Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

A visão de quem acompanha o trabalho na Cidade do Galo

Dias atrás nessa nossa resenha aqui no blog, comentamos sobre uma perceptível mudança na confiança do Torcedor com os rumos do Galo. Na ocasião e posteriormente, foram mencionadas as manifestações do vice-presidente e do diretor de futebol – Lásaro Cândido e Rui Costa – sobre perspectivas para o futuro do nosso time. Ainda que sutilmente, foi também dito que chegou à Cidade do Galo um novo diretor para as categorias de base.

Pois bem, nosso amiGalo Marcelo Alvarenga, que por um bom tempo colaborou com este blog e que, na condição de repórter fotográfico acompanha intensamente o dia a dia no CT, traz sua visão, testemunho e uma grande dose de entusiasmo para dividir com o leitor. Sigamos:

“Em um mundo onde, dizem, temos de ver o copo ou meio cheio ou meio vazio, optei por vê-lo transbordando. Digo isso porque, não sendo esse o seu caso, torcedor, melhor parar a sua leitura por aqui, pois as linhas abaixo estão repletas de um otimismo com o futuro das categorias de base do Galo.

Júnior Chávare chegou para comandar o que antes vinha sem comando, com a passagem catastrófica de André Figueiredo pela Cidade do Galo. Não é segredo para ninguém, que o ex-dirigente, além de não entender muito de futebol, era arrogante e muitas vezes autoritário, fazendo com que perdêssemos inúmeras promessas antes que pudessem estourar. Desastre total, e um aparelhamento e sucateamento das categorias inferiores que têm nos custado caro.

A ideia atual é exatamente o contrário. Conhecendo a metodologia de trabalho pretendida, é nítido o entendimento do novo diretor sobre a transição entre a base e o profissional. A criação de uma equipe de transição mostra bem isso. Não uma equipe de aspirantes, aonde os clubes encostam as contratações mal sucedidas.

Uma equipe que tenha como função abrigar os atletas que, sem idade para o sub-20, mas com potencial para o profissional, possam ter oportunidade de jogar e se acostumar com o ritmo diferenciado. É simples, porém inovador em um clube onde, não estando pronto aos 20 anos, os atletas se viam obrigados a procurar novos ares em clubes pequenos ou do exterior (vide Bruno Henrique, atual capitão do Palmeiras).

Além da equipe de transição, o Galo volta a ter um time trabalhando forte na captação dos atletas, seja com empresários ou observadores. A ideia é que quanto mais talento tenha a oportunidade de captar, maior será a quantidade de jogadores a serem aproveitados. Não é apenas quantidade, pois os elencos da base sempre estiveram cheios. É apenas uma qualificação, para que a taxa de aproveitamento no profissional possa ser superior.

Enfim, ainda que com pouco tempo de trabalho, temos alguém no comando da nossa base que realmente parece saber o que faz, o que convenhamos, já é um grande avanço em relação ao que tínhamos antes. Que o Júnior tenha muita sorte, que a nossa base passe a formar atletas ao invés de conquistar troféus e que em breve, possamos ter de novo um time repleto de garotos feitos em casa, porque é assim que gostamos de ver nosso elenco.

Abraços,

Marcelo Alvarenga”

*fotos: 1) arquivo pessoal; 2) Atlético

27 comentários em “A visão de quem acompanha o trabalho na Cidade do Galo

  1. O Atlético está em processo de transformação e eu acredito muito num futuro próximo de glórias.
    Gostaria de aproveitar e pedir a você , Eduardo, que encaminhe à Diretoria uma reivindicação de vários torcedores quanto a unificação de Títulos do Atlético e também de outros clubes brasileiros que conquistaram competições oficiais da CBF e da antiga CBD.
    Competições como a Taça dos Campeões em 1978, Copa dos Campeões em 1937, que vencemos, além da Copa dos Campeões que foi disputada nos anos de 2000 (Palmeiras), 2001 (Flamengo) e 2002 (Payssandu) e a Supercopa do Brasil, vencida pelo Grêmio em 1990 e Corinthians em 1991.
    Assim como foram unificados os títulos da Taça Brasil e Roberto Gomes Pedrosa, tenho a plena convicção de Justiça em pedir a unificação desses títulos, que correspondem a pelo menos uma Copa do Brasil ou Supercopa do Brasil, pois na época em que foram disputados tinham imenso valor, assim como aqueles que foram unificados.
    Peço que analise com carinho e me dê um retorno, pois venho cobrando isso há muito tempo da diretoria do Galo, através das redes sociais e ninguém me deu sequer uma resposta.
    Forte abraço!

