Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

As pedras e as armadilhas no meio do caminho

Paulo Peixoto

Nem tudo são flores no jardim de um time muito bom e bem treinado como o do Galo, mas que não é infalível. Encontramos pedras no caminho da Libertadores e não fomos capazes de removê-las. As mesmas pedras estavam lá nas partidas contra a Chapecoense e o Atlético-GO. E novamente não conseguimos limpá-las. Tudo isso desgasta e tem um custo emocional grande para o time e para a torcida.

O problema não é exatamente a presença das pedras, mas a não remoção dessas barreiras que sabidamente poderiam ser removidas, mas que não tivemos a capacidade para limpar o caminho. Essas coisas podem ter um preço muito alto. Já teve na Libertadores e espero que não tenha mais no Brasileirão.

Penso, contudo, que os erros têm dado mais maturidade a esse time do Galo no sentido de entender melhor o contexto da competição em disputa e para conseguir dar a volta por cima nos jogos seguintes. E é claro que tivemos também uma boa dose de sorte, já que nossos rivais também andaram tropeçando nas mesmas rodadas fatídicas do Brasileirão.

Foi logo depois de dois fracassos que tivemos duas boas exibições: contra o Internacional na pós eliminação da Libertadores e contra o Fortaleza no jogo de ida pela Copa do Brasil, após a tragédia de Goiânia.

Contra o Internacional foi a segunda entrega mais exemplar que vi esse time fazer. Lutou muito e perseguiu o resultado até conseguir. A primeira tinha sido contra o River Plate no Mineirão. Já contra o Fortaleza me surpreendeu a desenvoltura do time em campo, a ponto de não ter dado chances de o clube cearense jogar o seu jogo.

Foi tão envolvente que cheguei até a pensar que o time do Fortaleza fora imaturo demais ao querer encarar o Galo de peito aberto. Fato é que removemos um enorme caminhão de pedras acumuladas, embora tenhamos ainda o jogo da volta, nesta quarta-feira. Nem cogito não estarmos na final da Copa do Brasil depois da goleada. Mas jogo é jogado, e contra time ferido é preciso muito cuidado e seriedade. Cuca sabe disso e, imagino eu, vai povoar o meio-campo para evitar qualquer chance de reação do adversário e vai também tentar evitar desgaste excessivo do time pensando na “decisão” de sábado pelo Brasileirão. A ver.

Devagar com o andor

Tenho visto e lido alguns atleticanos “torcendo” para que o Galo pegue o Flamengo na final da Copa do Brasil para irmos à forra depois da trágica e corrupta batalha de 1981. É muito justo querer… Mas a esses torcedores – que geralmente são os que sentiram a dor das derrotas amargas de 1980/81 –, gostaria de lembrar o velho e sábio ditado que diz para ir devagar com o andor porque o santo é de barro. É isso mesmo, ele cai e quebra.

Penso que jamais podemos cobrar desse atual time algum tipo de desforra. Nenhum deles viveu aquele momento e nem sequer tinham nascido em 1980/81. “Pressionar” esse time do Galo pode colocar um peso extra enorme nas costas desses jogadores. É injusto, é cruel e pode ter um resultado ruim para eles e nós atleticanos. Portanto, devagar com o andor.

Se o nosso adversário da final for o Flamengo, serão jogos duros e estressantes. Preparem-se. Cobremos desse grupo empenho, garra, dedicação e compromisso com a nossa história de muita luta. Isso sim, mas jamais uma vingança. Se eles vencerem, todos nós ficaremos de algum modo com a alma lavada. Mas não coloquem esse enorme peso nas costas deles para que eles joguem leves essas partidas.

A comissão de Cuca precisa estar atenta para isso, porque toda essa história de rivalidade virá à tona a partir desta quinta-feira, seja através da imprensa esportiva ou pelas redes sociais, se os dois forem para a final temos que ter cuidado com armadilhas no nosso caminho. Muita atenção.

