Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Falta de transparência nas contas inquieta o Atleticano

Confesso que nem queria entrar nessa celeuma, acho isso tão abominável, que não merece sequer consideração à respeito do assunto. Essa diretoria está se tornando na mais excêntrica de todos os tempos no Galo. Falta transparência, interlocução com o maior patrimônio do clube que é a Torcida. Agora querem vender o resto do segundo grande patrimônio que é o Diamond Mall.

Quando da primeira fase deste golpe e os leitores devem lembrar, tive muita dificuldade em entender todo aquele imbróglio. Foi naquele momento que conheci o amiGalo e colaborador deste espaço, o Roberto Caldeira. Estudioso e interessado, ao lado do Eduardo Gribel, me ajudaram no discernimento e resolvi a acreditar na intenção da construção da Arena do Galo.

Passado mais de um ano corrido e até o momento o estádio permanece na intenção, embora – ao que sabemos – a primeira metade já tenha sido alienada e os recursos – igualmente ao que foi dito – estão aplicados numa conta exclusiva para a finalidade e aguardando a burocracia. Daí somos surpreendidos com a informação dando conta de que a atual diretoria pensa em vender o resto que sobra do shopping para pagar dívidas, que ao que entendemos, foi amplificada nos últimos tempos.

Ora, onde estão os números e a auditoria feita quando o atual presidente assumiu o mandato? De quem é a responsabilidade de tamanha irresponsabilidade? A Torcida exige que tudo isso venha à público e seja informada se houve ou não desmando. Prefiro acreditar que não, mas se aconteceu, quem foi ou foram os responsáveis por essa parafernália. Quem levou à essa situação e – como já disse dias atrás – que deveriam ser responsabilizados por eventuais desmandos?

O Galo, nesta condição, me faz lembrar o moço jovem que – prematuramente – recebeu uma grande herança, mas sem saber administrar começou a queimar o patrimônio. Vendeu um ativo, depois outro, parte de outro, comprou um carrão (no caso nosso uma série de bondes), até ficar completamente nu e sem recursos até para o básico.

Dai vai morar “de favor” na casa de algum parente ou amigo que, por piedade, acolhe o moribundo enquanto ainda permanece entre os vivos. Uma lambança inexplicável e, ao que parece, a diretoria quer e espera apenas a compreensão e apoio do Torcedor. O Atleticano, na verdade, está é de saco cheio com tanta notícia ruim e o time nessa draga dentro de campo, com jogadores descompromissados e salários atrasados.

Falta transparência e criatividade para buscar solução ao propósito que assumiram quando disputaram a direção Atleticana. Vender o resto do shopping para pagar dividas, pode e até acredito que terá autorização de um Conselho omisso, como vem se mostrando. Mas, jamais, terão o perdão e apoio da Massa.

Acho até que existem outras soluções muito mais inteligentes para essa situação, repito criada pelas próprias diretorias do Galo, mas que nunca vêm à público mostrar a realidade das contas. Pode ainda, começo a admitir, estar apenas lançando um balão de ensaio para avaliar a repercussão dessa medíocre intenção e depois vir à público dizer que nunca houve essa conversinha. O Galo não é instituição pública, mas embora privada é de interesse público. Transparência já!

Postagens relacionadas

32 comentários em “Falta de transparência nas contas inquieta o Atleticano

  1. embora eu não morar em bh,e não ir ao estadio,agora acho que e a hora de apelar de vez,público zero no estadio,uma vez só,pra eles verem a força da massa.se bem que é dificil.dão dando ingresso praticamente de graça.edu dracena ta de saida do palmeiras,penso ser um bom nome pru galo.ja ta bem rodado,mas ganhou titulos por onde passou

  2. E pensar que no início do ano tava todo mundo chamando o Cruzeiro de caloteiro e time quebrado… investiram pesado, arrecadaram bastante, premiação recorde. E o nosso time? Corre sério risco de perder a única coisa que buscamos no ano, a vaga pra libertadores… tem que fazer um limpa no nosso galo, que fase que chegamos…

