Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

“Acostume o coração com as boas emoções”

Esse título foi o início da minha oração, que faço diariamente, através de um livrinho de cabeceira. E o final do texto dessa manhã, providencialmente, me trouxe que “uma boa emoção é a ignição que faz funcionar o motor da felicidade”. E foi assim que sai de casa, inicialmente para a academia e logo após a minha atividade profissional de rotina.

Inspirado, diria até que iluminado pela primeira leitura do dia – que sucedeu à nossa postagem da manhã – por onde passei ouvia a voz sábia das pessoas que encontrava pelo caminho. No nosso caso, que interessa ao espaço, as considerações dos Atleticanos. A maioria, como eu, ainda ressentido com o resultado de ontem à noite. Um ou outro, buscando forças e reanimar com o tropeço dos principais concorrentes.

Pois que, no meu caso, alimentado pela oração da manhã e influenciado pelos amiGalos que já deixaram o quase revés com a Chatocoense no passado, me debrucei em contas do que nos interessa. Temos a melhor campanha como mandante e também na condição de visitante, consequentemente, lideramos a competição. Na condição de mandante são 10 jogos com oito vitórias, um empate e uma derrota. Somamos 25 pontos em 30 possíveis, ou seja, 83,33%. O Galo é um visitante indigesto aos adversários. Foram 13 partidas e vencemos sete delas, com quatro empates e duas derrotas. Vale dizer, 64,10% de aproveitamentos.

No geral, após 23 confrontos, vencemos 15, empatamos cinco vezes e acumulamos três derrotas. O aproveitamento é de 72,46%. São números, que incontestavelmente, mantém o Galo como favorito ao título. Ainda assim, minha condição exclusiva de Torcedor, me permite sim reclamar das derrotas para Fortaleza, Ceará e Santos. E os empates com Fluminense, Bragantino, São Paulo e duas vezes frente ao lanterna Chapecoense. Claro que isso dói e muito nessa luta pelo título. Acrescente se a isso, melhor campanha do turno e – até agora – do returno.

Quando faço dois exercícios adicionais verificando a tabela, a ilusão e o sonho dessa conquista encobrem e acalentam o pós noite mal dormida. Vejamos. Sempre disse aqui que, ao meu entendimento, temos que – em média – vencer em casa e empatar fora de Belo Horizonte. Ora, se são dez jogos – até o momento – realizados aqui, seriam 30 pontos perseguidos. Nessa mesma lógica, 13 conquistados na casa dos adversários. Portanto deveríamos estar com 43 pontos e somamos 50 na liderança isolada. Sete pontos adicionais, dentro dessa pseudo lógica.

O segundo e importante raciocínio advém dos jogos que nos faltam. São ainda 15 partidas que nos aguardam, sendo que uma delas – com o Grêmio em BH – adiada da última rodada do primeiro turno. Desse total, nove delas serão no Mineirão com a presença da Massa. Apenas seis jogos fora da capital mineira, conhecida nacional e internacionalmente como a Cidade do Galo. Não curei do empate com o time catarinense, mas retomei minha motivação quanto à conquista do título. Não perdoo perder quatro pontos para o lanterna em dois jogos. Esse time tem apenas 12 pontos, sendo que dois deles conquistados em cima do Galo. Inaceitável.

Entretanto, ao que vislumbro, estamos mais vivos na competição que minha noite mal dormida sugeria ao postar hoje cedinho. Em todas as projeções que faço, seja de vencer em casa e empatar fora ou mesmo de se manter o índice de aproveitamento – fora, casa e geral – nenhum concorrente conseguirá alcançar o Galão da Massa ao final das 38 rodadas. Para isso, duas reações precisam ser imediatamente inseridas no nosso contexto em busca do triunfo. Não podemos acomodar e acreditar que essa sorte vai insistir e permitir tantos vacilos. O campeonato está sendo oferecido ao Galo. Essa conquista está em nossas mãos, não vamos deixar escapar mais uma vez. Reação ampla, geral e irrestrita. Já!

A equipe, daí digo desde jogadores, comissão técnica e diretoria, superarem o trauma da eliminação da Libertadores (o Atleticano, em sua maioria, já virou essa página) e nossos dirigentes irem até ao Guaciba e peitar com relação às arbitragens. Reclamar depois do leite derramado não vai adiantar nada. Foi assim com Aragões, Wrights, Simons, Resendes e outros. A hora de exigir tratamento igual a clubes – tradicionalmente – diferentes é agora. Chega de tolerar a CBF/TV tratando paulistas e cariocas com privilégios de arbitragem, STJD, tabelas (inclusive adiamentos) como a história conta desde os anos 70.

Em tempo: Já estou com o ingresso pra sábado em mãos e vou ao Laboratório Hermes Pardini agora à tarde fazer meu teste covid. Eita teimosia Atleticana. Sou assim tem mais de meio século. Amém! Assim seja! Assim será!

*fotos: 1) Bruno Cantini/Atlético; 2) Pedro Souza/Atlético

9 thoughts to ““Acostume o coração com as boas emoções””

  1. Também lembrando ainda do jogo, devemos sim considerar um pontinho fora pois nosso time estava totalmente desfalcado e com as entradas dos reservas conseguimos o empate.
    Dylan, depois , cruzamento de Calebe pro gol do Sasha !

