Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Drama do Tardelli e a expectativa da temporada

Se o reencontro do time com a Massa, apesar de ser um jogo treino, vinha sendo muito festejado, a contusão do Diego Tardelli tirou toda essa euforia. Ídolo do Atleticano, onde teve duas passagens vitoriosas. Na primeira, com um time bem razoável, brilhou e foi destaque no Brasileiro. Foi e voltou em 2013, para a conquista da Libertadores e – no ano seguinte – da Copa do Brasil.

Ontem, em meio à busca de informações sobre a sua situação, que acabou sendo confirmada como uma lesão grave e que vai deixar o jogador num longo período de inatividade, a boa amiga Luísa Jacques lançou um desafio. “Bora time! Ser campeão pelo Tardelli. Ele já deu dois títulos importantes para o Galo, agora essa cambada nova carrega ele no lombo”. Gostei!

Sobre o jogo treino, com quatro tempos de meia hora cada, ao final da partida postei uma curta resenha. Foi monótono, como qualquer confronto naqueles moldes, uma vez que era treinamento e não valia pontos. Teve quem criticasse, mas – convenhamos – quero time para ganhar jogos e títulos. Ontem serviu mais para matar a saudade. Nem a camisa tradicional e numerada os dois times usaram.

Além disso, alguns jogadores que reservam boas expectativas sequer atuaram. Jair, voltando de outra contusão; Keno e Alan Franco, ainda cumprindo protocolos médicos para iniciar treinamentos; e Gabriel e Gustavo Blanco, ambos no Departamento Médico. Já existia a necessidade de outro atacante e com a situação do Tardelli, evidentemente que deverá chegar outro jogador para aquele setor.

Não será uma eventual frustração de jogo treino que irá nós tirar a motivação para a retomada da temporada e das competições. Daqui exatos dez dias, vamos ter jogo valendo classificação e até liderança pelo Campeonato Mineiro. Superando o América, e a Tombense com qualquer tropeço, o Galo pode assumir a liderança da competição. Aí sim, isso é que vale.

Na próxima segunda-feira abre-se a janela para transferências do exterior. Serão registrados no BID os atletas já contratados e que aguardam essa parte burocrática para serem legalizados. Além deles, que já estão em Belo Horizonte, nomes como o do argentino Bustos e outros atacantes sul-americanos seguem na agenda de Alexandre Mattos.

Goleiro, reitero, não precisamos. Até porque, em que pese à preferência do treinador, gosto de arqueiro que atue com as mãos e feche a baliza frente aos ataques adversários. E de saída, segue Cazares e seu representante à procura de um clube. Aqui, sinceramente e apenas ao meu sentir, sua validade venceu.

Por outro lado, a diretoria segue firme com a rescisão de jogadores sem qualquer expectativa de futuro no Galo. Só durante essa paralisação foram quase dez. Ontem foi a vez do Elder Santana. Nem me lembrava mais dele e sequer recordo se chegou a atuar. Era outro, como aqueles, com contrato parecendo vitalício.

Vejamos: Patric e Di Santo, que vinham sendo utilizados, acertaram suas saídas. Outros como Lucas Cândido, Alex Silva, Dodô, Hulk, Clayton e Maicon Bolt também acertaram suas rescisões. Nessa lista tem atleta que ficou quase dez anos aqui sem ter atuado quase que absolutamente nada no período. Contratos inexplicáveis. E ainda tem alguns outros nessa mesma situação. Os mais caros: Ricardo Oliveira, Martinez e Hernandez. Esses três de alto custo e sem qualquer retorno técnico ao time Atleticano. Até quando? Os dois gringos na conta do Rui Costa.

Fotos: Bruno Cantini/Atlético

9 thoughts to “Drama do Tardelli e a expectativa da temporada”

  1. ¡Feliz cumpleaños, cbf¡ 70 años de Maracanazzo.Los amigos de Alcides Ghiggia te envían un abrazo. ¡Saludos¡
    16/07/1950 _ 6/07/2020

  2. Volta das atividades do futebol e só o que
    me vem à cabeça é o Casimiro de Abreu :

    “Oh ! , que saudades que tenho
    Da aurora da minha vida
    Da minha infância querida
    Que os anos não trazem mais “

  3. Bom dia Massa

    Qualquer análise seja ela positiva ou negativa da partida de ontem será mero chute. Mas como futebol envolve paixão, sempre haverá comentários sobre a atuação de jogadores e pelo que senti nos comentários é que: Mailton, Marroni, Savinho, Leo Sena e a grata surpresa Bueno foram apontados como destaques positivos. E Igor Rabelo, Guga, Hyoran apesar gol e Alan foram os destaques negativos. Para mim, Sampoli escondeu o jogo, pois não vi nada do que ele diz praticar nos times, pois não tivemos boa saída de bola, não atacamos bem e nossa defesa continua tomando gols bestas como vinha tomando.
    Mas uma coisa para mim ficou claro. Que diachos o Sampaoli vê de tanta importância do goleiro sair com os pés? Precisaremos mesmo é de um camisa 9 urgente.

