Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Cazares é mais do que dez!

Repetindo o título: Cazares é mais do que 10. É 10 + 1. É 11.

A camisa 11 do Galo agora tem dono. Poderia ser até a número 10, de grandes ídolos do passado, entre eles Ronaldinho Gaúcho. Mas poderia também ser um número aleatório, tipo qualquer coisa que não justificasse nem lembrasse nada. O equatoriano estaria brilhando com qualquer que fosse o numeral escolhido. São apenas quatro partidas, as duas primeiras rodadas e as duas últimas, com igual número de gols marcados. Um em cada partida.

Mas, independentemente dos gols que tem marcado, sua presença em campo – ao contrário do que entendia um uruguaio de recente e triste passagem – vem sendo determinante. Dos 13 pontos conquistados pelo Galo, embora ele não tenha atuado em seis partidas, 10 deles foram com o jogador em campo. E pensar que ele esteve na seleção do Equador na Copa América sem ter participado efetivamente dos jogos. Aqui ele fez muita falta.

Cazares Galo x Corinthians - 22-06-16

O jogo, no entanto, não foi só de Cazares. Fred e outros também brilharam. Marcos Rocha, embora não tenha repetido a excelente partida de domingo, foi preciso no gol que abriu o caminho da vitória. Donizete voltou a ser o General, em que pese o susto com uma falta ao finalzinho do jogo. Léo Silva, que tanto estamos questionando, foi seguro. Enfim, o time voltou a brilhar e convencer, embora ainda haja torcedores inseguros. Alguns poucos, que preferem esperar mais para soltar o grito.

E o treinador Marcelo Oliveira também começou a mostrar serviço. O Galo foi intenso em campo e mostrou jogada treinada. Até na reposição de bola e nas faltas pôde ser notado o dedo do treinador. Confesso que cheguei a temer quando os resultados não estavam aparecendo. Tanto pelo Galo e nossa contagiante alegria e vibração dos últimos tempos quanto pelo próprio treinador. Gosto dele e sou seu amigo faz anos, mas a demora para que as coisas começassem a fluir estava me preocupando. Tomara que continue assim.

Marcelo Oliveira - Galo x Corinthians - 22-06-16
Fotos: Atlético/Bruno Cantini

Entre tudo, o mais empolgante, além – claro – do time em campo e do comando técnico, foi a participação do Torcedor. Ainda ontem, aqui no blog, a preocupação com o público era explícita, Mas o Atleticano mostrou a razão dessa cidade respirar o time do coração de Belo Horizonte e dos mineiros. Quase 35 mil pagantes cantaram, como já ocorrera no domingo passado, desde a chegada no Mineirão até o fim do jogo e saíram do estádio fazendo barulho pela cidade. A massa, mais uma vez, fez a diferença.

Dos 12 pontos do nosso desafio das quatro partidas seguidas em casa, já conquistamos seis nas duas primeiras. Agora vem pela frente o América, campeão mineiro graças ao Aguirre, mas que segura a lanterna e – se não reagir como o Galo – em 2017 estará descendo a gangorra. Além do Coelho, o outro adversário é também candidato ao rebaixamento. É o Botafogo, do falido futebol carioca, que reveza com o Vasco o acesso e descenso. Apesar da fragilidade dos dois adversários, o Galo precisa de muita cautela e futebol para continuar pontuando e subindo na tabela.

Antes de encerrar, mesmo com os três pontos conquistados não vou deixar de dar o meu pitaco contra a arbitragem. Wilton Pereira Sampaio, conhecido e reconhecido – vale dizer –, useiro e vezeiro em prejudicar o Galo, por pouco teria impedido a nossa vitória. Se tivéssemos empatado ou até perdido a partida, a responsabilidade toda seria do goiano. Critérios escandalosamente diferentes na interpretação de lances e da regra, sempre em desfavor do Galo.

Não saberia dizer se é ruim, péssimo ou mal-intencionado com o Atlético, mas não foi a primeira vez que sua atuação prejudica nosso time e, seguramente, não terá sido a última. A não ser que o doutor Sérgio Corrêa não o coloque no sorteio dos nossos jogos. Mas, se o dirigente da CBF agisse assim, sobrariam poucos em condições. Essa safra de juízes brasileiros é horrorosa!

24 thoughts to “Cazares é mais do que dez!”

  1. Alguém tem q mostrar o lance do gol pro Dátolo e falar com ele: “Meu filho, nunca jamais se abandona marcação assim ( e esfrega a cara dele na tela ) .” PQP, o cara ficou torcendo pra bola não chegar no atacante….VTNC porra!!!! Espero q o MO leia meu comentário kkk E o Marcos Rocha hein??? Deu um gol pro Galo e quase outros 2 pro curintia….haja paciência,Pai!!!