Eu tenho muita esperança no sucesso desse grupo. Não assimilei e nem vou assimilar os sete pontos deixados para trás contra o time de Chapecó e o de Goiânia, muito inferiores a esse Galo. Como não assimilei a eliminação para o Palmeiras na Libertadores por causa das chances de ouro desperdiçadas. Mas quero crer que esse tipo de desastre não ocorrerá mais neste Brasileirão.

Podemos até vir a perder e empatar jogos, mas somente os duramente disputados contra adversários tarimbados e bem qualificados tecnicamente. Fora isso, vamos jogar sempre para buscar o título do Brasileirão, como fizemos diante do Cuiabá. Assim eu espero que seja nessa reta final. Daremos mais um passo fundamental nesse sentido se vencermos o time carioca neste fim de semana que se avizinha. Não é fácil, mas é muito possível. Vamos juntos. Vai com força e fé, Galo!

26 thoughts to “As pedras e as armadilhas no meio do caminho”

  1. Boa tarde!
    O Galo estando na final, torço para que o adversário seja o Athletico. Simplesmente porque não gosto do Flamengo.
    Abraços

    1. Boa Luiz. Penso como você. Eu apenas trocaria o “não gosto do Flamengo” por “tenho ódio mortal do Império do Mal”. Abs

  2. Bom dia Avila. Bom dia a todos,

    Prezado Barata, eu fui contra a contratação do Cuca e pasme , defendia Renato Gaucho. E o fazia porque o mercado de tecnicos é muito limitado. Por exemplo, se Cuca sair do Galo ao final da temporada, quem poderia substituí-lo?

    Apenas, para fazer o contraditório, eu vislumbro os seguintes meritos do Cuca, neste ano:

    1. A defesa do Galo nos ultimos tempos era o ponto fraco do time. Hoje somos a melhor defesa do Brasileirão. E olha que Cuca não pediu contratação de jogadores para a defesa. Resgatou o futebol do Mariano. Buscou o Natan que estava emprestado e está usando o Rever apenas em momentos especificos. E por fim, a torcida tentou impor o Rafael, mas o Cuca sempre bancou o Everson.

    2. o Alan era massacrado pela maioria. Cronistas diziam que Alan e Jair não podiam jogar juntos. Não é que o Cuca bancou o Alan e está conseguindo fazer a dupla Alan e jair jogarem juntos.

    3. A não renovação do tardelli deve ter ocorrido com a consulta ao Cuca. o desempenho dele no santos mostra o acerto desta medida.

    4. Vargas, Keno, Nascho, Hulck, Diego Costa, Sasha, Savarino: não deve ser facil gerenciar esta turma, mantendo a coesão entre eles.

    5. Por fim , tem os resultados: campeão Mineiro, Semifinal da Libertadores e da Copa do Brasil e lider do Brasileiro.

    Então, na minha opinião , a diretoria acertou na contratação do Cuca e ele está entregando os resultados pretendidos.

    Abraço

    1. DOMINGOS,

      vamos falar de futebol ?
      Eu sempre salientei aqui que o Cuca seria um grande diretor de futebol.
      Sabe contratar , quando precisa .

      Inclusive o tão criticado Tchê Tchê que teve uma brilhante passagem com ele no Palmeiras .

      O Mariano entrou no time motivado pela irregularidade do Guga.
      Como é rodado e não é bobo , viu que se jogasse o feijão com arroz a vaga era sua .
      Era só jogar bola .

      A defesa ganhou o reforço do Nathan , excelente indicação do Cuca ( mais uma vez , visão de diretor ) .

      Com a defesa ajustada , o futebol do Allan cresceu exponencialmente , pois deixou de ser limpa trilho de uma zaga frouxa que tínhamos .

