Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Comemorando sem bola rolando

Mais de um mês depois da última partida do Galo, exatamente na vitória que consolidou o terceiro título do ano passado, o Atleticano que grita Gaaalooo quando cai um copo no chão, segue festejando conquistas fora dos gramados. Desde a camisa mais bonita, primeiros lugares em desempenho e clubes valiosos, até o reconhecimento de que o Brasileiro foi o melhor campeonato – entre todos do mundo – do ano passado. E o Galo ganhou!

O tradicional “Manto da Massa”, que já caminha para a terceira edição – ainda em dezembro -, foi eleito o uniforme de clube mais bonito do mundo. Entre 57 mil votantes, a camisa do Torcedor Atleticano, recebeu 17 mil votos, seguido pelo Ajax da Holanda, Venezia da Itália e outros clubes brasileiros e estrangeiros.

Vale registrar que nas duas edições do Manto da Massa, o Galo vendeu mais de 100 mil unidades em cada delas. Estamos indo já para o terceiro ano consecutivo, numa ação certeira da gestão Atleticana. O Torcedor desenha o layout, que após uma primeira seleção interna, vai a votação popular pela internet, elegendo a versão daquela temporada. Além disso, constitui se numa importante receita aos cofres do clube.

Para acalentar a falta de jogos, numa fase de poucas saídas e contratações, o Atleticano ainda seguiu em deleite com os títulos e legados provenientes dessas conquistas. O triplete, ou como alguns preferem a tríplice coroa (eu fico com três títulos em quatro possíveis), colocaram o Galo como o segundo melhor time do mundo em 2021. O levantamento é da IFFHS – Federação Internacional de História e Estatísticas de Futebol.

Foi superado pelo também brasileiro, Palmeiras, vencedor da Libertadores, sendo seguido pelos ingleses Manchester City e Chelsea, depois ainda times do Brasil, Croácia, Alemanha, Espanha, Holanda, França, Itália, Portugal, Grécia, Sérvia e Egito. Além disso, o então comandante Cuca, figura entre os melhores treinadores do mundo da mesma Federação Internacional.

Numa outra divulgação pelas redes sociais, entre clubes sul americanos mais valiosos do continente, ocupamos a terceira colocação. De acordo com o divulgado, o Galo (terceiro no ranking) vale 115 milhões de euros, sendo superado apenas por Flamengo e Palmeiras. Seguem os argentinos River e Boca Junior, e outros brasileiros e mexicanos. Registro que confio superar Palmeiras nos dois quesitos acima e o Flamengo, seguramente já ultrapassamos no último deles.

Para fechar essa prosa de mesa de bar, de cafeteria e também de arquibancada, por último – divulgada ontem – também pelo IFFHS, o campeonato brasileiro foi escolhido como o melhor entre todas as competições do ano passado, incluindo se a Premier League e os campeonatos europeus de cada pais, como espanhol, italiano, francês, português, inglês e outros. Isso mesmo, o Brasileirão – vencido pelo Galão da Massa – foi eleito a melhor liga entre todas as do ano passado. Aqui é Gaaalooo, po##@!

Com isso e com essas credenciais, considerando o fim dessa longa espera pela volta do futebol, o Galo retorna aos gramados na próxima quarta-feira, 19 horas, no estadinho de Nova Lima. Que seja uma grande temporada, tão boa ou até melhor que a de 2021, para a maior torcida de Belo Horizonte e de Minas Gerais, ainda a mais apaixonada do Brasil.

Ontem, sábado, El Turco –segundo informou o atento Breno Galante – comandou treino técnico e tático. Durante o trabalho, teria ainda promovido diversas modificações para conhecer melhor o elenco e potencial de cada jogador. Entendo que a partir dessas observações do treinador, ele deverá montar o time para começar a temporada.

Lembrando que o Galo foi dos últimos times a se reapresentar depois das férias. Apesar disso, evidentemente, que temos a base bem definida e – confio – o treinador não irá fazer alterações radicais. Vamos ver o que nos aguarda daqui três dias.

*fotos: Pedro Souza/Atlético

9 thoughts to “Comemorando sem bola rolando”

  1. Amigalos, ótimo domingo

    Lendo, assistindo alguns comentários nos vídeos dos Youtubers do Galo, vejo com tristeza comentários de desconfiança sobre os novos jogadores contratados, PQP ninguém estreou ainda e já tem um bando de mãe Dinah prevendo o futuro.
    Em relação ao Natan pode vender, sinceramente o que ele fez contra o Palmeiras foi de lascar.

  2. Bom dia caro blogueiro. Em relação ao manto da massa a única certeza que tenho é que nunca mais compro. Meu manto ficou pequeno, encaminhei para troca ( conforme orientação dos vendedores) e já se vão quase 90 dias de espera! Verdadeiro absurdo e desrespeito com o ATLETICANO.
    As desculpas são as mais variadas possíveis e todas levam a uma única certeza: falta de planejamento total em relação a trocas de tamanho!!

