Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Distante de imaginar bonança no Galo

Mesmo considerando as recentes boas noticias sobre o nosso time do coração, apesar de estar distante de Belo Horizonte no final de semana, não desligo a atenção e preocupação com o que vem pela frente.

Reitero que ainda precisamos mais contratações, respeito o conservadorismo da diretoria que insiste em dizer que está priorizando o equilíbrio das contas.

Nem usei “austeridade”, uma vez que o próprio presidente tem evitado a expressão que lhe trouxe tanto desgaste. Basta ficar atento às suas manifestações.

Além das considerações que fiz na última semana, reconhecendo que finalmente a diretoria parece ter ouvido à Torcida, louvo uma grande informação ainda da sexta-feira.

Ao contrário de muitos clubes, especialmente brasileiros, encrencados com dívidas junto à FIFA, o Galo já tem recursos para quitar dois milhões de euros referentes às compras de Maicosuel e Douglas Santos da Udinese da Itália.

Interessante dessa informação é que começam a aparecer quais eram essas pendências que, sistematicamente, emperravam a vida do Atleticano deixando a Massa em estado de tensão.

Também, como já reclamei aqui em nosso espaço, quais eram esses débitos e quais gestões deixaram esse buraco para a diretoria resolver. É simples, quem trouxe Maicosuel e quem trouxe Douglas Santos?

Pois bem, volto a queixar de outra situação que julgo de abandono por parte da diretoria. Não creio que seja em causa própria, pois já chegamos a ser 5.800 sócios-torcedores da categoria black. Eu, como sempre repito, respondo por dois deles, um meu e outro da minha filha.

Fomos pioneiros nessa adesão, pagamos religiosamente em dia e adiantadas às nossas anuidades. Agora, até hoje, a diretoria não se manifestou como ficará a nossa situação. Já passei pelo GNV seguramente umas dez vezes entre dezembro e os primeiros dias de janeiro.

Todas as ocasiões ouvia que continuam aguardando a decisão superior para avisar ao Atleticano que, reitero, desde o primeiro dia aderiu ao programa. Sempre me é oferecido à renovação, transferindo para a categoria branca no lugar do black. Ora, não quero, prefiro o cartão que carrego desde aquele abril de 2012. Acho essa situação um verdadeiro descaso com o Torcedor do GNV black.

Para fechar nossa prosa de domingo, quero registrar que aqueles mesmos conhecidos que mencionei ontem me alertar sobre essa questão de saneamento financeiro, também sinalizaram com o que está acontecendo com o nosso rival.

Foram vários deles, que em momentos diferentes, avisaram que as contas de lá iam estourar e era preciso ser compreensivo com a realidade que a diretoria do Galo vinha impondo em busca do equilíbrio.

Não pela desgraça de lá, que é assunto que não nos diz respeito, mas em função de um possível ajuste nas nossas contas, não teria e não terei qualquer constrangimento em readequar minha opinião.

Nunca tive constrangimento em rever posições e rever conceitos. Se o presidente atingir esse objetivo, não será aquela empáfia e cara ruim dele (talvez precise de cirurgia plástica) que vai me impedir de aplaudir sua gestão.

Mas, com todas essas considerações, reafirmo: “quero time competitivo, que me leve a comemorar vitórias e títulos”. O Sette tá reaproximando de adversários, porque não buscar o mesmo com o Torcedor? Isso a mim é básico!

E mais, trazer Wanderley numa eventual liberação do Cleiton é, a meu juízo, suicídio. Deyverson então… Não nos decepcione depois dessa arrancada de inicio de ano.

*fotos: Bruno Cantini/Atlético

31 thoughts to “Distante de imaginar bonança no Galo”

  1. Que o o nosso seja dentro do possível, Massa do Galo! Mas que chute no saco essa insistência do blogueiro com GNV… Já disseram que estão em reestruturação. Cara chato, porra!!! Dias atrás criticou que a diretoria fosse atrás de informações sobre o modelo do Vasco como se fosse dono da verdade… Modelos que apresentam melhoras são sempre bem vindos… ? ? ?

  2. Caro Paulo você só se esqueceu de citar os dirigentes que são quem negocia com empresários e jogadores….

  3. Prezado Paulo Roberto acredito que faltou você dizer que estao os dirigentes dos clubes pois eles teriam e tem plenas condições de mudar essas situações. Nao conheço nenhum, sem exceção, Presidente de Clube ou seus fantoches que estejam quebrados….