      Quanto ao meio campo , retorne alguns posts e verás a grita de inúmeros torcedores questionando o posicionamento dos quatro caras, tendo sido quase unanimidade o pedido para que o Nacho não jogasse tão preso como está .

      Então, a produção do quarteto tem sido satisfatória por conta dos jogadores em campo , que se viram pra achar espaço .
      Quando não acham , é um horror de se ver .
      Não têm alternativa de jogo .

      A prosa vai longe , caro DOMINGOS !

      Erros e acertos todos têm , e tudo passa, como sempre digo , pelo que NOSSOS CARAS podem/queiram entregar .

      Pra fechar , por agora :
      contra o Cuiabá, o adversário passou a controlar o jogo na meiúca e quis crescer no jogo .

      Nossos atletas começaram a não dar combate ali , então vieram as alterações : saíram Jair e Zaracho e, para espanto de qualquer observador mais atento, permaneceu em campo o Nacho , exausto, exaurido em suas condições físicas, não aguentava bater lateral .
      Claro , em seguida teve que sair .
      Pra mim , uma falha lamentável para o melhor técnico do mundo .

      E tem mais um monte de assunto , que só mesmo num café para abordá-los .

      Um abraço !

      p.s.
      Quanto à “gestão” de pessoal , o Papai Joel dava banho em todo mundo.

  3. bom dia Eduardo e massa e paulo Peixoto. ótimo texto paulo Peixoto. estamos indo muito bem mas ainda não ganhamos nada tem muitas pedras e armadilhas pelo caminho. obs. ontem ve uma reportagem esportivo que o galo quer trocar alan franco e Guga pelo tchê tchê no final do ano se for verdade esta diretoria enlouqueceu ou é fake. rsrs.na base tem jogadores melhores que tchê tchê não caia nesta diretoria. vejo nos torcedores e imprensa preocupado com flamerda temos preocupar também com os porcos e fortaleza os porcos neste momento é vice lider com um jogo a mais que o galo. e 3 jogos a mais que o flamerda o galo tem simplismente ganhar todos jogos em casa e mais nada. a galo nos deixa sonhar. vai galooooooooo.

  4. E estamos aqui a torcer para o TIME na expectativa de nos trazer os títulos que disputa.

    Eu não discuto ameaças e perseguições dos dirigentes que querem nos boicotar , pois em 14 , como bem disse o PAULO SOARES, todos os demônios foram exorcizados .

    E conquistamos aquele título fantástico, contra 4 potências do nosso futebol , com a força e a dedicação de NOSSOS CARAS em campo , fato admitido pelo próprio treinador que disse NÃO TER TIDO NADA A VER com aquelas viradas históricas , creditando TUDO ao trabalho dos jogadores no campo de jogo .

    É o que espero hoje de nossos líderes em campo , HULK à frente.

    Que o espírito e a liderança do DÁTOLO venham a iluminar nossos JOGADORES .

  5. Sem constrangimento, afirmo aqui o que a DURÍSSIMA EXPERIÊNCIA ensinou-me, na prática, ao longo dos anos: Num confronto direto ninguém é favorito contra o Urubu! Fiquem à vontade para criticar e ironizar, mas, sobretudo, não deixem de ler e pesquisar. Portanto, ficarei muito aliviado se não encontrá-los na final da Copa do Brasil.

  6. Bom dia a todos!
    O campeonato está se oferecendo para o Atlético, agora falta somente ele aceitar e agarrar o prêmio.
    Diferentemente de anos anteriores, quando tínhamos bons times e entregávamos a poçoca no final, este ano parece que o elenco decidiu não dar mole. A cada partida demonstram uma vontade contagiante para nos brindar o título do brasileirão.
    Amanhã teremos pela frente o difícil Fortaleza, time muito bem treinado e que joga um futebol pra frente e competitivo. Espero que o Cuca não venha com ideia de poupar o time para esta partida, se for o caso, poupe no máximo 4 jogadores. Não podemos dar mole para o Fortaleza crescer e tentar buscar a vaga na final.
    Sobre a ambição em pegar o flamengo na final, por parte de alguns torcedores, prefiro que seja o Athlético Paranaense, por 03 motivos; 1 não quero ver o flamengo faturar título nenhum e nem ganhar um alto valor com premiação; 2 não creio que o flamengo consiga vencer o Palmeiras na final da LA; e 3 se o flamengo perder a final da LA e não for campeão brasileiro, todas as fichas ficarão para a CB e sabemos como alguns funcionários uniformizados atuam, então, que sejam eliminados amanhã, e caso o Galo avance, que faça uma final com o outro Athlético.

