Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Atleticanos: da saga à bonança

Ainda desconfortado, porém não incomodado, sigo minha sina Atleticana. O resultado da partida de segunda-feira, completamente fora da mais pessimista previsão, ainda aguça a nós – especialmente aos agourentos que só aparecem nesses momentos – por achar tudo perdido. Aprendi ao longo desse tempo de vida Atleticana, a reagir e a resistir por não entrar nessa onda derrotista que interessa mais a quem se passa por Torcedor.

A Massa somos nós, que não nos entregamos em momentos até tenebrosos de ameaça de falência e ajudamos a carregar o nosso time ao que estamos vivendo. Além da rica história centenária, com mesmo nome e mesmas cores, quando caímos foi vapt-vupt e voltamos como campeões da série B. Isso mesmo, da segunda divisão do futebol brasileiro, que dá acesso à elite.

Ao que me recorde, entre os times considerados grandes, que experimentaram essa situação, todos imediatamente retornaram – exceção até o momento apenas do Fluminense – que precisou de ação inescrupulosa da CBF para ascender até a primeira divisão. CBF e falta de escrúpulos soam como pleonasmo. Essa superação que é privilégio de quem é realmente gigante, cair e levantar imediatamente, acabou deixando o tricolor em situação de vulnerabilidade e desconfiança no futebol nacional. Só é grande quem tem força e poder de reação.

Pois bem, depois daquele rebaixamento, vivemos anos de reconstrução. Já se passam 14 temporadas, em 112 anos de história, sendo que desde então conquistamos Libertadores, Recopa, Copa do Brasil e diversos títulos regionais – presente em todas as finais do Mineiro desde 2007 (exatas 14 edições, sendo sete títulos e sete vices, frente a cinco adversários diferentes). Caímos no 98º ano de nossa existência e voltamos no 99º, vale dizer, passamos o centenário no lugar que é de fato e de direito do Atleticano.

Faço essas considerações, a exemplo da postagem de ontem – aliada aos brindes semanais que o Ricardo Galuppo tem nos contemplado – com a intenção única de buscar motivar a cada companheira e cada companheiro da Massa a não se deixar esmorecer. Somos quase dez milhões de Atleticanos, ainda que concentrados em Belo Horizonte e Minas Gerais – onde somos maioria -, espalhados pelo Brasil e por todo o planeta.

A derrota da segundona – essa ambiguidade proposital deve ser considerada como passado – não vai afetar nossa crença e confiança. Acredito sim no título Brasileiro. Se não acontecer, afinal existem outros 19 concorrentes – três mais próximos e dois deles contando com a benevolência indiscreta dos fatores extracampo – não vai me fazer menos Atleticano.

Já vivi situações muito piores, dentro do campo e muito mais nessa sacanagem fora dos gramados, nem por isso abandonei o nosso time do coração. Fico puto, claro, quem não ficaria. Só que, pela primeira vez em mais de 50 anos ao lado do Galo, sinto e percebo uma reorganização interna para colher frutos – vale dizer, vitórias e títulos – num futuro muito próximo. Foi por isso que ontem convidei (o retorno recebido foi espetacular tanto aqui quanto por mensagens e na rua) aos Atleticanos a aderirem ao Galo Na Veia. Já assegurei minha cadeira cativa.

Nossa participação, tanto como sócio torcedor quanto na boa energia e confiança, sempre será fundamental às profundas transformações que o Galo vem sinalizando. Estádio, equilíbrio financeiro, bom desempenho no gramado, tudo isso é motivação para incendiar essa que é uma das torcidas mais apaixonadas do Brasil e do mundo. Aqui em Minas Gerais, ao longo de nossa história centenária, já rivalizamos com três adversários. Todos capitularam pelo caminho que agora está aberto à espera de rival. Eu aposto no Coimbra, outros no Tombense.

Seja qual for, uma certeza Minas Gerais já provou, aqui é Galo po##@!