  2. NO BRASILEIRÃO CADA JOGO É UMA FINAL E VALEM TRÊS PONTOS.
    CUCA PRECISA CHAMAR A ATENÇÃO DE HULK.
    DO JEITO QUE ESTÁ NÃO DÁ , HULK NÃO SOLTA A BOLA E NÃO DÁ PASSE PARA NINGUÉM , AMARRA UM CORDÃO NA BOLA E SAI CARREGANDO ATÉ PERDER.
    JÁ KENO INSISTE EM DAR UM ÚLTIMO DRIBLE E SEMPRE PERDE A BOLA , NÃO DÁ SEQUÊNCIA NA JOGADA QUE ELE MESMO INICIOU.
    OUTRO DETALHE É QUE NÃO PODEMOS JOGAR SÓ COM DOIS ATACANTES , POIS O TIME FICA MUITO EMBOLADO NO MEIO.
    OU CUCA CORRIGE ESSES DEFEITOS OU TUDO FICARÁ MAIS DIFÍCIL.
    O GALO TÁ DOIDO PRÁ ENTREGAR ESSE TÍTULO PARA O FLAMERDA /CBF / GLOBOLIXO

  3. Boa noite!
    O trabalho é o melhor na era dos pontos corridos.
    Esse grupo não vai capitular e baterá campeão de 2021.

  4. Boa tarde Eduardo e massa. alguém aqui pode me dizer porque foi Diego Costa chegar eo Hulk pipoqueiro simplesmente sumiu dos jogos simplesmente vive caindo e reclamando os jogos todos e se transformou um fominha nato.alias vou dizer aqui esta diretoria fraca simplesmente contratou um jogador bichado que adora um DM. na véspera da contratação do Diego Costa DM eu disse porque a diretoria lerda não tentou o Roger Guedes ficaram de boca aberta e foi para os gambás. cuca pardal se transformou num pardal sampaoli e suas atrapalhadas ja vê rever de camisa 9.igor rabelo de camisa 9 e ontem foi a vez do Nathan silva entregador de camisa 9.estamos no caminho de 2020 somos líderes até mais ou menos 30 rodadas depois pipocam e entrega para o flamerda. não duvido muito galo resucitar Ceará e santos dentro de casa. galo rei de levantar defunto e pipocar. aff.acompanhando primeiro tempo do sub 17 do galo e são Paulo simplesmente um montes de afilhados de empresários está base do galo é uma piada. um montes de pernas de pau. eu avisei a corneta vai piar. rsrs.a galo não aprende com erros do passado. vá galooo.

  5. Boa tarde!

    Seguindo o raciocínio de vencer em casa e empatar fora e aplicando esta mesma ideia aos jogos restantes de Galo e Flamengo, ambos somarão em tese mais 33 pontos. Lógico que é uma conta porca pois foram somados 3 pontos para o Flamengo e 1 ponto para o Galo no mesmo jogo, o que não mudaria o resultado final do campeonato. Galo Campeão!

    PS. Só que jogo é jogado e lambari é pescado…

    Abraços

  6. Boa tarde Eduardo. Nas minhas contas o galo perdeu 2 pts, como tinha colocado aqui em post anterior que o Galo poderia chegar no confronto com o Fla com nove pontos a frente e ter a chance de colocar 12 pts a frente faltando 8 rodadas o que seria praticamente matar esse campeonato mais uma vez depois de 50 anos e esse jogadores entrarem para história do clube e nos corações do torcedor para sempre serem lembrados pela Massa. Mas parece que esse motivação de conquistarem o titulo, até jogadores falando em dar a vida depois da eliminação para o Palmeras, passou longe do vestiario e do jogo contra a Chape…time sem pegada, parecia até desmotivado, muito individualismo e nem o Cuca conseguiu mudar isso. Preocupa pq teremos mais jogos considerados fáceis pela frente. Será que estarão motivados para entrar na história do clube?? Esse campeonato está dado, até pela sequencia e pelo que foi apresentado anteriormente. Após a 31 rodada o Fla terá jogos mais fáceis e nós jogos mais complicados, temos que ter gordura pra queimar, além desses 5pts, que eram para ser 7pts, que poderiam virar 9pts no Final de semana. Bora Galo!! Se não ganhar esse ano, não podemos reclamar de sermos chamados de cavalo paraguaio, escutar e ficar pianinho…Saudações.

  7. Esse papo de juiz e falcatruas realmente cansa! Enquanto ficarmos nessa de vitimismo não faremos o dever de casa necessário para levantar as taças.

  8. Até parece poesia. Tamanha é a utilização de boa vontade literária. Convenhamos, no entanto, que é melhor que ficar chorando o leite derramado. Então, vou enganar a mim mesmo e dizer, (pensar é impossível), que está tudo bem e que o Galo será campeão porque tem pontos de vantagem e já venceu e aconteceu até aqui. Há uma semana acrescentávamos às extraordinárias façanhas do Galo o fato de estar na semi final da Libertadores. Isso já era. Até quando estaremos na Copa do Brasil é uma incógnita e no Brasileirão, um sonho.

    1. Meu amigo, o futuro a Deus pertence! Copa do Brasil é só dia 20, até lá, o Brasileiro é uma realidade e o Galo é líder isolado e incontestável, independente de seu pessimismo! Bom deve ser ficar 3 anos na Série B, sem sequer entrar no G4 e arrotando títulos do passado né?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.