  7. Bom dia, Eduardo!

    Perdoe-me se, vez em quando, cito nomes e “sento o pau” em alguns de nossos desafetos da mídia do eixo podre. Não sendo do ramo jornalístico, não consigo e jamais terei a sua elegância, perspicácia, sagacidade, polidez e ironia fina no trato com esses sacanas. Longa vida ao blogueiro, siga forte e jamais deixe de nos representar como ÚNICA VOZ ATLETICANA da mídia mineira que se eleva contra os desmandos daquela gentalha.
    O Galo será (Bi) Campeão Nacional e da Copa do Brasil, SEM DÚVIDAS, não obstante a necessidade das devidas cautelas (ausências de soberba e do clima de “já ganhou”)!
    Aposto na eliminação do flamídia amanhã, e que ele, se não se cuidar, será vice na Libertadores.
    Enfim, acho que aquela mulambada não vai “rapar” mais nada esse ano (só o Carioca).
    Lembrando que nossas derrotas foram para Fortaleza, Ceará, Santos e Atlético-GO, times que, à exceção excepcional do primeiro, são das prateleiras média e de baixo do futebol brasileiro. Se vencermos no sábado, creio que não perderemos para mais ninguém.
    Como se diz por aqui, na Bahia, são dois canecos na mão com certeza, papáááá!

  8. Bom dia!
    Eu particularmente, não torço mas acharia interessante ter o carnicento na final pra o Galão dar aquele show no maraca, destruir a orcrim (globolixo/cbf/stjd/empreiteiras/etc),e demitir Renato Gaúcho.
    O Galo é líder!!!

  9. Bom dia a todos!

    Eu também ainda não digeri a eliminação para o Palmeiras, principalmente pelas circunstâncias daquela série. Mas os jogos contra a Chapecoense e Atlético-Go não tenho o mesmo peso, pois, conforme as contas do Eduardo, estes pontos foram recuperados em outros jogos que seriam normal perdermos pontos.

    Ontem alguém aqui citou que, mesmo após uma grande vitória, depois de abrir uma distância ainda maior para os perseguidores, onde até a imprensa do eixo começa a se curvar para o nosso time, mesmo que de forma a ser desconfiada, uns dois aqui procuram motivos para criticar o nosso técnico, simplesmente para menosprezá-lo, ou , como disseram alguns, para “ter a razão”, ao invés de simplesmente curtir o momento do nosso time.

    O Manso, aquele que conquistou o maior título da história do clube e que está prestes a conquistar um dos mais desejados desde então, por todo o contexto do Brasileirão, só colocou o Zaracho e o Hulk por pressão da torcida. O Hulk, quando chegou, fora de forma, todos nós desconfiávamos dele. E, mesmo com a reclamação, era o jogador que tinha mais minutos em campo até então. O Zaracho, até meses atrás, era considerado por muitos um dinheiro jogado fora, já que não aproveitou as inúmeras chances que o Sampaoli deu a ele. Foi ganhando seu espaço no time, naturalmente, já que o Cuca tinha acabado de chegar e estava conhecendo o time.

