Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Eu vi Matheus Mendes defender o pênalti

Flickr - Atlético
Flickr – Atlético
Ricardo Galuppo

O goleiro Everson ainda não tinha retornado ao vestiário quando o atacante Keké, do Tombense, partiu para a bola, deu uma paradinha e bateu rasteiro, com força, no lado direito de Matheus Mendes, que havia acabado de entrar. “O moleque é um monstro”, teriam sido as palavras do titular ao ver seu substituto defender o pênalti cometido por ele minutos antes e que causou sua expulsão. Matheus saltou para a direta com o braço esticado e espalmou a bola, que voltou aos pés de Keké. Já sobre a linha da pequena área, o atacante chutou mais uma vez e o goleiro segurou com firmeza. 

Não é hora de falar da falha cometida por Tchê-Tchê, no lance que resultou no pênalti. Nem na atuação convincente de Hulk, que aos poucos vai se firmando no ataque e justificando sua contratação. A partida da semana passada, contra o aplicado time do Tombense, foi a melhor que o atacante fez com a camisa 7 de Galo. Que venham outras. O que interessa, neste momento, é destacar a importância da estreia não programada de Matheus Mendes no gol do time principal. Ele havia entrado durante os minutos finais da partida contra o Athletic, depois da contusão de Rafael. E voltou a entrar no sábado passado para ser um dos destaques da partida.

Imagino qual teria sido a reação da massa se essa m… dessa pandemia não a tivesse impedido de estar ali para aplaudir o lance. Sei que todo atleticano, como eu, já viu e reviu a defesa algumas vezes e que é sempre bom presenciar um momento que tem tudo para entrar para a história. O fato é que Matheus Mendes, além de defender o pênalti, ainda impediu mais um ou dois gols do Tombense nos minutos seguintes. Veio, viu e venceu.

SENTIMENTO DE “UFA”

O menino já tinha mostrado seu talento e dado duas alegrias importantes à massa. A primeira foi na vitória por 3 a 1 do CSA, clube alagoano para o qual havia sido emprestado pelo Galo, sobre determinada equipe vaidosa de Belo Horizonte, no primeiro turno do brasileiro da Série B do ano passado. A segunda foi no empate entre as duas equipes por 1 a 1, no segundo turno, resultado que contribuiu para manter aquela gente na segunda divisão. Nas duas partidas, o menino fechou o gol. Desta vez, no entanto, a alegria foi maior e ainda mais legítima. O “moleque”, que confessou um sentimento de “ufa” após defender o pênalti, estava em campo com a camisa do Galo. E isso, francamente, faz toda a diferença.

Matheus Mendes tem 22 anos, mesma idade que outro grande pegador de pênaltis, João Leite, tinha quando assumiu a condição de titular do Galo. É lógico que não espero ver o menino jogar as mesmas 684 partidas que fizeram de João o jogador que mais vezes entrou em campo com a camisa atleticana nos 113 anos da história alvinegra. 

O que eu espero é que ele vá aos poucos se firmando e, sem crucificado caso venha a cometer uma falha ou outra, se firme no gol e se aposse da camisa titular. E já que essa história de numeração parece ter se tornado importante, quero vê-lo com o número 1 às costas. Potencial para isso, conforme já havia demonstrado em sua trajetória nas divisões de base atleticana, onde ele joga desde os 16 anos, ele já mostrou que tem.

https://twitter.com/Falagalo13
https://twitter.com/Falagalo13
CONFIANÇA DO TREINADOR

Não será uma tarefa simples. Se firmar no gol atleticano e conquistar o coração da massa, convenhamos, não foi fácil nem para Renato e Victor, os dois maiores goleiros que já vestiram a camisa do Galo. Da mesma forma, não foi fácil para João Leite — que também foi grande e assumiu a posição numa emergência, quando ainda não contava com a confiança de boa parte da torcida. 