  2. As viúvas do aguirre poderiam me explicar como não vencemos em 4 partidas contra o américa (lanterna da competição atual, tivemos 3 empates e 1 derrota)? Mas deixa pra lá, temos que vencer a primeira sobre o coelho pra embalar e lotar ainda mais o mineirão contra o botafogo! Vamos GALO!!!

  3. É o seguinte, Galera! Galo jogou bem sim, já deu pra notar certa evolução, haja visto que fizemos cinco gols em dois jogos! Independente de Cazares não ter feito uma partida brilhante, o time é ele e mais 10, é o único armador legítimo que temos, já que considero Dátolo meia-atacante! Lógico que o time tem muito, mas muito a melhorar, mas esse Galo já não é o mesmo do clássico, por exemplo, lento, apático, ataque de asma e defesa de peneira! Fred pode não ser o jogador que já foi, mas é importantíssimo, pois segura a marcação, prendendo os zagueiros, faz de forma eficiente o pivô e principalmente tem faro de gol ainda! Meteu na área, se bobear, ele marca mesmo. Melhor do que Pratto nesse quesito, eficiência em gols, mas considero Pratto um grande atacante também, só não é o clássico centroavante, finalizador. Uma das coisas que precisamos evoluir coletivamente é a defesa, não dá pra fazer gols e tomar empate ou virada no fim do jogo, por falta de marcação ou desatenção. Ontem, se tivesse mais tempo, talvez sofreríamos outro empate como foi com cbflu, vitória, sport e a virada do clássico. Marcelo, em que aprender a segurar o resultado, time grande que quer ser campeão, tem que se fechar sim! E é um erro cometido desde a era Levir Culpi, fazíamos muito gols, mas tomávamos o mesmo tanto! Tá errado, tem que marcar até o apito final e não a bola, o jogador, o tal de Lucca entrou sozinho ontem, igual aquele careca no clássico. É inadmissível! Individualmente, acho que Nepomuceno acertou nas contratações de Fred e dos equatorianos e errou nas de Robinho (só joga com o nome e contra time pequeno), Clayton (me parece jogador de time pequeno, como Figueirense, até agora a camisa tá pesando, muito investimento pra pouco retorno) e Carlos Eduardo ( o empresáriio desse cara é bom, viu? Pq jogar bola o cara não sabe não). Tem que entrar pilhado todos os jogos, como se fossem final, se entrarmos com a mesma pegada contra mequinha e botafogo, serão outras duas vitórias! Agora, se entrar com soberba, salto alto, achar que vai ganhar na hora que quiser, vai se repetir o filme do clássico…

  4. A diferença de um time quando quer jogar bola num jogo, como o de ontem, e outros, quando quer bater, como acontece muito com essa zaga do Galo! Zaga que bate muito é por faltade futebol e muitas vezes Marcos Rocha, Leandro Donizete,Leonardo Silva batem demais e isso prejudica o time. O Erazo ontem quase entorna o caldo no final do jogo! Até o Robinho, quando pára de simular,de se jogar, de catimbar, joga melhor e ajuda mais o time. Malandro demais nunca dá certo! Algum colega comentou que o Cazares não jogou bem ontem. Ora, tudo parte do pé dele, ele é quase meio time. Tira ele prá ver, o Galo morre, não cria mais nada! A saída do Robinho para a entrada do Dátalo foi ruim, que o Robinho é muito melhor, isso quando não é ator dentro de campo! Já o Fred, tem nome, tem estrela, mas acho que ele nunca será primordial em campo! Já foi a época dele! Nada contra a pessoa dele mas, no futebol do Galo, ele não é uma das peças menos essenciais em campo.

  5. Não sei se vi o mesmo jogo ontem caro blogueiro. Mas opinião é opinião e deve ser respeitada. Mas cá entre nós …esse creissom custou $$$$ milhares de dólares e é só isso ai ? Gostaria que se fosse possível vcs que tem a oportunidade de escrever matérias do nosso GALO que publicassem e buscasse informações sobre nossa dívida … pois o GALO que hoje tem Fred e Robinho este ainda não mostrou a que veio …com certeza não é de graça ! Não queremos um clube mais endividado do que é hoje e torcedor meu caro ..só olha o momento … TEMOS DE FISCALIZAR È OBRIGAÇÂO NOSSA COMO TORCEDORES !! DIRETORIA TEM DE SE EXPLICAR ! e a base ?? o que tem de bom lá ??? saudações #AQUIÈGALO!

  6. Lamentável a postura da Minas Arena e da PM.
    Quem é Galo na Veia Preta precisa entrar pela Catalão e depois fecham o acesso ao portão B, obrigando o torcer a dar a volta em todo o entorno do estádio. Isso por preguiça para deixar uns 6 gatos pingados da torcida adversário entrar no estádio, enquanto a torcida local, que é maioria e “dona” do evento precisa percorrer todo o entorno. O funcionário da Minas Arena ainda mentiu dizendo que não abriria mais o portão para passagem da torcida.