    Vivem com uma conversa de que o Gilberto Silva foi o responsável pela maior glória do nosso time, que foi a Libertadores de 2013. Como verdadeiros psicólogos, ou coaching motivacional, afirmam que o discurso do Cuca, aquele que teria chegado até ali, na final, justamente neste jogo derradeiro precisou de alguém pra levantar o time, o Gilberto Silva. Aquele mesmo, que já em fim de carreira e preterido pelo técnico, depois de alguns anos do ocorrido vem jogar pra torcida. O mesmo que, declarando amor ao clube, perdeu um processo de 10 MILHÕES onde cobrava horas extras e acidente de trabalho do clube do coração. Clube do coração que foi trocado pelo Grêmio, quando este voltou da Europa, já em baixa.

    O argumento é que ninguém retrucou. Mas compensa retrucar quem quer aparecer ou estar com a razão? Aliás…

    1. Bom dia para todos!
      Assino embaixo, Ribeiro, esse trem de ficar olhando para trás na dá mais, Gilberto Silva passou, Telê passou e tantos outros passaram, a história ficou e é melhor olhar pra grente.
      Se o Cuca é manso ou bravo eu não sei,só sei que ele ganhou o título mais importante da nossa história e pode nos tirar de uma incômoda fila de 50 anos.
      Abraços!

      1. Ribeiro Galo, também endosso e parabéns pelo comentário. Se o time estivesse mal e perdendo as disputas, vá lá crucificar o treinador, um dos maiores responsáveis pelo desempenho. Mas tirando a decepção da Libertadores, o time está bem e com grandes possibilidades de ser bicampeão nos dois campeonatos que disputa! Então, de fato eu não entendo a implicância. É evidente que o inesquecível Ronaldinho Gaúcho foi o combustível do time campeão da Libertadores, mas aqueles gols (vários) feitos por Jô, na famosa jogada de pivô, lógico que tinham o dedo do treinador! O cara já conquistou um Brasileiro de pontos corridos com o Palmeiras, está batendo todos os recordes de vitórias conosco e não entende de futebol? Quem eles queriam no lugar dele: Renato Gaúcho, que só pegou baba na Libertadores e na Copa do Brasil e com grande parte do trabalho já feita pelo antecessor, que não esconde sua simpatia pelo flamídia e pelo lado vaidoso e falido da Lagoa? O Sampaoli que na hora da verdade perdeu o título nos jogos contra os rebaixados Goiás e Vasco? DEIXEM O HOMEM TRABALHAR, PELO AMOR DE DEUS! Se não gostam dele, direito de vcs, mas não atrapalhem então, guardem sua antipatia pra si mesmos, agora é hora de apoiar, torcer e jogar junto! Todos nós queremos o Galo bicampeão brasileiro e da Copa da Brasil!

      2. boa Tarde,

        Aonde eu assino?
        Num dia ouvi isso e hoje cabe perfeitamente nesta situação.
        “Ficar olhando para o passado insistentemente é como um carro direcionando seus faróis para trás”.
        Não vai iluminar onde deve nem trazer nada útil ao presente e no futuro”.
        O passado quando maravilhoso e indiscutível pode ser um parâmetro, mas nunca será unanimidade, pois, se lá não nos trouxe tantos títulos, o que então a comemorar .
        Agora o presente e o futuro pode trazer.
        Já foi o tempo que o Atleticano comemorava apenas os Campeonatos Mineiros, agora temos que comemorar outros feitos maiores.
        Neste momento vejo o Atlético justamente fazendo uma correção de rumo, se livrando dos erros do passado.
        Cada vez fica mais claro que futebol não é apenas os 11 correndo atrás da bola, tem que ter uma base bem formada para sustentar aqueles 11, depois dos pontos corridos até os 11 não são mais capazes de trazer títulos, precisamos de 26 no mínimo, parte clínica, preparação física e técnica, estrutura.
        É a modernidade, a bola de capão já se foi a tempos. Vixi….
        Me lembro também da parábola do Sapo dentro da panela no fogo brando….. é por aí, fica para próxima.