Aconteceu na segunda partida das finais do campeonato mineiro de 1977. Depois de levar três gols bobos no primeiro jogo, contra o time vaidoso, o argentino Ortiz perdeu o prestígio que tinha e passou a ser hostilizado pela mesma torcida que antes o via como um ídolo. 

João Leite entrou no lugar dele, deu conta do recado e, aos poucos, se firmou. Sempre demonstrou segurança nos momentos em que foi exigido e as falhas que cometeu ao longo da carreira (como acontece com qualquer grande goleiro) se deram em quantidade bem menor do que as vezes que ele impediu gols praticamente certos dos adversários. 

A grande diferença entre o momento em que João Leite passou a ser notado pela massa e esse, em que Matheus Mendes aproveitou com brilho a primeira chance que recebeu para defender o gol atleticano, talvez seja o ambiente do clube. Naquela época, não havia outro nome em condições de defender o gol e a torcida chegou a pedir a contratação de alguém mais experiente para o lugar de Ortiz. Com muita dedicação e, claro, com a confiança do treinador Barbatana, João Leite conquistou a massa e passou a ter seu nome gritado das arquibancadas. 

NOME PARA O GOL

O maior mérito da chegada de Matheus Mendes ao gol atleticano talvez nem tenha sido a segurança que demonstrou na hora do pênalti nem as boas defesas que ele fez na primeira partida da semifinal do campeonato mineiro contra o Tombense. A grande vantagem é que sua presença talvez seja o que faltava para por um fim definitivo a uma das divergências mais bisonhas que já dividiram a massa. 

A discussão tem girado em torno do melhor nome para o gol atleticano. Alguns preferem Rafael, que se recupera de uma contusão séria no ombro direito. Ele seria, na visão dessa ala, melhor do que Everson — que chegou no ano passado, com o aval do ex-treinador Jorge Sampaoli. Na opinião de muita gente, além de saber jogar com os pés, ele também tem um bom desempenho, com as mãos, sob as traves. 

Me incluo entre aqueles que não considera o gol um problema: Everson e Rafael são equivalentes e perfeitamente capazes de fazer bonito no gol. Tudo depende da escolha do treinador. Assim como, no passado, me rendi a Barbatana e apoiei a presença de João Leite no Gol, apoiei a escolha de Sampaoli e, depois dele, de Cuca. Os dois entendem de futebol mais do que eu e, se referem Everson, quem sou eu para contestá-los? 

Torço pela recuperação de Rafael e gostaria de vê-lo ter uma sequência de jogos no time principal do Galo. Também gosto de Everson e não o considero responsável por nenhum dos maus resultados que afastaram o Atlético de seus objetivos no ano passado. O fato, porém, é que não posso negar que fico muito tranquilo e feliz por saber que, sob a meta alvinegra, em breve verei um goleiro formado na base, com boa estatura, excelente elasticidade, capacidade de concentração e vontade de jogar. 

Gostei de Matheus Mendes e acho que logo, logo ele será o titular no nosso gol. Eu acredito!

27 thoughts to “Eu vi Matheus Mendes defender o pênalti”

  1. Boa tarde!
    Antes do João Leite assumir a titularidade do gol do Galo, foi dado oportunidade ao goleiro Sérgio Biônico. João Leite era reserva do Sérgio, que tinha sido bicampeão da taça São Paulo, junto com Alves, Hilton Brunis, Marinho e outros.
    Sérgio ganhou o apelido de Biônico depois de sofrer traumatismo craniano, em um torneio em BH , contra o time do Fluminense. Ficou uns 30 dias em coma.
    Era um grande nome do juvenil do Galo treinado por Dawson Laviola.
    Só que Sérgio Biônico tinha baixa estatura para goleiro e assim João Leite teve a preferência de Barbatana.

  2. Disputa dificil: tem o Edson, Fábio Costa , Danrley e Zolini….será que o Everson consegue ser pior que estes quatro aí?