  7. Prezado Eduardo, estive no Mineirão ontem e vi evolução sim. O Erazo e o Leonardo Silva estão mais consistentes na defesa. O Carioca, como sempre, prima pelo excelente posicionamento e é o que menos erra passes nesse time. Mas acha paciência com esse tal de Clayton! limitadíssimo tecnicamente, lento, não tem explosão, lança a bola para a área aleatoriamente, erra passes bizarros! Como o Atlético foi cair nessa de comprar gato por lebre? Que falta está fazendo o Menino Maluquinho nesse time!

  8. Dudu ! A falta no finalzinho do jogo só aconteceu em decorrência da perda da bola pelo patrick – o ruim de ter um jogador assim no elenco ,é que uma hora tu precisará utilizá-lo e nessa hora o coração vem à boca – . Vendo a entrevista do Marcelo concordo com ele, nosso GALO tem muito a evoluir. Como time ainda não estamos encaixados , mas o espírito,a vontade em buscar a vitória recendeu ,isto é nítido . Leandro Donizete voltou ter uma atuação de destaque , vale o registro ! SAN

  9. ontem foi um alento… mais MO tem que aprender a mexer no time…. dátalo foi um erro enorme que poderia ter comprometido todo o jogo…. robinho ta pedindo pra ir pro banco… volta logo prato… se é para valorizar jogador, vamos de carlos que é 100 do galo.. clayton,… MO ajuda ai…

  10. – Não foi uma vitória por placar elástico, mas importantíssima por ter sido contra o Clube politicamente mais forte do Brasil. MOliveira está sacando o lance da prática do futebol moderno e a marcação vem melhorando gradativamente. Robinho procura o exibicionismo. Até quando, Oliveira?
    – Cada gol do Fred vale 100 mil reais. Que ele continue balançando as redes. Eu ajudo a pagar.
    – Donizete tomou a posição. Se identifica com a Massa e com o técnico faz tempos.
    – Marcos Rocha e Clayton estão se entrosando. É o conjunto aparecendo, e o que chamam de “time” está por pouco. Dátolo precisa entender que são 11 contra 11. Atenção total até o apito final. Victor insiste nos chutões. A maioria bate e volta. Até quando, Oliveira?
    – Muito chuveirinho não resolve. Hoje em dia, todos os times se fecham. Treinos e mais treinos, com tabelas na entrada da área e infiltrações é a solução. A velocidade do Chile é impressionante e serve de exemplo.

  11. concordo em gênero e numero com Renato, o time foi praticamente dominado pelo time (sem 5 titulares) dos gambas, mas tem atleticano doente que entende nada de futebol, com modesta parte sou atleticano e conheço muito, falar que Donizete joga bola é brincadeira.
    Temos que respeitar a opinião.

    1. Aqui toda opinião é respeitada, não fosse assim nem seria publicada. Opiniões são opiniões e divergem sempre. O blog “Canto do Galo” é exatamente para este debate, não tem outro objetivo.

  12. O que defendi em outras postagens está vingando! O reforço importantíssimo do armador trouxe uma nova cara para o time e vêm fazendo com maestria a ligação entre meio de campo e ataque. Apesar do Dátolo ter demostrado falta de tempo de bola e ser o responsável pelo gol dos gambás, dá para notar um estilo de jogo totalmente renovado embalado pelo Cazares. É preciso ficar atento apenas às discussões entre jogadores dentro de campo, pois ontem foi a vez de Donizete e Marcos Rocha terem uma rusga….pode ser que não seja nada e não passe de vontade demais de ganhar, mas o Marcelo tem que ficar atento ao clima do grupo para que essas situações não voltem a ocorrer, assim como no episódio Carioca X Robinho. VAI PRA CIMA DELES GALOOOO!!!

  13. Como o Clayton destoa do restante do time. O referido jogador não consegue dominar uma bola. Foi contratado por DVD ou ele jogou alguma coisa no Figueirense? Tirando essa ressalva do péssimo Clayton que ainda não estreou, o GALÃO DA MASSA jogou muito bem. É bom escutar o chororô dos Curintias Petralhas depois do jogo. Dá-lhe Galo!!!!!!!!!!!!