  10. Bom dia, amigos! Estou muito confiante no título. Se o Galo não fosse o Galo( se é que me entendem) eu já estaria fazendo a festa, não só pela vantagem, mas pelo calendário e tabela que vem por aí. De agora até o final da competição serão 40 dias, o Galo fará 12 jogos ( 1pela CB e 11 pelo brasileirão). Já o Varmengo fará 15 jogos ( 13 pelo Brasileirão, 1 pela CB e a final da liberta). Enquanto o Galo continuará jogando duas vezes por semana, o Fla jogará três vezes, ainda se preocupando em não perder jogadores para a final da liberta. Além disso, o Galo joga contra o Athético três dias antes da final da sulamericana e contra o Palmeiras três dias antes da final da libertadores. Tudo indica que vamos “desatolar o dedo”, mas como o Galo é o Galo, vamos esperar mais um pouco, se é que meu coração aguenta.

  11. De minha parte , pra encerrar o assunto Cuca , O MANSO ,
    haja vista eu ser um “ferrenho” crítico a essa exaltação sem
    precedentes a um profissional comum e limitado que nada
    acrescenta ao estilo e forma de jogo da equipe , quero dizer
    o seguinte :
    1.
    Ele é a versão ’21 do que foi Zagallo ’70
    Ao tentar impor Roberto e PC Caju , o Lobo foi chamado no
    canto e disseram que jogariam Tostão e Rivellino , além de
    Piazza na zaga e Everaldo .
    Quem escalou o time ? Carlos Alberto e companhia .
    Aqui aconteceu a mesma coisa

    2.
    Quando glorificam o comando do MANSO na LA13 , cito
    um fato público :
    Bernard , ao ser questionado sobre o belíssimo futebol
    que jogou naquela disputa , foi sincero ao afirmar que o
    Ronaldinho fora o responsável pelo seu crescimento , e
    assim foi com o resto do grupo ao reconhecer o Bruxo
    como grande motivador da equipe .
    Então , quem arrumou o time não foi o MANSO , foi
    RONALDINHO .

    3.
    Este ano , o Hulk era a segunda opção no BANCO para
    entrar em campo, o que só aconteceu por UM ERRO na
    papeleta de escalação , o que forçou a sua entrada que
    NÃO ESTAVA PREVISTA .
    Ele entrou , arrebentou , e lá na frente questionou sua
    permanência na equipe , PUBLICAMENTE .
    O MANSO recolheu-se, não mais mexeu com ele e nós
    ganhamos o nosso LÍDER .
    Então , não foi o MANSO , foi o HULK .

    4.
    Querem mais um ?
    Zaracho era BANCO do Tchê Tchê , o Intocável !
    Mas , toda vez que entrava , era um motor em campo .
    Tanto fez , tanto jogou , que a TORCIDA exigiu que ele
    fosse o titular , o que acabou acontecendo , vindo a
    se tornar imprescindível na jornada .

    Então , não foi o MANSO , foi o próprio ZARACHO que
    se escalou , com sua resiliência .

    Tenho tantos argumentos quantos queiram os que ,
    direta ou veladamente, ironizam, debocham , atacam
    posições como a minha .

    È um tal de ” senta no próprio rabo pra falar dos
    outros ” , ” vem aqui destilar seu veneno ” , ” ele não
    quer ser feliz “, ” tolos paradigmas “, ” quer ser dono
    da verdade ” , e ainda o melhor deles , o LORDE DOS
    TECLADOS, educado, formal, porém sub-reptício em
    sua alegações , a exalar fidalguia em seus escritos
    quando quer ditar ( ia dizer outra coisa ) regras de
    comportamento .

    CRENDEUSPAI !!!!!
    Pouco se me dá , caríssimos .
    Fiquem à vontade para discordarem .
    Mas , rebatam meus argumentos , se forem capazes
    disso .

