Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

CBF é uma entidade desacreditada

Apesar de ser uma instituição privada, a atividade exercida pela CBF é de interesse público. Essa afirmação já foi consolidada em julgamentos pelos tribunais judiciais, inclusive numa ação movida contra o jornalista Juca Kfouri, que prega ao mundo que a sigla significa Casa Bandida do Futebol. Para nós Atleticanos, que ao longo de quase 50 anos somos vitimados pela CBF, esse é um prato delicioso para uma resenha.

Com meus 63 anos de idade batendo à porta nos próximos dias, já vi tanta sacanagem dessa gente com o meu clube que – confesso – não me entusiasmo com eventuais conquistas. Curto e acredito no meu time, mas as ações mal explicadas de juízes, tribunais, atos administrativos, confecção e alterações de tabela e até de regulamento, sempre me deixaram desconfiado.

Se não bastasse, desde que a TV passou a mandar na tabela e horário dos jogos, o interesse econômico fala ainda mais alto e as vítimas são sempre os clubes fora do eixo Rio e São Paulo, notadamente o Clube Atlético Mineiro. Quantos ex-juízes de futebol, com atuações deploráveis em prejuízo do Galo, se tornaram comentaristas de arbitragem? Vários, em âmbito nacional e até aqui no nosso Estado.

Árbitros, entre os quais, algumas eventuais conquistas nacionais e até internacionais, ficaram pelo caminho. Hoje, cinicamente, comentam exatamente sobre o que eles emporcalharam em suas carreiras. Tem um, entre eles, que decidiu três campeonatos nacionais, um deles em desfavor do Galo. E querem posar de bom mocinho. Malandros, isso sim. Se o Galo for na Libertadores de 2021, a exemplo de 2013, tem de exigir árbitro estrangeiro, inclusive e especialmente para eventuais confrontos com times do eixo Rio de Janeiro e São Paulo. Naquele ano, não fosse isso, teríamos ficado nas oitavas de finais frente ao São Paulo.

Digo isso, pois, nessa temporada – a exemplo de 2012 – começam a ocorrer o mesmo tipo de sacanagem. Naquele ano, assim como agora, a CBF adiou uma partida do Galo e só remarcou quando – depois de uma série de “erros” beneficiando ao Fluminense – curiosamente trocou o trio de arbitragem.  O novo trio da partida realizada, no Engenhão, foi decisivo aos interesses dessa maracutaia.

Se naquele ano, erros incríveis ocorriam para beneficiar o Fluminense, agora é a vez de isso acontecer a favor do Flamengo. Esse VAR, tanto defendido por essa gente, só é utilizado quando o lance é de interesse do time carioca. E ainda me vem o presidente da Comissão de Arbitragem, intencionalmente, levantar polêmica sobre gol do São Paulo no Galo. UAI, doutor, e aquele do Jô que sequer foi revisado. A intenção dele é tirar o foco e colocar lenha na nossa fogueira de justas reclamações. Como é tão cara de pau de se utilizar desse expediente? Estão provocando um ambiente hostil, para tirar proveito disso, o Torcedor precisa ficar atento. Amanhã, um PQP para um desses ordinários, pode virar tema para punir ao Galo. É o que pretendem!

E segue o jogo, como gosta de comentar um dos locutores que faz coro a essa palhaçada da CBF e TV. Esses, da emissora que ainda detém a transmissão dos jogos, têm orgasmos em lances favoráveis aos times do eixo. O tom de voz deles quase some em lances e gols em cima de cariocas e paulistas. Vergonhoso! Se não bastasse, juiz e televisão, e até o STJD carregam minha eterna e solene desconfiança. Foram esses sujeitinhos de toga que, ardilosamente, tiraram Reinaldo da final do Brasileiro de 1977.