  4. O MAIOR PROBLEMA DO FUTEBOL BRASILEIRO E DE TODOS OS CLUBES É QUE :
    OS EMPRESÁRIOS QUE NEGOCIAM JOGADORES ESTÃO BILIONÁRIOS , OS JOGADORES ESTÃO MILIONÁRIOS , E OS TIMES
    QUE FAZEM O ESPETÁCULO , QUE SÃO A PAIXÃO DOS TORCEDORES E QUE SUSTENTAM TODO ESSE ESQUEMA , ESTÃO FALIDOS.
    NO FUTEBOL AS COISAS ESTÃO INVERTIDAS.
    “” COMO PODE OS CLUBES QUE BANCAM TUDO , PAGAM EMPRESÁRIOS E JOGADORES ESTAREM FALIDOS.””???
    TODOS , DA SÉRIE A , B , ESTÃO QUEBRADOS , SEM EXCESSÃO.

    1. Prezado Paulo Roberto acredito que faltou você dizer que estao os dirigentes dos clubes pois eles teriam e tem plenas condições de mudar essas situações. Nao conheço nenhum, sem exceção, Presidente de Clube ou seus fantoches que estejam quebrados….

  5. Meus caros Atleticanos, o politicamente correto nunca fez parte do futebol.
    Vejamos o Kalil, assim que a administração do 7C se afasta um pouco, começa a aparecer as mazelas.
    Para o Atleticano pouco importou por todos estes anos, ele sempre foi o melhor, ganhou títulos, e a transparência ninguém nunca quis saber, agora pergunto: O que me interessa se esse ou aquele jogador é do Galo ou do empresário.
    Se pudesse escolher eu diria, pela austeridade, prefiro que o Allan seja 75% do BMG ou de quem for, do que ver o valor dele acrescentado não balancete de 2020 como dívida ou prejuízo, este pensamento levo a todas as contratações, Chará pelo que posso saber, não deixou mais do que 500 mil ao clube, mas reduzimos 3 Milhões de dólares da nossa dívida.
    Clayton jogando o que joga, gostaria dele durante 10 anos como titular do Galo, mas, se deixar uns 60 milhões nos cofres, vai com Deus e que venha o Michel, Fernando e outros da casa, e ninguém de fora.
    Transparência, é incrível pedir e na primeira derrota do time malhar o trabalho de todos.
    Temos que confiar que o balanço anual não aumente o saldo devedor, se esse ou aquele jogador jogar bem dentro de campo e o resultado vir, parabéns, a forma utilizada até o momento só deixou prejuízos acumulados, então existe uma real necessidade de se reinventar.

    1. Depende do ângulo da observação. Tem gente que pode ficar mais, muito mais, que um ano nas divisões menores. Dizem até pior.

  6. boa tarde Eduardo e massa. ainda precisamos de reforços urgentes. mas por favor nada de Wanderley e Deyverson são ex jogadores e medalhões principalmente o Deyverson adora confusão. precisa Sim de dispensar patrick. Fábio Santos. Victor. pastor pipoqueiro. bolt e therans. chega destes peladeiros e encostos. vá galoooo.

  7. Boa tarde, amigalo Eduardo.
    Quando penso que este ano será diferente, para melhor, leio no Globo Esportes e no Uol Esportes, e também na Rádio Itaiaia, que a diretoria burra fez proposta pelo Wanderley, goleiro reserva do Santos. E, também, proposta pelo atacante Deyverson, do Palmeiras. Dois jogadores caros e velhos.
    É, pelo jeito não aprenderam nada com as trapalhadas dos últimos anos.
    Mais um ano torcendo para ficar na série A.
    Enquanto tivermos diretoria medíocre, teremos decisões medíocres, time medíocre e títulos medíocres.
    Saudações Alvinegras.

    1. Vá ao Youtube rádio Itatiaia, dia 11/01/2020.
      Verá que não existe nada sobre estes jogadores, nada além de especulações para se conseguir preços maiores em suas vendas, pura especulação.

  8. Não vejo ele como o ideal para o Galo, mas tenho que concordar.
    Ele é de longe melhor do que todos os nossos juntos.