    1. Complementando essa mensagem, a unificação dos títulos pode ser estendida à CONMEBOL, em relação à Copa Conmebol, que com toda certeza é a mesma competição da Copa Sulamericana de hoje.

  2. Olha o que causa espanto no Galo é contratar um volante como reforço é preterir o reforço escalando ze Wellisson, Jair e ate Lucas Candido em detrimento desse contratado. Algo de muito estranho nessa situação. Será que o contratado é inferior a Lucas Candido e ao Jair?? Francamente a gente esperava uma contratação para chegar e jogar. Se for contratar para ser reserva de Jair e Lucas Candido nao precisava fazer

  3. Bom dia!
    Como não ser “derrotista” se entra ano e saí ano e ninguém, eu disse ninguém, consegue acertar o sistema defensivo desse time? Que treinamento é esse desses dias que o time conseguiu levar 5 gols em duas partidas contra times insignificantes e o ataque praticamente inoperante? Isso é uma vergonha!!!

  4. Antes que os profetas do apocalipse se desesperem, treino eh treino, jogo eh jogo. Lamentar derrota pro micróbio verde, em treino, eh muito eh derrotismo. O resultado não quer dizer absolutamente nada. Tbm pensaria assim se tivéssemos vencido o treino por 8 a 0. Sigo confiante. SAN

    1. Olha o que causa espanto no Galo é contratar um volante como reforço é preterir o reforço escalando ze Wellisson, Jair e ate Lucas Candido em detrimento desse contratado. Algo de muito estranho nessa situação. Será que o contratado é inferior a Lucas Candido e ao Jair?? Francamente a gente esperava uma contratação para chegar e jogar. Se for contratar para ser reserva de Jair e Lucas Candido nao precisava fazer

  5. Boa tarde xará e amigalos desconfiados!
    E não e que essa DEFESA DE PENEIRA do GALO conseguiu levar 3 do Mequinha no jogo treino! Já disse e vou repetir: Este elenco do GALO não sabe fazer marcação no campo do adversário. Rodrigo Santana teve tempo pra treinar isso e parece que não adiantou….Que venha o segundo semestre……

  6. Aí Marcelinho! Não sei se vossa teleobjetiva é uma cannon f4,mas torço que ela capte uma grande colheita provinda da nossa base no time principal. O estrago na base foi grande e não será em um/dois anos que este estrago, que durou 10,dará os frutos esperados. Vai levar tempo, muito mais do q a gente imagina! Foram três gestões,com diferentes mandatários q proporcionaram este estrago e o resultado está aí escancarado, nossa base não revela nada e quando revela, quem chegar primeiro,leva. Citastes o Bruno Henrique,este e mais alguns, são nomes q sabemos, e os outros q nem chance na peneirada tiveram? O buraco é mais fundo do q possamos imaginar,mas o mais importante é q buscaram profissional q em uma semana identificou o q muitos fizeram vistas grossas ou sabe-se lá o q ofuscava as vistas deles. Torço p q o Chávare tenha sucesso com um pensamento apenas,q se repita o q ocorreu em 76. CAM sem grana p investir,como dizem estar hj, formou um timaço com jovens advindos da base sem gastar nada,eram nossos.Este time venceu 24 jogos e empatou 5, em 29 jogos pelo Mineiro de 76,sem contar vários torneios no exterior,foi vive CAMpeão BR invicto e serviu base para para a conquista do HexaCAMpeonato em 83. Este é meu maior sonho,ver meu/nosso GALO 💯% genuíno daqui a algum tempo e torço p que as lentes de sua câmera capturem este momento q será mágico,mas até lá,aja paciência e muito,mas muito trabalho mesmo! Abs irmão…SAN

    1. JOSÉ ROBERTO ,
      se me permite : destaque para o treinador , que era
      do juvenil e , quando efetivado no profissional , levou
      TODO o elenco pra cima .
      Meudeusdoceu ! , efetivou uns 15 no time de cima e
      hoje não se consegue 01 sequer .
      E onde está o reconhecimento do clube e da torcida
      para com aquele que montou , a custo zero , um dos
      maiores esquadrões de nossa história ?
      BARBATANA , um dos grandes do futebol !!!!!