*imagens: 1 e 2) Bruno Cantini/Atlético; 3) Divulgação

33 thoughts to “Atleticanos: da saga à bonança”

  1. Boa tarde, Guru e massa
    Pois é meu Guru a minha previsão se cumpriu. Se na terça feira tivemos aqui mais de mil comentários (no sentido figurado é claro) ontem, só os guerreiros de sempre disponibilizaram seu tempo para aderir à sua campanha, ou seja, pra criticar muitos, pra apoiar a campanha raros.
    Mas como vc mesmo diz: a luta continua, pena que alguns já jogaram a toalha. Mas passa nada estamos firmes e confiantes, porém vigilantes.

  2. Boa tarde amigos do Galo. Acho que a situação mais preocupante atualmente no time do Galo, é a quantidade de gols fáceis que estamos perdendo. Criamos muitas oportunidades e proporcionalmente fazemos poucos gols, ou seja, precisamos de um matador, um jogador que aproveite melhor as oportunidades criadas.

  3. Quase 10 milhões de torcedores!!!! Maior torcida de Minas!!! Maior time de Minas!!! Vc buscou esses dados aonde? Ou vc não está com suas plenas faculdades mentais em dia, ou vc tirou essas informações no Google do Paraguai rsssssssss!!!!!

    1. Depois daquela noite mal dormida de segunda, assim como naquela noite em que jogamos em Fortaleza, constato que nao podemos mais bobear. O Flamengo tem na sequencia Inter/Sao Paulo e Galo. Esses tres jogos nos teremos que vencer o Sport/Palmeiras e o proprio Flamengo. O Inter nao me preoculpa tanto mas que nao percamos mais 5 jogos no segundo turno e sim continuemos ganhando em casa e ao menos somarmos pontos em todos os jogos fora. Eu acredito.

    2. Caros torcedores, sejam ele azul ou alvinegro, vai chegar um tempo em que não mais combateremos um contra o outro. Seremos um único. Não querei mais que um irmão chore enquanto o outro ri. Que dois amigos fraternos se estranhem, que uns zombem dos outros.
      A humanidade evolui com passos de formiga e sem vontade. Mas evolui.

  4. BOA TARDE A TODOS.
    ANO QUE VEM.
    COLHER FRUTOS EM UM FUTURO PRÓXIMO.
    ESSAS E OUTRAS FRASES QUE SÓ FAZEM NOS ENGANAR , JÁ RISQUEI DO MEU VOCABULÁRIO E NÃO ACEITO MAIS.
    A HORA É AGORA , O FUTURO É HOJE.
    QUE ENTREMOS PARA GANHAR TODOS OS TÍTULOS E NUNCA MAIS PARTICIPAR COMO UM SIMPLES FIGURANTE.
    CHEGA.
    O GALO É IMENSO , UM DOS MAIORES DO BRASIL.
    SAMPOLI NÃO FOI CONTRATADO PARA MONTAR TIME PARA ANO QUE VEM , ELE É MUITO BEM PAGO PARA GANHAR TÍTULOS JÁ NESSE ANO. ELE E TODAS AS CARAS CONTRATAÇÕES QUE O GALO FEZ .
    O ELENCO É CARO , TEM A MELHOR ESTRUTURA DO BRASIL E TEM QUE DAR RETORNO.
    A NOSSA BASE JÁ SABEMOS , É MUITO RUIM , MAL ADMINISTRADA E NÃO REVELA NINGUÉM. MUDANÇAS PROFUNDAS PRECISAM SER FEITAS COM URGÊNCIA NA BASE.
    COMO EXEMPLO , ENTRE TANTOS OUTROS , VAMOS CITAR O “BRUNINHO” , DIZIAM SER UM CRAQUE , MAS NÃO PRESTA NEM PARA SER RESERVA NO SPORT.
    TUDO ESTÁ MONTADO , TÉCNICO , ESTRUTURA , ELENCO , ENTÃO , QUE VENHA O TÍTULO DO BRASILEIRÃO 2020.
    AQUI É GALO.

  5. Caros, bom dia! Bem postado o texto de Guimarães Rosa pelo Carlos Chagas! Somos o que somos! O mais passional dos torcedores! Ganhamos somos os melhores do mundo, perdemos encontramos um monte de defeitos. Mas tenho certeza que o amor pelo Galo é forjado na alegria e no sofrimento, e nenhum resultado, diminui ou aumenta o nossa amor pelo Galo. Por isso somos a torcida mais diferenciada do Brasil. Amamos o Galo, não troféus e fracassos! Estamos no topo da tabela e brigamos pelo Titulo! Dá-lhes Galo!

