Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Copa América desfalca ainda mais o Galo

Uma verdadeira prova de fogo para o treinador Marcelo Oliveira nos seus primeiros dias de volta ao Galo. Se na primeira partida, em Curitiba, foi conhecer seus novos comandados dentro do avião durante a viagem, agora convive com vários desfalques. No jogo com o Atlético do Paraná, além de desfalcado por suspensões e contusões, o time ainda entrou em campo escalado ainda pelo coordenador técnico, que manteve a base do treinador anterior.

Como já dissemos aqui nesta nossa resenha diária, no intervalo da partida o novo comandante começou a mostrar a que veio e a postura do time no segundo tempo encheu os olhos e a esperança da massa. Só não vencemos por falta de sorte e pontaria de jogador que teve a bola do jogo e não soube aproveitar. Mas, de qualquer maneira, ficou evidente uma mudança de postura da equipe.

Douglas Santos

Agora, a boa expectativa dos Torcedores é afeta pela convocação de jogadores para uma desinteressante Copa América, que aumenta a lista de desfalques do Galo para a sequência do Campeonato Brasileiro. Douglas Santos vai servir à CBF, logo essa entidade que ao longo dos anos sempre sacaneou o Galo. Além dele, Erazo e o extraordinário Cazares também estarão à disposição da seleção equatoriana para o mesmo torneio.

Serão cerca de dez rodadas sem os três titulares absolutos. Todos, sem exceção, farão muita falta. Na zaga, embora Erazo ainda não tenha convencido totalmente, seus substitutos EdCarlos e Tiago, deixam o Atleticano de cabelo em pé. Como sou dos que pensam que Deus é Atleticano, quem sabe uma ousadia em escalar o jovem Gabriel – como foi com o Jemerson – nos traga uma agradável e bela revelação.

Já para a lateral esquerda as coisas ficam mais complicadas. Marcelo terá de quebrar a cabeça. Tem, em princípio, três opções: o reserva de ofício Mansur, que não tem convencido quando acionado; o irregular Patric, numa improvisação; e Carlos César. A meu juízo, pelas últimas atuações, optaria pelo Carlos César, mas, seja qual for, o escolhido terá seu nome ovacionado ao entrar em campo.

Cazares 01
Fotos: Atlético/Bruno Cantini

A ausência de Cazares, em que pese as boas opções, talvez seja a mais sentida. O irreverente jogador vem conquistando o Atleticano. Nos últimos três jogos, marcou gols em todos. O treinador anterior, salvo melhor juízo, tinha alguma birra com o jogador e só o escalou depois que a massa se rebelou. Outros jogadores podem atuar naquele setor, mas ninguém irá fazer o Torcedor esquecer o moleque. Dátolo e Carlos Eduardo, que seriam boas opções, estão onde mais gostam de ficar. No Departamento Médico!

De qualquer maneira, diante da realidade e irreversibilidade dos fatos, estaremos lá no Independência (ainda lá) apoiando e acreditando na vitória e na consolidação de um lugar entre as primeiras posições. Em 2016, além do título, o Galo quer, ainda, assegurar a participação – pela quinta vez consecutiva – na Copa Libertadores.

Leia também:

Patric, na visão de uma leitora e jornalista

Patric vai e volta do céu ao inferno

Atleticano opina sobre Mineirão ou Horto

O Torcedor quer o Galo no Mineirão

Ousadia que gera esperança

Com os olhos no futuro

8 thoughts to “Copa América desfalca ainda mais o Galo”

  1. Herança uruguaia.
    Além da copa América de seleções, o estrago que a última comissão técnica que por aqui passou nos prejudicou. Posso estar redondamente enganado, mas um time titular atuar tão pouco como foi no primeiro semestre, devido aos revezamentos promovidos por Aguirre , comprometeu o ritmo de jogo, resultando em um enfraquecimento muscular dos atletas. Repito, posso estar equivocado mas a “matemática” é simples, sem ritmo de jogo o corpo dos caras não resistem a essa maratona e estouram mesmo, vão para o time do DM.
    Que o Marcelo Oliveira juntamente com os fisiologistas consertem essa burrada uruguaia e nossos jogadores voltem o quanto antes, seja do departamento médico, seja da copa América.
    Saudações.

  2. É por causa disso (contusão, suspensão e seleção ) que o Atlético tem que ter sempre mais de 11 titulares. Sempre que algum for sacado por alguma razão, o reserva imediato ter que estar à altura do titular. Sei que isso é difícil, custa caro, nas está e vê ser a postura da diretoria.

  3. Lamentável perder nossos atletas para a ridícula seleção da cbf. Torço contra com todas as minhas forças. Que sejam eliminados na primeira fase da copa américa para nossos atletas voltarem pro que realmente interessa, o GALO. SAN

  4. Precisamos urgentemente contar com a volta do LUAN, esse sim tem raça e competencia. Esse Mansur, não disse a que veio, pode voltar pra lá. O Datólo é bom, mas parece que é de vidro. Contamos com Lucas Prato, centroavante e por fim a sugestão, coloque o J URSO na lateral esquerda e bote esse time pra treinar. Abs

  5. Salve Dudu ! Pior que isto meu caro , são 11 desfalques ao todo ,sendo 5 por contusões musculares, mais uma retirada de siso .Herança da comissão anterior que mesmo com o rodízio arrebentou com os caras – no inter aconteceu o mesmo e lá foi um deus nos acuda até o final do campeonato – . Em que se pese termos um elenco grande , mais uma vez não se sabe por qto tempo ,estamos sem meia – armador . Acredito que Marcelo tenha um plano B para contornar da melhor maneira esta situação, e iremos fazer um grande jogo contra o time código de barras . Qto ao caça – níquel da cbf – ou melhor ISE – , enquanto enche seus bolsos,ferra com os clubes sem o menor pudor. Falar desta entidade corrupta,dá-me urticária e como Mário de Castro um dia afirmou,minha CAMisa é preta e branca e só preta e branca. SAN

  6. Temos que parar de escalar o Datolo, entra 10 minutos e volta ao DM, impossivel ter esquema tatico com ele sempre assim, entrou domingo e ja queria sair, faz o treinador queinar duas alterações, assim temos que trazer mais alguem para substituir Datalo, o galo precisa de dois zagueiros, lateral esquerdo, armador e atacante de area um mais forte por cima já que por baixo e rapidos temos algumas boas opções.

    1. Caro Jadir, realmente não dá para contar com Dátolo. Ele não tem sequência e causa danos a qualquer esquema do treinador. Fica mais parado que jogando. No caso dos reforços em pauta para o Galo, fico me perguntando se o atacante Lisandro López, do Racing, sairia mais caro que Leandro Damião. Réver passaria nos exames médicos? Fábio Santos (no México) e Alex (na Itália), compensa trazer atletas rodados aqui, ali e acolá, fatalmente com musculatura estropiada por contusões? Momento um tanto quanto delicado para a comissão técnica. Apesar das poucas participações, mas pelo que mostrou, para a zaga eu apostaria minhas fichas no Gabriel da base. Sem custos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.