Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Contusões, chegadas e eventuais saídas

Embora não seja da área médica ou de fisiologia, fico por entender o tanto de lesões no elenco Atleticano. Sem jogos, apenas em treinamento, Gabriel agora é a terceira baixa na paralisação. Antes dele, Jair e Blanco (ambos com histórico) já haviam se contundido. O primeiro fez uma cirurgia e já está liberado e participando de atividades com o grupo.

Já Blanco, que teve contusão em 2018, pouco depois de suas primeiras partidas com a camisa do Galo, se encontra atualmente em seu terceiro afastamento do time. Depois dessa primeira, ele nem voltou a atuar. Ano passado, quando reiniciou os treinamentos, teve novo problema e só voltou agora no retorno pós-paralisação. Já nos primeiros dias de treino, outra lesão, levando o profissional ao seu terceiro afastamento e tratamento.

Agora é Gabriel. Jogador que raramente desfalca o time, está com lesão no púbis (conhecido como pubalgia). Trata-se de uma dor, ao que entendi, nos ossos da região da bacia. Já iniciou tratamento conhecido como “conservador”, ou seja, sem cirurgia. Entretanto, o Departamento Médico – usualmente -, não faz previsão do tempo de seu afastamento. “Oh! Doutor, ajuda nós!”

Enquanto isso, ontem, finalmente Keno foi apresentando oficialmente. O jogador disse que em duas semanas estará apto pra atuar. Como ainda não está inscrito, vamos esperar que a CBF defina logo essa data da janela, o que facilitaria até sobre seu eventual aproveitamento ainda no Mineiro.

Finalmente Allan Franco chegou a Cidade do Galo. Depois de um mês de sua contratação, com a dificuldade de voos entre países sul-americanos para o Brasil, o jogador teve de ir para os Estados Unidos (Miami) e de lá para Belo Horizonte. Assim como o atacante, esse volante também entra na fila para publicação no BID. Antes, porém, ainda fará a bateria de exames que antecedem ao anúncio oficial.

Ontem, num PS, comentei que o nome do lateral Mariano circulava como o próximo reforço para a sequência da temporada. Ele foi indicado pelo treinador Sampaoli, com quem trabalhou na Espanha. No início da sua carreira passou pelo Galo e não deixou uma boa lembrança, depois se deu bem no Fluminense, de onde seguiu para a França (Bordeaux), Espanha (Sevilla) até ir para a Turquia (Galatasaray).

Ao que sinto – apesar de ele atuar dos dois lados do campo – suas atuações marcantes foram na ala direita, onde temos Guga e Maílton. Isso pode estar sinalizando a saída do primeiro, uma vez que tem mercado e o outro é ainda uma promessa que foi pouco utilizada. Guga não esconde sua preferência clubista e isso já causou um ruído forte com o Torcedor. Além do seu time de coração, que parece ter interesse, o mercado internacional também já deu sinais dessa pretensão.

Outra possibilidade de despedida, sem muita resistência do Atleticano, é Cazares. Além do futebol árabe que teria feito uma proposta – recusada pelo Galo – também mexicanos estariam interessados no futebol do indolente jogador. Que vá!

Esperando essas confirmações de chegada e possíveis despedidas, o Atleticano segue de olho no calendário para as partidas dos próximos dias 26 e 29 de julho. Pra cima deles, Galo!

*fotos: 1) Pedro Souza/Atlético; 2) Bruno Cantini/Atlético

5 thoughts to “Contusões, chegadas e eventuais saídas”

  1. Boa tarde Eduardo.Boa tarde a todos. Ouvindo uma entrevista do Guilherme Arana ele se refere ao Fabio Santos como ” um capitães do Grupo”. Ai me recordo do Rafael chegar no Galo e se referir ao Vitor da mesma forma. Temos ainda o Tardelli ” idolo da torcida” e o Rever ” Capitão América”. Todas as lideranças do Grupo precitadas nao serão protagonistas com o Sampaoli. Isto me preocupa, pois no jogo da Libertadores contra o Nacional em que o Galo perdeu de 4x 1 culminando na demissão do Levir uma ” entregada de bola” do Fabio Santos e uma saída do Vitor do gol, na minha opinião, foram algo mais que falhas técnica. Eu sugiro ap Sampaoli agir preventivamente e dispensar o Rever e o Fabio Santos. Ai a panela acaba! Prevenir é melhor que remediar!

  2. Eduardo, penso que as contusões neste momento são normais, fruto da longa inatividade dos atletas. Jair e Blanco são frágeis fisicamente, jogadores com quem o Galo não pode contar. Blanco deveria ser emprestado, pra tentar jogar em outro time. Qto ao Mariano, o jogador contratado não é o mesmo que jogou no Galo em 2008. Volta melhor, após a longa experiência na europa, creio que será importante, principalmente, porque Guga é muito fraquinho. Prefiro o Mailton. Alan Franco é o melhor dos reforços contratado. Joga muito! Será titular ao lado do Allan e de mais um, no meio campo. Estão falando no Sasha do Santos. Bom jogador, mas não é centroavante, apesar de ter jogado por ali no último brasileiro. Não é o meu nome preferido. SAN

  3. Bom dia Eduardo, Lucy, atleticanos e atleticanas,
    Jair e Blanco não podemos levar em conta porque eles se machucam tendo jogo ou não… O Gabriel deve ser devido ao período de inatividade… Todos os times estão passando por isso inclusive os da Europa… Isso não pode ser encarado como “um tanto de lesões no elenco do Galo”.
    Quanto ao moleque descompromissado que nem pra reserva da seleção do Equador serve, o que vier é lucro… Manda entregar logo antes que mudem de ideia….
    O Galo vive novos tempos e precisa olhar pra frente… Esse aí já deu, ou melhor, nunca deu nada pro Galo….
    Um ótimo sábado a todos e se cuidem

    1. Cazares já foi embora? Tchau.
      Oiiiii, José Antonio.
      Sempre recorrendo às sábias palavras do Mestre Roberto Drummond:
      “Não digam que eu sou branco. Que eu sou negro. Que eu sou amarelo.
      Que eu sou vermelho. Branca e Preta é a minha pele e o Atlético é o sonho
      meu.”
      Como dói ficar sem o Galo!
      Já se inscreveu no canal da TV Galo no Youtube? Quarta-feira haverá jogo-treino contra o meleca, já estou ansiosa…que fase.
      Um abraço.

      1. Olá Lucy,
        muito bom tê-la de volta!!!!!
        Infelizmente ainda não, parece que o Galo insiste em perder “cavalo arreado”, ahahhahaahahahahahahhahahahahahahhahahahah
        Mestre Drummond save das coisas…. E sabe, como ninguém, o que é ser atleticano…
        Já me inscrevi e já “reservei meu lugar na arquibancada”, ahaahahhahahahahahah
        Tenho certeza que se cobrassem iriam arrecadar um bom dinheiro… Com a paixão do atleticano não se brinca!!!!!!
        um ótimo domingo pra você e pra todo mundo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.