  12. Bom dia, Massa, Paulo e Guru,

    Paulo Peixoto até entendo que vc não tenha assimilado os 7 pontos deixados para trás, mas não consigo entender porque vc e parte da torcida não consegue aceitar que isto iria acontecer. Vc acreditou realmente em algum momento, que jogaríamos 38 partidas do brasileirão sem ter algum destes resultados? Não só o Galo, mas todos nossos outros 19 concorrentes tiveram os mesmos resultados negativos que nós, porque seríamos diferentes?

    Para mim, as verdadeiras pedras e armadilhas no caminho estão longe dos gramados. Estão nas escalações de árbitros mal-intencionados, estão nas salas do STJD, estão nas salas da CBF, estão na interferência da tv detentora dos direitos de transmissão dos jogos e estão no mal caratismo da imprensa do eixo, querendo implantar notícias falsas no clube como a que fez o repórter da ESPN Vinicius Nicolette no último jogo, falando que a torcida estava gritando é campeão.
    Mas contra toda estas pedras e armadilhas, temos um time cascudo e focado, temos um técnico que ao contrário do marqueteiro do Flamerda, prega humildade e afasta o oba oba, temos uma diretoria atuante e mais do que tudo, temos uma torcida que mostra sua força e seu apoio como no último jogo.

  13. É ISSO AÍ , ASSINO EMBAIXO , CARO AMIGALO PAULO SOARES.
    ESSES URUBÚS DA CBF / GLOBOLIXO JÁ FORAM EXORCIZADOS HÁ MUITO TEMPO.
    SÓ TORÇO CONTRA ESSES MULAMBOS.

  14. BOM DIA EDUARDO E MASSA ATLETICANA.
    VAMOS LÁ MEU GALÃO , RUMO AO TÍTULO DO BRASILEIRÃO.
    CONQUISTAR ESSE BRASILEIRO E A COPA DO BRASIL , SERÁ O ÁPICE DO TRABALHO DO CONTESTADO TÉCNICO CUCA.
    AGORA É HORA DE UNIÃO GALO / TORCIDA .
    JÁ ESTÁ PASSANDO DA HORA DE LIBERAR TOTALMENTE A CAPACIDADE DO MINEIRÃO , COM OS 65.000 LUGARES DISPONÍVEIS PARA A MASSA.
    PRECISAMOS VOLTAR A LOTAR O MINEIRÃO .
    CARO BLOGUEIRO EDUARDO , AQUI VAI UMA SUGESTÃO :
    “”COM O SEU ALCANCE , QUE TAL LIDERAR UM MOVIMENTO PARA TRANSFORMAR O MINEIRÃO EM UM MAR DE BANDEIRAS ALVINEGRAS””??
    SEMPRE FOI ASSIM , MAIS DE 100.000 PESSOAS NO MINEIRÃO , MISTURADOS EM UMA NUVEM DE BANDEIRAS ALVINEGRAS.
    ESTÁ FALTANDO , BANDEIRAS NO MINEIRÃO , COMO SEMPRE FOI NAS DÉCADAS DE 70 / 80 .
    OBS :
    SÃO FEIAS E DESCARACTERIZADAS ESSAS BANDEIRAS DAS TORCIDAS ORGANIZADAS.

  15. Bom dia!
    Torcer para pegar o Urubu na final jamais. Torço sempre contra, quanto mais cedo cair nas competições melhor. Principalmente na Copa do Brasil que já dá um bom dinheiro para quem chega a final.
    Vivi as finais dos anos 80 contra o Urubu e já não tenho esse sentimento de vingança, já foi exorcizado, principalmente com os 4×1 na CB de 2014 Fora os 6×1 e outras goleadas desde aqueles anos.
    Alguém já disse “quem comemora a vingança não merece a vitória “. Temos que olhar para frente e mudarmos esses 50 anos de derrotas no Brasileiro, pensamento positivo, nada de ficar alimentando esse sentimento negativo das derrotas nesse período. A nossa hora chegou- GALO CAMPEÃO BRASILEIRO DE 2021.

