Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Enfim, amanhã tem Galo

Banner 300x250Vamos considerar que, apesar dos desfalques (Carioca e Fred suspensos, Urso e Erazo machucados), temos time para garantir uma grande apresentação e conquistar a vitória. Os três pontos na manhã deste domingo – horário imposto pela CBF – serão fundamentais para a nossa manutenção no G4. Enfrentaremos um concorrente que vem colado no grupo superior da tabela. Além disso, Flamengo e Grêmio, os cariocas com um ponto a menos e os gaúchos com a mesma pontuação nossa, vão se enfrentar, Portanto, qualquer resultado – desde que vençamos – será bem recebido pelo Atleticano.

Os demais concorrentes próximos têm jogos relativamente mais fáceis, mas quem sabe a mão d’Ele, que um dia puxou o pé do atacante Ferreira, do Olímpia, esteja atenta no final de semana. O líder Palmeiras recebe a Ponte Preta, que ao lado do nosso xará do Paraná, vem colada ao G4. O Corinthians recebe o irregular Vitória da Bahia, num jogo que se Xangô, Iansã, Oxossi e outros ajudarem seremos beneficiados. Nessa hora, vale, sim, apegar-se ao sincretismo religioso do soteropolitano. Já o Santos vai a Curitiba e pega o Coritiba, que luta desesperadamente para se manter fora do Z4. Tem um ponto a mais que o primeiro na zona da degola.

lance do segundo gol galo - olimpia
Fotos: UAI/EM

A competição entra agora num momento em que aqueles que têm pretensões, sejam de título, Copa Libertadores ou até mesmo escapar da morte, não podem mais perder pontos. Reitero que o apoio da massa amanhã cedo na Catedral do Horto será fundamental para a vitória e indicador dos nossos próximos passos no campeonato.

Pelo que projeto, vencer dentro de casa será fundamental. A Torcida é um diferencial. Acontecendo assim, penso que um empate simples nos jogos fora seriam suficientes para o título. Evidentemente, ainda seremos derrotados, especialmente fora dos nossos domínios, mas uma vitória fora anularia – nessa projeção – duas eventuais derrotas.

Vamos pra cima deles, Galo!

3 thoughts to “Enfim, amanhã tem Galo”

  1. Acho que nós atleticanos temos o direito de saber porque tantos atletas se lesionam durante treinos, aquecimento e até em rachões. Será que ainda não consumiram com a malfadada caixa de areia que só endurecem os jogadores ou corridas em pisos e/com calçados inadequados.

  2. Jogar com determinacao bem escalado, perdemos pro peixe por nao escalar 3 volantes, deixar robinho apatico em campo e dois centroavantes com a mm mesma caracteristica e de uma vez por todas, deixem carlos fora desse time ,, mas parece uma vaca correndo desvairada pelo campo, da pena e atrapalha o time, temos outros normais no banco

  3. Reitero em meu comentário anterior, que receio mais a entrada do Clayton como titular do que o time adversário. E viva o Galo!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.