Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Anaf precisa é qualificar a arbitragem

Por uma manifestação da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (Anaf), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) recebeu notificação pedindo a punição de jogadores e diretores por críticas aos juízes de futebol. Ora, com todo respeito, a Anaf deveria se preocupar era em tentar qualificar melhor a péssima arbitragem nacional. São inúmeros os “erros” que acabam por decidir títulos.

Entre os denunciados está o presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, que segundo a queixa “desrespeitou e criticou acintosamente”. O que o dirigente do Galo fez, na verdade em sua postagem no Twitter, foi expressar – até diplomaticamente – a indignação do Atleticano com o histórico de “sacanagens” contra o Atlético ao longo de décadas. “Semana caótica da arbitragem brasileira! Não adianta mudar o comando pra vermos essa vergonha que vimos hoje”, foi o que disse Nepomuceno.

Danil Nepomuceno - arquivo EM

E com razão. Afinal ele se referia ao jogo em que o Galo foi derrotado pelo Botafogo, por ação exclusiva da arbitragem. Um gol irregular, onde o jogador dominou com a mão e inclusive o bandeira ficou parado, mas o juiz rapidamente validou o tento carioca. Logo em seguida, uma penalidade clara a favor do Galo foi “ignorada” pelo soprador de apito.

Além de Nepomuceno, a Anaf quer também a punição dos presidentes do Palmeiras, Fluminense e Figueirense; do diretor de futebol do Coritiba; do treinador do Internacional; e ainda de dois jogadores, um do Corinthians e outro do Sport. Duas situações interessantes. O presidente do Flamengo também fez declaração similar para debochar do dirigente palmeirense, mas ficou imune. Já Paulo Nobre, do Palmeiras, depois de reclamar foi beneficiado duas vezes.

A bem da verdade, se fosse detalhar sobre os “escândalos” da arbitragem contra o Galo, remontaria a partir de 1977, quando Reinaldo foi injustamente expulso, o que permitiu à CBF, através do STJD, sacá-lo cirurgicamente da decisão do campeonato daquele ano. Depois, Aragão e Wright em favor do Flamengo, pelo Brasileiro e Libertadores, respectivamente. Márcio Resende, em 1999, em favor do Corinthians. 2012 e 2015 foi ação continuada. Em todas elas, o Galo foi “escandalosamente” prejudicado pelo apito dessa gente.

Ao invés de mandar notificação, visando exclusivamente à criação de um factóide e ainda acionar judicialmente vários jornalistas que apontam erros e não perdoam essa situação, a Anaf deveria se preocupar com a melhoria da péssima arbitragem nacional. Não seria leviano de afirmar que existe ‘esquema”, mas os erros sempre favorecem paulistas e cariocas. Só o Galo foi sacrificado em pelo menos quatro títulos nacionais, fora o atual, e uma Copa Libertadores.

banana 2

Nem estou contando aqui a Copa do Brasil, em que uma penalidade clara no último minuto não foi marcada pelo Simon. Este ainda achou duas explicações depois, cada uma mais sacana que a outra. Numa versão, ele disse que não teve a convicção da penalidade. Na outra, que deixou o jogo seguir mediante clara possibilidade de o Galo marcar o gol.

Além de treinamentos e reciclagem, outra atuação que mereceria aplauso de todo desportista, seria mostrar a eles que times de qualquer unidade da federação têm de ter o mesmo tratamento que os clubes de São Paulo e do Rio de Janeiro. É perceptível que eles “amarelam” em jogos desses dois estados, prejudicando os demais times brasileiros. Os exemplos estão aí para comprovar o que estou afirmando.

Só nas três ultimas rodadas do Campeonato Brasileiro deste ano, os “erros” já garantiram quatro a seis pontos a mais para o Palmeiras, três a mais para o Flamengo e três a menos para o Galo. Vale dizer, a classificação atual seria muito diferente do quadro que se apresenta.

A arbitragem brasileira sempre foi uma vergonha!