  3. Tem Jornalista e colunista que apoia e elogia todo esse desgoverno que existe no C.A.M. Só pode ser puxasaquismo . Não é possível.
    VÃO VENDER o Shopping e GALO vai continuar DEVENDO e Endividado Podem escrever aí.
    Pelo que vem sendo dito e escrito os juros cobrados do C.A.M. São abusivos e extorsivos.
    O CAOS ESTÁ INSTALADO.
    QUEM QUEBROU O GALO.????
    QUEM SÃO OS RESPONSÁVEIS.?????

  4. ATLETICO X PALMEIRAS

    Alguém tem alguma esperança deste timeco fazer frente ao Palmeiras??? Como?? Escalando Terans na armação das jogadas?? (só o Levir vê algum futebol neste jogadorzinho meio boca… talvez, justamente, porque não treina o time… deve ficar ensaiando qual a gracinha que falará na hora da próxima entrevista)! Te manca Levir!!! Estamos de olho em você!!! Se continuar nessa conversa p/ Boi dormir… dando vida boa p/ esta cambada de vagabundos, o próximo a sair será você!!! e não demorará!!!

  5. É muita incompetência e amadorismo juntos… em verdade, quando pensávamos que tínhamos saído do patamar de um clube amador para um outro nível, a partir da última gestão do Kalil – acordamos, de novo, nesse marasmo. Decisões erradas demais. A partir da desistência da sulamericana – que este senhor, para complicar, faz algumas declarações amadoras na imprensa – ficamos com a impressão de que, se pudesse ele tiraria o Galo de todas as competições p/ não enfrentar momentos turbulentos e não ter “problemas”. Por fim, não sei o que ele conversou com o Levir, que este (Levir) está com um corpo mole danado… treino, somente uma parte do dia. Joga domingo e vai treinar somente na quarta… enfim, lamentável!!!

    1. Sou contra a venda do restante do Shopping. É um dinheiro que entra, com as porcentagens, mensalmente. Se vender, o Galo não terá mais essa receita mensal.
      Acredito que na Cidade do Galo deve ter espaço suficiente para a construção de uma sala de troféus e para a construção de um espaço para a parte administrativa do clube, que ficaria ainda mais perto e mais presente nos treinamentos e em contato direto com os jogadores
      Assim, sou a favor da venda da Sede do Bairro de Lourdes. Acredito que valha mais que os 250 milhões (preço pago pela metade do Shopping) que receberá pela segunda metade do Shopping. As dívidas já parceladas do profut, já estão parceladas e quero acreditar que estão sendo pagas.
      A sede do Galo no Bairro de Lourdes serve pra que?
      Se for só pra expor os troféus, ter as reuniões do conselho que só acontecem uma vez no ano e não servem pra nada. Por mim, seria melhor vender o prédio da sede administrativa que só traz despesas do que o restante do Shopping, que mensalmente traz receitas.
      Quanto ao jogo contra o Palmeiras, que é o que realmente interessa, o time precisa de mudanças, Fábio Santos, Elias, Cazares e Ricardo Oliveira não dá mais.
      Além disso, preparando pro próximo ano, já definir quem vai ficar, como já anunciaram que não farão a aquisição do Tomás Andrade, que segue treinando, mas não vem jogando, dando espaço pra quem vai ficar no clube e precisa mostrar suas qualidades pra ganhar mais espaço.
      Dia 27 no dia da reunião do conselho, é a hora de protestar e exigir da diretoria transparência. Exigir que seja divulgado à imprensa, as dívidas, as receitas e despesas fixas mensais. O que é variável, os salários dos jogadores. Se disserem que tem cláusula de confidencialidade, pelo menos que divulguem as despesas com salários de jogadores.
      Protestar pela transparência, esse é o mais importante ponto a ser exigido da diretoria.

