Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Atleticanos pelo mundo – 18

Hoje é dia de conhecer o Consulado em Recife. Confesso que a cada novo texto recebido, lendo cuidadosamente, me sinto entre aqueles Atleticanos distantes de casa. Ao mesmo tempo que me sinto entre eles, numa vontade alucinante de acompanhar uma partida em cada grupo distante de Belo Horizonte, sinto um conforto danado de estar na Catedral do Horto ou no salão de festas da Pampulha a cada partida como mandante. Em breve, em nossa casa definitiva.

Tenho viajado pelo Brasil e pelo mundo, toda segunda-feira, ao editar sobre um de nossos Consulados. Até hoje, só pude ver uma partida com a CarioGalo, mas quero ainda passar por muitas outras Torcidas em cada canto desse mundo. Fui a Recife uma única vez e fiquei perdido, exatamente na Praia de Boa Viagem, sozinho, entre milhares de pessoas desconhecidas. Imagina se fosse agora, encontrando com amiGalos no litoral pernambucano.

Entre todas as manifestações que temos dividido aqui neste nosso espaço, a que mais me toca é o Atleticano radicado distante de Belo Horizonte e de Minas Gerais, via de regra, trazer novos adeptos às nossas cores. Assim como pernambucanos, recifenses ou não, estão escolhendo o Galo também como o seu time do coração, pelo mundo afora isso vem ocorrendo. Breve, reafirmo, vamos dominar o planeta. E hoje, num dia 13, com vocês …

Galo da Peste

De uma pequena família de sangue a uma grande irmandade unida pelo Galo!

Junior Louzada

“A Galo da Peste foi fundada em 2012, na mesa do Ilha dos Navegantes, bar tradicional e próximo à praia mais famosa da capital pernambucana, a Boa Viagem. A ideia de juntar atleticanos em Recife já existia, mas era fundamental um nome de impacto. Até que, nessa conversa de bar, nosso amigo Cássio Arreguy, assessor de imprensa do Atlético, sugeriu o nome, que une o Galo ao “Cabra da Peste”, expressão que remete ao homem valente, corajoso, batalhador, muito usada no Nordeste brasileiro e que se encaixa perfeitamente ao perfil do Atleticano.

Era o que faltava. A partir daí, foi iniciada a bela história do que vira a se tornar o Consulado do Galo em Recife. O nome inusitado abriu muitas portas para a Galo da Peste, e a popularização das redes sociais, atrelada ao título da Libertadores, fez com que o grupo crescesse muito a partir do ano seguinte.

A primeira divulgação se deu no jogo entre Náutico e Atlético, ainda em 2012, no estádio dos Aflitos. Éramos, na ocasião, apenas seis pessoas de uma mesma família entregando panfletos e convocando os Atleticanos de Recife a seu unirem. Alguns vieram de imediato e, em meio à vitoriosa campanha na Copa Libertadores, iniciaram as reuniões para acompanhar os jogos.

O número pequeno não desanimava. Antes de completar um ano e sem muita divulgação, já éramos mais de oito pessoas em alguns eventos, feitos na raça e na dificuldade, fato que todos os Consulados do Galo conhecem bem. Os jogos eram vistos no hall do prédio de um de nossos fundadores. Tinha que descer a televisão, o decodificador da TV por assinatura e ainda levar o cabo do apartamento até a TV. Mas valeu a pena. O time ajudou e na final do torneio eram mais de quarenta atleticanos em um bar de Recife. Algo inédito até então. Fora os que saíram daqui para acompanhar a decisão no Mineirão.

Hoje, temos mineiros e pernambucanos em nosso grupo. Essa mistura é algo fantástico que só Consulados do Galo podem proporcionar. A saudade das Alterosas é gigante, mas ela nos uniu e logo tratou de trazer outros iguais. Vários iguais. Fizemos da capital pernambucana a nossa nova casa. Da janela vemos o mar de Boa Viagem e a beleza de suas pontes e rios.

Nossa tradicional cozinha mineira agora tem novas receitas, novas misturas e novos sabores nunca antes imaginados por nossas avós. Os quartos da nossa casa abrigam esposas e filhos. Ideais para a criação de uma nova família que mistura diferentes costumes e sotaques. E na nossa sala está registrada a paixão, em forma de um quadro preto e branco pendurado como destaque na parede. Nas TVs estão presentes as mesmas cores, diminuindo a saudade da única coisa que não pudemos trazer na mala, o Clube Atlético Mineiro.”

Em tempo: A convite do bom amigo Fael Lima, do Camisa 12, estarei hoje à partir de 20h resenhando sobre o nosso Galo.  O programa será transmitido no canal https://www.youtube.com/tvcam1sado2e. É possível comentar e enviar perguntas no vídeo ou por meio da tag #livecamisadoze no Twitter.