  3. Boa tarde amigos do Galo. Continuo sem entender o que ou quem sustenta a permanência do Alan no NOSSO GALO, vive entregando a rapadura, é descontrolado emocionalmente e parece que a bola queima nos pés dele, chuta para onde aponta o nariz. Porque os garotos da base foram encostados com a chegada do Cuca?

  4. Boa tarde,

    Acordamos hoje tomando mais um soco no estômago.
    Como acreditar no que dizem quando sempre fazem ao contrário.
    Emprestar jogador da base promissor para poder renovar o contrato de jogador em fim de carreira, ganhando 10 vezes mais do que o da base.
    Só tem uma solução para este problema é me parece que os mecenas já estão mexendo nesta direção, e é eles adquirirem os jogadores da base, assim no futuro veremos eles jogarem, estes aí que pertence ao clube não teram chances, afinal alguém tem que ganhar e esse alguém nunca é o clube, são todos mafiosos.
    Os clubes se tornaram lugar de enriquecimento ilícito dos envolvidos no negócio.
    Simplesmente revoltante, agora podem ter a certeza que não se empresta jogador sem a anuência do treinador.
    Talvez aquela bola que o Talison rebateu no Rever tenha pesado na decisão, diferente das duas entregadas do Quero quero.
    Hoje estou simplesmente enojado.
    Até…

  5. Devagar com o andor! Parabéns pela defesa do penalti mas deixou a desejar nas saídas de bola e deu alguns rebotes

  6. BOA TARDE.
    EFETIVA LOGO O MATEUS MENDES NO GOL DO GALO , MELHOR QUE EVERSON CERTAMENTE ELE É.
    EVERSON É O PIOR GOLEIRO DA HISTÓRIA DO GALO .
    LEMBRAM DE JUNINHO , ARANHA , CARINI , POIS É……..
    MATEUS MENDES TITULAR JÁ , PODE MUITO BEM DAR CERTO.

  7. Boa tarde Galuppo e Massa!
    Tenho muitas saudades do time de Ortiz e posteriormente de João Leite. Esse segundo, grande pegador de pênaltis, ajudou o Galo a conquistar grandes torneios na Europa, e, se não fossem os jogadores, já mencionados por Teobaldo, que desperdiçaram cobranças de pênaltis, na decisão de 77 contra o são paulo, sem dúvidas João Leite estaria na galeria dos imortais atleticanos.
    Rafael é um azarado. Saiu da suplência eterna do time azul pra ser titular aqui no Galo, mas quando chegou tinha uma pedra no caminho, um burro empacado argentino, depois chegou um outro burro brasileiro e pra piorar ainda se machucou. Dificilmente será titular no Galo. Quanto ao garoto excelente, MM, foi Deus que colocou o muleque no jogo passado, porque se dependesse desse imbecil roedor de unhas, esse garoto já estaria fora dos planos à semelhança de Tales.
    Saudades de Barbatana. De lá pra cá só tem comparsa de empresários pra afundar o Galo.

  8. Todo grande time começa por um grande goleiro. Isso é antigo e já foi dito por inúmeros experts em futebol. Matheus Mendes prá titular, ainda que ele venha engolir uma “penosa” nos próximos jogos, já que todos os bons goleiros, sem exceção, já comeram frangos. O que importa é o somatório e o rapaz vai provar que tem e muito!

  9. “Eu vi o Matheus Mendes defender o pênalti.”
    Surpresa nenhuma p quem acompanha os jogos da base Alvinegra. Com esse de sábado,somam 03 os q eu pude ver serem defendidos pelo garoto com nossa Armadura Alvinegra,sem contar grandes defesas dignas de goalkeeper’s como foi o Miguel Ángel Ortiz,do qual tive a honra de ter sido mascote dele em duas oportunidades já q a concorrência era grande.
    Que esses ” inteligência” valorizem mais as categorias de Base Alvinegra ao invés de matarem a galinha dos ovos de ouro_ como fizeram durante décadas,pelo jeito continuam a fazer_ ainda no ninho. O futuro do Clube passa pelo bom aproveitamento da molecada,coisa q é raro de acontecer, depois ficam de queixo caído qdo lêem q clube tal tem X atletas no time principal oriundos de suas bases ,q tiveram X² de lucro com venda de jovens jogadores etc etc etc… e blá blá blá.
    Vamos GALO! Temos mais um tabu a ser pulverizado. Cerro só existe um ,e é grafado com “S”.
    Saudações Atleticanas