  3. Tá tudo muito bom, tá muito bem: só que não!
    Ano passado foi lançado uma camisa e uma bandeira alusiva aos 100.000 sócios GNV,onde o nome do sócio viria estampado nas mesmas. Adquiri ambas e a previsão de entrega sería_ sería?!_ para 14/12/21,ou mais precisamente em 22 dias após a confirmação do pagamento. Pois bem! O tal da shoppingdamassa.com.br parece ter sido criado p enganar trouxa,pois até hoje os produtos NÃO foram entregues e SUMIRAM do portifólio do site e o pior;NÃO respondem a e-mail,SAC,sinal de fumaça e nem batida de tambor. Um verdadeiro pouco caso com o torcedor que em meu entendimento merece respeito. Este site,antiga loja do Galo, além de NÃO ter produtos oficiais disponíveis, não preza em conquistar o torcedor e ao menos tratá-lo bem como consta no código do consumidor. As reclamações de torcedores que como se sentem lesados como eu são muitos, e a pergunta que fica é até quando o torcedor vai ser sacaneado,ou melhor,quando estes caras irão perceber que estão matando a galinha dos ovos de ouro ainda no ninho? Blogueiro! Seu blog tem um grande alcance,talvez alguém leia esse desabafo que SÃO de muitos e pelo ao menos dê uma explicação minimamente plausível para tamanho descaso como este o qual acabo de fazer o relato. Peço vênia por trazer este assunto aqui,mas é necessário expor o ocorrido. Att.

  4. Fim de semana perfeito para um Torneio Início !

    Uma pena esses dirigentes não terem a sensibilidade para entenderem que futebol , antes de qualquer coisa , é uma festa popular, congraçamento, alegria e lazer !!!

    Imaginem hoje , desde cedo , os atletas dos 12 times , desde cedo no Mineirão, esperando sua vez de entrar em campo para um jogo de 20 minutos , se perdeu sai , se venceu continua , até a decisão !

    Como eram agradáveis aqueles momentos !!!

    1. Caro Barata!
      O torneio início permitia todas torcidas num só espaço: campo de futebol. Era uma festa. Escanteio definia o jogo. Se não houvesse gols, o número de escanteios era quem definia jogos . Existia também, junto com o torneio início, os malabarismos com a bola de jogadores escolhidos pelos times. Lembro-me que do galo, em várias ocasiões era e Dino, ponta esquerda e pelo siderúrgica um malabarista fantástico que encantava a todos nós, Percival conhecido por Perci, meio campista.
      Hoje, com a violência campeando entre as torcidas, não sei se seria aconselhável torneio-início. Nós somos abençoados por termos vividos época a mágicas no futebol, sem violência, somente existia uma gozação saudável.
      Saudades e ótimas lembranças daquele tempo onde a bola era a protagonista do jogo, hoje, a bola é um simples detalhe!
      Abraço.

  5. Bom dia a todos. Desse campeonato mineiro eu espero tres coisas: uma goleada no CSA ( minimo 6×1) e que deixem o Savinho, Calebe, Echapora, Matheus Mendes , Guilherme Castillo, luis Felipe e Felipe Felicio, jogarem cada um deles umas seis partidas seguidas. Se esses caras não conseguirem jogar no mineiro, emprestem para jogar a série B. E o nosso técnico poderia retribuir aos dois Felipe de nomes compostos a gentileza e arrumar um apelido para esses dois Nutellas. O Felipe Luis poderia ser o Tranqueira e Luis Felipe, o Canseira. Os caras já surgem com esses nomes compostos e ainda querem nutelar o turco com apelido de Tony. Ai é uma afronta ao futebol raiz e aos corneteiros do Blog do Eduardo Avila, que nao pode ficar batido. Vida longa a dupla de ataque Tranqueira e canseira.

  6. Bom dia!!!

    Enquanto isso, o jornal “A Bola” ventila uma possível contratação do zagueiro Natan, 24 anos, para o Benfica ou Porto.

    Numa matéria foi citado que o zagueiro tem o passe avaliado entre os 8 e 10 milhões de euros, valor considerado demasiado caro.

    Noutra matéria foi ventilada a possibilidade de um empréstimo no valor de 1,5 milhões de euros com opção de compra estipulada por 5 milhões de euros.

    Quando Natan chegou ao Atlético, a zaga, o ponto forte da equipe na temporada 2021, melhorou muito.

    Se o zagueiro sair, o setor defensivo estará fragilizado, mesmo com as chegadas de Godin e Vitor Mendes.

    Se Natan não sair nesta janela, na janela do meio do ano é bem provável.

    Então, chegou a hora de colocar Vitor Mendes para jogar para ver se esse zagueiro irá suprir a lacuna, se Natan sair, ou se será necessária a contratação de outro jogador para o setor defensivo.

  7. Bom dia!
    Só espero que o time todo tenha a mesma gana, vontade de vencer e o compromisso que demonstrou Hulk ano passado. Se assim for, senhores, se preparem pra mais um ano de glórias.
    Quero ver desfilando no meio campo do Galo, além de Allan, Jair, Zaracho e Nacho, também Guilherme Castilho, Neto e Calebe. Então, por favor, parem com essa conversa de Edenilson!!!
    Vai Galooooo!!!

  8. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Hoje, será o último domingo sem jogo do galo! Sem muito a comentar e apenas muito a esperar.
    E o galo, hein?
    O galo ganhou…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.