  6. Oi Eduardo e Amigos, bom dia!

    É isso aí, Eduardo.

    Ainda temos muito campeonato pela frente.

    Como se diz aqui em minha terra: “toca o enterro”.

    Saudações Alvinegras,

  7. Bom dia,

    Se bem conheço o Sampaoli, sábado o Zaracho deve estrear, Allan Franco ou Nathan deve perder sua posição, neste momento creio que o Nathan não está correspondendo como antes.
    Julgo que o Gabriel poderia ser a solução para a lentidão do lado direito da defesa, poderia ter chances, não na escalação de três zagueiros e nem de lateral direito, mas, de zagueiro.
    Após esta chance, se não demonstrar que pode suprir esta necessidade, aí sim, tentar nova contratação, manda ele para o Curintia.
    Matador também é preciso, só que tem que mudar a forma de jogar, passar a utilizar o centro avante como referência, o que hoje não fazem.
    Constatei em jogos do Sport que o Maidana está jogando muito mais do que o Igor Rabello, quatro gols marcados neste brasileiro, hoje no Galo só o Keno fez mais gols do que ele.
    Bruninho acho que não conseguiu nem estrear, que fase.
    Grande trabalho do Mattos, o último da barca já esta de malas prontas, José Welison.
    Precisa é de fechar mais umas duas ou três contratações para voltarmos a acreditar neste campeonato, estamos sem banco de reservas.
    Nossa base, o sub 20 que não ganhava nada e era a decepção da vez, chegou a 9 jogos sem perder, tanto na Copa do Brasil quanto no Brasileiro.

    Boa quinta feira a todos!

  8. SEM UM MATADOR, AQUELE CAMISA 9 DE OFÍCIO, NÃO TEM JEITO.
    TÁ DEMORANDO DEMAIS, QUANDO CHEGAR, PODE SER TARDE.

  9. EM QUE MUNDO VC VIVE MAIORIA EM MINAS GERAIS SÓ VC NÃO LE PESQUISA, AH PREFIRO SUBIR EM QUARTO DO QUE SER CAMPEAO DE SERIE B. ALIÁS PODEMOS FICAR POR LÁ UNS DEZ ANSO QUE NEM ASSIM NOS ALCANÇAM EM TITULOS. PASSAM SE OS ANOS E O CAVALO PARAGUAIO CONTINUA O MESMO.

    1. Hoje vou dar uma chance ao infeliz WRodrigues, que diariamente vem aqui buscar visibilidade. É compreensível, lá do lado de lá ninguém lê, então esse …. tá querendo aparecer.
      Pois bem, caro sargentão (inho fica melhor) da vida alheia, esqueceram de te contar. Até tentei explicar que seu time está e permanecerá na série B. Sonhando com a quarta vaga? Sei… Ah, seus x desse (um por fax en troca de trair ao Clube dos 13), y isso e z aquilo, não te garante vaga na A. Tem de ser no campo.

      1. achei que gostava que leiam sua coluna pois leio a sua e de todos do ual, gosto bem da resenha e vcs galistas são muito divertidos no que postam só isso, sou um simples admirador
        do futebol e me divirto com ele só isso meu amigo e que DEUS lhe abençoe.

    2. Olha a arrogância aí ” nem assim nos alcançam em títulos “. Vocês também diziam que não caíam, mas caíram e pelo andar da carruagem, vão repetir de ano.
      Vão completar um século de freguesia para o Galo. Que só não vai aumentar porque ficarão, pelo menos mais um ano, na série b. Atualmente o saldo de vitórias no clássico estão em 37. Se vocês ganharem 2 vezes ao ano do Galo, daqui uns 19 anos deixam de ser fregueses.
      Aqui é Só Galo, vê se entende futuro repetente da série b.