47 thoughts to “Atleticanos pelo mundo – 18”

  1. Eduardo, acabei de ouvir o Conselheiro do Galo, Sr. Edson Simão, no programa Bastidores, falando sobre a nossa Arena.
    Tudo indica, que há uma corrente contra a sua construção. Ele alega que financeiramente será o caos.
    Ele jogou um balde de água fria.
    Fiquei em dúvida se o mesmo está zelando pela saúde financeira do Clube ou se a questão é política.
    Este assunto vai dar o que falar.
    Se possível, você poderia nos passar mais detalhes. Boa noite.

  2. A pergunta é : o que levou um elenco considerado um dos melhores do Brasil e forte candidato ao título brasileiro a ser um grupo de jogadores questionados até pela própria torcida? A minha resposta é : um treinador absolutamente despreparado para comandar qualquer equipe da série “A “. Talvez mereça uma oportunidade na série “B” .

  3. boa tarde Eduardo,massa atleticna,galistasnordestinos,que o daniel chega no jogadores e cobra trabalho,mais o maior culpado eo presidente foi ele que contratou,erazo,Danilo,carioca,santana,alex silva,robinho,etc,muito preocupado com o futebol do galo,vai galooooooooooooooooooo.

  4. Gabriel é mais um desfalque certo por lesão. E a desculpa de jogador velho não cola já que é bem novo. Enfim, o DM libera dois e entra com mais um, é dose, viu? Que o Roger não seja mais burro e entre com RODRIGÃO e SANTANA OU LÉO SILVA E RODRIGÃO, mas Erazo NÃO, pelo amor de Deus!!!!! Se entrar com menos um ou Erazo, não me darei o trabalho de ouvir ou ver o jogo, pq já sei o resultado…

  5. Oi Pablo, boa tarde!
    Que bom seria se a sua teoria fosse colocada em prática já no início do ano.
    Agora fica difícil, pois o elenco foi mal planejado; tanto em qualidade como em quantidade.
    Eu não confio no potencial de muitos reservas. Basta voltar ao jogo de domingo.
    Felipe Santana, Erazo, Danilo, Yago, Otero para mim são fracos. Sem contar que não sabemos a performance do Roger Bernardo.
    Acredito que a Torcida também não teria paciência em esperar o time engrenar. Qualquer tropeço cabeças rolariam.
    Conclusão: erramos lá atrás.
    Infelizmente teremos que conviver com o junta junta. Abraços.

    1. Fala Jandir blz!
      O Roger não tem saída, paciência a torcida já está com esse “time” horroroso que ele tem colocado em campo, esse “junta junta” onde não tem treinamento e entrosamento isso sim é ruim.
      A torcida tem que entender que não tem como um time com média de idade de mais de 30 anos jogar quarta e domingo, sem estourar jogador ou queda de rendimento, e foi exatamente isso que aconteceu, virou um bola de neve que tem de acabar.
      Até so jogadores novos como Gabriel e Yago estão sentindo imagina os trintões e são muitos.
      Claro que nosso reservas tem limitações, mas isso que entrou em campo contra o Vitória não foi um “time”.
      Time treina se prepara, tem entrosamento, a partir que os reservas treinarem se prepararem e se entrosarem te garanto que fica melhor que muito time da serie A.
      E a realidade é que o Brasileiro já era, terminar em segundo ou décimo sexto não faz a menor diferença, então se o time reserva perder alguns jogos não vai fazer a menor diferença.
      O mais importante que eu quero mostrar ao nosso torcedor e ao técnico Roger é que independente do time que ele vai colocar em campo os caras só aguentam jogar “uma vez por semana” entende.
      Mas para jogar uma vez por semana tem que ter dois times, não devemos nos preocupar com o time reserva o que vier dele é lucro, nossa preocupação tem que ser deixar o time titular 100% no dia 28/06/2017 aí sim está em jogo o nosso ano de 2017 mas lembre-se 2017 é Galo e vai dar tudo certo.
      Grande abraço!!