  9. Alguns pitacos direto da sofrência patrocinada por essa ilha de Santa Catarina:

    1) Vanderley e Dayverson – NÃO, 1000 VEZES, NÃO!!!

    2) É importante saber quem comprou Douglas Santos e Maicossuel, mas também é importante saber quem não fez o planejamento para quitar as dívidas

    3) Se os nossos dirigentes tivesse nos quebrado, mas tivessem conquistados títulos de expressão, teria valido à pena, afinal de contas, caímos pra segundona e não ganhamos nada.

    4) Podem vender o Clayton, desde que seja por um valor que compense. Não vender na hora certa equivale a fazer um mal negócio.

    Abraços e um grande domingo pra todos nós!

  10. Bom dia,

    A dias atrás vi um comentário questionando a forma de contratação atual, participação do clube na porcentagem do passe do jogador.
    Realmente se pensarmos no endividamento do clube, pouco me importa se os jogadores que chegam tenha seus passe em 75% do investidor e ao Atlético só os 25% da vitrine, pelo menos não veremos cobrança futura e dívida aumentando, em contra partida o torcedor quer time competitivo não interessa se os jogadores são ou não do clube.
    As dívidas atuais são exatamente pela falta de responsabilidade com o futuro do clube, sempre gerido como na política, um faz e o outro paga, desde o início vemos está diretoria atual se posicionando como o pagador, isto eles nunca omitiram, somos nós torcedores que não concordamos em ver os anos passarem sem títulos, agora com o exemplo do vizinho, talves possamos enxergar que realmente este posicionamento tenha se feito necessário.
    Este ano depois de dois anos de experiência e talves conhecendo um pouco mais de futebol, as necessidades da equipe e caindo na real, sabendo que as coisas não são fáceis e não seria um Alexandre Gallo que resolveria, podemos ver uma equipe mais competitiva do que nós últimos anos.
    Repito, se for de empresários, não onerar o clube e trazer resultados, que mal faz.
    Quanto ao nomes especulados, digo, não sofram é tudo jogo de empresário para aumentar o valor dos seus jogadores.
    Ontem vi comentários de quem vivi dentro do clube, que em dezembro alguém ofereceu estes jogadores ao Galo justamente para valorizar este jogadores, coisas de empresários.
    Deixamos para sofrer quando se tornar realidade e não de véspera.
    Bom domingo a todos.

  11. Simples!!! Contrata o Tiepo e valoriza o Michael e o Fernando. Isso seria o papel mínimo de nosso preparador de goleiros.

  12. Bom Dia! Quanto às contrações do Maicosuel e D. Santos, sabemos quem os contratou e deixou de pagar ao clube cedente. Tenho dito em meus comentários sobre “a caixa preta” que é a contabilidades dos clubes de futebol em geral. Fazem contratos, distratos e, o torcedor que é razão de ser do Clube nada fica sabendo. A tal TRANSPARENCIA não existe a quem assume a direção do clube. Se a gestão Sete Câmara, realmente “saneou” as finanças do CAM, este é TÍTULO que vai dar aos torcedores ao final do mandato. Quanto às recentes contratações, também desejo saber que são os parceiros que entraram com a grana e, o percentual do CAM. Certo que o BMG/Coimbra é um dos parceiros. Quanto ao Wanderley e Deyverson, acho que não são as “cerejas” que está nos causando tanta aflição. Uma coisa é certa: Ricardo Oliveira não dá!

  13. Bom dia! Não entendo porque grande parte da torcida do CAM resiste em falar verdades que são nítidas aos olhos de todos que enxergam; estamos pagando os inúmeros calotes, contratações absurdas (13 milhões euros André Balada/ Guilherme Chinelinho), salários atrasados, contrato ridículos com gestores do estádio Independência, inúmeras contratações erradas,..TUDO na gestão do Alexandre Kalil, embora tbm tenha acertos, mas e daí? Gilvan, Pires de Sá, Perrela tbm ganharam dois títulos importantes cada um e sabemos no que deu,…..ahhhh, antes que esqueça, quem contratou e não pagou Douglas Santos e Maicosuel foi o falecido diretor de futebol Eduardo Maluf.