      1. Prezado,
        Você diz que no Jogo do Palmeiras , não dá mais para Cazares, Fábio Santos, Elias e Ricardo Oliveira. O problema é quem entra no lugar? Teranz, ( que não mostrou nada até agora), para o lugar de Cazares, prefiro apostar no ” vaga lume”, do que um jogador que ainda não mostrou nenhuma qualidade. e Tomaz Andrade até agora também não mostrou muita coisa e nem sabe jogar de armador. Hulk, ( ainda imaturo, não colocaram ele no Campeonato Mineiro para poder pegar mais rodagem e ritmo e jogando contra o melhor elenco e líder do Camp. Brasileiro é covardia) no lugar de Fábio Santos, ainda prefiro a experiência. Quanto ao Elias, não há outro volante, a não ser o Lucas Cândido, que até agora é uma piada de mal gosto, pois sem ritmo, voltando de contusão, sem qualidade nenhuma pois Zé Welisson e Blanco não têm condições físicas .E finalmente, no lugar de Ricardo Oliveira, colocar quem ( Denílson???? mostrou que é péssimo dos péssimos), Alerrandro até tem qualidade, mas não tem condições psicológicas, no jogo do Flamengo no primeiro turno, até chorou, Também poderia ter sido colocado no campeonato mineiro para ter mais rodagem e ritmo), além disto tem muito tempo que nem entra em nenhum jogo. Então, não temos opções! Concordo que para o ano que vem tudo, bem podemos trocar esses jogadores com reforços e mais planejamento para os garotos da Base, visto que colocá-los neste situação de pressão, vai queimá-los talvez para sempre…. A culpa disto tudo aí é a Diretoria do Galo que não planejou direito e o Presidente que não escolheu as pessoas capacitadas para fazer um planejamento decente. Até o final do ano, temos que ir com esses mesmos que estão aí e seja que Deus quiser, pois não há outras opções… Quanto à transparência, você tem razão temos que exigir do atual Presidente!

  6. Eu queria ver mudanças pelo menos no time, mas tudo indica que a dúvida do burro é se entra com Cazares ou Terans. Ou seja, o resto vai ficar na mesma. Fábio Santos, Elias e Ruimcardo Oliveira….Ê Galooooo!

  7. Concordo com você , Guilherme Bicalho.
    Não vejo problema abrir mão do Shopping para quitar e sanar as dividas, todos estão vendo que o clube esta quebrado inclusive isto foi falado pelo presidente.

  8. E ALGUÉM AÍ ACREDITA QUE ESSE ESTÁDIO VAI SAIR.???
    EU NÃO ACREDITO MAIS . É VER PARA CRER .
    TAMBÉM NÃO ACREDITO QUE ESSA VENDA DO SHOPPING VAI PAGAR DÍVIDA. VÃO VENDER E O GALO VAI CONTINUAR DEVENDO.
    A DIRETORIA VENDE O SHOPPING A PRAZO E SEM JUROS. MAS PAGA JUROS EXTORSIVOS PELO QUE DEVE.
    ESTÁ TUDO ERRADO.
    INCOMPETÊNCIA ; IRRESPONSABILIDADE E DESLEIXO ; ASSIM O C.A.M. VEM SENDO ADMINISTRADO.
    NÃO É POSSÍVEL UM CLUBE RICO CHEGAR A ESSA SITUAÇÃO.
    E OS JOGADORES ; VÁRIOS PERNAS DE PAU GANHANDO 300.000 REAIS POR MÊS.
    ESSE CONSELHO NEM É BOM FALAR. NÃO PRESTA PARA NADA ; EXCETO APOIAR E AVALIZAR TODOS OS DESMANDOS.
    PARTE DA IMPRENSA TAMBÉM É CULPADA POIS SE CALA DIANTE DO CAOS.
    CHEGAMOS AO FUNDO DO POÇO.