Esse mesmo STJD, já em 2012, sob a relatoria de um flamenguista confesso, desfalcou o Galo para uma partida frente ao Internacional, suspendendo Ronaldinho Gaúcho. O lance denunciado foi por uma imagem de televisão, não tanto explícita quanto a agressão no jogo Flamengo e Goiás, onde o jogador goiano foi violentamente chutado e quebrou o nariz. Esse mesmo profissional agrediu Guga na partida de estreia do Brasileiro. Juiz e procurador omissos. Os auditores e procuradores são, via de regra do Rio e de São Paulo. E esse Tribunal sequer se manifestou sobre o incêndio criminoso no Ninho do Urubu. E essa televisão que não deu importância ao tema. Já os juízes (apitadores de campo e no VAR), querem se mostrar para assegurar a vaga de comentarista no futuro. Tudo interesse econômico e pessoal.

Sendo assim, não estou entregando a disputa, mas afirmando que vencer contra toda essa putaria é muito difícil. Falta a essa gente que comanda CBF, arbitragem, tribunal desportivo, e até mesmo na função de transmitir os jogos uma condição fundamental. Isenção. Não tem e nunca tiveram. Essa é a regra do futebol brasileiro. Por isso mesmo que essa selecinha, penta campeã do mundo, nunca mais voltará a ter o melhor futebol do planeta. Lá fora tem seriedade, aqui não!

Ah! Hoje, neste post, vão aparecer dois frustrados que diariamente entram aqui ou no face para buscar visibilidade. Um deles, me lembro dele em tempos bem distantes, já o outro sequer conheço. Face tem dessas coisas. Ao que postam, um ficou sem time na série A e o outro é carioca da roça.

Em tempo:
Em time que está ganhando, liderando o BR, o Atleticano investe e compra produtos licenciados da Loja do Galo.
Entre: https://lojadogalo.atletico.com.br/

*imagens: 1) print do jornal Estado de Minas; 2, 3 e 4) redes sociais

23 thoughts to “CBF é uma entidade desacreditada”

  1. O episódio do incêndio no Ninho do Urubu é o maior absurdo futebolístico do país. O Fla praticamente passou impune. Se fosse um time de Minas ou do Sul estaria liquidado.

  2. Além de tudo que o Eduardo falou que é a mais pura verdade não podemos nos esquecer da imprensa (?) porca, bairrista, sem vergonha, pilantra, imunda que só existe para acobertar as falcatruas e tramoias e validar e legitimar o roubo… Fazem parte (e como!!!!) do esquema de favorecimento de times do eixo Rio-SP.
    A título de exemplo, hoje passando pela FOX na hora do almoço parei ao ver que falavam do tal gol anulado do São Paulo contra o Galo, não assisto àquela porcaria mas como falavam do Galo resolvi assistir, o programa já estava no fim… Um sujeitinho metido a besta que atende pelo nome de “Fábio Sormani” disse em alto e bom tom que aquilo tinha sido um absurdo!!!!! Que o jogo que Galo ganhou de 3 x 0 deveria ser anulado e recomeçado a partir do minuto que saiu o gol, com 1 x 0 para o São Paulo… Dá pra acreditar que um babaca que se diz “jornalista” diga uma imbecilidade dessas??? Mas é assim que eles agem!!!!! Tentam colocar a audiência de gado deles contra o Galo… Podem esperar que na próxima vez que o Galo for prejudicado, o que com certeza vai acontecer, irão lembrar desse lance à exaustão!!!!!
    Mas o Galo e a nossa torcida são maiores que essa gente escrota!!!! Vamos em frente e se ganharmos o título vai valer muito mais!!!!