  6. Hoje mais calmo, e depois de ler os comentários inspiradores dos amigos do Blog e ler sobre o Galo da Peste, tenho disposição para comentar o que me aconteceu domingo: meu fígado quase surta de cariorosse -excesso de má vontade do Carioca em dia de jogo, afeta o fígado e o humor de qualquer atleticano), eu até tive pesadelos depois da negação do futebol apresentada pelo time do Galo. Fiquei tão mau que até pensei em nem dar presente do dia dos namorados, mas minha gata já tinha me presenteado com a camisa nova do Galo (Topper), então, não tem como não amar essa mulher e comprar um mimo pra ela.
    O jogo foi tão ruim que (há anos isso não acontecia) eu joguei a toalha e desisti de assistir a partida depois do primeiro tempo (quem sabe sem minha audiência a coisa mudava, o Erazo e o Santana paravam de entregar a rapadura, o Carioca tirava a mão da cintura e resolvia correr ao invés de andar pra lá e pra cá no campo, o Elias resolvia deixar de assistir ao jogo, o Fred e o Robinho começassem a valer o belo salário que recebem). Que nada, só me livrei de outro calo nos olhos.
    Então, hoje me animei ao ler nosso Canto do Galo, e venho reafirmar meu apoio às sugestões de foco na Copa do Brasil e Libertadores: é daí que poderemos levantar um caneco nesse ano. Infelizmente, muitos tinham total razão ao criticar o planejamento: não temos material humano nem na quantidade e muito menos na qualidade necessárias para um calendário assassino de reputação de treinador; o Brasileiro é um campeonato cansativo, enjoado e desgastante de pontos corridos (onde uma vitória contra o Palmeiras ou contra o Atlético Goianiense valem os mesmos 3 pontos) e precisa de dedicação quase integral; não dá para focar nessas 3 competições ao mesmo tempo; muitas das contratações (Danilo, Marlone, Valdívia, pra citar alguns – e tomará que eu queime a língua) não vão acrescentar nada ao time, pelo contrário. Então, torço para que o Atlético faça ao menos o dever de casa e fique na metade superior da tabela. Nossa torcida e nosso apoio devem continuar: vamos como sempre abraçar o time e gritar enquanto a garganta (ou os vizinhos) aguentar. Sobre o Roger, continuo achando que não é agora que demiti-lo vai resolver qualquer coisa, pelo contrário, continuo achando um bom técnico, mas os jogadores é que tem que fazer sua parte, é isso está faltando: podem até perder um jogo, isso acontece, mas joguem com vontade e determinação. Nós torcedores queremos raça, do time todo. Aqui é Galo.

  7. Sobre a questão da contratação de um novo diretor de futebol, precisamos refletir melhor.
    Primeiramente, o clube tem que decidir se quer alguém com perfil administrativo, que faça contratações e negocie salários ou alguém que seja um interlocutor entre a diretoria e os jogadores, que supervisione o trabalho do técnico e seja um “escudo” para o presidente.
    São funções distintas, cada uma com seu perfil. Eduardo Maluf era top justamente porque fazia as duas coisas muito bem. Sabia negociar e sabia lidar com a boleiragem. Vai fazer muita falta no Galo…
    Portanto, muita calma nessa escolha, pois não será nada fácil.

  8. Boa tarde.
    Eduardo, vejo muito sugestão para que o Roger use um time reserva para disputar jogos fora de casa, mais será que a torcida iria entender mesmo caso jogasse e não tivesse resultado positivo? Já vi esse filme antes e a torcida não aprovou.
    Eduardo, será que tem possibilidade do Luan já jogar amanha???
    Galoooooooo

  9. Eduardo sou obrigado a colocar uma edição extra para completar meu comentário.
    Acho que ficou claro para todo mundo que o time titular tem de jogar “somente” uma vez por semana certo? ok.
    Então para os jogos que o time titular não jogar, o Roger tem que treinar e preparar o time reserva, que também vai jogar “somente” uma vez por semana, com os dois times podendo treinar e fazer coletivos juntos.
    Victor 34 anos
    Alex Silva 23 anos
    Felipe Santana 31 anos
    Rodrigão 22 anos
    Danilo 26 anos
    Roger Bernardo 31 anos
    Yago 22 anos
    Luan 27 anos
    Valdívia 23 anos
    Otero 25 anos
    Rafael Moura 34 anos
    Média de idade 27 anos, com certeza um time bem competitivo, que bem treinado e entrosado pode até surpreender muito grande por aí.
    Esse é o caminho “jogar somente uma vez por semana” trazer de volta a confiança, o entrosamento e a vontade de ganhar, o prazer de jogar de competir uma sinergia entre time, treinador e torcida.
    Sugestão de planejamento dos jogos:
    Atlético Paranaense em casa 14/06, vai de “junta junta” mesmo.
    São Paulo fora 18/06 time reserva.
    Sport em casa 21/06 time titular.
    Chapecoense fora 25/06 time reserva.
    Botafogo em casa Copa do Brasil 28/06 time titular.
    Cruzeiro em casa 02/07 time reserva.
    Libertadores dia 04/07 time titular.
    Fazendo isso o Roger consegue treinar o time, dar ritmo de jogo e entrosamento, fazer coletivos por briga de posição, tirar o melhor de cada jogador que não vai ter a desculpa de estar cansado.
    Esse é o caminho, independente do elenco, de qual time o Roger vai colocar em campo, se precisa ou não de reforços, o que quero deixar claro é que o time só aguenta jogar “uma vez por semana”.
    Jogando um vez por semana já resolve metade dos nossos problemas.
    Saudações

  10. Quanto a este murici, sujeitinho intragável e grosseiro , que os babacas da globo babam , eu queria realmente que ele continuasse ‘seu espetacular trabalho” no flamerda , afastado por um providencial avc, me engana que eu gosto ; mano menese, murici ,estas merdas todas fiquem bem longe do nosso Galo . E aproveitando que estou calmo;FORA roger.
    Parabens aos cabras da peste atleticanos.