      1. Discordo caro amiga Paulo.

        Ele quiz dizer títulos protestados em cartório. A vida destas Marias hoje se resume a isto.
        Vai caçar sua tchurma Maria

  10. Vi uma entrevista do Alexandre Mattos em que ele fala que o projeto atual do Galo é para colher frutos no futuro. Só que nesse momento, o Galo tem sim possibilidade de ser campeão. Precisa de qualificar mais o elenco e isso depende dos investidores que estão construindo esse projeto.
    Como gostaria que meu pai, que está com 86 anos, pudesse ver o Galo campeão Brasileiro novamente. Ele que acompanha o Galo desde 1950, quando mudou do interior para capital. Ele que esteve nas finais de 77, 80 ,99 e nas semifinais em que o Galo não vingou.
    Ele que sempre acompanhou o Galo pelo interior de Minas na década de 60 e 70 , quando o campeonato Mineiro tinha um grande valor. Era uma verdadeira saga sair num fusquinha para Itabira, Muriae, Nova Lima, Uberaba, Uberlândia, Divinopolis e tantas cidades de Minas e até ao RJ na final de 1971 do campeonato brasileiro.
    Ele ainda está conosco, sempre acompanhando o Galo, mas um tio e uma tia que também nos acompanhava , já se foram sem ter o prazer de ver o Galo campeão brasileiro novamente.
    O meu pai fala orgulhoso que esteve na final da Libertadores e que lá em casa ele sempre foi democrático na escolha do time pelos filhos- “vocês podem escolher ou torcem para o Atlético ou torcem para o Galo”.

  11. Bom dia a todos. A derrota faz parte de qualquer crescimento e aprendizado. Não podemos é insistir nos erros. Temos que aprimorar as jogadas e jogar com atenção, certo seu Guga?
    Recebi meu manto. Confesso que a qualidade me decepcionou. A camisa è quente e aquelas barras da manga e na parte baixa da camisa, fazem ela ficar com cara de apertada. Comprei recentemente uma camisa oficial branca do mesmo tamanho: o conforto muito diferente. Alguém teve algum.problema c o seu manto?

    1. Recebi o meu e da minha esposa na sexta passada. No começo estranhei um pouco, mas estou achando que ficou muito top! Porém, a tradicional é mais confortável mesmo. Ganhei a listrada sem patrocínio e é difícil escolher qual é mais bonita.

    2. É o novo estilo de blusas hoje em dia.
      São mais apertadas mesmo, tipo slim.
      a minha vestiu bem, mas na barriga ficou apertada…
      kkkkkkkk
      acho que é excesso de cerveja..
      Achei ela maravilhosa.

  12. Ao longo da semana , por força da palhaçada
    de segunda-feira, o que tivemos foi a surrada
    e cansativa cobrança de ser torcedor-padrão.

    Que coisa mais chata é a vanglória de se ter
    a prerrogativa de avaliar quem é ou deixa de
    ser atleticano .

    Criticou , xingou , mandou pros quintos do
    inferno jogadores , técnico e diretoria pela
    jornada ridícula na rodada , lá vem os donos
    do “controle do torcedor” , aqueles solenes
    conhecedores da medição da paixão ( que é
    cristalizada pelo número de chaveiros , de
    camisas , de cardaço da chuteira do ídolo e
    outros itens que , colecionados , consagram
    e definem os “verdadeiros atleticanos” ) lá
    vem os caras , repito , COBRAR o torcedor
    NORMAL por sua alegria ou indignação.

    Além da pujança de textos teóricos que nos
    trazem o porquê de um gol perdido , de um
    “buraco” na defesa, de um meio-campo que
    não se acha .

    Meudeusdoceu ! , o futebol ficou chato pra
    cacete .

  13. Ninguém aqui é mais atleticano que o outro, salvo algum “quinta coluna” que só critica. Gostei do time, no início desta temporada do brasileirão, embora descrente porque não gosto do Sampaoli. Acho que é mais enganador do que bom técnico, que, vamos combinar, sozinho não ganha título. O elenco melhorou muito, mas falta aquele dirigente experiente e que, sem interferir no trabalho do técnico, sabe dar o puxão de orelha na hora certa. Este negócio de muita troca/troca durante o jogo, e mesmo nas escalações, nunca deu certo. A história do futebol arte confirma isso. Infelizmente, não confio, embora torcendo até morrer.

