grama para ganhar do Galo.
    Disse aqui esta semana, se o Galo entrar com o que tem de melhor e jogar sério ganhará o jogo e levantará o troféu, se menosprezar o adversário, pode ser surpreendido.
    Espero que os jogadores e comissão técnica entrem focados em busca da vitória.
    Que venha a vitória, mesmo que no sufoco.

    1. Emerson, ótimo dia amigalo

      Jogo difícil porque? Já pensou se o galo entrar comendo grama também? Não dando espaço para o CSA-MG? Partindo para cima como se fosse um prato de comida?
      Em regra geral o melhor vence. Eu não faço apologia a desmerecer o adversário, mas não tem como negar a superioridade técnica do GALO e isso conta e muito em um jogo. A única coisa que o CSA-MG tem para fazer hoje é catimba, tentar provocar alguma expulsão, pressionar o árbitro, coisa de time pequeno. Há meu ver essas são as únicas coisas que não podemos entrar na pilha delas.
      Hoje é simples, entrar em campo e se impor e mostrar que quem manda é o GALO.

  14. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Sem medo de assombração!
    Vamos à caça de raposa com a nossa artilharia da pesada. Hulk e cia estão preparados e de prontidão para darem em campo a resposta que tanto almejamos: sufocar as Marias com o galo trator.
    Hoje e SEMPRE, Galo!!!

    1. Caro amiGalo Ângelo. Aproveito seu precioso comentário e sua tolerância com o blogueiro, para um alerta.

      SOBRE O ÁRBITRO DO JOGO:

      Na partida da Caldense X CSA/MG (quarta rodada), o jogo seguia 1 a 1, ele deu 5m de acréscimo. Persistiu o empate, deu mais três. Nos segundos finais a SAF do Ronaldo finalmente conseguiu seu objetivo.
      Na final do mineiro ano passado marcou penalidade inexistente contra o Galo. Deus mandou a bola no travessão, salvando a quase travessura do árbitro.

      Um povo (no caso, torcida) sem memória, corre risco de permitir a repetição dos fatos. O Atleticano está atento!

  15. Bom dia, prezados Atleticanos

    Mineirão dividido, legal. Favoritismo nosso, verdade. Temos os melhores, mas isso não basta.

    É possível que eles tentem arrastar a decisão pros pênaltis.

    O técnico deles afirmou que se o Galo “não ganha este jogo, é um fracasso para todo o ano”. Ok. Ele tem certa razão.

    Estadual não tem importância? Cuca enfatizou: “Perde pra vc ver o que acontece”.

    Portanto, temos que pressionar desde o 1º minuto. Amassar até fazer o 1º gol. Aí eles virão pra cima. Ótimo.

    Com velocidade, inteligência e técnica de nossos jogadores do meio prá frente, mataremos o jogo naqueles contra ataques de almanaque.

    Quem sobreviver às arritmias, verá. Seja campeão no campo, jogando demais, Gaaloôôô!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.