  14. Bom dia!
    As coisas estavam e creio que estão caminhando bem, nesse início de ano, mas algumas coisas ainda lutam pra me tirar a esperança em dias melhores, que são a permanência de Patric (isso não é jogador), Fábio Santos ( cansamos de levar gols pelo seu setor, pois não marca e é péssimo no apoio ao ataque), Ricardo Oliveira (absurdo a insistência com esse ex jogador e caro. Se fosse um Alerrandro ou outro jogador da base já tinha sido execrado a muito tempo).
    Além disso tudo a imprensa vem com essa história que o Galo quer desembolsar 18 milhões em Dayverson, além de Vanderlei. Isso tá cheirando maracutaia de empresário, “rachadinha”. Espero que essa diretoria não cometa mais essa sandice. Dayverson não vale o prato que come!!
    Quando é que teremos paz no Galo, hein?

  15. Quanto ao time , já enviei a minha opinião .

    Quanto ao clube quero observar a dura e
    cruel realidade dos clubes brasileiros .

    Não dá para descansar .

    Quando abrir uma fissura no dique pode-
    se ter a certeza que a avalanche será mais
    que devastadora .

    Digo isso baseado em informações da Fox
    que crava uma dívida do time azul como
    algo em torno de 1,2bi , impagável .
    E lembremos que a imprensa tratava essa
    dívida na casa dos 500mi ….

    Então , moçada , fiquemos atentos como
    nosso diretor está “atento ao mercado” .

    O que alivia um pouco a tensão é o fato
    de termos dois portentos financeiros na
    condução dos destinos da instituição via
    construção do estádio , que lhes dará a
    garantia de salvar os seus aportes de
    caixa

    p.s.
    Dizem por aí que os azuis , que ficaram
    sem sua frota de veículos , irão para os
    jogos usando os ônibus da SC2-B.
    Eu , hein ?

  16. Bom dia a todos os atleticanos e atleticanas de todos os matizes!
    Aproveitando a necessidade de equilíbrio nas contas:
    Alguém saberia informar em nome da TRANSPARÊNCIA, o valor e o tempo de duração desse novo contrato de patrocínio com o ex opositor da diretoria?
    Alguém saberia informar em nome da TRANSPARÊNCIA, Qual a porcentagem do “Allan” pertence ao CAM, e qual pertence aos investidores?
    O CAM servirá somente de vitrine?
    Alguém saberia informar (oficialmente) em nome da TRANSPARÊNCIA, o montante das vendas de Luan, Xará, Alerrandro? O que foi feito com o dinheiro?
    Sai austeridade, entra equilíbrio e o balanço continua desaparecido.
    A política de revelar e vender, me parece que está a toda velocidade. Querem renovar o elenco trazendo um goleiro de quase 40 anos? Socorro! Assim as contas desequilibram!
    De repente , em ano eleitoral municipal e clubístico, surge uma paz de cemitério…
    TORCER SEMPRE SEM NUNCA PERDER A CAPACIDADE DE JULGAR!

    1. Caro MTC2

      Sempre respeito as suas opiniões e as vezes compactuo com elas, mas sobre a transparência que vc cobra fica a pergunta: mas vc conhece algum clube que divulga as ações da diretoria no Brasil e em outra parte do mundo, ou é so o nosso clube que não divulga?

      1. Caro JBHGALO,
        O fato de outros não serem transparentes, não justifica não sermos. Vide o que aconteceu com o rival.
        Falo até da coerência do ex opositor agora patrocinador, que cobrava transparência da atual diretoria.
        Uma das propostas do Renova Galo é a transparência.
        O Galo é uma famiglia feliz!
        A propósito, se me permite, leia a coluna do Medioli no portal “o tempo”.

  17. TEMOS CLEITON , O MELHOR GOLEIRO DO BRASIL , NÃO VEJO MOTIVOS PARA PREOCUPAÇÕES COM ESSA POSIÇÃO.
    NA VERDADE MESMO O QUE ESTAMOS PRECISANDO É DE UM LATERAL ESQUERDO , UM VELOCISTA E UM CENTRO AVANTE. AÍ SIM ESTAREMOS PRONTOS PARA INICIAR O ANO.
    O QUE FALTAVA NO GALO ERA DISCIPLINA , RESPEITO , OBEDIÊNCIA TÁTICA , RAÇA, DETERMINAÇÃO E PREPARO FÍSICO.
    AO QUE TUDO INDICA , COM O NOVO TÉCNICO DUDAMEL ESSAS IMPORTANTES CARACTERÍSTICAS ESTÃO DE VOLTA.
    AGORA , DEPOIS DE TUDO O QUE ACONTECEU SEMPRE É BOM FICAR DESCONFIADO E COM OS DOIS PÉS ATRÁS , COM SETTE CÂMARA E RUI COSTA. ESSES DOIS AINDA NÃO SÃO DIGNOS DE NENHUMA CONFIANÇA.