    1. Um adendo: vc sabia q o GALO ainda não renovou o contrato do garoto e q em julho ele já pode assinar um pré contrato com qq equipe e q já tem clubes de butuca em cima dele?
      Pois é! Depois falam de no futuro contar 30% de jogadores formados em casa.
      É como treinar papagaio a contar piadas do Costinha,depois qdo o “lôro” começa a repeti-las seguidamente quem ensinou passa carão na frente “dusotro” e culpa o papagaio por ñ saber o q fala….
      Joooookkkkkeeeee!!!!
      Saudações Atleticanas.

  10. Boa tarde E. Guru, Galuppo e demais Atleticanos e Atleticanas.

    Matheus Mendes teve oportunidade rara e aproveitou. “Mas” terá ele outras chances para disputar a posição? Vamos ter que ver!

    A forma e o esquema do Galo para lidar com os jogadores da base é deficiente, mal feita e mal conduzida faz muito tempo. Por mais que expliquem e justifiquem não consigo entender e aceitar.
    “Algo muito errado está dando muito certo nesse setor”!

    O time está evoluindo e acredito que nos próximos jogos a estabilidade, padrão, conjunto e acertos serão maiores e visíveis.

    Apesar dos erros de alguns jogadores e das escolhas do Cuca às vezes ‘estranhas’, acredito que o time tem tudo para evoluir e jogar cada vez melhor.

    “É melhor ser um otimista sonhador de pés no chão, do que um pessimista lacrador sem esperança”.

    “Aqui é Galo”!

  11. Matheus Mendes é uma das grandes promessas e quero acreditar que será o nosso goleiro titular muito em breve…

    O problema é o Cuca enxergar nele a solução pro gol mas também enxergar que com essa defesa meia boca e com os intocáveis volantes entregadores de paçoca, nos jogos contra times mais qualificados, estaremos bem vulneráveis na parte defensiva…

    Não adianta o ataque, que vai melhorando o entrosamento a cada jogo, fazer 2 e a defesa levar 3, portanto, a torcida continua esperando por pelo menos um ZAGUEIRO e um PRIMEIRO VOLANTE de primeira linha, tipo chegar e assumir a posição de titular!!!!!

  12. Sinceramente , essa diretoria e essa comissão
    técnica não valem o que o gato enterra , e não
    há mais o que dizer .

    Liberar um lateral que , a princípio , mostrou
    potencial para assumir a posição dos que por
    ali transitam é jogar água fria na fervura e
    deixar EVIDENTE que nós, torcedores , somos
    uns IDIOTAS ao dar crédito a essa gente que
    MENTE QUE NEM SENTE .

    Quer dizer que a prioridade é a BASE ?
    Quer dizer que teremos 30% dos atletas do
    elenco integrados pela juventude ?

    Ou o Talisson não vale nada ou esse CUCA
    é pior do que se possa imaginar, ao permitir
    a liberação do jogador .
    Cadê o diretor Caetano ?

    CAMBADA DE ENGANADORES !!!!!

    1. Bom dia a todos!
      JOSÉ EDUARDO BARATA, você tem o apoio de 99,9 % dos torcedores do Galo,estamos cansados de ver outras agremiações falidas,sem estruturas venderem seus jogadores da base por milhões e milhões todo ano e no CAM não vemos isso, pelo contrário o que vemos é comprarem jogadores péssimos em fim de carreiras sendo contratados a baciada só aumentando a já astronômica dívida do clube. É inútil citar alguns aqui e todos sabem quem são só as “diretorias” que não veem ou fingem não ver ou ganham milhões contratando jogadores com esse Vargas ( só um exemplinho) que ganhou mais de 5 milhões na chegada ,recebe salário em dolar que ultrapassa mais de um milhão de reais pra ficar expondo suas ridículas tatuagens com a NOSSA CAMISA.
      ABS.