  16. Este seu texto, amigo Peixoto , merece aplauso , ser parabenizado pela sintonia fina, finissima , do que vai na alma atleticana. Neste momento que antecede as várias decisões do resto da temporada. Me incluo entre os que querem a forra e a vingança da decada de oitenta, onde se perpetrou a mais descarada, covarde e suja perseguição a um time brasileiro para favorecer o time carioca ungido pela corrupção e iniquidade. Antes de ler seu texto , já havia pensado nisto , e no fundo, o que eu quero é vencer ,vencer , vencer , este é o nosso ideal. Concordo também que não consegui assimilar tropeços de chapecoense e goianiense, mas o que foi duro de engolir , realmente foi a desclassificaçaõ na semi da libertadores , imperdoavel e onerosa , lesiva ao clube , de todas as formas que um clube possa ser lesado , culpo treinador e jogadores, verdadeiros responsáveis pelo vexame de ser eliminado por um fraco e limitado time. Passou, so falo nisto quando o assunto vem a tona. O que importa no momento é ver a disposiçao , bom futebol e resultados do time, do nosso time, na copa do Brasil e brasileirão . este, a quatro passos do paraiso, se Deus quiser. Em Fortaleza , não sentiria a de colocar o regulamento debaixo do braço , não me importaria de ensebar, cozinhar o jogo , não teria a mínima vergon ha, pois é o que fazem contra nós. Resolver logo este jogo, ou seja, se classificar e voltar o foco, total e absoluto no brasileirão , contra flamengo e outros, sempre com mesma garra e determinação. Bom dia, novamente parabens , amigo Peixoto

  17. Bom dia, Eduardo, Paulo Peixoto, atleticanas e atleticanos.

    Sigam o lídeeer. Está difícil saber quem vem atrás. Cada vez que se olha a tabela é um diferente seguindo o líder. Flamengo, Fortaleza e Palmeiras seguem o líder, mas nem chegam perto. Terão que correr muito para saber quem fica em segundo lugar.

    O Galo já trocou o chip e amanhã enfrenta o Fortaleza para cumprir tabela e chegar à final da Copa do Brasil. Um time sem craques, mas muito bem treinado contra um time muito bem treinado e cheio de craques. Alguém arrisca um palpite?

    Eu não vou arriscar palpite. Eu vou na certeza de uma vez. Galo finalista da Copa do Brasil, decidindo contra o xará genérico. O Galo está muito bem na fita e deixando a galera atleticana babando de felicidade.

    O GALO ESTÁ VIVO ATIVO NO PLANETA BOLA, JOGANDO COMO UM CAMPEÃO.

    1. Caro Eduardo,assino embaixo, você tocou nas feridas,a eliminação na Libertadores continua doendo,2 falhas individuais destruíram o sonho do BI Libertadores, aliás acho que acabou a gordura de falhas do nosso zagueiro entregador de paçoca,o Hulk tem muito crédito, metade desse Brasileiro é dele,os 3 pontos deixados em Goiás vão pra conta do Cuca que escalou péssimamente o Time,vide Tchê Tchê,bola pra frente sempre priorizando o próximo compromisso,contra o Fortaleza cozinhar o jogo,comer pelas beiradas como um bom mineiro

  18. Bom dia a todos. “Vai com força e fé, Galo!” É isso ai. Também acho que se o galo entrar focado , não perde essa partida sábado. Também, temos que ter cuidado com o jogo de quarta, inclusive com contusões. Quem tem que se desgastar e correr atrás do placar, são eles. Nada de desgastes exagerados.
    Estamos por 3 partidas na copa do Brasil e 5 vitórias e 01 empate no brasileirão.
    Vai gaaalooo!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.