  11. Em meio ao coas depois de vários jogos ruins, eis que surge a notícia de que alguns titulares estarão de volta no próximo jogo, para felicidade geral da nação (Atleticana é claro). A notícia de que Leo Silva, Gabriel e até o contestável Fábio Santos estarão de volta por si só nos traz uma esperança de dias melhores; porque aguentar Erazo, Felipe Santana e Danilo, pelo amor de Deus nunca mais. Isto sem falar de Marrone,Vade retro!
    Mas a grande notícia é o possível retorno de Luan, o menino maluquinho. Este cara representa tudo àquilo que nós atleticanos queremos de nossos jogadores: raça, vontade, dedicação e acima de tudo honestidade. Sim honestidade, porque jogar sem vontade, sem raça e sem dedicação recebendo a grana que recebem, pra mim é desonestidade, porque são pagos pra isto. Não queremos e nem cobramos, que estes jogadores sejam torcedores do time igual o Maluquinho, já que para eles o que conta é o dinheiro na conta, mas que pelo menos tenham respeito pela camisa que vestem e pela qual são muito bem pagos. Vergonha Já!!!!

  12. Saudações. Bom, como já falei aqui, os números até agora não nos tiram de nada, o problema é só o futebol jogado pelo time até hoje, se continuar assim, não vamos ser campeões. Acho que a hora de mudar seria essa e o jogo de amanha acho que vai poder ser um termômetro do que acontece internamente com o time (se tem alguma coisa) e ter respostas. Acho pouco quando o RM analisa a derrota de domingo como apenas “uma tarde-noite infeliz”. A pré temporada acabou…

  13. Oi Eduardo e Amigos, bom dia!
    Passado o desastre de domingo, entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Vida que segue.
    Mas, como é difícil, ou melhor, impossível tirar o Galo da cabeça. É dia e noite refletindo sobre o momento atual, acompanhando o noticiário, ouvindo as resenhas, discutindo com amigos, lendo os comentários aqui no blog , imaginando a melhor escalação, melhor esquema de jogo. Enfim, sinto-me refém do Galo. Eta amor inexplicável.
    Agora, o que eu queria mesmo, era ser uma MOSCA e voar sobre a Cidade do Galo e visualizar o que se passa no dia a dia com os nossos Jogadores, nossa Comissão Técnica, nossos Diretores e tentar descobrir de onde vem tanta APATIA, tanto DESÂNIMO e tanto DESINTERESSE por todos, quando entram em campo com o nosso Manto Sagrado.
    Perder faz parte do jogo. A gente até aceita, pois sabemos como é difícil conquistar vitórias e títulos.
    A minha indignação e acredito que de todo o Torcedor, é com essa PALIDEZ que vem contagiando toda Equipe em seus duelos. É um desrespeito á instituição Clube Atlético Mineiro e a seus 8 milhões de Torcedores.
    Queríamos que o Fábio Santos fosse barrado e ficasse fora do Time. Isso aconteceu; agora vemos que o mesmo é insubstituível e por aí vai.
    Cheguei à conclusão que não adianta pedir cabeças. A coisa tem que ser resolvida entre eles mesmos.
    Não vejo nenhum time, tanto das séries A ou B, que jogam com tanto desinteresse e sem fome de bola. Prova disso, foi o Bahia ontem; como vendeu caro a sua derrota.
    Cabem aos nossos Dirigentes e Jogadores a lucidez para reverterem, o mais breve possível, esta situação.
    De minha parte, continuarei dando o meu voto de confiança ao Roger e Jogadores e torcer para que encontremos o caminho das vitórias e que essa maré passe logo.
    Aos AmiGalos GALO DA PESTE, sejam bem vindos e obrigado por marcarem o nosso território em solo Pernambucano.