  3. salve salve massa atleticana, concordo plenamente com todos os comentarios feitos acima, ao meu ponto de vista deveria ter pelo menos duas revisoes para cada treinador por tempo de jogo, mais isso nunca vai acontecer, pelo visto de não terem transparencia. agora o nosso presidente sergio sete camara tem que peitar a CBF, IMPRENSA PAULISTA E CARIOCA, assim como Kali fez em 2012 e 2013,2014 respondendo duramente a quem criticasse o nosso galo, então o nosso presidente tem que ser mais energico ir para cbf, ou qualquer outro orgão e peitar os caras e fazer valer que minas tbm tem direito como qualquer outro clube de serie A. e é bom sempre ficar ligado pois este ano temos flamengo flumenese chegando, internacional e sao paulo, vamos ficar atento diretoria! abraços e saudaçoes

  4. Boa tarde Eduardo! Eu com os meus 51 anos de idade, também já presenciei vários desses absurdos que fizeram com o nosso galo. Sou da opinião que em nada adianta contratar, gastar dinheiro, aumentar nossa divida, pois tudo isso será em vão, pois é notório a tendência de colocar o campeonato nas mãos deste clube urubuzado do Brasil. Tenho nojo dessa raça! Isso nos deixa em total descrença. Para finalizar, assino embaixo de suas sábias palavras. Um abraço ………

  5. O VAR é tão transparente quanto um riacho poluído cheio de caca. A CBFarsa é uma entidade enganadora, parcial, maquinista, corrupta, imoral, amoral, ilícita. Creio que seria interessante uma pressão popular de todos os times para exatamente deixar aquela salinha escura onde ficam os canalhas às claras. Ter sim o desafio, em número para cada lado, o audio e video compartilhado, e outras ações justas. Por isso é importante o Galo aproveitar a boa fase, se reforçar, e ganhar na marra, pra mais, pra evitarmos ter que recorrer a esse recurso usualmente favorável aos já conhecidos times. Ontem perdemos por nossa incompetência mesmo. O Marrony precisa ver os gols do Rei e outros incansavelmente, pois vai perder gol assim no campim do bairro.

  6. A GLOBOLIXO , ESSA EMISSORA MALIGNA E A CBF SEMPRE PREJUDICARAM O GALO.
    O FUTEBOL BRASILEIRO VAI MELHORAR MUITO QUANDO ESSA EMISSORA BANDIDA SAIR DEFINITIVAMENTE DE CAMPO.
    MAS , ACHO QUE NÃO PODEMOS FICAR COLOCANDO SEMPRE A RESPONSABILIDADE NESSES SALAFRÁRIOS.
    DEVEMOS SIM , FAZER A NOSSA PARTE MUITO BEM FEITA , OS JOGOS CONTRA BOTAFOGO E FORTALEZA POR EXEMPLO PERDEMOS POR NOSSA ÚNICA CULPA E IMCOMPETÊNCIA.
    SASHA , NÃO ESTÁ CORRESPONDENDO EM CAMPO E EVERSON NÃO INSPIRA NENHUMA CONFIANÇA.
    RAFAEL TITULAR JÁ.
    RAFAEL TITULAR JÁ.
    QUE VENHA LOGO O MATIAS ZARACHO E UM CENTRO AVANTE COM URGÊNCIA.

  7. A mais fanática torcida do Brasil tem que forçar pra cima dessa entidade lixo (cbf) e forçar pra cima da diretoria, com ajuda de nossos poderosos mecenas, pra o Galo parar de comer nas mãos da rede esgoto de televisão. Precisamos nos libertar. Quanto à selecinha eu quero que ela se ferre, embora eu seja patriota e ame a bandeira do Brasil.

  8. É preciso atitude ANTES do leite
    derramar .

    O que esses times estão a fazer
    em campo é revoltante

    Não jogam , não deixam jogar .

    E juiz não adverte , não chama
    a atenção , nada .

    O goleiro deles ontem chamou
    o Samu umas sete vezes .
    Para nada .

    E a arbitragem complacente , a
    irritar os jogadores em campo .

    TEM QUE TER ATITUDE , e para
    isso existe uma diretoria .
    Ou deveria existir .

  9. Bla blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá

    1. Stenio, pega o Washington e vai tomar alguma coisa onde quiserem. Esse espaço não te pertence, nem a vc e a minoria de MG. Seu lugar é no colo da CBF. Ou seja, do capeta.