      1. REINALDO ALVES ,

        a gente cansa , não é mesmo ?

        Eu já não aguento mais nem ouvir falar em
        Arena , em Projeto , em 4Rs , em Eu Acredito
        e em todas essas falácias que são jogadas na
        mídia conclamando o torcedor a expressar o
        AMOR INCONTIDO ao seu clube de coração .

        Já estou de saco cheio de tanta profissão de
        FÉ , de escudo beijado , de Gugas , Cucas , de
        Allans e Tardeliis , dessa gente a derramar no
        teclado e no microfone a ilusão , a farsa que
        tentam nos vender de que temos um time de
        futebol .

        Ou esses caras em campo resolvem por eles
        mesmos terem alguma dignidade e respeito
        pela profissão e um mínimo de atenção para
        com a torcida ou JÁ ERA .

        A INSTITUIÇÃO já foi pro saco , já não tem a
        menor relação com o torcedor , acabaram
        com a arquibancada e a geral , com o feijão
        tropeiro e o churrasquinho de gato , o que
        resta é tão somente as cores da camisa e o
        que esses mercenários podem querer nos
        oferecer em campo , quando vier alguma
        inspiração a eles .

  13. Bom dia, Eduardo, Ricardo Galuppo, atleticanas e atleticanos que sábado comemoraram a esperada vitória do Galo sobre o Tombense. Não foi só a esperada vitória que entusiasmou a torcida do Galo. A aparente readaptação do bundão também foi motivo de alegria. E num jogo em que Hyoran e Guga fizeram gols, porque não acreditar em milagres? Porque não acreditar que a santinha, a medalhinha e o terço funcionam? O terço não ajudou o Everson a evitar o penalty, mas ajudou o Galo a ver que tem um excelente goleiro oriundo da base. E que goleiro, viu. Já chegou chegando e trazendo esperanças para a meta atleticana. Viva o MM! Vivaaaa!

    Pois é, o jogo foi isso aí só. Mas tem gente achando que o plantel do Galo ficou bom de um dia para o outro, que o Hulk virou o craque que nunca foi em lugar e momento algum de sua carreira e já vi e li até elogios ao Hyoran, também chamado de craque, apesar de não ter feito nada além do gol. Pô! Mas o cara fez gol, precisa mais que isso?. O passionalismo da torcida atleticana excede a todo entendimento.

    Mas porque estou dizendo isso? Falo com conhecimento de causa por também ser atleticano e acreditar nisso tudo. Eu acredito! Eu acredito! Eu acredito! Eu acredito!

    O GALAO ESTÁ VIVO E ATIVO, JOGANDO NATURALMENTE E ACREDITANDO NO SOBRENATURAL.

  14. Bom dia a todos!
    Nosso grande Gallupo demonstra uma vaidade enorme ao escrever sobre o galo. Mesmo após vitórias ou derrotas do Galão, ele sempre trás as lembranças que tem do cruzeiro. Milagre não ter citado nada sobre o jogo de ontem. Sobre o time do outro lado da lagoa, cita ao menos três vezes em cada texto, em alguns casos, menciona mais o rival do que o que realmente importa, que é o GALO. Chega a ser chato. Neste caso, então, os incomodados que se retirem.
    Vale lembrar, como diz o título da página “Aqui é só Galo”.

  15. Permita-me a dúvida, prezado GalOppo: Acho que João Leite tornou-se titular do Atlético no Campeonato Brasileiro de 1977, quando vencemos o Santos no Mineirão por 3 x 0. Eu estava lá e achei muito esquisito aquele cara magricela no nosso gol. Eu preferia o Luiz Eduardo, o outro goleiro reserva do Ortiz, esse sim, um injustiçado no Atlético. Eu era grande fã dele. E o João Leite, que muitos contestam, seria um santo no nível de Victor e de Renato, se Márcio Gugu, Cerezzo e Joãozinho Paulista não tivessem jogado o Brasileiro/77 no lixo. Abraços!