  14. SAUDAÇÕES ALVINEGRAS.
    Agora que estão acalmando os ânimos, esperam que vejam que nos estamos na briga ainda.
    Espero que entendam que temos um returno todo pela frente e que jogar a toalha por causa de alguns resultados inesperados não condizem com a Alma Atleticana, somos forjados na dor e no Amor, ficamos 40 anos sem um título de expressão e vendo nossos rivais ganhando tudo que podiam.
    E mesmo assim a Massa sempre cresceu, a massa sempre foi a maior em público em Minas, a Massa permaneceu em ascensão mesmo sem títulos, sendo maior e fazendo frente a uma torcida que ganhava tudo.
    E o que explica esse equilíbrio nas arquibancadas sempre?
    A explicação é o Amor pelo Galo, puro e simples amor pelo Galo.
    Tenho 41 anos e sempre torci pelo meu Amado Clube Atlético Mineiro. Fui comemorar títulos de expressão internacional e nacional a 7 anos atrás.
    Ou seja , vivi mais de 30 anos na míngua de títulos e vendo meus amigos rivais comemorarem um título grande sempre, e isso me fez menos Atleticano, ao contrário, me fez sempre torcer mais , acreditar mais, a aprender que tudo para o Atleticano é mais sofrido é mais difícil que para os outros.
    Agora de repente tudo mundo quer as coisas para ontem, não percebem que estamos dando passos importantes para nosso futuro e que essa base desse time tem tudo para ganhar títulos em breve.
    Um imediatismo exacerbado que não consigo entender meus Amigalos, todos tão ou mais sofridos que eu, jogarem a toalha e exigirem mudanças drásticas.
    Calma pessoal, somos Galo e nunca será fácil para nós, nunca teremos apoio de fora e ao Galo somente resta o amor e o apoio da Massa, e não a crucificação em bloco de um projeto que está bonito de se ver e que tem somente 7 meses.
    O flamengo levou 3 anos para montar o time super campeão, a primeira peça foi o Diego Goleiro e aos poucos montou um seleção.
    Eu estou muito feliz e confiante no meu Galo e para o futuro do meu Galo.
    Eu Acreditarei sempre e nunca deixarei de torcer e de doar todo meu Amor ao Galo.
    Vamos manter a fé turma. Tem muito bola para rolar.
    Aqui é Galo porra.

  15. Bom dia. Concordo com o Ângelo. Isso é como educar um filho. Não é porque é sei filho que vc vai passar a mão na cabeça o tempo todo. Tem hora de elogiar e tem hora de criticar, isso não diminui o amor de ninguém. Você perder para times meia boca é desanimador sim, ainda mais quando você domina as ações e acena com uma grande vitória. Claro, quanto maior a expectativa maior a decepção também. Mas desanimar não é desacreditar e deixar de torcer, a animação vem e vai conforme o desempenho e os resultados, isso é torcer. O time tem suas peças graças todo mundo ver, um sistema de jogo inovador e gostoso de se ver mas que precisa de efetivação, matar o jogo, o treinador já disse isso, a torcida já viu isso, mas aí cai na fragilidade de alguns jogadores e na perda da oportunidade de transformar um campeonato super difícil em apenas difícil. Torcer e acreditar sempre, mas dizer amém a tudo, jamais.

  16. Bom dia MASSA!

    O grande problema do 9ALO, e isso precisa acabar, é que qdo precisa ganhar, ele perde. Pode ser para o mais top dos times, como até para os afogados da vida.

    É assim desde que “entendo” de futebol. Antes só torcia, fica alegre e triste pelas vitórias e derrotas. Gostaria de voltar a ter esse passado na memória e não o atual. Porém, nunca, em momento algum, tanto antes qto agora, deixei de ser mais ou menos ATLETICANO. As maracutaias da vida só serviram para fortalecer meu espírito 9ALUXO. E assim continuará.

    Torço o tempo todo, mas sei que título é quase impossível, mas por isso mesmo não desisto de sonhar com ele. O racional me diz outra coisa.

    Qto a rival em nosso terreiro, só temos Mequinha e Vila. Se vai haver outro protagonista só o futuro dirá. Mas e a portuguesa? Essa não é rival, é freguesa.

    VAAMMMÚUUUUU 9999AAAAAALLLLLÔOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!