  10. O contraataque do Guga , matado no nascedouro, me fez perder o pouquinho de credibilidade e respeito que sentia por este claus.Último lance do jogo, este picareta sabendo do perigo do contraataque, matou. Segundos depois o jogador se ergueu. É assim que será: ROUBANDO PELAS BEIRADAS , onde está a diretoria que não se manifesta?

  11. [•••] Esse var, tanto defendido por essa gente [•••] está morto,meu amigo temporão!
    O ex árbitro q ñ lembro o nome,mirou na porca, acertou o leitão e ainda matou a credibilidade da ferramenta prá sempre. Se antes era passível de dúvidas,agora não mais. Explico! Diziam lá no início q a tal tecnologia “seria” infalível por ser computadorizada blá blá blá… e sei lá mais o quê. Na verdade após esta fala, uns 40 dias atrasada, percebe-se q “todo” o processo q a envolve passa pelas mãos de pessoas_ as mesmas q tbm estarão em campo em determinados jogos_ e por ser um robô, ñ teria como haver erro,mas há,e ñ é dele. O robô é induzido ao erro pelos caras que não sabem fazer uso da tecnologia q têm em maos. Por isso as linhas traçadas são sempre interpretadas por eles e ñ pelo robô,tornando-o manipulável ao bel prazer do freguês. É caro ex árbitro !!! Nesta tu desacreditou e enterrou de vez o tal do var, tudo isto por conta de um clubeco fedido q nem vale a pena perder tempo com ele. Se fo#$ aí meu bom!!!!

  12. Boa tarde Eduardo e amigos do Galo. Aproveito o assunto de hoje, o árbitro de ontem permitiu que o goleiro do FluminenC retardasse a reposição de bola e parasse o jogo o tempo todo, não houve advertência verbal e tão pouco amarelo, foram muitas interrupções e apenas 5 minutos de acréscimo.
    Depois do que foi feito no jogo Flamerda x Goiás, que nosso diretoria fique atenta, a coisa está começando a feder.

  13. Acho que fui citado

    Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá

  14. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos.
    Você, Ávila, foi no âmago da questão. Se a diretoria do galo ficar passiva, vão procurar dificultar, ao máximo, o já espinhoso caminho a percorrer. Nesta hora faz falta o Kalil que colocava a boca no trombone contra qualquer coisa que não lhe agradava e que poderia prejudicar o galo! Não tenhamos duvidas: este ano será o GALO contra tudo e contra todos. Li notícia de que, face ao posicionamento do Gaciba que identificou contrariamente ao VAR do jogo, que o gol anulado do São Paulo no jogo contra o Atlético tinha sido válido. Face a esse posicionamento, a imprensa do Rio e de São Paulo estão aventando a possibilidade de o São Paulo pedir a anulação do jogo. Estão armando contra o Atlético e com certeza vão procurar, de toda forma, dificultar o título do galo neste ano.
    É aconselhável que a diretoria do galo fique atenta sobre qualquer movimento que venha prejudicar o Atlético e bote a boca no trombone.
    Vamos continuar apoiando o time do atlético e não cair em provocações que visem desestabilizar o Atlético.
    Hoje e sempre, galo!!!

  15. Os clubes fora do eixo tinham que fazer valer a força de sua grandeza. Tinham que peitar a CBF. Essa entidade tinha que sair do RJ. O RJ virou um berço de corrupção e do crime organizado.
    Porque os clubes não se impõem ou fundam sua própria liga.
    O Galo tem que conseguir, futuramente, não depender do dinheiro da Globo. Uma rede de tv que faz muito mal ao nosso país.
    Usa do seu poder para fazer uma “lavagem cerebral ” nos seus telespectadores. Se manipula eleições do país, o futebol é fichinha.
    Teve uma época, década de 60, que o Botafogo era o queridão dessa gente. Aí surgiu a Globo e fez do Flamengo o novo queridão.
    Sempre foram arrogantes. Lembro de uma passagem de um jogo, pelo pseudo campeonato brasileiro de 67 ou 68 , contra o Botafogo que o Gerson desfez do Galo e de Minas Gerais- roça grande, capiau, etc. Aí ficou com medinho de vir jogar em BH e o Botafogo quis apaziguar os ânimos e trouxe um arranjo de flores. que a Diretoria do Galo não quis aceitar . Aí deixaram em frente ao túnel do Galo e o Fábio Fonseca enfiou o bicudo no arranjo. São arrogantes e dissimulados.
    Depois que o futebol virou um produto que envolve milhões as manipulações só pioraram.
    Década de 80 hoje é fichinha por causa dos valores envolvidos no futebol para essa gente.