Ah! Se eles – juízes e bandeirinhas – fossem tão bons e puros que não merecessem as reclamações que originaram essa queixa, qual a razão dos pedidos de punição da comissão independente?

 

12 thoughts to “Anaf precisa é qualificar a arbitragem”

  1. Caro : Madrugando prá ir pro jogo do galo, como tá cedo demais, resolvi dar um pitaco. Antes, porém reafirmo o pedido que a maioria da torcida já fizemos em postagens anteriores: se você age tão bem em deletar comentários de torcedores rivais, que a maioria das vêzes vêm só tentar nos zuar, debochar, esquecendo os mesmos da situação calamitosa que vivem, pedimos novamente : comentário igual deste antonio não nos representa, a lixeira está aí prá isto.
    Continue denunciando, informando, se indignando, pois agindo assim, você dá voz a milhões de pessoas também indignadas com este estado de coisas, com esta sujeira que nos afronta, você é o porta voz que canaliza nossos protestos, nossa indignação . É seu “dever”, estimado Eduardo afiar seu crivo de censor para este tipo de comentário estúpido, covarde e conivente com a maracutaia reinante. Esta anaf, que remonta às épocas medievais, esquecendo que vivemos num mundo globalizado e exigente de transparência, age como seus pares, como se o futebol fosse seu feudo, distribuindo a pior arbitragem do planeta, motivo de piada de mau gosto.
    Ontem, cbflu x Vitoria, teve um lance de um penalte marcado há 1 metro fora da área, um escândalo, que por si só é motivo prá extinguir TUDO RELACIONADO A ARBITRAGEM NO BRASIL, um acinte., e fica estes bostas, falando em punição.
    Os programas esportivos do eixo as mesas redondas do eixo, em todos os canais, custam a disfarçar e esconder a torcida pelo cbfla e porcos ,fazendo projeções otimistas , ilações,colocando pilha nos jogos de hoje, até o Mauro César, que eu tinha por isento estava nervoso, traçando o futuro do cbfla em caso de vitória ou derrota( sabidamente flamenguista), estão numa expectativa que beira o desespero ,esta rodada vai matar alguém; de alegria ou de raiva.
    Fiquei sabendo que claiton começa jogando, Prato no banco, não sei se ele optou por começar com Cazares ou Otero, eu achava que ele tinha que começar com o time que jogou contra o inter, com Cazares no início.
    Vamos aguardar e torcer.

  2. Dudu e tu destes cartão ‘vermei’ pruuú wright … hein !? rsrsrs … Dura lex sed lex [ a lei é dura ,mas é a lei ] ao camarada que briga por seus direitos – mesmo com educação – tem a razão ao seu lado, dura lex sed lex [ a lei é dura ,mas é a lei ] . Já aqueles que contam com a podridão do sistema, dura lex sed látex [ a lei é dura , mas estica ] . No país das maravilhas o poste mija no cachorro, o rabo abana o cachorro ; tá tudo do avesso mesmo …
    — ** Always ready for this crazy thing called CAM ! ** — SAN

  3. Caro Antonio, tomo as palavras do Eduardo como minhas palavras. Como esquecer as sacanagens, se a cada ano que passa a CBF juntamente com esses juízes mau intencionados e comprados assaltam e decidem o campeonato, não tem como esquecer e a nossa indignação como Atleticanos só cresce, ao vermos que nada acontece com esses bandidos e ainda nos punem novamente já que fomos roubados dentro de campo.

  4. Acho mais que valida, a atitude do presidente do Galo. Tem que reclamar desses corruptos, bandidos, covardes e despreparados juizes. Se bem que acho mais correto dizer “PULIUSTAS E CARIOCAS”..porque…pra favorecer tanto os times destes estados…só torcedor dos mesmos. É uma vergonha internacional …essa quantidade absurda de erros e nada acontece para repreende-los. Poderia até ser interessante….em jogos do Galo e do cruzeiro, entre outros times (sem contar com cariocas e paulista, é claro)..que os times paguem do próprio bolso, a vinda de arbitros extrangeiros para apitar os jogos. Ficaria muito mais bonito o nosso futebol, sem ter esses arbitros bandidos prejudicando o futebol nacional. Aposto que daqui a pouco a Policia Federal vai fazer a Operação Lava Jato desse bando de ladrões.

