Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

A audiência Ronaldinho Gaucho X Galo

JPG Genérico 300x250O dia de ontem foi agitado, com os não-Atleticanos – na falta do que comemorar – se deliciando com uma audiência trabalhista entre o ex-jogador R10 (eterno ídolo) e o Clube Atlético Mineiro. Numa reação fulminante, Atleticanos espalharam pelas redes sociais eventual instauração de processo administrativo contra magistrado que teria sistematicamente atuado em desfavor do Galo.

Tanto numa quanto noutra, são ações normais que competem à Justiça decidir a procedência da reclamação e, evidentemente, ouvir as partes mencionadas. Por pura curiosidade fui me ater mais ao caso de Ronaldinho. Ora, uma ação normal, cobrando R$ 300 mil, vale dizer algo em torno de um por cento, do que reclamam Minas Arena, Riascos e o que é devido ainda ao ex-treinador Paulo Bento, somados. Nem por isso, entendo que o Atleticano deveria comemorar tal fato.

Até porque, com todo respeito ao futebol mineiro, o momento não sugere esse tipo de postura. Uma eventual autofagia entre os clubes mineiros pode custar caro a todos. Um luta pela liderança e vaga na Libertadores, dois outros lutam para escapar do rebaixamento. Portanto, acho que a disputa por pontos na competição é muito mais saudável do que esse embate.

A amiga Paula Rangel, jornalista mineira radicada em São Paulo, foi muito precisa. “Isso é coisa de assessores. Ele (R10) é um menino bom que só quer jogar bola, namorar e tocar pagode. Eu me convenci disso. Ficou arraigada em mim essa visão. Aí, não me decepciono com ele, que amo tanto.”

Aqui no blog recebi algumas mensagens relacionadas ao fato e até mesmo nas minhas andanças pelas ruas Torcedores me abordaram sugerindo entrar de sola no assunto. Inclusive a infeliz contusão do goleiro adversário foi sugerida como réplica. Ora, vamos ter um pouco de racionalidade, sinceramente lamento o ocorrido com o recordista de jogos do nosso adversário. Em que pese – isso é meu pensar – achar que ele se agarra muito e de maneira até um tanto cínica à questão religiosa. Repito. Sou eu quem pensa dessa maneira.

Mas, de qualquer forma, uma coisa ficou evidente aos meus olhos. Tudo que envolve o Galo dá grande repercussão. Tentaram fazer de uma simples audiência trabalhista, em as partes têm entendimento diferente, uma festa para quem não tem o que comemorar. A j[Justiça é e deve ser acionada sempre que houver conflito de interesse.

kalil 01
Fotos: UAI/EM

Me lembro de batida de carro, na Avenida Bandeirantes, envolvendo Alexandre Kalil. O alvoroço foi enorme. Diria que muito maior até que um helicóptero apreendido no interior do Espírito Santo com grande quantidade de cocaína. Os proprietários, parlamentares, com profunda ligação com o outro clube, não despertaram tanto falatório quanto Kalil num acidente de trânsito.

Sobre Alexandre Kalil, que se lançou candidato a prefeito de BH por uma pequena legenda, confesso que não levava fé no seu pleito. Mas, sem mesmo a campanha ter ido às ruas, confesso-me surpreso com a receptividade ao seu nome, notadamente entre os não-Atleticanos. Se existe o suprapartidário na política, estou conhecendo agora o “supratime” de futebol. Seu jeito diferente vem conquistando adeptos e deverá surpreender.

Em tempo: Não tenho qualquer vínculo com a campanha do ex-presidente e tampouco vou me envolver com eleição. Até porque “aqui é SÓ Galo!”

5 thoughts to “A audiência Ronaldinho Gaucho X Galo”

  1. Grande Dudú, meu amigo! Baita comentário, com esse senso de humor que só nós do “Aqui é Galo”, dessa imensa Nação Atleticana costumamos ter. O resto é sem “noção”!

  2. Dudú, meu amigo ! Parabéns pela postagem, véi… “Aqui é Galo” e só quem é galo entende a nossa Nação! Os outros não têm “noção”…Grande abraço!

  3. ronaldinho foi muito mal orientado. Atrapalhou todo o caso de amor que a massa tem com ele. Uma pena. E por 300 mil.

  4. Mais uma vez, e posso até dizer, como sempre, um excelente comentário sobre a matéria. De parabéns e Viva o Galo!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.