  9. PQP. . . QUANTA INCOMPETÊNCIA!
    #PASSAR O GALO A LIMPO. A TORCIDA EXIGE.
    De gestões em gestões, o Galo foi sendo destruído. Todos são culpados e deveriam ser responsabilizados.
    O Galo ACABOU, sem time de futebol e sem um tostão no bolso.
    Depois da Segunda Guerra Mundial, o povo que mais sofreu e ainda sofre é o Torcedor Atleticano.
    Impotente, sigo a minha sina de sofredor. Parece que o sofrimento não tem fim.
    “Cruiz Credo”.

  10. Galo Roberto,
    Você disse “rouba, mas faz” me fez lembrar o falastrão que se sentia DONO do Vasco, Eurico Miranda, tão idolatrado pelos apaixonados vascaínos “nos deu títulos, não tem medo de ninguém, defende o time e provoca o rival, cobra do elenco e da comissão” blá blá blá.
    Quando o caos se instalou de vez lá, o presidente Alexandre Capello assumiu o Vasco – com apoio de Eurico e contra muitos torcedores – contratou uma auditoria que vasculhou as contas e EXPOS AO TORCEDOR, ao menos parte da verdade, pois alegaram que muitos documentos haviam desaparecido. Na tentativa de resgatar o apoio da parte mais importante de um Clube de Futebol a Torcida, divulgou as dívidas operacionais, as medida de redução para o equilíbrio, os direitos econômicos, detalhes das vendas, etc.
    O ex-gigante da colina coleciona três rebaixamentos e outros vexames, recorrentes bloqueios judiciais e uma dívida de 500 milhões. Qualquer semelhança é mera coincidência.

    Por que nunca estabeleceram um teto de gastos no Galo? Já houve uma (ou mais) Ação de Responsabilidade como prevista no Estatuto do CAM? As dúvidas estão pululando entre os Torcedores, por que não abrem a CAIXA PRETA (e Branca), eles têm medo de quê?
    Cadê o Conselho?

    1. Pois é, Lucy, o Vasxcão, gigante da colina, se apequenou e se as coisas não mudarem por lá, vai virar um ameriquinha, um bangu…esses irresponsáveis e idolatrados no Galo estão fazendo o mesmo com nosso clube do coração.
      Saudações!

  11. Essa diretoria do Galo é maria! Se fossem atleticanos de verdade, não tratariam o clube e sua imensa torcida dessa forma.

    Ah…não posso esquecer,
    Levir, seu burro! Tô de olho em você. Vê se não me aparece no domingo com Fábio Santos, finge que marca, Elias bundão e Ruimcardo Oliveira…e muito menos com Denílson que não nasceu pra jogar futebol!

  12. Boa tarde. Esse negócio de venda do shopping serve para desviar o foco do que está acontecendo no futebol. Mas se vier nova derrota contra o Palmeiras eu penso que Elias Cazares Fabio Santos Luan Vitor e Leo Silva serão efetivamente cobrados. Pois o futebol precisa ser proporcional ao salario desses jogadores ai. Todos na faixa de 300 a 500 mil mensais. Quanto a situação financeira agiardemos o proximo balanço.

  13. Crise financeira ? Desde criança que ouço falar que o Atlético esta endividado, já participei de campanhas daquele carnê de pagamentos com sorteio de Fusca 0 Km, bicicletas e utensílios domésticos, campanha “Atléticano Bola Cheia”; já ouvi o falecido Oswaldo Faria sugerir, ter a insensatez de pedir ao governo de Minas Gerais para quitar dívidas do clube, enfim, a verdade é que o Atlético é um clube do povo, porém, tem a sua administração fechada, são sempre os mesmos, Banqueiros, tabeliães, Desembargadores e empresários do setor de Engenharia, ninguém sabe a origem dessas dívidas eternas, mas querem sócios-torcedores, querem vender patrimônio e escondem tudo sobre as finanças do clube, eu não acredito, na minha opinião futebol é uma verdadeira “Lavanderia de Dinheiro”

  14. Realmente difícil de acreditar q vão vender um bem que dá receita é que ali em 2026 seria todo do Galo com a desculpa de que “não é a nossa praia”.