    1. Bem lembrado. João Leite pegou 2 pênaltis do SP e os citados por você chutaram as cobranças nas alturas. Mas acho que o título se decidiu quando o Reinaldo foi proibido de atuar. O Galo precisava de 1 a 0 pra ser campeão e a média do nosso craque era acima de 1 gol por partida naquele campeonato.

      Reinaldo foi o maior injustiçado na história do futebol. Não pôde jogar a final de 77, quando estava no auge.
      Foi expulso na final de 80 (após fazer 2 gols machucado e calar o Maracanã!) e expulso novamente em 81 na Libertadores no assalto do Serra Dourada. As imagens estão disponíveis na internet.
      Ou seja, nunca deixaram o Reinaldo jogar. Fosse pela violência dos adversários ou pela atuação dos juízes comprados.

      1. Problemas com o governo militar. Com a comemoração dele no estilo da resistência black power. Os militares deram ordem para ele parar. Não parou. Assim era o pais na epoca. Isso já foi esclarecido por ele em entrevista.

  16. Bom dia Galupo. Bom dia a todos. Em 2021 eu acredito na conquista da Libertadores e do Brasileirão. Com Rever, Mariano e Alan teremos um sistema defensivo firme. E ainda temos na suplência da zaga o Gabriel e o Igor RABELO. E no gol temos um guarda metas que se destaca pelo posicionamento e elasticidade. Os chutes de longa distância e nas bolas alçadas na área estamos tranquilos e seguros. No ataque a recuperação do Tardelli é a cereja do bolo, pois ele é atleticano: um torcedor apaixonado dentro de campo, que a exemplo de Carlito Teves, joga de graça no seu time de coração.

    1. DOMINGOS SÁVIO ,

      agora sim , temos um comentário à altura
      do futebol que o time pratica em campo e
      que tem um comando de primeira linha .

      p.s.
      Para pedir, pelamordedeus! , a benção de
      Deus para que ela ilumine os jogadores e
      que eles possam , com a Luz Divina , fazer
      aquilo que dizem que o Chorão Roedor
      faz , mas é pura miragem :
      que eles joguem um futebol decente !!!!!

    2. Este tardelli, atleticano fanatico , cujo custo beneficio beira as raias do absurdo, idolo da torcida joga de graça no galo, desde que a diretoria continue a contribuir para seu eterno pé de meia, arrancando até o ultimo centavo do clube, mas. isto é detalhe, o q que vale é o amor que ele tem pelo galo. Hoje emprestaram o Talisson. O Atletico só conserta quando o ministerio publico atuar, vamos torcer pra se antes de cruzeirarmos

  17. bom dia Eduardo e massa e Ricardo Galuppo. grande texto. entra e sai treinadores eles preferem refugos e medalhões sendo que na base do galo tem melhores. exemplo. Matheus Mendes. calebe. talison. neto.etc. sabe porque o Matheus Mendes entrou no jogo?porque não tinha outro e sabe quando ele vai ter chances depois que Everson voltar depois que não tiver outro goleiro. então é por isto que o galo demora séculos para revelar algum jogador. tchê tchê peladeiro chegou com carta de titular. Allan pessimo vive entregando jogos então a base do galo simplismente serve para emprestar jogadores para outra equipes talison melhor que Guga e mariano ok fizeram emprestaram. aff.enquanto no galo não terem diretoria que olha para base vamos continuando aumentar a dívidas com vários ex jogadores refugos e peladeiros. até hoje não tem ninguém dentro do galo que percebe que a base ea mina de ouro para equipes ganhar milhões em vendas. para k ter um dos melhores ct do Brasil sendo que demora dezenas de anos para revelar algum jogador. a galo não aprende com erros do passado. ótima semana a todos amigalos. vai galooo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.