  14. Fala Galo da peste saudações!!
    Acalmando os ânimos vamos falar do Galão mais lindo do mundo.
    As críticas ao Roger são justas, mas trocar o treinador nesse momento NÃO vai solucionar o problema e pode até piorar.
    Acho que o Roger cometeu um erro de planejamento, mas tem tempo de mudar e dar a volta por cima.
    Depois da final do Mineiro, não teve planejamento não preparou um time reserva, e foi desgastando e estourando o time, resultado hoje não temos nem um time reserva nem um time titular, sobrou um “junta junta”.
    Nosso time titular tem uma média de idade alta 30.5, é lógico que não aguenta jogo quarta e domingo e virou uma bola de neve, jogador se machucando, jogador desgastado não rendendo, sem tempo para treinar, cada jogo um time diferente sem entrosamento na base do junta junta, perdeu a confiança e a “vontade de ganhar” foi para o espaço, a verdade é que nenhum jogador hoje corre pelo Roger, muito pelo contrário estão dando claros sinais que não estão gostando, que tá errado, que tem que mudar.
    O jogo contra o Fluminense é emblemático no que estou falando o time vinha de uma maratona de jogos e pegou dois jogos pesados Flamengo na estreia do Brasileiro no Sábado e Godoy Cruz na quarta, o time fez dois bons jogos, mas chegou ao e tinha que ser preservado na sequência.
    Resultado não preservou, pegou o Fluminense perdeu o jogo e a confiança dos jogadores, ou seja vai ter que remar tudo de novo.
    Primeira coisa a ser feita é preparar o time titular de volta, e jogar só uma vez por semana, repetindo “só uma vez por semana”.
    Victor 34 anos
    Rocha 29 anos
    Leo Silva 38 anos
    Gabriel 22 anos
    Fábio Santos 32 anos
    Adilson 30 anos
    Carioca 28 anos
    Elias 32 anos
    Cazares 25 anos
    Robinho 33 anos
    Fred 33 anos
    Média de idade do time 30.5 anos, esse foi o grande erro do Roger não ter levado isso em consideração e preservado o time.
    Com essa média de idade está muito claro que não dá para jogar quarta e domingo é fazer um planejamento para se jogar “uma” vez por semana tendo tempo de recuperação e treinamentos.
    Só assim o Roger vai recuperar e ganhar a confiança dos jogadores, e não se preocupem com o Brasileiro, o time titular vai ser escalado nos jogos em casa e o time titular completo, treinado e motivado é muito forte.
    Dá para ficar tranquilamente no meio da tabela e focar na Copa do Brasil e Libertadores dois títulos importantíssimos que não podem escapar.
    Eu acredito, basta o Roger rever o planejamento e acabar com esse “junta junta”
    Bica eles bicudo!!

    1. Pablo, é difícil abrir mão de um campeonato, ainda mais o brasileirão que é nosso desejo antigo. Mas começo a concordar com você sobre esta ideia de preservar o time, que tem uma idade média avançada. Acabei de ver agora que o Fred não deve jogar contra o Atlético paranaense. E o Gabriel vai ficar fora mais alguns jogos. Tá ficando difícil, talvez valha a pena pensar estrategicamente e priorizar os mata-matas. Mas isso sem correr riscos de rebaixamento no brasileirão, Deus me livre disso. Decisão difícil, mas é uma hipótese a ser considerada. Saudações alvinegras. Galoooo.

  15. Quando o presidente do Galo decidiu substituir o Levir por um novo técnico, o preferido era o Muricy. Sondado, não descartou, mas não deu a palavra pois ‘não negocia com time que tem técnico’. Muito justo e muito ético. Aparentemente.

    Então o Galo, cumprindo o ritual necessário, dispensou o Levir e fez uma proposta oficial ao Muricy. Só que nesse meio tempo o flamengo também fez uma proposta a ele. Como não tinha dado a palavra a ninguém, se sentiu à vontade para escolher quem quisesse e realizou ‘o sonho’ de ir treinar o flamengo, desconsiderando que o Galo havia feito a primeira proposta e que demitiu o treinador tendo apenas o seu nome como opção, justamente porque na sondagem não houve um veto ou recusa preliminar.

    Ou seja, o compromisso do Muricy é apenas com ele mesmo e sua ética é relativa. Que vá ser diretor do flamengo ou do raio que o parta! Não gostaria que ele viesse para o Galo. Um pouco de amor próprio não faz mal a ninguém.

    1. Prezado, compreendo o seu ponto de vista mas no futebol isso (infelizmente) não é novidade, todos são profissionais e sempre prestigiam a melhor proposta financeira. Aqui no nosso galo tivemos vários que foram (inclusive para o lado frio da lagoa) e voltaram. A sugestão do nome do Muricy foi feita em virtude de sua capacidade de enxergar o futebol como poucos, inclusive ganhando titulos expressivos comprovando sua competência. Se começarmos a “taxar” e excluir todos os profissionais que em algum momento nos trocaram por outros times, dificilmente teremos profissionais de “quilate” trabalhando no nosso glorioso time, tendo em vista o dinamismo no mundo do futebol. No mais um abraço e Galo Sempre!

      1. Valeu Augusto Martins por expressar seu ponto de vista sobre meu comentário. Sem querer prolongar muito, mas já prolongando, não foi o caso de ‘melhor proposta financeira’ o que já seria um leilão sem propósito. O cara colocou condição para discutir a proposta (demissão do técnico anterior), sinalizando que poderia aceitar o oferecido. Depois que você demite o treinador anterior ele refuga por uma questão de ‘preferência’ e não por ‘questão financeira’. Talvez se tivesse recusado antes o treinador não teria sido demitido antes de aparecer algum outro aceitável. A postura dele não foi correta. Portanto, ele que fique com suas preferências onde quiser, menos no Galo. O primeiro requisito para ser funcionário do clube deve ser o querer verdadeiramente vestir e fazer parte dessa equipe. E não por ser a única proposta oferecida. Porque quem te deu uma banana uma vez, vai repetir de novo se tiver oportunidade. O risco de bajular quem não te respeitou uma vez é ser desrespeitado novamente.
        Fora isso, também não acho que ele tenha um bom perfil para diretor de futebol que deve negociar a ida e vinda de jogadores e a renovação de seus contratos. Seu perfil de “disciplinador” é muito pouco para todas as exigências do cargo.