  15. Prezados,

    Ultimamente só tenho perguntas em minha cabeça. Um time em dívida:
    Troca o Roger Guedes (certo) pelo duvidoso Chará? A grana investida no Chará empatava o valor do Guedes, e ainda teríamos uma venda futura muito melhor.
    Renova contrato de Luan a 400 mil por mês?
    Renova contrato do Pastor até 2020 com alto salário e baixo rendimento em campo, sendo que um Alerrandro poderia até nos render uma venda?
    Compra Terans, Nathan, Denilson?
    Mantém Elias e Fábio Santos no time?
    Contrata um desinteressado Levir Culpi ganhando uma fortuna até o fim do ano?
    E ao pessoal da Estatística:
    Quantos gols já levamos em cima de erros do Fábio Santos?
    E agora a culpa é do shopping?
    Saudações

  16. Eduardo, pedir transparência neste meio é ingenuidade. Você sabe que o “negócio futebol” movimenta valores incalculáveis de dinheiro, o que atrai ganância e sede pelo poder. Tem muita gente que vive disso e se enriqueceu. A lista de empresários, investidores e parceiros que nadam de braçada em cima do clubes é bem grande. Isso não é exclusividade do Atlético. TODOS os times no Brasil sofrem na mão desse pessoal.
    Alguns absurdos administrativos acabam passando despercebidos por conta dos resultados dentro de campo. Se o time ganha está tudo bem. Nosso rival é um exemplo disso. Lá, assim com cá, os dirigentes são bastante perdulários. Porém, a podridão financeira fica escondida por trás de conquistas. Eles ganharam 2 Brasileiros e 2 copas do Brasil gastando muito mais do que podiam. Fizeram loucuras com dinheiro. Mas o torcedor não está nem aí pra dívida. Ele quer saber é de comemorar e gozar o rival. Se uma hora a corda arrebentar e o time entrar em bancarrota o problema não é dele, mas sim do dirigente.

    Posto isso, penso que a decisão de vender o Shopping para acertar as contas é bastante válida. Se não fizerem isso, o Galo vai quebrar de vez. Inclusive, sou favorável a usar todo o dinheiro da venda para quitar os débitos e também para montar times competitivos, em condições de ganhar títulos. Essa história de ter estádio e casa própria, no meu entender, é conversa fiada. Quero ver o Atlético saneado, bem administrado, vencendo campeonatos e jogando na nossa verdadeira casa, que é o Mineirão. Definitivamente, não entendo o motivo de termos abandonado o local que sempre adoramos. Acho bem possível uma parceria entre os os dois grandes rivais de BH na gestão do estádio. Só não fazem isso porque não querem.

    Enfim, o assunto é complexo, mas creio que a única forma de vermos o Galo no topo novamente é através de muito profissionalismo e gestão eficiente. Se for necessário vender este valoroso patrimônio pra organizar o Clube, sou favorável.

  17. Boa tarde Eduardo e massa. Estamos falidos e quebrados parabéns kalil você foi o maior presidente do galo. Mas também e maior responsável por ter colocado o péssimo Nepomuceno e 7 câmeras que vai doar o resto do choping. Que faliram o galo. Aonde andam os come dorme dos conselheiros estão a mamar .viramos um mequinha. Vila Nova. Etc. Chega. Vai.galoooooo.

  18. … e eles estão “obrando” e andando pra nós!!!

    Fico estarrecido, também, com a inércia (ou seria incompetência?) do Ministério Público nessas questões. Afinal de contas, como pode um patrimônio “desse tamanho” não ter dono e, mais do que isso, ser administrado de forma tão atabalhoada (não digo desonesta pela falta de provas), sem que nenhuma providência seja tomada.