  5. Eduardo, não se deixe levar por comentários que pedem para parar de falar da arbitragem. O que importa aqui realmente é o Galo e isso você fala com maestria. O problema é que rotineiramente somos garfados por essa arbitragem do eixo e aceitar isso é o mesmo que aceitar que bandidos governem nosso país. É querer que o país cresça e se desenvolva com taxas de corrupção absurdas. Temos que ficar sempre de olho SIM!!! Galo é Galo, acreditarei sempre no título, mas ficaria muito mais fácil se fossem 2 pontos apenas de diferença e isso seria possível se não fossem os erros de arbitragem. Segundo o site placarreal, em 2012 seríamos campeões com 6 pontos na frente do Fluminense. Segundo o site goal, este ano estaríamos apenas 2 pontos atrás do Palmeiras. Diferença facilmente possível de tirar nas próximas rodadas.
    Então GALO é GALO, mas sempre de olho nas arbitragens malandras.

  6. É absurda esta manifestação da ANAF. Voltou a Ditadura? Censura? O fato é que a arbitragem brasileira é ridícula. Falo alguma inverdade? E espero sinceramente que o árbitro amanhã não comprometa. Não há mais espaço para erros crassos sempre em favor de determinados times. Querem credibilidade? Então façam por merecê-la.

  7. Beira o deboche a tentativa de enquadrar Daniel Nepomuceno. Entendo que em virtude de tudo que sofremos na mão da entidade mais corrupta do brasil (confederação bandida de futebol), Atleticano que se preze não pode jamais torcer pra seleção da cbf. Como diz o mestre Fred Melo Paiva, estou naquela corrente pra trás, torcendo contra essa porcaria de seleção desde os anos 80. 7 a1 foi pouco, vibrei em cada gol da Alemanha como se fosse do GALO. Amanhã vamos passar o trator no time que representa essa corja da cbf, o urubu falido. Pra cima desses putos! SAN PS: Caro Eduardo, és um homem de bom senso, fosse eu no seu lugar, estando à frente do josé roberto rato, teria lhe dado um tapa, de mão aberta, daqueles pra ficar marcado vários dias. Ele merece!

    1. Tive esta oportunidade com o Wrigt, na praia , mas minha esposa me segurou. Um tapão seria bem dado.

    2. Barros segue aí a escala de árbitros no jogo do CAM frente ao ‘urubu otário’ . Confesso que não lembro deste sr. apitando ,pois só acompanho jogos do CAM . É torcer para ser um imparcial e ter uma boa mediação nesta partida importantíssima para nós … SAN

      Braulio da Silva Machado – SC (ASP-FIFA)
      Árbitro Assistente 1
      Neuza Ines Back – SC (FIFA)
      Árbitro Assistente 2
      Alex dos Santos – SC (CBF-1)
      Quarto Árbitro
      Rodrigo D Alonso Ferreira – SC (CBF-1)

  8. NOSSA CARO EDUARDO, VOCE NAO SE CANSA DE BATER NESSA TECLA NÂO??? VAMOS FALAR DO GALO APENAS.
    JÁ TÁ FICANDO FEIO, FICARMOS COLOCANDO A CULPA DE NÃO GANHARMOS CAMPEONATO POR CAUSA D CBF. 45 ANOS SEM BRASILEIRO, VAMOS FOCAR NESSE TITULO E PRONTO. TODO POST SEU TEM RECLAMAÇÃO DE JUIZ. TA NA HORA DE VIRAR O DISCO.

    1. Se lesse antes, talvez dissesse outras palavras. Poderia até não concordar, mas certamente até argumentaria. Falo, caro, de uma ação da ANAF. Fazer leitura rápida e só do título, pode induzir mesmo a interpretações equivocadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.