        1. Muricy pra mim, nunca teve muitos conhecimentos técnicos e táticos, venceu pelo mesmo motivo que o horroroso marcelo oliveira ganhou pelas marias: tinha disponível, um bom time. Também não gostaria que ele viesse para o Galo, em nenhuma função. SAN

  16. Bom dia, Eduardo e amigos! Ontem foi comentado por um colega aqui do blog (Acho que o Galodamata) que o Muricy fosse contratado para ser Diretor de futebol. Conversando com vários amigos Atleticanos, a sugestão foi aceita como a melhor do momento, tendo em vista o seu livre acesso no “meio futibolistico”, o grande conhecimento técnico (que iria ajudar e muito o iniciante Roger Machado) e o respeitável curriculo, que certamente traria um respeito considerável junto a “boleirada”, tendo em vista que claramente falta comando e linha dura dentro do elenco. Sugiro a todos que compartilham desse pensamento, mostrar ao esforçado (mais inexperiente Presidente) que está faltando alguém com mais “tarimba” e capacidade de comando, para tratar os assuntos do futebol no nosso amado CAM. Alguns times como por ex. o Grêmio estão tendo muito sucesso utilizando um ex. técnico experiente comandando e gerenciando o futebol e isso pode ser o que nos falta para fazer esse time engrenar de vez. Abraço a todos.

    1. Valeu pela menção prezado ! Foi apenas um devaneio de um torcedor do CAM diante de tantas porcarias -digo nomes – que se tem visto falar em respeito a função, hoje vaga, deixada pelo Maluf -q Deus o tenha- . Cerezo,Gilberto Silva -ambos levaram o CAM no pau ,por ninharias -,André Figueiredo , entre vários . Tem àqueles que julgam o nome ruim,penso o contrario e respeito,mas como toda unanimidade é burra ,que o CAM na figura de seu presidente veja o que é melhor p/ o momento e, faça o que achar melhor ,afinal ,além de ser um cargo em que o trâmite e o livre acesso a este mundo futebolístico que já é complicado – tem-se de desatar um nó toda hora- este cargo importantíssimo dentro de um Clube requer conhecimento em gestão de grupo ,não é para qqr meia boca não, o postulante à ele tem de ter antes de tudo culhões para assumir … lembrando , Maluf tbm recusou e levou o CAM no pau em 2000 e olha os serviços prestados por ele ao CAM . O cara era respeitado pela MASSA e não rejeitado como alguns pensam q deveria ser…abraço GALO

  17. Bom dia Eduardo e amigos ATLETICANOS. Parabéns GALO DA PESTE, daqui alguns anos a praia da Boa Viagem será toda alvinegra. E JCAM vai fundo e monta a GALO PATOS. Abraços e AQUI É SÓ GALO

  18. Parabéns ao GALO DA PESTE. Está hora de criarmos a GALOPATOS aqui em Patos de Minas, a capital nacional do milho. Um abraço aos ATLETICANOS pelo mundo. É certo que somos de ACREDITAR e nunca DESISTIR. Mas também temos que cobrar com veemência a APATIA do time, vergonhosamente reconhecida pelo DANILO, que deveria ser devolvido ao Mequinha.

  19. Bom dia torcigalo!
    Volto a insistir: temos que melhorar nossa reposição! Bola vai e volta nos pés do adversário, com isso tomamos sufoco desnecessário! Roger tem que ter essa visão! Impossível um técnico de futebol não ver isso! Ainda temos chances no brasileirão, mas temos que jogar como se cada jogo fosse o último. Parece que o time está em final de temporada! Me preocupa também a parte física! Você olha para os jogadores e todos estão com cara de cansados, antes mesmo do primeiro tempo acabar!
    Abraços e que venham as vitórias e que as derrotas sejam com o time tendo pelo menos um padrão de jogo e com raça!

  20. Bom dia amigos…ao Galo da peste os nossos parabéns e que cresça cada vez mais…quanto ao seu comentário LuGalo com certeza o time do Galo que jogou contra o vitória leva goleada de qualquer outra equipe….mas tenho esperança de ver ainda o time da final do mineiro e do jogo contra o Godoy jogando no brasileiro ainda em tempo de fazer um papel digno