      1. Bons tempos José,bons tempos! Não tínhamos a estrutura de hoje,jogadores dividiam espaço com os associados da Vila Olimpica,qdo não tinham de pegar ônibus e procurar campos para realizarem os treinos. Porém, o craque que era comprometido com o Clube brotava no várzea,e outro q não deve ser esquecido é o Zé das Camisas. Que olhar afinado ele tinha para ver garotos bons de bola nas peladas dos raspados, o fazia pq era bom. Neste time o criador foi o Barbatana,que passou p o Procópio, depois Carlos Alberto Silva e por fim Mussula. Grande esquadrão q não jogava p menos de 100 mil Atleticanos. A festa era grande,com sol na cara e tudo mais. Grandes tardes,grande time. Será q veremos outros iguais,torço p q sim,torço apenas. SAN

  7. Boa Tarde,

    Espero realmente que nossa base retorne para os trilhos, neste momento o trem está desgovernado e fora dos trilhos.
    Gostaria de questionar algumas atitudes tomadas por treinadores e até diretores com relação a aproveitamento de jogadores da base.
    Vemos uma tolerância enorme e uma série de oportunidades dadas a jogadores contratados que nem são do Galo, exemplo: Nathan, Vinícius, Bolt.
    E não vejo as mesmas oportunidades dadas aos garotos da base, como: Vinícius e o Neto, sempre vem com a mesma ladainha, não queimar ou não estar preparado, só citei estes dois porque o pouco que jogaram demonstraram muito mais qualidade do que os que mencionei anteriormente.
    Realmente outros talvez necessitem de serem emprestados ou mesmo estar na categoria que esta sendo criada.
    Espero que as boas impressões e observações do Marcelo Alvarenga se tornem numa realidade.

  8. Era o que sempre precisamos! Incrível como se, não fosse o Rui Costa, o incompetente Sette Camara estaria até hoje com Marques (sem qualificação pra ser o diretor de base), achando que importante pra revelar é ensinar o jogador a cantar o hino… é piada pronta!
    Eu sou otimista, mas quero ver com meus próprios olhos. O Galo não revela NENHUM craque desde Cerezo e Reinaldo. Craque digo, a nível mundial, jogador de fazer história na Seleção, de rodar times de ponta da Europa sendo destaque. DESDE 1975.

  9. bom dia Eduardo e massa e Marcelo alvarenga. o galo tem o melhor ct do Brasil mas compensação tem uma das piores bases do Brasil. uma vergonha. para k ter um ct melhor do Brasil sendo que a base demora 10 anos para revelar um jogador. não é possível que equipes fluminenc. vasco. mequinha. etc revela mais jogadores que o galo. aliás estes jogadores da base deve ter muitos padrinhos la dentro. só digo está base do galo é uma piada. acorda diretoria precisamos de profissionais não de amadores. vai galooo.

  10. Também me encontro em fase otimista. O trabalho feito até aqui por Rui e Chávare, é de excelência. Claramente ambos entendem do assunto. Sigamos fazendo nosso papel dentro do campo e AJUDANDO o GALO a vencer partidas e títulos. SAN