  19. Boa tarde Eduardo e amigos do Galo. .Alguém aqui no blog comentou quando a atual diretoria assumiu que “nada era tão ruim que não podia piorar”, infelizmente o tempo se incumbiu de dar razão a este torcedor que a um ano atras postou este comentário. Será que o torcedor não tem direito a algumas respostas, tais como: qual é realmente a dívida total do NOSSO GALO? Qual é o valor do patrimônio do Clube? Quanto ganha cada jogador do elenco? Quanto o clube paga de juros e para quem? É obvio que diante das noticias que circulam, que é melhor desfazer o negocio do estádio e voltar a jogar no Mineirão. Afinal de contas, o shopping é um patrimônio que gera renda certa para o clube. Se a atual diretoria só vê como saída para a situação a possível venda do shopping, talvez seja melhor que renunciem. Façam outra eleição, deve haver alguém que seja realmente atleticano de verdade, que se sinta orgulhoso de ser nosso presidente, que tenha outra forma de pensar, que possa se dedicar integralmente ao Clube. Penso que uma “empresa” com orçamento anual estimado em 300 milhões, requer dedicação exclusiva.

  20. Concordo plenamente. Se o clube fosse transparente, a ideia poderia ser até interessante.
    Mas o que se vê é total falta de transparência nas ações do clube. Vamos às perguntas básicas q o presidente e o conselho precisam responder antes de levar essa ideia adiante:

    – qual o valor atualizado da dívida bancária do CAM?
    – Pra quem a gente deve?
    – Qual a taxa de juros?
    – e se por acaso se concretizar a venda da outra metade do shopping, o que garante q o clube não
    tomará novos empréstimos bancários aumentando a dívida novamente?

    Será que alguém vai abrir a caixa preta? duvido muito.

    ELEIÇÕES DIRETAS PRA PRESIDENTE E CONSELHO É O QUE QUEREMOS.

  21. Querem dinheiro pra pagar a dívida, diretoria e conselho?

    Privilegiem competência, sabedoria, experiência, nas mãos corretas, um clube vira uma indústria altamente lucrativa

    Saibam vender jogador bem, prestem atenção nas premiações dos campeonatos

    E eu achando q depois de conquistado 46pts, nada mais fosse capaz de me emputecer com o Galo esse ano

  22. Chegar a essa situação é motivo suficiente pra dissolver e banir TODO o conselho do Galo.

    Nada me tira da cabeça q essa incompetência é gerenciada com esse propósito de entregar esse patrimônio, q sempre foi a grande esperança do atleticano de fazer frente a cada vez maior diferença de direitos de televisão.

    Absolutamente revoltado só de considerarem essa hipótese.

    Tenho 40 anos e não vi o Galo ser campeão brasileiro, pelas mãos desse conselho inócuo, tacanho, zé ruela, um retrato da nossa roça grande.

  23. INCOMPETÊNCIA TOTAL!!!
    Estamos nas mãos de amadores que conseguiram quebrar o Galo, um caos financeiro, um desastre total!!!
    Nossa dívida total deve está nas casa dos 600 milhões metade equacionada no profut e a outra metade em empréstimos bancários e antecipação de receita.
    Juros de 50 milhões por ano, sempre fechando no vermelho é uma situação lamentável o que fizerem com o Campeão da Libertadores de 2013.
    Fui a favor de trocar 50% do shopping por 100% do estádio.
    Mas sou contra vender os outros 50%.
    Sou a favor de fazer como o melequinha fez, vender o terreno da sede para ampliar o shopping e fazer uma sede moderna dentro do Shopping como o melequinha fez.
    *Fazendo isso arrumamos dinheiro para equacionar as dividas e contratações para um bom time.
    *Ficamos com um sede moderno de do shopping
    *Continuamos com 50% do shopping
    *continuamos com 100% do estádio.
    Vender o terreno da sede em troca de dinheiro e uma sede dentro do shopping é a melhor saída.
    PRECISAMOS SAIR DESSE BURACO URGENTE!! NOSSA TORCIDA NÃO MERECE PASSAR POR ISSO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*