  21. Bom dia, a todos, parabéns GALO DA PESTE, continuem honrando o nome do GALO em todo o Nordeste Brasileiro. Agora mudando um pouco de assunto, mas voltando ao mesmo de ontem, o Roger disse que agora irá jogar os melhores e ninguém mais joga com nome, esperemos para ver. Pelo menos algumas boas notícias, Léo Silva, Luan, FS e Alex Silva talvez de volta, da para montar um time competitivo, mas ainda paira uma dúvida, depois de 6 meses e até agora nada, será que esse time apresentará um futebol pelo menos decente? Quem viu ontem o Bahia contra o Grêmio, sendo derrotado injustamente e jogando taticamente muito bem, ganhando todas as divididas, marcando em cima, com sangue nos olhos só não ganhando por excesso de capricho nas finalizações deve ter se perguntado, eu pelo menos me perguntei, porque o GALO não consegue jogar assim? o que o Bahia tem que o GALO não tem? será que se fosse o GALO ontem perderia só de 1×0? Tenho muitas perguntas por que o GALO está nessa situação e espero que a partir de amanhã haja respostas objetivas e concretas e ao invés de incertezas venha a certeza que esse time ainda nos dará muitas alegrias nos próximos 6 meses vindouros. Ainda Indignações Alvinegras, quem sabe muda a partir de amanhã para Saudações Alvinegras.

  22. Parabéns e força, Galo da Peste! Que o exemplo de cabras como vocês, valentes, corajosos, batalhadores, seja copiado por nosso time nesta hora difícil!

  23. […] Terra da Jandaia
    berço de Iracema
    dona do poema de Zé de Alencá
    eu sou brasileiro fio do Nordeste sou cabra da peste
    Fio do Ceará.
    Com parte do poema do Patativa do Assaré saúdo a Galo da Peste … Vida longa aos Consulados e Vivas ao GALO.
    Bom dia à todos amiGALOs!
    ???GALO

  24. Como bom Pernambucano que sou e hoje radicado no estadão do PARÁ, parabenizo a galera do galo da peste. É isso ai, mistura de costumes que incendeia. Nosso paixão é muito grande, poderia os administrados do GALO ajudar um pouquinho. Nosso presidente prospectar o interior, nordeste e afins, em busca de talentos para nossa base, não precisam ser grandes e nem fortes, certamente a cidade do galo vai lhes fornecer isso, mais precisam ter fundamentos apurados, chutar com as duas pernas, etc. Nosso treinador poderia ser maia corajoso, colocar as opções mais jovens (Leonan, Rodrigão, Mancini, etc), pedir ajuda de um psicólogo, incentivar e motivar esses jovens que entrariam com mais vigor e poderiam além de render boas cifras, equilibrar nosso vigor físico no campo. É nítido que estamos sem forças, nossos zagueiros embora velhos, parecem junior, a cada passe baixam a cabeça e olha para a bola, falta de confiança total, medo terrível de errar o passe. O ser humano é movido por desafio e conquistas, porém cada um tem que ter essa vontade/tesão e segurança necessária para transformar a utopia em realidade. Avante GALO! Abre o olho presidente!

  25. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos que ainda não conseguiram digerir o jogo de domingo. BOM DIA, GALO DA PESTE. DNA ATLETICANO SE INFILTRANDO NO SANGUE NORDESTINO. Ontem foi preciso hora extra para caber tanto desabafo. Foi bom, hoje a turma já deve estar com o fígado um pouco mais aliviado. O problema é que o Galo está chutando mais os nossos rins do que a bola. Mesmo quando falamos através de nossa paixão o que evidencia o que está em nossos corações as coisas parecem mostrar que ainda tem jeito e não é preciso mais do que reclamar. Reclamar, falar mal, dizer alguns impropérios, desejar um terrível fim para os que nos magoam faz parte de nossa polaridade. No entanto o que não podemos deixar de fazer é por a bola no chão e pensar. Fazer aquilo que queremos que os jogadores e o técnico façam. Pensar e analisar com a frieza da razão para concluirmos com base em dados específicos que nada está perdido. Não está do jeito que queremos isso é óbvio, mas, quem disse que nós sabemos do amanhã? O Castor garante que a numerologia disse que seremos campeões. Por que não acreditar? Razão para suspeitarmos o contrário temos. Afinal, o amanhã é o reflexo do hoje e hoje a coisa tá feia como as caretas do Rafael Carioca. Se colocarmos a razão em campo, no entanto, veremos que considerando apenas o campeonato brasileiro estamos a apenas 10 pontos distantes do líder e ainda faltam 96 pontos para disputarmos sendo que 6 serão em confronto direto com o líder. A razão revela coisas que a paixão desconhece. Há muita luz bem antes do fim do túnel. No que concerne à CB e LA não temos motivo algum para questionar a menos que seja um exercício ficcional. O mais difícil é entendermos o que querem os que comandam o Clube Atlético Mineiro. Se nós aqui despretensiosamente conseguimos enxergar falhas e sugerir soluções porque o comando maior do Atlético parece estar alheio aos acontecimentos? Será que eles sabem de coisas que nós ignoramos? Vamos esperar mais um pouco. Desistir não é marca atleticana acreditar sim. A gente nem sabe a profundidade do poço por que temer o fundo dele? Somos, também, GALO DA PESTE e já estivemos lá e saímos, portanto, sabemos como evitar esse triste caminho. Mas, que tá dureza tá. Falar é bem mais fácil que fazer, porém quando o Galo teve moleza nesta vida? Aqui é Galo. Triste, sacaneado e ainda esperançoso.