  18. Bom dia. Admiro sua sabedoria em, se preciso for, mudar de opinião com relação à gestão do Settecâmara. Concordo plenamente com o uso da palavra “empáfia” para definir as expressões dele. Eu, particularmente, considero arrogância mesmo. “A vaidade dos presidentes, tolos, que nada vencem, mas enxergam as pessoas do alto do trono.”
    Já com relação ao Deyverson pergunto a você: ele é tão ruim assim? Com várias características que o faz ter um futebol e gênio parecidos a Serginho Chulapa, o “bad boy” Deyverson tem um conjunto marcante de fundamentos: exímio cabeceador, coragem, faz a função de pivô muito bem, um excelente chute de perna esquerda e força física. Agora a força mental é com Dudamel.

  19. Pois é…liberar o Cleiton, que sabe jogar com os pés (pouquíssimos goleiros sabem), e contratar outro goleiro próximo da aposentadoria (já temos o Victor, aqui) seria uma burrice que ficaria por muito tempo na cabeça do torcedor. Cleiton tem condições de ser goleiro do Galo por pelo menos 10 anos e recursos deveriam ser investidos em renovar com ele, e não em trazer mais um goleiro em final de carreira. Se fizerem isso, estarão manchando este bom início de temporada da diretoria. O arrependimento será grande, e em pouco tempo.

  20. Bom dia Avila . Bom dia a todos. Gostaria de sugerir a leitura da coluna do Vitorio Mediolli de hoje no Jornal o Tempo. Organizações criminosas conpostas por agentes, diretores e toda especie de pessoas fisicas e juridicas dominam o futebol e lucram milhoes, valendo da paixao que cega a maioria dos torcedores. O articulista alerta também para os sanguessugas que dilapidam o patrimônio dos clubes. Sinceramente essa divida de 700 milhões do galo reclama no minimo uma auditoria….

  21. Salve massa !

    Assim como vc meu escriba tb quero um time competitivo e que lute por título, e pelas caras novas que estão surgindo no clube, a partir do novo treinador, as coisas já sinalizam que este ano será diferente.
    Mas além das contratações pontuais e saída dos refugos, o que me chama a atenção é a responsabilidade como estão sendo tratadas as questões do clube, sem estardalhaço e principalmente dentro de nossa realidade. 7C pode ter todos os defeitos e ser criticado por várias coisas, mas ninguém pode lhe tirar o mérito, de que ao contrário dos presidentes anteriores ele está administrando as finanças do clube com responsabilidade, mesmo com as críticas pesadas que a torcida e imprensa estão lhe dirigindo.
    Se não fizer isto, com certeza num futuro próximo estaremos aqui fazendo vaquinha pra comprar carne, como aconteceu lá no nosso segundo arquirrival.
    # o cabaré ta pegando fogo!!!!!

    Blogueiro, quanto ao Deyverson, Vc lembra quando o jô chegou?

  22. Melhor que o Vanderlei, e com a mesma idade, já tem o Vítor. Também considero muito dinheiro para um atacante polêmico como este Dieyverson. Agora, se o Dudammel insistir com o Ricardo Oliveira, e parece que vai, ela cai ainda no mineiro. Este pastor deve ter alguma carta na manga: velho, sem velocidade, sem vontade, não faz gols e todo mundo que dar chance para ele.

  23. Bom dia Eduardo assim q entro na internet todas as manhas primeiro comentario que procuro é o seu. Sempre coerente, me tornei seu amigalo desde a primeira coluna que li. Quanto ao Galo, é notorio que alem da lateral esquerda os setores que mais preocupam sao um bom armador para fazer sombra ao Cazares, 2 velocistas pelas pontas, 1 centroavante e nao estou muito confiante na recuperaçao do Victor nao, acho que precisaremos durante o ano de outro Goleiro. Um abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.