  17. Bom dia!
    Além de outros títulos importantes, eu não me envergonho de dizer que sou campeão brasileiro da série B. É verdade que me envergonhei e me entristeci na queda, mas me orgulhei com o show da Massa sempre incentivando o time e com a pronta resposta deste, coroando sim aquele ano vergonhoso com glória retumbante.
    Quanto ao jogo de segunda, joguei a toalha à noite mas peguei de volta pela manhã.

  18. Bom dia Eduardo, Lucy, atleticanos e atleticanas,
    é muito fácil saber quem é atleticano e quem não é… Essa gente dá muito na vista!!!! Eles nem tentam disfarçar… Basta ver quem só aparece aqui quando o Galo perde….
    Infelizmente, alguns atleticanos estão deixando de frequentar esse espaço por causa deles….

  19. “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”
    Guimarães Rosa

  20. bom dia Eduardo e massa. disse tudo Eduardo. depois de gerir mais ou menos aquela péssima derrota que diminui meu otimismo com sampaoli e alguns jogadores. qualquer cego sabe que o galo precisa de um matador dentro da harea e não temos este jogador. aliás precisamos também de um zagueiro para jogar ao lado do xerife júnior Alonso. rever anda mas no DM e Igor rabelo como galo pagou 13 milhões no esquiador levou um dribe do jogador do Bahia que se fosse eu tinha vergonha de ser jogador. sascha anda perdido no jogos. Nathan depois da contusão não eo mesmo pensa que é Messi. ainda da tempo de ser campeão mas para isso o sampaoli tem que enxergar que Rafael é titular. aliás depois que o Rafael saiu da equipe viramos um saco de pancadas. acorda sampaoli. obs.ainda não tenho Galo na veia passo até 6 anos sem ir no Brasil mas quando for aí em minas vou aderir o Galo na veia. a galo nos deixa sonhar. vai galooo.

    1. Bom dia, Joaquim! Ou boa tarde!

      Eu não estou fora do Brasil, mas estou fora de Minas a mais de 20 anos. Sempre rodando por nosso país. Hoje estou erradicado em Goiás. Sempre vou a Minas visitar a família, que mora no interior.

      Nesse período se estive muito na capital foi umas 3 vezes. Numa delas estive lá fazendo um curso e aproveitei para ver 9ALO 0 x 0 maria ( na época elas ainda existiam). No entanto, mesmo não estando lá e participando ativamente dos jogos do 9ALO, eu tenho o GNV. É importante para mantermos o 9ALÃO DA MASSA vivo. Então te peço um favor, faça um esforço e tb associe, mesmo que seja o mais simples. O nosso 9ALO precisa de nós.

      Os mecenas tem dinheiro e estão fazendo a parte deles, claro que isso não é de graça. Apesar de não termos o retorno investido de volta, nós tb receberemos esse investimento em alegrias.

      Veja aí o que vc consegue. O 9ALO e todos nós ficaremos muito felizes.

      SDS ALVINEGRAS

  21. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
    Os verdadeiros atleticanos são aqueles que abraçam o galo em qualquer circunstância! Abraçar, não quer dizer que devamos dizer amém a tudo. Esses dois post seus, o de ontem e o de hoje, são muitos importantes para aplacar pessimismos e compreender, que nem tudo são flores! Muitas vezes exageramos nos nossos comentários, porque queremos um galo invencível! Qualquer tropeço tem sempre de plantão os pessimistas, ávidos a destilatem suas acidez. Claro que não devemos só aplaudir, porque o aplauso muitas vezes encobertam manipulações. Devemos criticar sempre , mas jamais deixar o barco naufragar! Quem já viveu e vive o galo como eu, próximo dos 80 anos, sabe o que é ser atleticano. Aplaudimos quando da contratação de Sampaoli, entendemos com ressalvas algumas contratações, criticamos jogadores e sistema de jogo, mas continuamos com a nossa fé inabalável no trabalho que vem sendo realizado no galo até então . Continuamos, por pontos perdidos, ainda na liderança. Ainda não acabou o primeiro turno do campeonato brasileiro e devemos acreditar que temos time e comando para ganhar o brasileirão de 2020. Vamos e continuemos a acreditar!
    Hoje e sempre, galo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.