    1. Grande Paulo, obrigado pela citação à minha pessoa.
      Gosto de ler os seus textos sempre bem pontuados e com a dose certa
      de análise técnica e paixão futebolística, que tanto nos convém.
      E os torcedores podem ter certeza, este ano tem mais um título a caminho, porque os números dizem assim.
      Por mais improvável que pareça neste instante.

      1. Beleza, Castor. Fico com a numerologia. Afinal, ela deu certo para o Ben Jor e outros. O que eu nunca mais faço é mexer com orixás, Ogum, etc. Essa turma tá queimada comigo.

    2. Salve Paulo ,bom dia ! O desopilar p/ o fígado do Atleticano passa muito pelo início bem abaixo em que começamos oBR17 .Ano passado nesta mesma ocasião estávamos a 6 pts do líder – q inclusive caiu – e hj a 10 do atual . Para levantar o CAMpeonato – levando em conta os últimos campeões – seriam necessários 73 pts ou mais, senão vejamos: GALO hj tem 6 , faltam então 67 pts p/ atingir a meta em 32 rodadas ou seja 70% de aproveitamento ou mais ; impossível [?] lógico que não[!] mas teremos de remar muito ,mas muito mesmo p/ alcançar o objetivo além de contar com tropeços do atual líder – e de quem está perto dele- p/ tirar esta diferença de 10 pts. Outro detalhe, se olharmos as equipes campeãs de 2006 a 2016 veremos que nenhuma delas ocupava a posição em q nós estamos hj . GALO ano passado venceu – salvo engano – míseras 4 partidas fora de casa . Este ano empatamos duas e perdemos uma fora de casa , ganhamos 1 e perdemos em casa -retrospecto negativo tbm – . Nas seis 1ª rodadas ano passado foram 1 vitória [santos] , 3 empates [atl.pr – florC – sport] 2 derrotas[grêmîo – vitória] campanha idêntica ao ano passado. Que quero dizer com isto, que assim como anos passados nosso início de CAMpeonato é ruim e ter de correr atrás e ficar fazendo contas ,não há fígado que resista, chá de boldo, epocler não adianta . CAMpeonato de pts corridos se vence pela regularidade , item que o GALO ainda não aprendeu a absorver . Mas – tem sempre um mas na parada – como futebol não é uma ciência exata, tendo nossos rins chutados ou não … prá cima deles GALO …abraço e saudações Alvinegras

      1. Caramba, Galodamata. Um abraço. Você é fera em estatística, mas, (sempre os mas) ainda podemos perder mais cinco jogos e empatar mais sete e seremos campeões com recorde de pontos ganhos. Para compensar essa relaxada inicial poderemos perder e empatar mais uma. Porém, (cansei do mas) tudo é apenas um exercício de otimismo. É aquela história de olhar pela janela estando dentro do quarto ao invés de fora dele. Conhece essa história? Pois é, eu apenas quis mostrar que apesar dos pontapés nos rins ainda temos jeito. Saudações atleticanas.

        1. Oi Paulo, saudações! Conheço a do Fábio Pires que se passa dentro de um hospital. Uma janela ,um muro branco e várias oportunidades de um cego enxergar no muro branco formas inúmeras de paisagens, acontecimentos e afins,narrando p/ um colega em um leito mais distante suas experiências frente ao referido muro. Penso eu que sejam parecidas as duas situações onde qqr um vê várias paisagens ou apenas a que ele quer ver… abraço ??? GALO

          1. Paulo ,veja a comparação do números de jogos dos jogadores dos dois primeiros colocados com o GALO:
            _ curintchá : cassio [33] . fagner[25] .pablo[28] .balbuena[27]. arana[27] .gabriel[32] . maycon[26] . marq. gabriel[11] romero[29] .Jô[32] e jadson[23] …
            _ grêmîo : grohe[24] . moura[24]. kannemam[25] . cortês[14] .geromel[19] . maicon[11]. ramiro[25] . pedro rocha[24] arthur[17] . .luan[24] . barrios[19]
            _ GALO : Victor[13] . Gabriel[28] . Rocha[26] . F.Santana[19] . F.Santos[29] . Elias[26] . Carioca[27] .Cazares[29] . Robinho[22] . Adilson[11] . Fred[26] …
            Interessante não ! Calendário parece igual p/ todos ,só que uns ficam pelo caminho e disputam apenas 1 competição [curintcha] ,outros disputam todas mas poupam elenco no estadual e LA [grêmîo} e o GALO tbm disputa todas, não poupa no Estadual e em momento algum em que se podia e hj paga caro com desgastes e contusões … Só para reflexão …abraço GALO

          2. Complementando : Gabriel [20 anos] constatada lesão muscular na coxa, fica fora algumas semanas . Leo Silva tbm com um “pequena” lesão’ ficou de fora DOIS meses …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.