    1. PAULO SOARES ,
      eu estava lá e foi pura vibração
      ver o Fabio Fonseca meter o pé
      na jaca , ops , nas flores .

      Além da palhaçada que fizeram
      desembarcando no Rio com o
      Carlos Roberto na cadeira de
      rodas

  16. Boa tarde, AmiGALOS. Acompanhando o Galo desde 1970 (antes disso, nos 12 anos anteriores eu era criança e brincava na rua) já vi inúmeros casos de sermos desclassificados pela arbitragem muito tendenciosa, apesar de várias vezes serem por nossa incompetência em sair por causa de um mísero gol. Agora as coisas são diferentes, eles não vão deixar de dar um pênalti escandaloso para o Galo nem deixar de marcar um para os adversários. As coisas são feitas nos pequenos detalhes. Do jogo de ontem posso dar apenas dois exemplos entre outros que ocorreram. Primeiro, por que não deixou bater o escanteio no final do primeiro tempo? O segundo lance foi após uma disputa na nossa defesa quando o Claus parou um contra-ataque nos pés do Guga porque tinha um jogador do CBFlu caído. Só que o cara caiu de maduro, sequer foi falta, e o cara se levantou rapidinho depois que o lance foi paralisado. Ficou muito fácil impedir um contra-ataque contra seu time, basta cair e se deitar no campo, algo precisa ser feito nessa regra para impedir maracutaias. Sem contar que um jogador deles ficou dois minutos no chão nos acréscimos do segundo tempo e nada foi acrescentado. Não se iludam, vai ser tudo na surdina. E, se não for, o VAR vai fingir de morto, como no lance do chute de letra que o Bruno Henrique deu no adversário, tanto que ontem o Diego Souza foi expulso por chutar o traseiro do adversário e foi o VAR que denunciou. VAR, como você escreveu, é para ajudar os times do eixo, não tem jeito. Minha definição do VAR é a seguinte: os mesmos juízes de sempre beneficiando os mesmos times de sempre, técnico e capitão tinham que ter direito de solicitar a revisão dos lances duvidosos, até mesmo de lateral. Outro dia vi um VT de vôlei feminino com o Brasil na final contra uma equipe europeia. Quarto set, Brasil 2×1 em sets e perdendo de 20×24. Brasil no ataque e o juiz deu bola fora, Zé Roberto pediu o desafio e a imagem mostrou bola dentro, 21×24. No lance seguinte o Brasil atacou e o juiz deu bola fora, outro desafio e houve toque no bloqueio, 22×24. O Brasil perdeu aquele set mas triturou no tie-break. Por que não fazer algo assim no futebol? Por que não vemos as imagens reais? Por que não ouvimos o áudio da conversa do juiz com o VAR? VAR não tem transparência nenhuma. É claro que deve existir limites para pedidos de desafio, se perder é um a menos, se ganhar continua com o número em aberto. Como o blogueiro já me permitiu uma vez, tomo a liberdade de pedir a todos que baixem meu aplicativo “Ranking do Futebol”, para Android e iOS.

  17. Oi Eduardo e Amigos, boa tarde!

    Perfeito o seu comentário.

    Cabe à nossa diretoria ficar atenta e agir contra essa cachorrada que comanda o futebol no Brasil, sob os holofotes da rede bosta de televisão.

    Depois, não adianta chorar.

    Saudações Alvinegras,

    1. Com relação aos narradores que têm orgasmo quando narram gols de times do eixo Rio/SP, façam como eu, assistam aos jogos sem som!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.