Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Depois da tempestade vem a bonança

Esta frase, muita dita e repetida, foi extraída de um texto bíblico de Mateus. Quis ele dizer sobre o sofrimento de Jesus, naquele tempo, sugerindo e buscando motivar por aguardar dias melhores. Estamos, brasileiros e de todas as nações, vivendo essa agonia da pandemia. Entre nós Atleticanos, predomina a angústia da falta do nosso Galo. Ontem agravada com as contusões do Jair e Blanco.

Parece uruca, não pode! No mesmo dia, no final do post do blog, ainda comentei sobre ambos. Dizia que seria mais interessante pensar em zagueiros e atacantes que volantes, desde que “Jair” e “Blanco” se firmassem em contraponto “a insegurança física”. Parece boca maldita, no caso dedos, ambos com contusões.

Ao que pude me inteirar, Jair passará por cirurgia. Teve entorse no joelho com ruptura do menisco medial. Já Blanco com ruptura do tendão do músculo reto femoral no quadril esquerdo. Não entendi nada, poucos entenderão, no linguajar do Torcedor significa estão fora de jogo. Contundidos. Na minha infância um dia perguntei pro meu pai porque jogador vivia “confundido”. O meu bom velho riu alguns dias.

A previsão inicial para a volta deles é de 90 dias para Jair e 60 dias para Blanco. Aparentemente, bem menor ao segundo, que nas duas últimas temporadas não jogou 10% das partidas do Galo. Ano passado, salvo melhor juízo, nenhuma. Ocorre que, tanto para Jair quanto para Blanco, mesmo depois disso, será necessário um bom tempo para readquirir confiança e recuperar o bom futebol.

Diante dessa tempestade, considerando a necessidade mais que urgente – passou a ser premente – torçamos e oremos (se preciso for) para que a diretoria sane definitivamente as pendências salariais e possa ir ao mercado em busca dos reforços. Sem contar esse setor do time, eu esperava quatro ou cinco, e agora adicionando dois, precisamos de seis ou sete para pensar em título.

Em meio a tudo isso, pandemia e novos tempos ainda desconhecidos, vontade de ter oportunidade de ainda ver meu time no ápice das grandes conquistas, tenho refletindo muito sobre esse futuro. Alguns leitores, sobretudo nos últimos dias – igualmente – vêm defendendo uma política financeira mais pé no chão e fugir de dívida e novos endividamentos. Nós próximos dias vou propor um bom debate entre nós nesse nosso palanque Atleticano.

Por hora é pensar no imediato. Esses dois volantes, Alan Franco e Léo Sena, estariam realmente em acerto com o Galo? Se realmente essas notícias são reais, que se defina logo, para – paralelamente a isso – resolver os outros dois setores. Fico muito satisfeito com a informação de integração dos jovens Guilherme Castilho, Neto e Felipe ao grupo profissional. Os dois últimos me deixaram ótima impressão. Neto teve uma chance com Levir e foi soberano em campo. Já Felipe, jogando pelo Galo e na Seleção, sempre deixava sua marca nas redes.

Existem três bons zagueiros, que geram boas expectativas de futuro, que são Gustavo Henrique, Leo Griggio e Vitor Mendes. O primeiro subiu para compor o setor, onde tem apenas três profissionais. Me lembro de quando subiram juntos Lima e Castan. Deram conta do recado por muito tempo. Essa garotada precisa ter oportunidade para mostrar se tem qualidade para vestir a camisa do Galo

Então, caríssimas e caros, o momento tem sido muito difícil, mas acredito em dias melhores. Espero que a direção do Galo, especialmente o presidente Sette, foque nas soluções destes inúmeros problemas nossos e esqueça outras séries nacionais, o nosso time disputa é a série A. Coloque os pagamentos de salários em dia, acerte as pendências junto à FIFA, e reforce a equipe pontualmente.

Só assim ele será ovacionado. E, confesso, tenho muita vontade de gritar o seu nome como já fiz com muitos de seus antecessores. Já se passaram quase trinta meses, e até o momento ainda está atravessado na garganta. Deixa colocar esse seu nome, Sette, pra fora, junto com o de “é campeão!”

*fotos: Bruno Cantini/Atlético

6 thoughts to “Depois da tempestade vem a bonança”

  1. Boa lembrança a do Lima e do Castan. A Massa à época preferia o Lima, eu sempre achei o Castan mais jogador. Castan é um zagueiro canhoto, assim como é o Léo Griggio, um dos que estão treinando com o grupo principal. Os outros dois, Gustavo Henrique e Vítor Mendes, também são muito bons. Neto e Felipe, apesar de mais jovens, tbm são promissores. Mas de todos, o melhor pra mim é o Alessandro Vinícius, que na base era só Vinícius e virou Alessandro quando chegou ao Galo o Vina, de péssimas lembranças. Alessandro Vinícius é meia atacante rápido e muito habilidoso. Boto fé em todos, tomara que dê certo! Tá na hora de colocar essa molecada pra treinar e jogar mesmo, o Clube investe uma grana todo ano em suas categorias de base e tem que colher frutos. SAN