  11. ATUALIZANDO LUCY
    =================
    Atualizando , pois não gosto de deixar nada em
    aberto , mas já me desculpando com o blog .
    1.
    não insinuei , absolutamente , sobre parcialidade
    e lisura de juízes e promotores, mas tão somente
    sobre o entendimento do mérito , que é subjetivo
    2.
    nunca considerei pertinente ou não a construção
    de um estádio ; que ele seja realidade , se assim a
    direção do clube entender
    3.
    “não compare apenas a um corte de árvore………”,
    desculpe , mas você não entendeu sobre o que eu
    quis dizer , por isso repito : para deliberar sobre a
    matéria controversa no caso do estádio os órgãos
    se prontificaram em analisá-lo e até mesmo ajuda
    de governador aconteceu para que se decretasse
    de utilidade pública a área em questão ( nunca vi
    um decreto tão rápido e tão raso como este ) ;
    mas , aí sim , para se conseguir a supressão de um
    “indivíduo” ( como é tratado no jargão ambiental )
    você , ou não consegue , ou leva anos
    4.
    “……..concluíram que o empreendimento está de
    acordo ……” , ok , entendimento deles e portanto ,
    responsabilidade deles
    5.
    ” … licenças prévias …” , atitude padrão , faz parte
    do processo ;
    e “condicionantes” sendo CUMPRIDAS , por óbvio
    e forçoso que assim seja

    Fico por aqui : nada contra construção de estádio
    e qualquer outro empreendimento que traga para
    o clube e mesmo para a cidade desenvolvimento e
    empregos , já que Belo Horizonte estagnou , parou
    no tempo , e só na área de obras civis amarga uma
    taxa de desemprego que já assalta algo em torno
    de CEM MIL trabalhadores (leia-se famílias inteiras)
    que não conseguem o mínimo necessário para que
    se possa viver com dignidade .
    Que venham outros empreendimentos e que os
    órgãos públicos tenham o mesmo dinamismo e a
    mesma eficácia para liberá-los

  12. Bom dia massa e Guru!

    Em meu último comentário neste espaço enalteci justamente esta nova contratação da diretoria, que ao contrário dos anteriores, vive o dia a dia da base, inclusive morando na cidade do Galo. Porém deixei aqui uma indagação e ninguém me respondeu: e os ex atletas que estavam lá sem nenhum resultado, já entraram na barca, ou ainda permanecem por ganhando e não fazendo nada?
    Acho que nosso novo coordenador da base vai ter muito trabalho, porque a base do galo era um antro de falcatruas e hoje os times estão tomando goleada toda semana, principalmente o sub 20 que perdeu de 3 x 1 pro botafogo e o 4 x 1 pro florminense, times sem nenhuma estrutura.
    Arregaça as mangas ai meu caro Júnior Chávare!!!!!!

    1. Bom dia. Infelizmente parece estranho esse cabide de emprego de ex- jogadores no galo. Entra técnico e sai técnico e o Eder Aleixo segue como auxiliar técnico. O Marques fracassou como Diretor da base e Diretor de Futebol mas tbm continua. Na verdade o nosso galo é um cavalo magro infestado de carrapatos gordos que sugam o seu sangue ininterruptamente…

      1. Bom dia, caro Gilvan. So fiz uma pergunta pq conforme disse JBHGALO acima..ele terá muito trabalho.
        Obs: Tome um chá (ou a água da onça) pra acalmar e não achar que se não está de acordo com o que vc pensa (se é que isso acontece) não quer dizer que é torcedor do outro lado.

        1. Caro Bravo,não disse que você é cruzeirense,só disse que é um nobre torcedor felpudo.São sinônimos?Estou bem calmo e confiante.Não sei se o pessoal do outro lado está.

  13. Bom dia Eduardo, Marcelo Alvarenga e Atleticanos. Vamos crer que os rumos nas categorias de base mudem e melhorem radicalmente, pois estamos vendo a situação caóticas do times do galo nessas categorias; os resultados são decepcionantes. O torcedor está avido por títulos e por um time de qualidade e forte para brigar de igual para igual com qualquer outro adversário na busca de títulos.
    Todos os torcedores querem ver o Atlético vencedor e conquistando títulos, sendo realmente o protagonista dos campeonatos em que disputar.
    Vemos nesse espaço, ofertado pelo Mestre Eduardo, manifestações das mais diferentes abordagens, mas creio que com um mesmo propósito: buscar a a excelência para o Clube e correções de rumos quando as coisas não estão indo bem. Saudações Atleticanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*