  14. Finalmente a fase ruim está passando, como aconteceu com o barça recente nas últimas partidas do campeonato espanhol. O time de ontem, na minha opinião, é o time titular até o momento (tirando Luan e Pratto que estão machucados). Agora o que falar de Cazares? Não preciso dizer nada, os jogos que esse garoto faz diz tudo, e graças a Deus aquele Aguirre está bem longe do galo, pois esse indivíduo não entende é nada de futebol. Outro motivo de alegria é ver Patric no banco, sinceramente eu tomei trauma de ver esse cara titular, e inclusive quando ele entra durante o jogo, eu já desanimo, ontem mesmo o primeiro lance do cara já foi fazendo burrada, enfim, EU ACREDITO que a arrancada foi iniciada e vamos sim buscar esse título. AQUI É GALO

  15. Concordo em grau, gênero e número. CZARES é FODA. A TORCIDA É FODA MESMO. E o MARCELO começou a mostrar serviço. Agora, pelo amor de Deus, da próxima vez, MARCELO, experimenta fechar o time. 2 a 0 em cima do Corinthians perto do final do jogo… É hora de fechar a CASINHA. Já tinha errado colocando o DATOLENTO num jogo extremamente veloz e difícil. Como é que deixa JÚNIOR URSO e EDUARDO (que está muito bem) no banco, na hora de fechar o time? Todo mundo sabe que o MARCELO é ATLETICANO e é um GRANDE CARA mas lá contra o Sport foi a mesma coisa. Meteu 4 a 2 fora de casa e não fechou a porteira. Pelo contrário, fez 2 substituições ofensivas. Queria ganhar de 7? Pois é deixamos 2 pontos lá contra o Sport e outros 2 pontos contra o Vitória na Bahia, times que todo mundo que está concorrendo ao título deverá fazer 3 pontos. Pra ser CAMPEÃO tem que ficar esperto. O elenco é FODA mas tem que saber mexer.

    1. Moreno, concordo com você. Moliveira foi atacante e agora como técnico pensa sempre em atacar. O espírito do Galo é de bola pra frente, mas sempre com inteligência. Um técnico com T maiúsculo tem que ter também sua estratégia defensiva em função do placar. O risco do empate ontem foi terrível. Contudo, creio que seu amadurecimento como treinador virá com o tempo.

  16. Vc é louco?? que jogo que vc viu?? Cazares não jogou b……nenhuma, o gol dele foi uma sorte que ele nunca mais vai ter na vida, nao perdemos o jogo por incompetencia dos gambas, e com uma boa ajuda do juiz e bandeira, gol e regular e 3 penaltis claro, que o juiz nao deu a favor deles e um em nosso favor…Donizete como sempre chutando até a cabeça da mãe dele….e erazo, quase foi expulso por faltas bobas, sou atleticano, mas as vezes nós torcedores empolgam com muita facilidade…o fred tava um marasmo ontem e o robinho, só joga contra times pequenos, eu fui o primeiro e ainda sou totalmente contra a contratação dele.

    1. Respeito a vossa opinião, bem como opiniões por mais divergentes. Mas, com todo respeito, me faz lembrar a história da mãe no desfile cívico. Segunda a mamãe de um garotinho que marchava com o pé trocado, todos os seus coleguinhas estavam errados, só o filho dela que tinha o passo certo.
      Quero dizer, enquanto todos os Atleticanos se empolgam e percebem uma boa evolução da equipe, tem quem pense diferente.
      Reitero, respeito, mas não posso concordar!

      1. Eu concordo com vc que o time esta evoluindo, mas dizer que o cazares teve uma grande apresentacao nao da. O robinho e clayton estao deixando muito,muito a desejar. Acredito que o time do galo vai brigar pelo titulo, mas como disse o MO o time tem muito a melhorar.

      2. Muita calma, tenho um primo santista, ele me disse uma vez que empolgamos com muito pouco, aí ele deu exemplo da libertadores deste ano e do brasileirão do ano passado, onde nós contávamos já com os titulos, viramos piada a nivel nacional…depois disso sou muito cauteloso…e torno afirmar, vcs estão agindo com o coração e deixando a razão de lado, eu não vi o jogo que vcs viram ontem, e tmb não o futebol do cazares ontem, assim como o do fred e robinho, e por pouco donizete não entregou a paçoca ontem…. VOLTO A FALAR MUITA CALMA NESSA HORA, tirando os gambas, que tmb estava desfalcados, não enfrentamos ninguem, ponte preta, america e botafogo….são times fraquissimos.

        1. Concordo contigo, grande Renato . Esse lado folclórico do atleticano é maravilhoso ,mas que continue folclórico e que não teime a vir paar o mundo real.
          Adorei termos vencido o Corínthians e começarmos a ,mudar o nosso rumo no campeonato .Mas ainda não dá para falar em vôos mais altos .

  17. Jogou bem, sim, como um time; gostei. Como disse o próprio MO, precisa evoluir mais, tomara que siga neste passo. Como estamos correndo atrás do prejuízo, continua sendo importantíssimo ganhar as próximas 2 partidas. São contra times da rabeira da tabela, mas nem por isso considero jogos fáceis. Se jogarem com a mesma aplicação e seriedade, mudaremos de patamar na disputa. De qualquer forma, ontem foi um alento. Sigamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.