  2. Bom dia,

    Depois daquela bela foto do texto de ontem infelizmente tivemos a má notícia da nova contusão do Blanco, e como tudo no Galo vem em dobro, também o Jair.
    Nossas eternas promessas.
    E por falar em promessa, confio muito na visão da nossa torcida, e todos sempre questionaram sobre o Neto e o Alessandro Vinícius, ambos apareceram bem, caiu logo nas graças da torcida e com a mesma rapidez, sumiram.
    Ao saber que o Neto vai ser integrado ao elenco principal fico feliz, vejo ele como jogador de estilo Sampaoli, joga em 4 posições, Volante, Zagueiro, lateral e armador, na primeira e segunda já vi jogando e foi bem, nas demais foi na base e não vi.
    Sabendo que Sampaoli gosta de jogador polivalente, ontem tivemos Amigalo até escalando F. Santos de terceiro Zagueiro, então, temos agora no grupo um jogador que pode realmente fazer este tipo de função, torçamos para que ele seja nossa bonança nesta situação de tempestade que este setor do Galo virou.
    Alessandro Vinícius ainda não teve sua chance, torcerei para isto.
    Felipe Felício, também coloco minhas fichas neste jogador.
    Como tinha dito anteriormente, a diretoria nesta pandemia vai trabalhar no limite de tempo para quitar os salários, não deixando oportunidade para irem a justiça.
    Porém, o Sette disse que depende deles pagos para contratar, palavras que não tiveram apoio do Mattos na live que fez na TV Galo.
    De acordo com ele os próprios jogadores estão pedindo reforços urgentes.
    E agora somos nós que pedimos.

    Boa Quinta Feira a todos!

  3. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos.
    Até que enfim a diretoria do galo acordou. Nada de açodamento na contratação dos substitutos de Jair e Blanco. Até o retorno dos 2, os garotos da base devem ser testados. Acredito muito no sucesso de sampaoli utilizando os jogadores da base do atlético. Até porque comprando jogadores para substituir os dois atletas, poderemos incorrer no mesmo erro do ano anterior, o que estamos lamentando até hoje. Bastam o Alan e o Youran que ao meu juízo, não produziram ainda o que deles se espera. O futuro do galo passa pelo aproveitamento dos jogadores da base. Talvez mais dois jogadores , um central e um atacante sejam suficientes para colocar o galo no rumo de busca de títulos.
    Hoje e sempre galo!
    .

  4. Bom dia Eduardo, Lucy, atleticanos e atleticanas,
    muito triste as contusões do Jair e do Blanco…. Ontem no meu comentário mostrei otimismo de que agora eles teriam regularidade, mas infelizmente isso não se concretizou…
    Na minha opinião o Galo não pode mais contar com esses jogadores, ao que parece não tem condições físicas para jogar futebol, é uma pena, mas é uma realidade, com esse histórico de lesões vai ser muito difícil o Galo conseguir fazer alguma negociação com eles… Eles me fazem lembrar do Pedrinho do Vasco, bom jogador, mas que nunca conseguiu dar sequência na carreira por causa de contusões…
    Que o Galo vá ao mercado e contrate jogadores para esse setor….
    Boa quinta a todos e se cuidem….

  5. Bom dia Massa e Guru

    Desolador as contusões de Jair e Blanco, principalmente de Blanco que no dia anterior deu uma entrevista à TV Galo contando a sua expectativa de fazer deste ano, um ano de recuperação.
    Por outro lado, talvez seja a oportunidade da diretoria e treinador olharem com mais carinho e confiança para a base.
    Na live de ontem no canal Identidade 13, o Chavare falou justamente disso, de que em breve estaremos colhendo frutos do trabalho que lá está sendo desenvolvido.
    Mas enquanto isto, a hora é de apoiar os dois jogadores lesionados, como sempre fizemos, pois este apoio é que nos faz diferente de outras torcidas por ai. Diferencial reconhecido pelo nosso ex-jogador Guilherme na live com o Breno Galante, que dias atrás comentei aqui comparando a sua importância para o clube com a de seu sucessor Cazares.

  6. bom dia Eduardo e massa. mas um grande texto Eduardo. a bruxa está solta no galo em contusões. ontem eu e vários amigalos comentamos sobre o Blanco que estava treinando não é que parece notícias sobre as contusões dele e do Jair.alias parecem de vidro o Blanco já teve 3 contusões graves eo Jair la vai ao mesmo caminho significa que praticamente eles não jogam este ano,aliás se tiver campeonato pois ainda não sabemos quando vai recomeçar o mineiro eo brasileirão. agora é hora de dar chances aos meninos da base. neto.alessandro Vinícius. Guilherme. Felipe.e outros.volta galo estamos com saudades. cuida-se amigalos do vírus. vai galoooooooo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.