  4. Bom dia!
    Li o post de ontem, na madrugada de hoje. Me ative a criticar Igor Rabelo, Rever, Guga, Hyoran e Nathan. Jogadores esses, que já conhecemos e com exceção à Réver que já pagou o investimento feito nele em sua passagem anterior, os outros podem procurar outro clube.
    Com relação à lateral direita, Maílton é melhor que Guga, mas acho que os dois não atendem ao que Sampaoli deseja, por isso, a investida em Mariano.
    Gostei da dupla de zaga que atuou nos dois últimos tempos.
    Por se tratar de um jogo treino, acho que no geral foi bom e o time tende a evoluir muito nas mãos do argentino.
    PRECISAMOS URGENTEMENTE DE UM CAMISA 10!!!
    Ah…o Otero. Bem, esse aí deixo por conta do Barros…

    1. Boa tarde, Roberto! Pois é, meu caro, Otero foi mal de novo. Mais uma vez se limitou aos chutes de média e longa distância. Muito pouco. Lembro que o Sampaoli cobrou maior participação dele em lances com a bola rolando. Temos hoje, no elenco, Savarino, igualmente venezuelano, e com muito mais qualidade que Otero. Penso que Cazares e Otero, o primeiro pelo descomprometimento, e o segundo, pela ruindade mesmo, não terão muitas chances. Ainda tem a questão do número de estrangeiros (5). Chegando um centroavante gringo, acho que Cazares e Otero vão pegar o rumo de casa. SAN

  5. bom dia Eduardo e massa. assistir 2 tempos do treino e não ve nada diferente. ok ve que rever e Guga esta fazendo horas extras no galo fracos simplismente peladeiros. se na zaga não tiver um zagueiro melhor que o rever então fecha a base.sobre o Tardelli força e que recupere rápido. se antes precisava de mais 1 atacante agora precisa mas 2. aliás precisamos de um camisa 9 e 10 para ser titulares. treino é treino e que sampaoli põe os melhores.vai galooooooooo.

  6. Prezados Ávila, atleticanos e atleticanas!
    Como já dizia o mestre Didi: treino é treino e jogo é jogo”. Vamos ver quando valer os 3 pontos. O teste maior do galo será dia 8/8 no jogo contra o Flamengo. Aí sim, poderemos aquilatar o que esperar do galo neste ano. Ontem , a não ser a boas-vindas aos jogadores do galo, a lamentar a contusão do Tardelli. Embora não tenha as condições físicas dos anos anteriores, ainda é um jogador útil ao atlético. Lamentável a contusão! No mais vamos aguardar o próximo jogo contra o América, aí sim, a valer, oportunidade na qual poderemos avaliar se ontem o Sampaoli escondeu o leite, como se diz na gíria.
    Hoje e sempre, galo!

  7. Bom dia Eduardo, Lucy, atleticanos e atleticanas,
    treino e treino e jogo é jogo, não se podia esperar muita coisa mesmo!!!! Mas deu pra ver jogadores promissores… Ma ainda é cedo para uma avaliação…
    Triste a contusão do Tardelli, mas faz parte do jogo… Força pra ele e que volte mais forte…
    Só uma coisa, como é feia e sem graça essa camisa de treino do Galo!!!! Não tem nada a ver com o nosso time!!!! Prefiro a laranja!!!!
    Bem, agora é aguardar semana que vem pra ter jogo valendo!!!
    Não sei se tem jeito, mas se a prefeitura não liberar os campos de BH pra os jogos, o Galo poderia jogar na cidade do Galo!!!!! Como o mando do primeiro jogo é do América, ele teria que concordar também… O campo do Galo está em melhores condições do que esses campos do interior… Não sei se tem estrutura para transmissão de TV e todo aparato da FMF… Parece que para jogos noturnos não temos iluminação… É só uma sugestão…
    Uma ótima quinta a todos e que o Tardelli se recupere o mais rápido possível….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.